A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Poetica Capa ilustrativa

Poética

Ana Cristina Cesar

Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das ?leis do grupo?. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino ? pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal ? reunida pela primeira vez em volume único ? ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim.    

Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das ?leis do grupo?. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino ? pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal ? reunida pela primeira vez em volume único ? ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

POETICA

Refinar resultado

59 livros novos e 2 livros usados em 18 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
POETICA

POETICA

Ano:   Editora: Geral

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
93% Positivas
1817 qualificações
R$ 48,69 + frete R$ 15,50

Total: R$ 64,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do seculo XX uma marca indelevel. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na decada de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das leis do grupo. Criou um diccao muito propria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o intimo e o universal, o masculino e o feminino pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visao dos desavisados, com o feminismo energico, caracteristico da epoca. Entre fragmentos de diario, cartas ficticias, cadernos de viagem, sumarios arrojados, textos em prosa e poemas liricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondencia completa, Luvas de pelica, A teus pes, Ineditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catalogo ha decadas estao agora novamente disponiveis ao publico leitor, enriquecidos por uma secao de poemas ineditos, um posfacio de Viviana Bosi e um farto apendice. A curadoria editorial e a apresentacao couberam ao tambem poeta, grande amigo e depositario, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do comeco da carreira aos livros postumos, a obra da musa da poesia marginal reunida pela primeira vez em volume unico ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim.

Poética

Poética

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo - Conto e Encanto livros Sebo - Conto e Encanto livros SP - Campos do Jordão
100% Positivas
271 qualificações
R$ 50,00 + frete R$ 15,50

Total: R$ 65,50

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação, sem rasuras ou grifos. Em perfeitas condições de uso e leitura. sh618

POETICA

POETICA

Ano:   Editora: Geral

Tipo: novo

Idioma: Português

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
94% Positivas
618 qualificações
R$ 52,43 + frete R$ 15,50

Total: R$ 67,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do seculo XX uma marca indelevel. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na decada de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das leis do grupo. Criou um diccao muito propria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o intimo e o universal, o masculino e o feminino pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visao dos desavisados, com o feminismo energico, caracteristico da epoca. Entre fragmentos de diario, cartas ficticias, cadernos de viagem, sumarios arrojados, textos em prosa e poemas liricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondencia completa, Luvas de pelica, A teus pes, Ineditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catalogo ha decadas estao agora novamente disponiveis ao publico leitor, enriquecidos por uma secao de poemas ineditos, um posfacio de Viviana Bosi e um farto apendice. A curadoria editorial e a apresentacao couberam ao tambem poeta, grande amigo e depositario, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do comeco da carreira aos livros postumos, a obra da musa da poesia marginal reunida pela primeira vez em volume unico ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim.

POETICA

POETICA

Ano:   Editora: Geral

Tipo: novo

Idioma: Português

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
94% Positivas
618 qualificações
R$ 52,43 + frete R$ 15,50

Total: R$ 67,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do seculo XX uma marca indelevel. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na decada de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das leis do grupo. Criou um diccao muito propria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o intimo e o universal, o masculino e o feminino pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visao dos desavisados, com o feminismo energico, caracteristico da epoca. Entre fragmentos de diario, cartas ficticias, cadernos de viagem, sumarios arrojados, textos em prosa e poemas liricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondencia completa, Luvas de pelica, A teus pes, Ineditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catalogo ha decadas estao agora novamente disponiveis ao publico leitor, enriquecidos por uma secao de poemas ineditos, um posfacio de Viviana Bosi e um farto apendice. A curadoria editorial e a apresentacao couberam ao tambem poeta, grande amigo e depositario, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do comeco da carreira aos livros postumos, a obra da musa da poesia marginal reunida pela primeira vez em volume unico ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim.

Poetica Capa ilustrativa

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
94% Positivas
380 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,82

Comprar ler descrição ocultar
Poetica Capa ilustrativa

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
94% Positivas
380 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,82

Comprar ler descrição ocultar
Poetica Capa ilustrativa

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
94% Positivas
380 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,82

Comprar ler descrição ocultar
Poetica Capa ilustrativa

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
94% Positivas
380 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,82

Comprar ler descrição ocultar
Poetica

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Sob encomenda: Até 8 dias úteis + tempo de envio
Cliquebooks Cliquebooks SP - São Paulo
100% Positivas
1129 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se uma das mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das ´leis do grupo´. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. ´Cenas de abril´, ´Correspondência completa´, ´Luvas de pelica´, ´A teus pés´, ´Inéditos e dispersos´, ´Antigos e soltos´ - livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Esta obra reúne os volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos da autora.

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livrofast Livrofast SP - São Paulo
95% Positivas
418 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVO DIRETO DO FABRICANTE

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livrofast Livrofast SP - São Paulo
95% Positivas
418 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVO DIRETO DO FABRICANTE

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livrofast Livrofast SP - São Paulo
95% Positivas
418 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVO DIRETO DO FABRICANTE

Poetica

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Sob encomenda: Até 8 dias úteis + tempo de envio
Cliquebooks Cliquebooks SP - São Paulo
100% Positivas
1129 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se uma das mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das ´leis do grupo´. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. ´Cenas de abril´, ´Correspondência completa´, ´Luvas de pelica´, ´A teus pés´, ´Inéditos e dispersos´, ´Antigos e soltos´ - livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Esta obra reúne os volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos da autora.

Poetica

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Sob encomenda: Até 8 dias úteis + tempo de envio
Cliquebooks Cliquebooks SP - São Paulo
100% Positivas
1129 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se uma das mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das ´leis do grupo´. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. ´Cenas de abril´, ´Correspondência completa´, ´Luvas de pelica´, ´A teus pés´, ´Inéditos e dispersos´, ´Antigos e soltos´ - livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Esta obra reúne os volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos da autora.

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livrofast Livrofast SP - São Paulo
95% Positivas
418 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVO DIRETO DO FABRICANTE

Poetica

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Sob encomenda: Até 8 dias úteis + tempo de envio
Cliquebooks Cliquebooks SP - São Paulo
100% Positivas
1129 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se uma das mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das ´leis do grupo´. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. ´Cenas de abril´, ´Correspondência completa´, ´Luvas de pelica´, ´A teus pés´, ´Inéditos e dispersos´, ´Antigos e soltos´ - livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Esta obra reúne os volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos da autora.

Poetica

Poetica

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Sob encomenda: Até 8 dias úteis + tempo de envio
Cliquebooks Cliquebooks SP - São Paulo
100% Positivas
1129 qualificações
R$ 59,92 + frete R$ 12,92

Total: R$ 72,84

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se uma das mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das ´leis do grupo´. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. ´Cenas de abril´, ´Correspondência completa´, ´Luvas de pelica´, ´A teus pés´, ´Inéditos e dispersos´, ´Antigos e soltos´ - livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Esta obra reúne os volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos da autora.

Poética

Poética

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Ponto dos Livros Ponto dos Livros RS - Porto Alegre
96% Positivas
117 qualificações
R$ 60,00 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição bom estado. 503 páginas.

POÉTICA

POÉTICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
96% Positivas
666 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 12,92

Total: R$ 76,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das "leis do grupo". Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal - reunida pela primeira vez em volume único - ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim."Ana C. concede ao leitor aquele delicioso prazer meio proibido de espiar a intimidade alheia pelo buraco da fechadura. Um dos escritores mais originais, talentosos, envolventes e inteligentes surgidos ultimamente na literatura brasileira." - Caio Fernando Abreu, 1982"Um texto ultrassintético, desdobrável em muitas leituras, mas nunca esgotável. Eu sou apenas um eterno deslumbrado com a poesia, a prosa e a pessoa da carioca." - Reinaldo Moraes, 1982"Entre Ana e o texto, entre Ana e a vida, havia a elipse, o prazer do pacto secreto com seu possível interlocutor. A isso ela chamava 'páthos feminino'. Disso, ela fez seguramente a melhor e a mais original literatura produzida dos anos 1970." - Heloisa Buarque de Hollanda, 1984"Ela não foi - ela fica - como uma fera." - Armando Freitas Filho, 1985"Ana Cristina Cesar deixou uma obra poética absolutamente singular no panorama da literatura brasileira do século XX." - Joana Matos Frias, 2005"Ana Cri

POÉTICA

POÉTICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1684 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 12,92

Total: R$ 76,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das “leis do grupo”. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal - reunida pela primeira vez em volume único - ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim. “Ana C. concede ao leitor aquele delicioso prazer meio proibido de espiar a intimidade alheia pelo buraco da fechadura. Um dos escritores mais originais, talentosos, envolventes e inteligentes surgidos ultimamente na literatura brasileira.” - Caio Fernando Abreu, 1982 “Um texto ultrassintético, desdobrável em muitas leituras, mas nunca esgotável. Eu sou apenas um eterno deslumbrado com a poesia, a prosa e a pessoa da carioca.” - Reinaldo Moraes, 1982 “Entre Ana e o texto, entre Ana e a vida, havia a elipse, o prazer do pacto secreto com seu possível interlocutor. A isso ela chamava ‘páthos feminino’. Disso, ela fez seguramente a melhor e a mais original literatura produzida dos anos 1970.” - Heloisa Buarque de Hollanda, 1984 “Ela não foi - ela fica - como uma fera.” - Armando Freitas Filho, 1985 “Ana Cristina Cesar deixou uma obra poética absolutamente singular no panorama da literatura brasileira do século XX.” - Joana Matos Frias, 2005 “Ana Cristina, assim como outros poetas de sua geração, debate-se com o agora.” - Viviana Bosi, 2013

POÉTICA

POÉTICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1684 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 12,92

Total: R$ 76,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das “leis do grupo”. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal - reunida pela primeira vez em volume único - ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim. “Ana C. concede ao leitor aquele delicioso prazer meio proibido de espiar a intimidade alheia pelo buraco da fechadura. Um dos escritores mais originais, talentosos, envolventes e inteligentes surgidos ultimamente na literatura brasileira.” - Caio Fernando Abreu, 1982 “Um texto ultrassintético, desdobrável em muitas leituras, mas nunca esgotável. Eu sou apenas um eterno deslumbrado com a poesia, a prosa e a pessoa da carioca.” - Reinaldo Moraes, 1982 “Entre Ana e o texto, entre Ana e a vida, havia a elipse, o prazer do pacto secreto com seu possível interlocutor. A isso ela chamava ‘páthos feminino’. Disso, ela fez seguramente a melhor e a mais original literatura produzida dos anos 1970.” - Heloisa Buarque de Hollanda, 1984 “Ela não foi - ela fica - como uma fera.” - Armando Freitas Filho, 1985 “Ana Cristina Cesar deixou uma obra poética absolutamente singular no panorama da literatura brasileira do século XX.” - Joana Matos Frias, 2005 “Ana Cristina, assim como outros poetas de sua geração, debate-se com o agora.” - Viviana Bosi, 2013

POÉTICA

POÉTICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
96% Positivas
666 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 12,92

Total: R$ 76,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das "leis do grupo". Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal - reunida pela primeira vez em volume único - ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim."Ana C. concede ao leitor aquele delicioso prazer meio proibido de espiar a intimidade alheia pelo buraco da fechadura. Um dos escritores mais originais, talentosos, envolventes e inteligentes surgidos ultimamente na literatura brasileira." - Caio Fernando Abreu, 1982"Um texto ultrassintético, desdobrável em muitas leituras, mas nunca esgotável. Eu sou apenas um eterno deslumbrado com a poesia, a prosa e a pessoa da carioca." - Reinaldo Moraes, 1982"Entre Ana e o texto, entre Ana e a vida, havia a elipse, o prazer do pacto secreto com seu possível interlocutor. A isso ela chamava 'páthos feminino'. Disso, ela fez seguramente a melhor e a mais original literatura produzida dos anos 1970." - Heloisa Buarque de Hollanda, 1984"Ela não foi - ela fica - como uma fera." - Armando Freitas Filho, 1985"Ana Cristina Cesar deixou uma obra poética absolutamente singular no panorama da literatura brasileira do século XX." - Joana Matos Frias, 2005"Ana Cri

POÉTICA

POÉTICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1684 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 12,92

Total: R$ 76,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das “leis do grupo”. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal - reunida pela primeira vez em volume único - ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim. “Ana C. concede ao leitor aquele delicioso prazer meio proibido de espiar a intimidade alheia pelo buraco da fechadura. Um dos escritores mais originais, talentosos, envolventes e inteligentes surgidos ultimamente na literatura brasileira.” - Caio Fernando Abreu, 1982 “Um texto ultrassintético, desdobrável em muitas leituras, mas nunca esgotável. Eu sou apenas um eterno deslumbrado com a poesia, a prosa e a pessoa da carioca.” - Reinaldo Moraes, 1982 “Entre Ana e o texto, entre Ana e a vida, havia a elipse, o prazer do pacto secreto com seu possível interlocutor. A isso ela chamava ‘páthos feminino’. Disso, ela fez seguramente a melhor e a mais original literatura produzida dos anos 1970.” - Heloisa Buarque de Hollanda, 1984 “Ela não foi - ela fica - como uma fera.” - Armando Freitas Filho, 1985 “Ana Cristina Cesar deixou uma obra poética absolutamente singular no panorama da literatura brasileira do século XX.” - Joana Matos Frias, 2005 “Ana Cristina, assim como outros poetas de sua geração, debate-se com o agora.” - Viviana Bosi, 2013

POÉTICA

POÉTICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1684 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 12,92

Total: R$ 76,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das “leis do grupo”. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal - reunida pela primeira vez em volume único - ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim. “Ana C. concede ao leitor aquele delicioso prazer meio proibido de espiar a intimidade alheia pelo buraco da fechadura. Um dos escritores mais originais, talentosos, envolventes e inteligentes surgidos ultimamente na literatura brasileira.” - Caio Fernando Abreu, 1982 “Um texto ultrassintético, desdobrável em muitas leituras, mas nunca esgotável. Eu sou apenas um eterno deslumbrado com a poesia, a prosa e a pessoa da carioca.” - Reinaldo Moraes, 1982 “Entre Ana e o texto, entre Ana e a vida, havia a elipse, o prazer do pacto secreto com seu possível interlocutor. A isso ela chamava ‘páthos feminino’. Disso, ela fez seguramente a melhor e a mais original literatura produzida dos anos 1970.” - Heloisa Buarque de Hollanda, 1984 “Ela não foi - ela fica - como uma fera.” - Armando Freitas Filho, 1985 “Ana Cristina Cesar deixou uma obra poética absolutamente singular no panorama da literatura brasileira do século XX.” - Joana Matos Frias, 2005 “Ana Cristina, assim como outros poetas de sua geração, debate-se com o agora.” - Viviana Bosi, 2013

POÉTICA

POÉTICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1684 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 12,92

Total: R$ 76,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ana Cristina Cesar deixou em sua breve passagem pela literatura brasileira do século XX uma marca indelével. Tornou-se um dos mais importantes representantes da poesia marginal que florescia na década de 1970, justamente pela singularidade que a distanciava das “leis do grupo”. Criou uma dicção muito própria, que conjugava a prosa e a poesia, o pop e a alta literatura, o íntimo e o universal, o masculino e o feminino - pois a mulher moderna e liberta, capaz de falar abertamente de seu corpo e de sua sexualidade, derramava-se numa delicadeza que podia conflitar, na visão dos desavisados, com o feminismo enérgico, característico da época. Entre fragmentos de diário, cartas fictícias, cadernos de viagem, sumários arrojados, textos em prosa e poemas líricos, Ana Cristina fascinava e seduzia seus interlocutores, num permanente jogo de velar e desvelar. Cenas de abril, Correspondência completa, Luvas de pelica, A teus pés, Inéditos e dispersos, Antigos e soltos: livros fora de catálogo há décadas estão agora novamente disponíveis ao público leitor, enriquecidos por uma seção de poemas inéditos, um posfácio de Viviana Bosi e um farto apêndice. A curadoria editorial e a apresentação couberam ao também poeta, grande amigo e depositário, por muitos anos, dos escritos da carioca, Armando Freitas Filho. Dos volumes independentes do começo da carreira aos livros póstumos, a obra da musa da poesia marginal - reunida pela primeira vez em volume único - ainda se abre, passados trinta anos de sua morte, a leituras sem fim. “Ana C. concede ao leitor aquele delicioso prazer meio proibido de espiar a intimidade alheia pelo buraco da fechadura. Um dos escritores mais originais, talentosos, envolventes e inteligentes surgidos ultimamente na literatura brasileira.” - Caio Fernando Abreu, 1982 “Um texto ultrassintético, desdobrável em muitas leituras, mas nunca esgotável. Eu sou apenas um eterno deslumbrado com a poesia, a prosa e a pessoa da carioca.” - Reinaldo Moraes, 1982 “Entre Ana e o texto, entre Ana e a vida, havia a elipse, o prazer do pacto secreto com seu possível interlocutor. A isso ela chamava ‘páthos feminino’. Disso, ela fez seguramente a melhor e a mais original literatura produzida dos anos 1970.” - Heloisa Buarque de Hollanda, 1984 “Ela não foi - ela fica - como uma fera.” - Armando Freitas Filho, 1985 “Ana Cristina Cesar deixou uma obra poética absolutamente singular no panorama da literatura brasileira do século XX.” - Joana Matos Frias, 2005 “Ana Cristina, assim como outros poetas de sua geração, debate-se com o agora.” - Viviana Bosi, 2013

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Aquarios Books Aquarios Books SP - São Paulo
98% Positivas
64 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 13,87

Total: R$ 77,54

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido da editora.

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
95% Positivas
184 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 13,87

Total: R$ 77,54

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido da editora.

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
95% Positivas
184 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 13,87

Total: R$ 77,54

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido da editora.

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
95% Positivas
184 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 13,87

Total: R$ 77,54

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido da editora.

POETICA Capa ilustrativa

POETICA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
95% Positivas
184 qualificações
R$ 63,67 + frete R$ 13,87

Total: R$ 77,54

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido da editora.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro