A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Memoria Coletiva Capa ilustrativa

Livro A Memória Coletiva

Maurice Halbwachs

Em sua obra Maurice Halbwachs mostra-se um correto durkheimiano. Se, ao falar das classes sociais e, em seguida, do suicídio, ele ultrapassa o pensamento do mestre da Escola francesa, sua análise da memória assemelha-se diretamente à inspiração dasformas elementares da vida religiosa. O autor demonstra que é impossível conceber o problema da evocação e da localização das lembranças se não tomarmos para ponto de aplicação os quadros sociais reais que servem de ponto de referência nesta reconstrução que chamamos memória. Situa-se, em Halbwachs, uma notável distinção entre a "memória histórica", de um lado, que supõe a reconstrução dos dados fornecidos pelo presente da vida social e projetada no passado reinventado; e a "memória coletiva", de outro, aquela que recompõe magicamente o passado. Entre essas duas direções da consciência coletiva e individual desenvolvem-se as diversas formas de memória, cujas formas mudam conforme os objetivos que elas implicam. É surpreendente como as últimas análises de Maurice Halbwachs, pouco tempo antes de sua deportação e seu assassinato pelos nazistas, abrem um novo caminho para o estudo sociológico da vida cotidiana.    

Em sua obra Maurice Halbwachs mostra-se um correto durkheimiano. Se, ao falar das classes sociais e, em seguida, do suicíd io, ele ultrapassa o pensamento do mestre da Escola francesa, sua análise da memória assemelha-se diretamente à inspiração dasformas elementares da vida religiosa. O autor demonstra que é impossível conceber o problema da evocação e da localização das lembranças se não tomarmos para ponto de aplicação os quadros sociais reais que servem de ponto de referência nesta reconstrução que chamamos memória. Situa-se, em Halbwachs, uma notável distinção entre a "memória histórica", de um lado, que supõe a reconstrução dos dados fornecidos pelo presente da vida social e projetada no passado reinventado; e a "memória coletiva", de outro, aquela que recompõe magicamente o passado. Entre essas duas direções da consciência coletiva e individual desenvolvem-se as diversas formas de memória, cujas formas mudam conforme os objetivos que elas implicam. É surpreendente como as últimas análises de Maurice Halbwachs, pouco tempo antes de sua deportação e seu assassinato pelos nazistas, abrem um novo caminho para o estudo sociológico da vida cotidiana. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Memória Coletiva

Refinar resultado

2 livros usados em 2 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
A Memória Coletiva

A Memória Coletiva

Ano:   Editora: Vertice

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Humanidades Livraria Humanidades MG - Belo Horizonte
100% Positivas
106 qualificações
R$ 269,90 + frete R$ 12,29

Total: R$ 282,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Raridade. Título há tempos fora de catálogo. Volume em muito bom estado geral, naturalmente algo amarelecido pelo tempo. Algumas poucas páginas apresentam grifos a marca texto amarelo. Outras, também poucas, apresentam anotações nas margens, sempre a lápis. Volume firme, capas Ok.

A Memória Coletiva

A Memória Coletiva

Ano:   Editora: Centauro

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Estante da Fabi Estante da Fabi SP - Assis
100% Positivas
9 qualificações
R$ 299,90 + frete R$ 9,93

Total: R$ 309,83

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em excelente estado. Sem grifos ou rasuras. Páginas limpas. Capa e miolo íntegros e firmes. O autor demonstra que é impossível conceber o problema da evocação e da localização das lembranças se não tomarmos para ponto de aplicação os quadros sociais reais que servem de ponto de referência nesta reconstrução que chamamos memória. 222p.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro