A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Milagre nos Andes Capa ilustrativa

Milagre nos Andes

Nando Parrado

Em Milagre nos Andes, o uruguaio Nando Parrado - principal responsável pelo resgate de seus amigos nas montanhas após 72 dias de agonia - é o primeiro dos sobreviventes a contar, com extraordinária franqueza e sensibilidade, a sua própria versão doacidente. O resultado supera o simples relato de uma aventura real: é um olhar revelador sobre a vida à beira da morte. Após o impacto da queda, Nando ficou inconsciente por três dias com os ossos do crânio partidos em várias partes, antes de acordar e descobrir que muitos de seus amigos estavam mortos ou agonizantes - entre eles sua mãe e sua irmã. Refugiados em parte da fuselagem do avião, uma geleira estéril a mais de 4.500 mil metros de atitude, sem suprimentos ou meios de chamar ajuda, Nando e seus amigos - a maioria jovens entre 19 e 21 anos - lutaram para suportar temperaturas gélidas de até 30ºC abaixo de zero, avalanches mortais, sede, o dilema devastador de se verem obrigados a comer carne humana para não sucumbir à fome e, por fim, a notícia devastadora, por um rádio que ainda funcionava precariamente, de que a busca por eles havia sido cancelada. Em meio ao desespero, o medo e a desolação que abatia cada vez mais aqueles jovens, os pensamentos de Nando se voltavam para seu pai, que ele imaginava estar destruído pela dor. Ao contrário de seus amigos que ainda nutriam a esperança de que uma equipe de resgate poderia salvá-los, ele tinha certeza de que a única maneira de sobreviver seria escalar as montanhas e procurar ajuda. Depois de algumas tentativas frustradas de deixar o local da queda, Nando tomou uma decisão definitiva: tinha que voltar para casa ou morrer tentando. Após sobreviver por dois meses a todo tipo de provação física e psicológica, foi no amor por seu pai que Nando encontrou forças para, junto com seu amigo Roberto Canessa, realizar a travessia dos Andes na esperança de encontrar ajuda. Depois de percorrerem inacreditáveis 0 quilômetros em dias de caminhadas e escaladas pelas montanhas, completamente exauridos e sem forças para continuar, os dois encontram um camponês que salvaria suas vidas. Nando ainda guiaria a equipe de resgate ao local do acidente. Seus outros 14 companheiros também estavam salvos. Fechar Ler mais

Em Milagre nos Andes, o uruguaio Nando Parrado - principal responsável pelo resgate de seus amigos nas montanhas após 72 d ias de agonia - é o primeiro dos sobreviventes a contar, com extraordinária franqueza e sensibilidade, a sua própria versão doacidente. O resultado supera o simples relato de uma aventura real: é um olhar revelador sobre a vida à beira da morte. Após o impacto da queda, Nando ficou inconsciente por três dias com os ossos do crânio partidos em várias partes, antes de acordar e descobrir que muitos de seus amigos estavam mortos ou agonizantes - entre eles sua mãe e sua irmã. Refugiados em parte da fuselagem do avião, uma geleira estéril a mais de 4.500 mil metros de atitude, sem suprimentos ou meios de chamar ajuda, Nando e seus amigos - a maioria jovens entre 19 e 21 anos - lutaram para suportar temperaturas gélidas de até 30ºC abaixo de zero, avalanches mortais, sede, o dilema devastador de se verem obrigados a comer carne humana para não sucumbir à fome e, por fim, a notícia devastadora, por um rádio que ainda funcionava precariamente, de que a busca por eles havia sido cancelada. Em meio ao desespero, o medo e a desolação que abatia cada vez mais aqueles jovens, os pensamentos de Nando se voltavam para seu pai, que ele imaginava estar destruído pela dor. Ao contrário de seus amigos que ainda nutriam a esperança de que uma equipe de resgate poderia salvá-los, ele tinha certeza de que a única maneira de sobreviver seria escalar as montanhas e procurar ajuda. Depois de algumas tentativas frustradas de deixar o local da queda, Nando tomou uma decisão definitiva: tinha que voltar para casa ou morrer tentando. Após sobreviver por dois meses a todo tipo de provação física e psicológica, foi no amor por seu pai que Nando encontrou forças para, junto com seu amigo Roberto Canessa, realizar a travessia dos Andes na esperança de encontrar ajuda. Depois de percorrerem inacreditáveis 0 quilômetros em dias de caminhadas e escaladas pelas montanhas, completamente exauridos e sem forças para continuar, os dois encontram um camponês que salvaria suas vidas. Nando ainda guiaria a equipe de resgate ao local do acidente. Seus outros 14 companheiros também estavam salvos. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Milagre nos Andes

Capa ilustrativa

3 livros usados em 2 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Milagre nos Andes Capa ilustrativa

Milagre nos Andes

Ano:   Editora: Objetiva

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Arena Books Arena Books SP - São Paulo
96% Positivas
155 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 50,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Exemplar em bom estado de conservação, brochura, contendo 276 paginas. Ev. 1256

Milagre nos Andes

Milagre nos Andes

Ano:   Editora: Objetiva

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Platao Livros Sebo Platao Livros Sebo PR - São José dos Pinhais
100% Positivas
205 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 60,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, brochura, capa e lombada bom, corte com sujidade, folhas limpas, nas folhas de rosto e dentro na capa contra capa e folhas de guarda anotações grandes feitas a caneta azul e vermelha, no sumário, prólogo e folha em branco no capitulo 1 anotações feitas a caneta azul e vermelha, restante do texto sem grifo e rabisco, 276 páginas.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro