A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
O Conto da Aia Capa ilustrativa

O Conto da Aia

Margaret Atwood

A história de 'O conto da aia' passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente. Fechar Ler mais

A história de 'O conto da aia' passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jo rnais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Conto da Aia, O

35 livros novos e 2 livros usados em 17 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Conto da Aia, O

Conto da Aia, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
452 qualificações
R$ 38,92 + frete R$ 9,10

Total: R$ 48,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Conto da Aia, OA história de ´O conto da aia´ passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente.

Conto da Aia, O

Conto da Aia, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
452 qualificações
R$ 38,92 + frete R$ 9,10

Total: R$ 48,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Conto da Aia, OA história de ´O conto da aia´ passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente.

Conto da Aia, O

Conto da Aia, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
452 qualificações
R$ 38,92 + frete R$ 9,10

Total: R$ 48,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Conto da Aia, OA história de ´O conto da aia´ passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente.

Conto da Aia, O

Conto da Aia, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
452 qualificações
R$ 38,92 + frete R$ 9,10

Total: R$ 48,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Conto da Aia, OA história de ´O conto da aia´ passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente.

Conto da Aia, O

Conto da Aia, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
452 qualificações
R$ 38,92 + frete R$ 9,10

Total: R$ 48,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Conto da Aia, OA história de ´O conto da aia´ passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos. Elas são divididas em categorias, cada qual com uma função muito específica no Estado - há as esposas, as marthas, as salvadoras etc. À pobre Offred coube a categoria de aia, o que significa pertencer ao governo e existir unicamente para procriar. Offred tem 33 anos. Antes, quando seu país ainda se chamava Estados Unidos, ela era casada e tinha uma filha. Mas o novo regime declarou adúlteros todos os segundos casamentos, assim como as uniões realizadas fora da religião oficial do Estado. Era o caso de Offred. Por isso, sua filha lhe foi tomada e doada para adoção, e ela foi tornada aia, sem nunca mais ter notícias de sua família. É uma realidade terrível, mas o ser humano é capaz de se adaptar a tudo. Com esta história, Margaret Atwood leva o leitor a refletir sobre liberdade, direitos civis, poder, a fragilidade do mundo tal qual o conhecemos, o futuro e, principalmente, o presente.

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco Rj

Tipo: novo

Livrofast Livrofast SP - São Paulo
96% Positivas
104 qualificações
R$ 37,82 + frete R$ 11,53

Total: R$ 49,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVO DIRETO DO FABRICANTE

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco Rj

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1343 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 11,89

Total: R$ 49,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado ct

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco Rj

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1343 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 11,89

Total: R$ 49,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado ct

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco Rj

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1343 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 11,89

Total: R$ 49,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado ct

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco Rj

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1343 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 11,89

Total: R$ 49,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado ct

O Conto da Aia

O Conto da Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Arcevo Seleto Arcevo Seleto PB - Sousa
100% Positivas
41 qualificações
R$ 39,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 50,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo.

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
467 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 12,31

Total: R$ 50,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788532520661 SINOPSE: A história de O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no Muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Para merecer esse destino, não é preciso fazer muita coisa - basta, por exemplo, cantar qualquer canção que contenha palavras proibidas pelo regime, como liberdade . Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. Como tudo pôde mudar tão rapidamente? Offred, a narradora, responde: Foi depois da catástrofe, quando mataram a tiros o presidente e metralharam o Congresso, e o Exército declarou estado de emergência. Na época, atribuíram a culpa aos fanáticos islâmicos. Mantenham a calma, diziam na televisão. Tudo está sob controle. (...) Foi então que suspenderam a Constituição. Disseram que seria temporário. Não houve sequer um tumulto nas ruas. As pessoas ficavam em casa à noite, assistindo à televisão, em busca de alguma direção. Não havia mais um inimigo que se pudesse identificar. Não, este não é um romance pós-atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Margaret Atwood, a grande dama da literatura contemporânea em língua inglesa, publicou-o originalmente em 1985. O livro já é um clássico, há muitos anos adotado nos colégios ingleses, canadenses e americanos. E agora ganha tradução para o português.

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
467 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 12,31

Total: R$ 50,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788532520661 SINOPSE: A história de O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no Muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Para merecer esse destino, não é preciso fazer muita coisa - basta, por exemplo, cantar qualquer canção que contenha palavras proibidas pelo regime, como liberdade . Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. Como tudo pôde mudar tão rapidamente? Offred, a narradora, responde: Foi depois da catástrofe, quando mataram a tiros o presidente e metralharam o Congresso, e o Exército declarou estado de emergência. Na época, atribuíram a culpa aos fanáticos islâmicos. Mantenham a calma, diziam na televisão. Tudo está sob controle. (...) Foi então que suspenderam a Constituição. Disseram que seria temporário. Não houve sequer um tumulto nas ruas. As pessoas ficavam em casa à noite, assistindo à televisão, em busca de alguma direção. Não havia mais um inimigo que se pudesse identificar. Não, este não é um romance pós-atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Margaret Atwood, a grande dama da literatura contemporânea em língua inglesa, publicou-o originalmente em 1985. O livro já é um clássico, há muitos anos adotado nos colégios ingleses, canadenses e americanos. E agora ganha tradução para o português.

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
467 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 12,31

Total: R$ 50,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788532520661 SINOPSE: A história de O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no Muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Para merecer esse destino, não é preciso fazer muita coisa - basta, por exemplo, cantar qualquer canção que contenha palavras proibidas pelo regime, como liberdade . Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. Como tudo pôde mudar tão rapidamente? Offred, a narradora, responde: Foi depois da catástrofe, quando mataram a tiros o presidente e metralharam o Congresso, e o Exército declarou estado de emergência. Na época, atribuíram a culpa aos fanáticos islâmicos. Mantenham a calma, diziam na televisão. Tudo está sob controle. (...) Foi então que suspenderam a Constituição. Disseram que seria temporário. Não houve sequer um tumulto nas ruas. As pessoas ficavam em casa à noite, assistindo à televisão, em busca de alguma direção. Não havia mais um inimigo que se pudesse identificar. Não, este não é um romance pós-atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Margaret Atwood, a grande dama da literatura contemporânea em língua inglesa, publicou-o originalmente em 1985. O livro já é um clássico, há muitos anos adotado nos colégios ingleses, canadenses e americanos. E agora ganha tradução para o português.

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
467 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 12,31

Total: R$ 50,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788532520661 SINOPSE: A história de O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no Muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Para merecer esse destino, não é preciso fazer muita coisa - basta, por exemplo, cantar qualquer canção que contenha palavras proibidas pelo regime, como liberdade . Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. Como tudo pôde mudar tão rapidamente? Offred, a narradora, responde: Foi depois da catástrofe, quando mataram a tiros o presidente e metralharam o Congresso, e o Exército declarou estado de emergência. Na época, atribuíram a culpa aos fanáticos islâmicos. Mantenham a calma, diziam na televisão. Tudo está sob controle. (...) Foi então que suspenderam a Constituição. Disseram que seria temporário. Não houve sequer um tumulto nas ruas. As pessoas ficavam em casa à noite, assistindo à televisão, em busca de alguma direção. Não havia mais um inimigo que se pudesse identificar. Não, este não é um romance pós-atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Margaret Atwood, a grande dama da literatura contemporânea em língua inglesa, publicou-o originalmente em 1985. O livro já é um clássico, há muitos anos adotado nos colégios ingleses, canadenses e americanos. E agora ganha tradução para o português.

CONTO DA AIA, O Capa ilustrativa

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
467 qualificações
R$ 37,83 + frete R$ 12,31

Total: R$ 50,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788532520661 SINOPSE: A história de O conto da aia, da canadense Margaret Atwood, passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no Muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Para merecer esse destino, não é preciso fazer muita coisa - basta, por exemplo, cantar qualquer canção que contenha palavras proibidas pelo regime, como liberdade . Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. Como tudo pôde mudar tão rapidamente? Offred, a narradora, responde: Foi depois da catástrofe, quando mataram a tiros o presidente e metralharam o Congresso, e o Exército declarou estado de emergência. Na época, atribuíram a culpa aos fanáticos islâmicos. Mantenham a calma, diziam na televisão. Tudo está sob controle. (...) Foi então que suspenderam a Constituição. Disseram que seria temporário. Não houve sequer um tumulto nas ruas. As pessoas ficavam em casa à noite, assistindo à televisão, em busca de alguma direção. Não havia mais um inimigo que se pudesse identificar. Não, este não é um romance pós-atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Margaret Atwood, a grande dama da literatura contemporânea em língua inglesa, publicou-o originalmente em 1985. O livro já é um clássico, há muitos anos adotado nos colégios ingleses, canadenses e americanos. E agora ganha tradução para o português.

Conto da Aia, O Capa ilustrativa

Conto da Aia, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Grazilivros Sebos e Afins Grazilivros Sebos e Afins SP - São Paulo
100% Positivas
41 qualificações
R$ 37,82 + frete R$ 13,79

Total: R$ 51,61

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em Otimo estado adquirido direto da editora . O Ano de Publicação não temos o correto mais só trabalhamos com as ultimas edições da Editora não compre se estiver com duvidas nos mande email e mando o ano atualizado a você sem problemas algum , consulte sempre pelo ISBN 9788532520661

Conto Da Aia, O Capa ilustrativa

Conto Da Aia, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
96% Positivas
73 qualificações
R$ 42,27 + frete R$ 9,63

Total: R$ 51,90

Comprar ler descrição ocultar
CONTO DA AIA, O

CONTO DA AIA, O

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: seminovo/usado

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
99% Positivas
189 qualificações
R$ 42,27 + frete R$ 10,16

Total: R$ 52,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - COD: 9788532520661

Conto da Aia, o

Conto da Aia, o

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: seminovo/usado

Sebo Universitário2 Sebo Universitário2 SP - Marília
99% Positivas
153 qualificações
R$ 44,00 + frete R$ 9,10

Total: R$ 53,10

Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO/ EXPOSITOR. 366 PAGINAS

O Conto da Aia

O Conto da Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Banca da Thais Banca da Thais SC - Taió
100% Positivas
56 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 9,10

Total: R$ 53,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo em perfeito estado ainda no plástico

O Conto de Aia Capa ilustrativa

O Conto de Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Sebo Estação Cultural Sjc Sebo Estação Cultural Sjc SP - São José dos Campos
100% Positivas
367 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 9,10

Total: R$ 53,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO.2017.

O Conto de Aia Capa ilustrativa

O Conto de Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Sebo Estação Cultural Sjc Sebo Estação Cultural Sjc SP - São José dos Campos
100% Positivas
367 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 9,10

Total: R$ 53,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO.2017.

O Conto de Aia Capa ilustrativa

O Conto de Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Sebo Estação Cultural Sjc Sebo Estação Cultural Sjc SP - São José dos Campos
100% Positivas
367 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 9,10

Total: R$ 53,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO.2017.

O Conto da Aia Capa ilustrativa

O Conto da Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Sebo Capricho I Sebo Capricho I PR - Londrina
99% Positivas
429 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 9,10

Total: R$ 53,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, Livro Novo *** O romance distópico O conto da aia, de Margaret Atwood, se passa num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no Muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Para merecer esse destino, não é preciso fazer muita coisa - basta, por exemplo, cantar qualquer canção que contenha palavras proibidas pelo regime, como liberdade. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead,

O Conto de Aia

O Conto de Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
38 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 10,16

Total: R$ 54,66

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. A história de 'O conto da aia' passa-se num futuro muito próximo e tem como cenário uma república onde não existem mais jornais, revistas, livros nem filmes - tudo fora queimado. As universidades foram extintas. Também já não há advogados, porque ninguém tem direito a defesa. Os cidadãos considerados criminosos são fuzilados e pendurados mortos no muro, em praça pública, para servir de exemplo enquanto seus corpos apodrecem à vista de todos. Nesse Estado teocrático e totalitário, as mulheres são as vítimas preferenciais, anuladas por uma opressão sem precedentes. O nome dessa república é Gilead, mas já foi Estados Unidos da América. As mulheres de Gilead não têm direitos.

O Conto de Aia Capa ilustrativa

O Conto de Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
231 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 10,16

Total: R$ 54,66

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. CS Página 562.415 - 10/09/2018 TIPO: NOVO ISBN: 9788532520661 PÁGINAS: 366 ACABAMENTO: Brochura CÓDIGO DE BARRAS: 1000231075814

O Conto de Aia Capa ilustrativa

O Conto de Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
231 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 10,16

Total: R$ 54,66

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. CS Página 562.415 - 10/09/2018 TIPO: NOVO ISBN: 9788532520661 PÁGINAS: 366 ACABAMENTO: Brochura CÓDIGO DE BARRAS: 1000231075814

O Conto da Aia Capa ilustrativa

O Conto da Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Sebo Kapricho II Curitiba Sebo Kapricho II Curitiba PR - Curitiba
100% Positivas
176 qualificações
R$ 44,50 + frete R$ 10,53

Total: R$ 55,03

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, lacrado.

O Conto da Aia

O Conto da Aia

Ano:   Editora: Rocco

Tipo: novo

Livraria Virtual Embooks Livraria Virtual Embooks SP - Embu
91% Positivas
22 qualificações
R$ 46,90 + frete R$ 9,63

Total: R$ 56,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição *LIVRO NOVO* Escrito em 1985, o romance distópico "O Conto da Aia", da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos meses, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Além de ter inspirado a série homônima (The Handmaid’s Tale, no original) produzida pelo canal de streaming Hulu, o a ficção futurista de Atwood, ambientada num Estado teocrático e totalitário em que as mulheres são vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo, e o fundamentalismo se fortalece como força política, ganhou status de oráculo dos EUA da era Trump. Em meio a todo este burburinho, "O Conto da Aia" volta às prateleiras com nova capa, assinada pelo artista Laurindo Feliciano.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro