A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Fernao de Magalhaes Capa ilustrativa

Fernão de Magalhães

Stefan Zweig

Traduzida em mais de 30 línguas, a obra de Stefan Zweig será reeditada pela Editora Record. O seis primeiros títulos (Fernão de Magalhães, Joseph Fouché, O mundo que eu vi, Momentos decisivos da humanidade, O medo, Vinte e quatro horas na vida de uma mulher) serão lançados, simultaneamente, em novembro. É a primeira vez nos país que a obra de Zweig é traduzida a partir dos originais em alemão (as edições anteriores foram traduzidas da versão em francês). O escritor, nascido em 1881, em Viena, começou a escrever desde muito cedo. Aos vinte anos escolhe a poesia como "estilo" de estréia na literatura. Logo mostra-se igualmente competente na prosa. Com uma obra variada que vai dos romances ao ensaio e à biografia, Zweig conseguiu enorme popularidade destacando-se como escritor no período de ascensão do totalitarismo e da intolerância nazista. No entanto, não tardou para que seus livros fossem queimados e entrassem para a lista de publicações proibidas, por serem de autoria de um judeu. Em 1934, Zweig inicia sua peregrinação pelo mundo e, nas viagens, pesquisa material para as futuras biografias como a de Maria Stuart e de Fernão de Magalhães. Descobrindo finalmente a América a pretexto de conferências e negociações com editores, o escritor encontra um novo paradeiro: Brasil. Deste encantamento pelo país resulta o livro Brasil, país do futuro e a decisão de morar em terras tropicais. Após ter se radicado em solo inglês, é somente em 1941, na serra fluminense, que o pacifista Zweig encontra tranqüilidade para finalizar sua autobiografia O mundo que eu vi. Em 1942 Zweig e sua mulher, Elisabet Charlotte Altmann, são encontrados mortos, por ingestão de uma alta dose de soníferos, em sua casa em Petrópolis. Fechar Ler mais

Traduzida em mais de 30 línguas, a obra de Stefan Zweig será reeditada pela Editora Record. O seis primeiros títulos (Fer não de Magalhães, Joseph Fouché, O mundo que eu vi, Momentos decisivos da humanidade, O medo, Vinte e quatro horas na vida de uma mulher) serão lançados, simultaneamente, em novembro. É a primeira vez nos país que a obra de Zweig é traduzida a partir dos originais em alemão (as edições anteriores foram traduzidas da versão em francês). O escritor, nascido em 1881, em Viena, começou a escrever desde muito cedo. Aos vinte anos escolhe a poesia como "estilo" de estréia na literatura. Logo mostra-se igualmente competente na prosa. Com uma obra variada que vai dos romances ao ensaio e à biografia, Zweig conseguiu enorme popularidade destacando-se como escritor no período de ascensão do totalitarismo e da intolerância nazista. No entanto, não tardou para que seus livros fossem queimados e entrassem para a lista de publicações proibidas, por serem de autoria de um judeu. Em 1934, Zweig inicia sua peregrinação pelo mundo e, nas viagens, pesquisa material para as futuras biografias como a de Maria Stuart e de Fernão de Magalhães. Descobrindo finalmente a América a pretexto de conferências e negociações com editores, o escritor encontra um novo paradeiro: Brasil. Deste encantamento pelo país resulta o livro Brasil, país do futuro e a decisão de morar em terras tropicais. Após ter se radicado em solo inglês, é somente em 1941, na serra fluminense, que o pacifista Zweig encontra tranqüilidade para finalizar sua autobiografia O mundo que eu vi. Em 1942 Zweig e sua mulher, Elisabet Charlotte Altmann, são encontrados mortos, por ingestão de uma alta dose de soníferos, em sua casa em Petrópolis. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Fernão de Magalhães

3 livros usados em 3 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Fernão de Magalhães

Fernão de Magalhães

Ano:   Editora: Guanabara

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Gn Sebo Gn Sebo RS - Pelotas
98% Positivas
59 qualificações
R$ 48,00 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura, amarelado pela idade, exemplar usado com sinais naturais de manuseio, em geral conservado seção dep220

Fernão De Magalhães Tomo 11

Fernão De Magalhães Tomo 11

Ano:   Editora: Delta

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebos Império Sebos Império SC - Florianópolis
96% Positivas
278 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 19,29

Total: R$ 59,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ** COLEÇÃO OBRAS COMPLETAS DE STEFAFN ZWEIG ** CAPA DURA ANTIGO ESTADO RAZÓAVEL MANUSEIO EM GERAL BORDA E FOLHAS AMARELADAS

Fernão de Magalhães

Fernão de Magalhães

Ano:   Editora: Guanabara

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Brandão Bahia Sebo Brandão Bahia BA - Salvador
100% Positivas
91 qualificações
R$ 55,00 + frete R$ 12,61

Total: R$ 67,61

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Historia da primeira Cricumnavegação. Tradução de Elais Davidovich. 361p 22cm. Encadernação artesanal marrom lombada preta, miolo completo, manchas amareladas, grifos e anotações à tinta, carimbo e assinatura do ex-dono. (Biografia)

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro