A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Kissinger e o Brasil Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Matias Spektor

Kissinger: Kissinger chegou à Casa Branca, em 1969, como assessor de Segurança Nacional de Nixon e transformou o órgão no centro operacional da política externa. Atropelando o Departamento de Estado (Ministério das Relações Exteriores americano), assumiu o controle sobre o planejamento e a operacionalização da diplomacia, da defesa e da inteligência dos EUA. Em 1973, acumulou também o posto de secretário de Estado. Foi a primeira e única vez que uma pessoa ocupou essas duas posições simultaneamente. Depois da renúncia de Nixon, em 1974, permaneceu à frente do Departamento de Estado do sucessor, Gerald Ford, até o fim do governo, em 1977. Sua influência no imaginário americano manteve-se incólume desde então. Quando Kissinger chegou ao poder, a União Soviética estava em ascensão, a guerra no Vietnã dilacerava a sociedade e a economia dos EUA e os protestos estudantis de 68 comprometiam a legitimidade da diplomacia do país. Sob sua tutela, os EUA retiraram-se do Vietña. Com uma mão, Kissinger promoveu uma aproximação inédita com a União Soviética; com a outra, pôs Moscou na defensiva , após incorporar a China comunista ao jogo de equilíbrio do poder global. No Oriente Médio, transformou-se no principal gerente da estabilidade, isolando os soviéticos e selando proeminência americana na região. No mundo periférico, não hesitou em apoiar ditaduras brutais quando elas contribuíam para a luta anticomunista. Esse é o capítulo mais sombrio de sua biografia. Na década de 2000, por exemplo, surgiram quatro ONGs dedicadas a levá-lo à Corte Internacional de Haia por crimes de lesa-humanidade, apesar de ter recebido o Nobel da Paz em 1973. Também há uma série de países que ele não pode ou não quer mais visitar por medo de possíveis processos judiciais referentes a questões de direitos humanos, dentre eles o Brasil. Ousado, ambicioso e implacável, Kissinger marcou uma era. Poucas trajetórias individuais na história contemporânea são tão impressionantes quanto a sua. Fechar Ler mais

Kissinger: Kissinger chegou à Casa Branca, em 1969, como assessor de Segurança Nacional de Nixon e transformou o órgão no centro operacional da política externa. Atropelando o Departamento de Estado (Ministério das Relações Exteriores americano), assumiu o controle sobre o planejamento e a operacionalização da diplomacia, da defesa e da inteligência dos EUA. Em 1973, acumulou também o posto de secretário de Estado. Foi a primeira e única vez que uma pessoa ocupou essas duas posições simultaneamente. Depois da renúncia de Nixon, em 1974, permaneceu à frente do Departamento de Estado do sucessor, Gerald Ford, até o fim do governo, em 1977. Sua influência no imaginário americano manteve-se incólume desde então. Quando Kissinger chegou ao poder, a União Soviética estava em ascensão, a guerra no Vietnã dilacerava a sociedade e a economia dos EUA e os protestos estudantis de 68 comprometiam a legitimidade da diplomacia do país. Sob sua tutela, os EUA retiraram-se do Vietña. Com uma mão, Kissinger promoveu uma aproximação inédita com a União Soviética; com a outra, pôs Moscou na defensiva , após incorporar a China comunista ao jogo de equilíbrio do poder global. No Oriente Médio, transformou-se no principal gerente da estabilidade, isolando os soviéticos e selando proeminência americana na região. No mundo periférico, não hesitou em apoiar ditaduras brutais quando elas contribuíam para a luta anticomunista. Esse é o capítulo mais sombrio de sua biografia. Na década de 2000, por exemplo, surgiram quatro ONGs dedicadas a levá-lo à Corte Internacional de Haia por crimes de lesa-humanidade, apesar de ter recebido o Nobel da Paz em 1973. Também há uma série de países que ele não pode ou não quer mais visitar por medo de possíveis processos judiciais referentes a questões de direitos humanos, dentre eles o Brasil. Ousado, ambicioso e implacável, Kissinger marcou uma era. Poucas trajetórias individuais na história contemporânea são tão impressionantes quanto a sua. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Kissinger e o Brasil

Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Capa ilustrativa
Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Kissinger e o Brasil Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Merca Livros Merca Livros SP - Guarulhos
99% Positivas
530 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição (cód.37329) livro em bom estado, brochura 234 pág., com marcas de manuseios, bordas com machas, miolo livre de rasuras e grifos., Henry Kissinger foi um diplomatas americanos que, durante a ditadura militar brasileira, na década de 1970, inaugurou canais secretos de comunicação com Brasília, formalizou uma política de consultas oficiais e criou métodos para evitar desavenças. O intuito era fortalecer o Brasil para torná-lo parceiro dos Estados Unidos na Guerra Fria e na ordem internacional que se formava. Este é um estudo sobre a operação diplomática que buscou aproximar estes dois países. Baseado em entrevistas, em especial com Kissinger, e em documentos tornados públicos, o autor examina os bastidores dessa relação e suas crises recorrentes.

Kissinger e o Brasil Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Sebo Espaço Literário Sebo Espaço Literário SP - Bauru
100% Positivas
182 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO EM ÓTIMO ESTADO. Cód. Barras: 1000212528278 Cód. Interno: Loja: Sebo Espaço Literário

Kissinger e o Brasil

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Livraria Cultural Anápolis Livraria Cultural Anápolis GO - Anápolis
100% Positivas
113 qualificações
R$ 24,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 234 páginas; brochura; exemplar muito conservado.

Kissinger e o Brasil

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Jorge Zahar

Tipo: seminovo/usado

Nova Floresta Nova Floresta SP - São Paulo
98% Positivas
416 qualificações
R$ 24,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro em brochura com capa traseira pouco amassada formato 16x23 tendo 234 páginas com marcadas de sujeira nas últimas. hist brasil

Kissinger e o Brasil

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Academia do Saber Passos Academia do Saber Passos RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
337 qualificações
R$ 25,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição (Estoque N.27439); Capa preservada.; Miolo preservado.; Livro em bom estado; Lombada preservada; Livro com aspecto de novo; - 20164360

Kissinger e o Brasil Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Julian Livros Julian Livros SP - São Paulo
99% Positivas
1557 qualificações
R$ 25,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Código: 1373708 Nota: A presente obra encontra-se em bom estado de conservação, contém, apenas, algumas manchas amareladas causadas pelo tempo. Ano: 2009 Nº de páginas: 234 Formato: 16 x 23 Editora: Zahar Conservação da capa: Ótimo Estado Conservação do miolo: Bom Estado Acabamento: Brochura Idioma: Português

Kissinger e o Brasil Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Julian Livros Julian Livros SP - São Paulo
99% Positivas
1557 qualificações
R$ 28,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Código: 1606838 Nota: A presente obra encontra-se em bom estado de conservação, contém, apenas, algumas manchas amareladas causadas pelo tempo. Ano: 2009 Nº de páginas: 234 Formato: 16 x 23 Editora: Zahar Conservação da capa: Ótimo Estado Conservação do miolo: Bom Estado Acabamento: Brochura Idioma: Português

Kissinger e o Brasil Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Mexericando Livros Mexericando Livros SP - Ribeirão Preto
98% Positivas
56 qualificações
R$ 30,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição em ótimo estado de conservação

Kissinger e o Brasil 

Kissinger e o Brasil 

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: novo

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
98% Positivas
420 qualificações
R$ 32,90 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Henry Kissinger foi um dos mais importantes e controversos diplomatas americanos. Durante a ditadura militar brasileira, na década de 1970, inaugurou canais secretos de comunicação comBrasília, formalizou uma política de consultas oficiais e criou métodos para evitar desavenças. O intuito era fortalecer o Brasil para torná-lo parceiro dos Estados Unidos na Guerra Fria e na nova ordem internacional que se formava.

KISSINGER E O BRASIL Capa ilustrativa

KISSINGER E O BRASIL

Ano:   Editora: Jorge Zahar

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
99% Positivas
2425 qualificações
R$ 43,73 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo comprado junto a editora

KISSINGER E O BRASIL Capa ilustrativa

KISSINGER E O BRASIL

Ano:   Editora: Jorge Zahar

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
99% Positivas
2425 qualificações
R$ 43,73 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo comprado junto a editora

Kissinger e o Brasil - Colecão Nova Biblioteca de Ciências Sociais Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil - Colecão Nova Biblioteca de Ciências Sociais

Ano:   Editora: Jorge Zahar

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
98% Positivas
4175 qualificações
R$ 44,15 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, sem uso e lacrado. / EAN 9788537801567 - FFC

Kissinger e o Brasil - Colecão Nova Biblioteca de Ciências Sociais Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil - Colecão Nova Biblioteca de Ciências Sociais

Ano:   Editora: Jorge Zahar

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
98% Positivas
4175 qualificações
R$ 44,15 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, sem uso e lacrado. / EAN 9788537801567 - FFC

Kissinger e o Brasil

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: seminovo/usado

Livraria Opção Cultural II Livraria Opção Cultural II GO - Goiânia
98% Positivas
66 qualificações
R$ 45,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em ótimo estado de conservação, 234 páginas, imagem meramente ilustrativa. Henry Kissinger foi um diplomatas americanos que, durante a ditadura militar brasileira, na década de 1970, inaugurou canais secretos de comunicação com Brasília, formalizou uma política de consultas oficiais e criou métodos para evitar desavenças. O intuito era fortalecer o Brasil para torná-lo parceiro dos Estados Unidos na Guerra Fria e na ordem internacional que se formava. Este é um estudo sobre a operação diplomática que buscou aproximar estes dois países. Baseado em entrevistas, em especial com Kissinger, e em documentos tornados públicos, o autor examina os bastidores dessa relação e suas crises recorrentes.

Kissinger e o Brasil Capa ilustrativa

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
97% Positivas
1469 qualificações
R$ 50,92 + R$ 12,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

Kissinger e o Brasil

Kissinger e o Brasil

Ano:   Editora: Zahar

Tipo: novo

Livraria Virtual Embooks Livraria Virtual Embooks SP - Embu
100% Positivas
28 qualificações
R$ 70,33 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição *LIVRO NOVO* Henry Kissinger foi um dos mais importantes e controversos diplomatas americanos. Durante a ditadura militar brasileira, na década de 1970, inaugurou canais secretos de comunicação com Brasília, formalizou uma política de consultas oficiais e criou métodos para evitar desavenças. O intuito era fortalecer o Brasil para torná-lo parceiro dos Estados Unidos na Guerra Fria e na nova ordem internacional que se formava. Esse é o primeiro estudo detalhado sobre a operação diplomática que buscou aproximar os dois países mais fortes do hemisfério. Baseado em entrevistas inéditas, em especial com Kissinger, e em documentos há pouco tornados públicos, o autor examina os bastidores dessa relação e suas crises recorrentes.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro