A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
O Ultimo Dia de um Condenado a Morte Capa ilustrativa

O último dia de um condenado à morte

Victor Hugo

Victor Hugo assumiu um lugar excepcional na história da literatura ocidental, dominando todo o século XIX graças ao gênio e à diversidade de sua obra. Autor de poesia lírica, satírica e épica, romances, dramaturgia em prosa e em versos, destacam-se entre suas obras Os miseráveis e Os trabalhadores do mar. Foi em seu tempo importante homem público e ardente defensor de causas sociais. A criação dos Estados Unidos da Europa, a luta contra a miséria e pela educação universal fizeram parte de seus principais combates. Porém, o primeiro de todos — o mais longo, o mais constante, o mais apaixonado — foi sem dúvida o que conduziu contra a pena de morte, que chamava de “assassinato judicial”. Em O último dia de um condenado, o poeta engaja toda a sua eloqüência a serviço da causa, demonstrando a injustiça, a ineficácia da pena, a barbárie e os horrores da execução e de suas conseqüências: “esse homem tem uma família; e então acham que o golpe com o qual o degolam fere apenas a ele? Seu pai, sua mãe, seus filhos não sangrarão também? Não? Matando-o, os senhores decapitam toda a família” (no “Prefácio de 1832”). Ao mesmo tempo em que apresenta técnicas narrativas extremamente avançadas para a época, Victor Hugo nos faz acompanhar as seis últimas semanas de um condenado à morte, desde o tribunal onde foi declarada a sentença capital até o pé do cadafalso. A polêmica que a obra causou na época — pois essa introspecção à beira da morte e o sentimento de atrocidade que a acompanha não podiam deixar insensíveis os contemporâneos de Hugo — permitiu a renovação de edições (três no ano do lançamento) e o acréscimo de dois prefácios, que trazemos nesta edição. No ano de 1829, com uma paródia em forma de peça de teatro, Victor Hugo rebate as primeiras críticas à obra. Mas em 1832, o requisitório racional e argumentativo pela abolição da pena de morte é o complemento perfeito à defesa literária e sentimental de seu romance-manifesto. Ingênuo algumas vezes em seu papel de reformador social, Victor Hugo é no entanto um magistral e eloqüente porta-voz da condição humana e de seus direitos. Fechar Ler mais

Victor Hugo assumiu um lugar excepcional na história da literatura ocidental, dominando todo o século XIX graças ao gênio e à diversidade de sua obra. Autor de poesia lírica, satírica e épica, romances, dramaturgia em prosa e em versos, destacam-se entre suas obras Os miseráveis e Os trabalhadores do mar. Foi em seu tempo importante homem público e ardente defensor de causas sociais. A criação dos Estados Unidos da Europa, a luta contra a miséria e pela educação universal fizeram parte de seus principais combates. Porém, o primeiro de todos — o mais longo, o mais constante, o mais apaixonado — foi sem dúvida o que conduziu contra a pena de morte, que chamava de “assassinato judicial”. Em O último dia de um condenado, o poeta engaja toda a sua eloqüência a serviço da causa, demonstrando a injustiça, a ineficácia da pena, a barbárie e os horrores da execução e de suas conseqüências: “esse homem tem uma família; e então acham que o golpe com o qual o degolam fere apenas a ele? Seu pai, sua mãe, seus filhos não sangrarão também? Não? Matando-o, os senhores decapitam toda a família” (no “Prefácio de 1832”). Ao mesmo tempo em que apresenta técnicas narrativas extremamente avançadas para a época, Victor Hugo nos faz acompanhar as seis últimas semanas de um condenado à morte, desde o tribunal onde foi declarada a sentença capital até o pé do cadafalso. A polêmica que a obra causou na época — pois essa introspecção à beira da morte e o sentimento de atrocidade que a acompanha não podiam deixar insensíveis os contemporâneos de Hugo — permitiu a renovação de edições (três no ano do lançamento) e o acréscimo de dois prefácios, que trazemos nesta edição. No ano de 1829, com uma paródia em forma de peça de teatro, Victor Hugo rebate as primeiras críticas à obra. Mas em 1832, o requisitório racional e argumentativo pela abolição da pena de morte é o complemento perfeito à defesa literária e sentimental de seu romance-manifesto. Ingênuo algumas vezes em seu papel de reformador social, Victor Hugo é no entanto um magistral e eloqüente porta-voz da condição humana e de seus direitos. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

O Último Dia de um Condenado À Morte

Capa ilustrativa

39 livros novos e 31 livros usados em 31 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
O Último Dia de um Condenado À Morte Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado À Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Capricho II Sebo Capricho II PR - Londrina
100% Positivas
220 qualificações
R$ 9,90 + frete R$ 7,35

Total: R$ 17,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição edição integral. bom estado, sem grifos; assinatura, papel jornal, capa com rasuras.

O Ultimo Dia de um Condenado a Morte

O Ultimo Dia de um Condenado a Morte

Ano:   Editora: Polo do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Capricho I Sebo Capricho I PR - Londrina
99% Positivas
309 qualificações
R$ 9,90 + frete R$ 7,35

Total: R$ 17,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição BROCHURA, CORTES ESCURECIDOS, MIOLO AMARELADO, RASURAS

O Ultimo Dia de um Condenado a Morte

O Ultimo Dia de um Condenado a Morte

Ano:   Editora: Polo do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Capricho I Sebo Capricho I PR - Londrina
99% Positivas
309 qualificações
R$ 9,90 + frete R$ 7,35

Total: R$ 17,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição BROCHURA, CORTES ESCURECIDOS, MIOLO AMARELADO, CARIMBO

O Último Dia de um Condenado á Morte Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado á Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Multimania Sebo Multimania PR - Maringá
100% Positivas
60 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 7,35

Total: R$ 17,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, páginas e laterais amareladas pelo tempo, sem rasuras, capa e lombada com leves desgastes nas laterais, 95 págs. Cód. Barras: 1000204844041

O Último Dia de um Condenado á Morte Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado á Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Multimania Sebo Multimania PR - Maringá
100% Positivas
60 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 7,35

Total: R$ 17,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, páginas e laterais amareladas pelo tempo, sem rasuras, capa e lombada com leves desgastes nas laterais, 95pgs. Cód. Barras: 1000204843587

O Último Dia de um Condenado á Morte Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado á Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Multimania Sebo Multimania PR - Maringá
100% Positivas
60 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 7,35

Total: R$ 17,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, páginas e laterais amareladas pelo tempo, sem rasuras, capa e lombada com leves desgastes nas laterais, marca de dobras, 95 págs. Cód. Barras: 1000204843990

O último dia de um condenado

O último dia de um condenado

Ano:   Editora: L Pm

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Icaria Sebo Icaria RS - Pelotas
100% Positivas
197 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 7,87

Total: R$ 17,87

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ediçao de bolso; brochura; minimos sinais de uso; livre de comprometimentos. BR

O Último Dia de um Condenado À Morte

O Último Dia de um Condenado À Morte

Ano:   Editora: Verbo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Porão Livraria Porão RJ - São Gonçalo
98% Positivas
49 qualificações
R$ 9,90 + frete R$ 8,35

Total: R$ 18,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro com páginas e corte muito amarelados, sem grifos ou anotações, miolo firme, capa em ótimo estado. Capa dura, 148 páginas. Sinopse: esta obra de Victor Hugo, põe em relevo alguns dos valores mais significativos da Civilização, como consciência, liberdade e justiça, que tanto engrandecem suas personagens. Ele valorizou a vida humana e, ao enriquecer o debate em torno da pena de morte, tornou-se o grande defensor das causas generosas, o escritor francês que humanizou as Letras no século 19.

O Último Dia De Um Condenado À Morte

O Último Dia De Um Condenado À Morte

Ano:   Editora: Do Autor

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebos Império Sebos Império SC - Florianópolis
97% Positivas
277 qualificações
R$ 9,99 + frete R$ 8,35

Total: R$ 18,34

Comprar ler descrição ocultar

Descrição BORDA E FOLHAS AMARELADAS SINAIS DE MANUSEIO EM GERAL

O último Dia de um Condenado à Morte

O último Dia de um Condenado à Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Urucum Urucum PR - Curitiba
100% Positivas
42 qualificações
R$ 12,00 + frete R$ 6,35

Total: R$ 18,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo, embalado. 01/08/2019 Beatriz

O Último Dia de um Condenado À Morte Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado À Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Multimania Sebo Multimania PR - Maringá
100% Positivas
60 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 8,82

Total: R$ 18,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, laterais bem amareladas pelo tempo com pequenas manchas escuras, páginas com leve ondulação, texto sem rasuras, capas com leve desgaste, 95 págs. Cód. Barras: 1000215434453

O último dia de um condenado

O último dia de um condenado

Ano:   Editora: L Pm

Tipo: novo

Idioma: Português

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1377 qualificações
R$ 11,90 + frete R$ 7,35

Total: R$ 19,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN: 9788525436320. Dimensão: 10,7 x 17,8 cm, 96 págs. Sinopse: Quais as sensações e os sentimentos de um prisioneiro que sabe que seu destino é ser executado? Condenado à morte! É assim que começa a história, narrada pelo próprio personagem, dos derradeiros dias de um homem que não nos diz seu nome, nem o crime que cometeu, mas que tem uma única certeza: a de que logo sua cabeça será ceifada. Ou caberá a ele um indulto? O condenado se vale da escrita como meio de escape, retratando a mudança psicológica, quase física, que vivencia no corredor da morte. Ao leitor, cabe prender o fôlego para acompanhar o que se passa na cabeça do protagonista.

O Ultimo Dia de um Condenado à Morte

O Ultimo Dia de um Condenado à Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Jmaoski Livraria Jmaoski PR - Curitiba
99% Positivas
155 qualificações
R$ 11,00 + frete R$ 8,35

Total: R$ 19,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 100pgs., brochura com texto integral e bem conservada - introdução de Annie Paulette Maria Cambe................ edição com nota biobliografica de Maurizio Enoch

O Último Dia de um Condenado à Morte Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado à Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Jmaoski Livraria Jmaoski PR - Curitiba
99% Positivas
155 qualificações
R$ 11,00 + frete R$ 8,35

Total: R$ 19,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 100pgs., brochura com texto integral e bem conservada - introdução de Annie Paulette Maria Cambe................ edição com nota biobliografica de Maurizio Enoch........................... Por Que Não ? Os Homens..................... são todos condenados à morte sem apelação.........................

O último Dia de um Condenado á Morte

O último Dia de um Condenado á Morte

Ano:   Editora: Polo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Lr Livros Literatura Reciclada Lr Livros Literatura Reciclada PR - Curitiba
100% Positivas
19 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 11,35

Total: R$ 21,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Bem conservado. Se desejar foto, podemos enviar por WhatsApp

O último Dia de um Condenado á Morte

O último Dia de um Condenado á Morte

Ano:   Editora: Polo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Lr Livros Literatura Reciclada Lr Livros Literatura Reciclada PR - Curitiba
100% Positivas
19 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 11,35

Total: R$ 21,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Conservado. Se desejar foto, podemos enviar por WhatsApp

O Último Dia de um Condenado à Morte

O Último Dia de um Condenado à Morte

Ano:   Editora: Newton

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

República Livros República Livros BA - Lauro de Freitas
98% Positivas
55 qualificações
R$ 10,00 + frete R$ 11,35

Total: R$ 21,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 5948 / Naturalmente amarelado pelo tempo; assinatura na folha de rosto.

O Último Dia de um Condenado À Morte Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado À Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial do Parana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não Informado

Arcádia Sebo e Café Arcádia Sebo e Café PR - Curitiba
94% Positivas
16 qualificações
R$ 15,00 + frete R$ 6,82

Total: R$ 21,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Cod. 140440 / Literatura Francêsa / Brochura / 96 pg. / Capa totalmente íntegra ao miolo / Págs. isentas de grifos, assinaturas, carimbos e rasuras / Páginas pouco amareladas pelo tempo / Bordas amareladas / Livro em bom estado de conservação

O Último Dia de um Condenado à Morte

O Último Dia de um Condenado à Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Jmaoski Livraria Jmaoski PR - Curitiba
99% Positivas
155 qualificações
R$ 14,00 + frete R$ 8,35

Total: R$ 22,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 100 Paginas - Brochura original sem danos - edição com introdução de Annie Paulette Maria Cambe................... Texto integral

O  Último Dia de um Condenado à Morte

O Último Dia de um Condenado à Morte

Ano:   Editora: Polo Editorial

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Jmaoski Livraria Jmaoski PR - Curitiba
99% Positivas
155 qualificações
R$ 14,00 + frete R$ 8,35

Total: R$ 22,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 100 paginas texto integral. bem conservado

O Último Dia de um Condenado à Morte

O Último Dia de um Condenado à Morte

Ano:   Editora: Polo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebomix Sebomix PR - Paraná
100% Positivas
33 qualificações
R$ 18,00 + frete R$ 7,87

Total: R$ 25,87

Comprar ler descrição ocultar

Descrição (Ricardo, 29/08/2014) Livro em bom estado de conservação. Livre de carimbos e rabiscos.

O último dia de um condenado

O último dia de um condenado

Ano:   Editora: Verbo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Simples Sebo Simples SP - São Paulo
95% Positivas
59 qualificações
R$ 20,00 + frete R$ 7,87

Total: R$ 27,87

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado, miolo intacto. Sinais de manuseio na capa. Bordas e páginas amareladas. Sem carimbos ou grifos. Contém assinatura

O Último Dia de um Condenado

O Último Dia de um Condenado

Ano:   Editora: Dpl

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

VITÓRIA LIVROS E VARIEDADES VITÓRIA LIVROS E VARIEDADES BA - Vitória da Conquista
100% Positivas
68 qualificações
R$ 19,80 + frete R$ 9,93

Total: R$ 29,73

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em bom estado, sem grifos, sem anotações. Edição em brochura, formato 14x21cm, 120 páginas. Este é um livro sobre o bem e o mal; a eterna luta entre a luz e as sombras. Durante milhares de anos, a humanidade se acostumou a culpar agentes externos por seus males, exatamente como está fazendo neste momento em que a transição se aproxima e tragédias naturais eclodem por todo o planeta. Mas ela própria traçou o seu destino, enveredando muitas vezes pelo caminho do mal. Ao criar organizações secretas, sob fachadas empresariais, instituições religiosas que chafurdam na lama, por causa do fanatismo inconsequente de seus sectários, acabou colaborando com o trabalho silencioso dos dirigentes das trevas.

O ultimo dia de um condenado Capa ilustrativa

O ultimo dia de um condenado

Ano:   Editora: Estacao Liberdade

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não Informado

Sebo Bambina Livros Sebo Bambina Livros SP - São Paulo
100% Positivas
67 qualificações
R$ 24,00 + frete R$ 8,82

Total: R$ 32,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Bom estado de conservação. Capa por ser clara está com aspecto de suja.

O Ultimo Dia de um Condenado

O Ultimo Dia de um Condenado

Ano:   Editora: Golden Books

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Maciel Livros Usados e Novos Maciel Livros Usados e Novos MS - Campo Grande
100% Positivas
147 qualificações
R$ 18,75 + frete R$ 14,50

Total: R$ 33,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro com páginas levemente amareladas, mas no geral está conservado.

O Ultimo Dia de um Condenado

O Ultimo Dia de um Condenado

Ano:   Editora: Estacao Liberdade

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Diálogo Livraria Diálogo RJ - Niterói
98% Positivas
126 qualificações
R$ 25,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 34,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro super novo em exelente estado

O Último Dia de Um Condenado

O Último Dia de Um Condenado

Ano:   Editora: Estacao Liberdade

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Amaral Livraria Amaral SP - São Paulo
100% Positivas
273 qualificações
R$ 27,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 36,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação, brochura, 198 págs., Não há anotações, grifos, destaques em marca texto ou nome do antigo dono.

O Último Dia de um Condenado Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado

Ano:   Editora: Estacao Liberdade

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
96% Positivas
321 qualificações
R$ 29,90 + frete R$ 8,82

Total: R$ 38,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em um romance de surpreendente modernidade, o grande escritor do romantismo se joga de corpo e alma contra a pena de morte. Composta de um texto principal — o diário dos últimos dias da vida de um condenado —, de uma peça na qual personagens inventados por Victor Hugo criticam ferozmente a obra (prefácio à edição de 1829) e de um longo panfleto em defesa da causa (prefácio de 1932), esta edição vem contribuir para um debate em torno de uma discussão que alguns ainda tentam reviver no Brasil. Redigida em primeira pessoa, sentimos como um soco no estômago a voz de alguém que compartilha nossa existência por um tempo determinado. Logo sua cabeça será ceifada pela famosa engenhoca do doutor Guillotin e irá rolar para o cesto que as apara após a decapitação. Num ambiente de trevas, assistimos na própria descrição do condenado hora a hora aos preparativos de sua morte, à sorte de seus companheiros mais felizardos dos trabalhos forçados, à derradeira visita de sua filha que não o reconhece e o afasta (“o senhor me machuca com essa barba”), ao despojamento de seus últimos pertences para companheiros de “fortuna”, etc. Escrita em menos de três meses sob influência de uma execução em Paris à qual Victor Hugo assistiu em 1825, esta obra logo foi coroada de sucesso, para o qual contribuíram suas características inusitadas, como por exemplo: começa com a frase lapidar da declaração da sentença “Condenado à morte” e termina com “Quatro horas”, horário da execução, ou ainda um ácido humor negro. Como aponta o ex-ministro francês da Justiça Robert Badinter, abolidor da pena de morte na França em 1981, longos 156 anos após a publicação do Condenado, no livro-catálogo publicado por ocasião da grande exposição Victor Hugo na Biblioteca Nacional da França deste ano: “Esse relato é de uma modernidade surpreendente e já prenuncia bom número de obras contemporâneas, teatro de Samuel Beckett, ou romance de Alexandre Soljenitsin, particularmente com Um dia na vida de Ivan Denissovitch.”

O Último Dia de um Condenado Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado

Ano:   Editora: Estacao Liberdade

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
96% Positivas
321 qualificações
R$ 29,90 + frete R$ 8,82

Total: R$ 38,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em um romance de surpreendente modernidade, o grande escritor do romantismo se joga de corpo e alma contra a pena de morte. Composta de um texto principal — o diário dos últimos dias da vida de um condenado —, de uma peça na qual personagens inventados por Victor Hugo criticam ferozmente a obra (prefácio à edição de 1829) e de um longo panfleto em defesa da causa (prefácio de 1932), esta edição vem contribuir para um debate em torno de uma discussão que alguns ainda tentam reviver no Brasil. Redigida em primeira pessoa, sentimos como um soco no estômago a voz de alguém que compartilha nossa existência por um tempo determinado. Logo sua cabeça será ceifada pela famosa engenhoca do doutor Guillotin e irá rolar para o cesto que as apara após a decapitação. Num ambiente de trevas, assistimos na própria descrição do condenado hora a hora aos preparativos de sua morte, à sorte de seus companheiros mais felizardos dos trabalhos forçados, à derradeira visita de sua filha que não o reconhece e o afasta (“o senhor me machuca com essa barba”), ao despojamento de seus últimos pertences para companheiros de “fortuna”, etc. Escrita em menos de três meses sob influência de uma execução em Paris à qual Victor Hugo assistiu em 1825, esta obra logo foi coroada de sucesso, para o qual contribuíram suas características inusitadas, como por exemplo: começa com a frase lapidar da declaração da sentença “Condenado à morte” e termina com “Quatro horas”, horário da execução, ou ainda um ácido humor negro. Como aponta o ex-ministro francês da Justiça Robert Badinter, abolidor da pena de morte na França em 1981, longos 156 anos após a publicação do Condenado, no livro-catálogo publicado por ocasião da grande exposição Victor Hugo na Biblioteca Nacional da França deste ano: “Esse relato é de uma modernidade surpreendente e já prenuncia bom número de obras contemporâneas, teatro de Samuel Beckett, ou romance de Alexandre Soljenitsin, particularmente com Um dia na vida de Ivan Denissovitch.”

O Último Dia de um Condenado Capa ilustrativa

O Último Dia de um Condenado

Ano:   Editora: Estacao Liberdade

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
96% Positivas
321 qualificações
R$ 29,90 + frete R$ 8,82

Total: R$ 38,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em um romance de surpreendente modernidade, o grande escritor do romantismo se joga de corpo e alma contra a pena de morte. Composta de um texto principal — o diário dos últimos dias da vida de um condenado —, de uma peça na qual personagens inventados por Victor Hugo criticam ferozmente a obra (prefácio à edição de 1829) e de um longo panfleto em defesa da causa (prefácio de 1932), esta edição vem contribuir para um debate em torno de uma discussão que alguns ainda tentam reviver no Brasil. Redigida em primeira pessoa, sentimos como um soco no estômago a voz de alguém que compartilha nossa existência por um tempo determinado. Logo sua cabeça será ceifada pela famosa engenhoca do doutor Guillotin e irá rolar para o cesto que as apara após a decapitação. Num ambiente de trevas, assistimos na própria descrição do condenado hora a hora aos preparativos de sua morte, à sorte de seus companheiros mais felizardos dos trabalhos forçados, à derradeira visita de sua filha que não o reconhece e o afasta (“o senhor me machuca com essa barba”), ao despojamento de seus últimos pertences para companheiros de “fortuna”, etc. Escrita em menos de três meses sob influência de uma execução em Paris à qual Victor Hugo assistiu em 1825, esta obra logo foi coroada de sucesso, para o qual contribuíram suas características inusitadas, como por exemplo: começa com a frase lapidar da declaração da sentença “Condenado à morte” e termina com “Quatro horas”, horário da execução, ou ainda um ácido humor negro. Como aponta o ex-ministro francês da Justiça Robert Badinter, abolidor da pena de morte na França em 1981, longos 156 anos após a publicação do Condenado, no livro-catálogo publicado por ocasião da grande exposição Victor Hugo na Biblioteca Nacional da França deste ano: “Esse relato é de uma modernidade surpreendente e já prenuncia bom número de obras contemporâneas, teatro de Samuel Beckett, ou romance de Alexandre Soljenitsin, particularmente com Um dia na vida de Ivan Denissovitch.”

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro