A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Estado de Excecao Capa ilustrativa

Estado de Exceção

Giorgio Agamben

"Estado de exceção é o volume de Agamben que atingiu, provavelmente, maior repercussão: sua tese, aparentemente exótica, acabou por exercer influência no pensamento de vários intelectuais importantes - entre eles, o brasileiro Paulo Arantes, em seu recente Extinção. Qual a tese principal esposada por Agamben no volume? Para o pensador italiano, vivemos, mesmo no seio das chamadas modernas democracias liberais, num constante estado de exceção, espécie de excrescência jurídica que se caracteriza, justamente, pela anulação de direitos essenciais, garantidos pelas constituições, como as liberdades individuais; apelando ao estado de exceção, ou estado de sítio, geralmente com base na alegação de um perigo externo de caráter extraordinário, que coloque em risco a integridade e a segurança da nação, o soberano sente-se no direito, para a proteção de seus domínios, de suspender as garantias legais atinentes aos indivíduos. O caso recente mais patente e agudo é, evidentemente, o dos regimes nazi-fascistas de Hider e Mussolini; o recentíssimo é o do governo Bush e seu Patriot Act, que prevê precisamente a supressão dos direitos do indivíduo, ao ponto de os detidos para investigação, nos casos de suspeita de terrorismo, não possuírem status legal definido: não são prisioneiros de guerra nem prisioneiros comuns, recaindo, assim, numa espécie de vazio jurídico, só comparável ao dos judeus durante o regime nazista. Mas, como justificar a instauração de um estado de exceção, ou, em outras palavras, pode o estamento jurídico, o aparato legal do Estado, prever um dispositivo que permite e justifica precisamente sua supressão? Como pode a estrutura legal prever e sancionar a instituição de um estado de anomia legal? "    

"Estado de exceção é o volume de Agamben que atingiu, provavelmente, maior repercussão: sua tese, aparentemente exóti ca, acabou por exercer influência no pensamento de vários intelectuais importantes - entre eles, o brasileiro Paulo Arantes, em seu recente Extinção. Qual a tese principal esposada por Agamben no volume? Para o pensador italiano, vivemos, mesmo no seio das chamadas modernas democracias liberais, num constante estado de exceção, espécie de excrescência jurídica que se caracteriza, justamente, pela anulação de direitos essenciais, garantidos pelas constituições, como as liberdades individuais; apelando ao estado de exceção, ou estado de sítio, geralmente com base na alegação de um perigo externo de caráter extraordinário, que coloque em risco a integridade e a segurança da nação, o soberano sente-se no direito, para a proteção de seus domínios, de suspender as garantias legais atinentes aos indivíduos. O caso recente mais patente e agudo é, evidentemente, o dos regimes nazi-fascistas de Hider e Mussolini; o recentíssimo é o do governo Bush e seu Patriot Act, que prevê precisamente a supressão dos direitos do indivíduo, ao ponto de os detidos para investigação, nos casos de suspeita de terrorismo, não possuírem status legal definido: não são prisioneiros de guerra nem prisioneiros comuns, recaindo, assim, numa espécie de vazio jurídico, só comparável ao dos judeus durante o regime nazista. Mas, como justificar a instauração de um estado de exceção, ou, em outras palavras, pode o estamento jurídico, o aparato legal do Estado, prever um dispositivo que permite e justifica precisamente sua supressão? Como pode a estrutura legal prever e sancionar a instituição de um estado de anomia legal? " Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Estado de Exceção

Capa ilustrativa
Refinar resultado

73 livros novos e 10 livros usados em 35 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Estado de Exceção Capa ilustrativa

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Ousados Sebo Ousados PR - Curitiba
100% Positivas
112 qualificações
R$ 27,00 + frete R$ 7,87

Total: R$ 34,87

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, 14x21 cm, 142 páginas. Livro em bom estado, capa com leves sinais de manuseio, sujidade nas laterais e em algumas páginas, assinatura de caneta na última página, algumas folhas com grifos, pequeno rasgo na primeira página. Sinopse: O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em "Estado de Exceção", o autor estuda a contraditória figura jurídica dos momentos antes considerados "extraordinários" - de emergência, sítio, guerras - em que o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Esta obra é uma reconstrução da história e uma análise da lógica e da teoria que estão por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo.

Estado De Excecao Capa ilustrativa

Estado De Excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
98% Positivas
159 qualificações
R$ 29,20 + frete R$ 6,82

Total: R$ 36,02

Comprar ler descrição ocultar
Estado De Excecao Capa ilustrativa

Estado De Excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
98% Positivas
159 qualificações
R$ 29,20 + frete R$ 6,82

Total: R$ 36,02

Comprar ler descrição ocultar
Estado de Exceção

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Alfarrabista Corsarium Alfarrabista Corsarium SP - São Paulo
100% Positivas
15 qualificações
R$ 29,00 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. 142 páginas. Livro em bom estado de conservação.

Estado De Excecao

Estado De Excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
97% Positivas
676 qualificações
R$ 29,25 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição “Diante do incessante avanço do que foi definido como uma `guerra civil mundial`, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente – e, de fato, já transformou de modo muito perceptível – a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo.” (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes “extraordinários” – de emergência, sítio, guerras – onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, “o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal”. Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. “Combatentes ilegais”, Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

Estado De Excecao

Estado De Excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
97% Positivas
676 qualificações
R$ 29,25 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição “Diante do incessante avanço do que foi definido como uma `guerra civil mundial`, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente – e, de fato, já transformou de modo muito perceptível – a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo.” (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes “extraordinários” – de emergência, sítio, guerras – onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, “o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal”. Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. “Combatentes ilegais”, Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

Estado De Excecao

Estado De Excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
97% Positivas
676 qualificações
R$ 29,25 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição “Diante do incessante avanço do que foi definido como uma `guerra civil mundial`, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente – e, de fato, já transformou de modo muito perceptível – a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo.” (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes “extraordinários” – de emergência, sítio, guerras – onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, “o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal”. Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. “Combatentes ilegais”, Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

Estado De Excecao

Estado De Excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
97% Positivas
676 qualificações
R$ 29,25 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição “Diante do incessante avanço do que foi definido como uma `guerra civil mundial`, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente – e, de fato, já transformou de modo muito perceptível – a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo.” (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes “extraordinários” – de emergência, sítio, guerras – onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, “o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal”. Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. “Combatentes ilegais”, Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

ESTADO DE EXCEÇÃO

ESTADO DE EXCEÇÃO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
99% Positivas
500 qualificações
R$ 29,64 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Diante do incessante avanço do que foi definido como uma `guerra civil mundial`, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente - e, de fato, já transformou de modo muito perceptível - a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo." (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes "extraordinários" - de emergência, sítio, guerras - onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, "o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal". Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. "Combatentes ilegais", Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

ESTADO DE EXCEÇÃO

ESTADO DE EXCEÇÃO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
99% Positivas
500 qualificações
R$ 29,64 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Diante do incessante avanço do que foi definido como uma `guerra civil mundial`, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente - e, de fato, já transformou de modo muito perceptível - a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo." (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes "extraordinários" - de emergência, sítio, guerras - onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, "o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal". Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. "Combatentes ilegais", Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

ESTADO DE EXCEÇÃO

ESTADO DE EXCEÇÃO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
99% Positivas
500 qualificações
R$ 29,64 + frete R$ 7,35

Total: R$ 36,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Diante do incessante avanço do que foi definido como uma `guerra civil mundial`, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente - e, de fato, já transformou de modo muito perceptível - a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo." (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes "extraordinários" - de emergência, sítio, guerras - onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, "o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal". Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. "Combatentes ilegais", Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

Estado de Exceção Capa ilustrativa

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria a  Relíquia Livraria a Relíquia SP - São Paulo
100% Positivas
41 qualificações
R$ 27,60 + frete R$ 9,40

Total: R$ 37,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo, perfeito estado de conservação.

Estado de Exceção : Homo Sacer, Ii, I Capa ilustrativa

Estado de Exceção : Homo Sacer, Ii, I

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
100% Positivas
202 qualificações
R$ 29,30 + frete R$ 7,87

Total: R$ 37,17

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. L3 144 págs, 14 x 21 cm. Sinopse: Diante do incessante avanço do que foi definido como uma guerra civil mundial, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente - e, de fato, já transformou de modo muito perceptível - a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo. (Giorgio Agamben)

Estado de Exceção: Homo Sacer, Ii, I Capa ilustrativa

Estado de Exceção: Homo Sacer, Ii, I

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
100% Positivas
202 qualificações
R$ 29,30 + frete R$ 7,87

Total: R$ 37,17

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. F2 144 p. Sinopse: Diante do incessante avanço do que foi definido como uma guerra civil mundial, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente - e, de fato, já transformou de modo muito perceptível - a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo. (Giorgio Agamben)

Estado de Exceção: Homo Sacer, Ii, I Capa ilustrativa

Estado de Exceção: Homo Sacer, Ii, I

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
100% Positivas
202 qualificações
R$ 29,30 + frete R$ 7,87

Total: R$ 37,17

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. F2 144 p. Sinopse: Diante do incessante avanço do que foi definido como uma guerra civil mundial, o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente - e, de fato, já transformou de modo muito perceptível - a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo. (Giorgio Agamben)

ESTADO DE EXCECAO Capa ilustrativa

ESTADO DE EXCECAO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
621 qualificações
R$ 27,00 + frete R$ 10,45

Total: R$ 37,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

Estado de Exceção Capa ilustrativa

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Bonaparte Livros Bonaparte Livros RJ - Niterói
97% Positivas
61 qualificações
R$ 29,99 + frete R$ 8,82

Total: R$ 38,81

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Bom estado de conservação. Sem grifos ou rasuras. Páginas amareladas devido a ação do tempo. Leitura perfeita. 20x14 cm. 140 pg. NB-A 03/01/2020 1904

Estado de Exceção

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Progresso Sebo Livraria Progresso Sebo PE - Recife
98% Positivas
129 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 8,82

Total: R$ 38,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa, pagina e borda com mancha com grifo em hidrocor; Nada que comprometa na leitura

Estado de exceção: Homo Sacer, II, I Capa ilustrativa

Estado de exceção: Homo Sacer, II, I

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
100% Positivas
202 qualificações
R$ 31,20 + frete R$ 7,87

Total: R$ 39,07

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. L5 144 páginas 14x21cm Sinopse: Diante do incessante avanço do que foi definido como uma 'guerra civil mundial', o estado de exceção tende sempre mais a se apresentar como o paradigma de governo dominante na política contemporânea. Esse deslocamento de uma medida provisória e excepcional para uma técnica de governo ameaça transformar radicalmente - e, de fato, já transformou de modo muito perceptível - a estrutura e o sentido da distinção tradicional entre os diversos tipos de constituição. O estado de exceção apresenta-se, nessa perspectiva, como um patamar de indeterminação entre democracia e absolutismo. (Giorgio Agamben) O filósofo italiano Giorgio Agamben é um dos pensadores mais instigantes da atualidade. Em Estado de Exceção, terceiro lançamento da coleção Estado de Sítio, coordenada por Paulo Arantes, ele estuda a contraditória figura dos momentos antes extraordinários - de emergência, sítio, guerras - onde o Estado usa de dispositivos legais justamente para suprimir os limites da sua atuação, a própria legalidade e os direitos dos cidadãos. Segundo o autor, o estado de exceção apresenta-se como a forma legal daquilo que não pode ter forma legal. Um poder além de regulamentações e controle, que, para Agamben, hoje não é mais excepcional, mas o padrão de atuação dos Estados. Estado de Exceção é uma reconstrução histórica e uma análise da lógica e da teoria por trás da sua evolução e conseqüências, de Hitler aos prisioneiros de Guantánamo. Para isso o autor destrincha o pensamento de Carl Schmitt (autor alemão, contemporâneo de Walter Benjamin, com quem polemizou) e seus estudos sobre ditaduras; filósofos e teóricos do direito; e as mudanças nas constituições européias e norte-americanas que levaram a instituição do estado de exceção como paradigma. Combatentes ilegais, Patriot Act, Bush como commander in chief dos Estados Unidos, toque de recolher, zonas de proteção em encontros de organismos internacionais, pacotes econômicos, limites e contradições das democracias modernas, guerras preventivas e o executivo legislando por decretos e medidas provisórias são temas atuais abordados e que se relacionam diretamente com a análise de Agamben. Obra fundamental para entender o Estado e a política contemporânea, Estado de Exceção expõe as áreas mais obscuras do direito e da democracia. Justamente as que legitimam a violência, a arbitrariedade e a suspensão dos direitos, em nome da segurança, a serviço da concentração de poder.

Estado de Exceção Capa ilustrativa

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Biblioviva Biblioviva SP - São Paulo
100% Positivas
14 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 39,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição AA13/Exemplar novo, com 142 páginas.

estado de excecao Capa ilustrativa

estado de excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
621 qualificações
R$ 29,25 + frete R$ 10,45

Total: R$ 39,70

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

estado de excecao Capa ilustrativa

estado de excecao

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
621 qualificações
R$ 29,25 + frete R$ 10,45

Total: R$ 39,70

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

Estado de Exceção

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Pontes Livros Pontes Livros SP - Campinas
99% Positivas
80 qualificações
R$ 31,90 + frete R$ 8,35

Total: R$ 40,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em excelente estado, com bordas e capa levemente escurecida pelo tempo. Livre de alterações.

Estado de Exceção Capa ilustrativa

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não Informado

Academia do Saber Academia do Saber RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
104 qualificações
R$ 28,00 + frete R$ 13,03

Total: R$ 41,03

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado. Páginas marcadas a marca texto. 142 Páginas. AGN 3574

ESTADO DE EXCECAO

ESTADO DE EXCECAO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
100 qualificações
R$ 35,10 + frete R$ 6,35

Total: R$ 41,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo.

ESTADO DE EXCECAO

ESTADO DE EXCECAO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
100 qualificações
R$ 35,10 + frete R$ 6,35

Total: R$ 41,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo.

ESTADO DE EXCECAO

ESTADO DE EXCECAO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
100 qualificações
R$ 35,10 + frete R$ 6,35

Total: R$ 41,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo.

ESTADO DE EXCECAO Capa ilustrativa

ESTADO DE EXCECAO

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
93% Positivas
1619 qualificações
R$ 31,20 + frete R$ 10,45

Total: R$ 41,65

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ESTADO DE EXCECAO - Sinopse em desenvolvimento

Estado de Exceção

Estado de Exceção

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Editora Livraria Percepção Editora Livraria Percepção RJ - Niterói
100% Positivas
101 qualificações
R$ 33,60 + frete R$ 8,35

Total: R$ 41,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo

Estado de Exceção - Homo Sacer, I I, I

Estado de Exceção - Homo Sacer, I I, I

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo Atitude Sebo Atitude SP - São Paulo
100% Positivas
14 qualificações
R$ 41,99 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO - "Estado de exceção é o volume de Agamben que atingiu, provavelmente, maior repercussão: sua tese, aparentemente exótica, acabou por exercer influência no pensamento de vários intelectuais importantes - entre eles, o brasileiro Paulo Arantes, em seu recente Extinção. Qual a tese principal esposada por Agamben no volume? Para o pensador italiano, vivemos, mesmo no seio das chamadas modernas democracias liberais, num constante estado de exceção, espécie de excrescência jurídica que se caracteriza, justamente, pela anulação de direitos essenciais, garantidos pelas constituições, como as liberdades individuais; apelando ao estado de exceção, ou estado de sítio, geralmente com base na alegação de um perigo externo de caráter extraordinário, que coloque em risco a integridade

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro