A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Subsistencia do Homem e Ensaios Correlatos Capa ilustrativa

Livro A Subsistência do Homem e Ensaios Correlatos

Karl Polanyi

Reunião de ensaios, inéditos em português, de um dos grandes pensadores do século XX. O livro questiona como funcionam as sociedades em que a economia é o subsistema dominante?

Reunião de ensaios, inéditos em português, de um dos grandes pensadores do século XX. O livro questiona como funcionam as sociedades em que a economia é o subsistema dominante? Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

Refinar resultado

16 livros novos em 7 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

Ano:   Editora: Geral

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
94% Positivas
2652 qualificações
R$ 63,96 + frete R$ 14,87

Total: R$ 78,83

Comprar ler descrição ocultar

Descrição SubsistÃncia do Homem e Ensaios Correlatos, A

Subsistência do Homem e Ensaios Correlatos, A

Subsistência do Homem e Ensaios Correlatos, A

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Authentic Livros Authentic Livros SP - São Paulo
99% Positivas
807 qualificações
R$ 65,19 + frete R$ 12,29

Total: R$ 77,48

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Karl Polanyi (1886-1964) foi um dos mais eruditos e mais originais cientistas sociais do século XX. Nascido na Hungria, morou e lecionou na Áustria, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá. Manteve convicções socialistas durante toda a vida, ma s permaneceu à margem do debate que dividiu o movimento trabalhista europeu em socialdemocratas e comunistas. Na definição de sua esposa, “era um humanista sumamente realista. [...] Não se rendeu ao determinismo e ao fatalismo.” Continuador da g rande tradição do pensamento social europeu de sua época, Polanyi nunca reconheceu fronteiras rígidas entre as disciplinas, transitando pela economia, a história, a antropologia e a sociologia. Buscou compreender os traços gerais da sociedade capit al ista no contexto de uma teoria comparada dos sistemas econômicos e da mudança institucional. Sempre enfatizou a excepcionalidade da sociedade moderna, a primeira que inseriu a força de trabalho e a terra no circuito mercantil, transformando a eco n omi a em um domínio independente, “desenraizado” das demais instituições sociais. Não se pode exagerar o alcance dessa ruptura. Polanyi a situa na Inglaterra do século XIX. Porém, já na década de 1920 ele compreendeu que os quatro pilares dess a nova civilização – o mercado autorregulado, o padrão ouro, o Estado liberal e o balanço de poder entre as potências do continente – estavam ruindo. Dedicou-se, então, a buscar caminhos que conduzissem a sociedade a controlar novamente a economia, ma s pre servando as conquistas da vida social moderna, com a edificação de instituições que garantissem a liberdade dos indivíduos. O programa teórico de Polanyi exigiu que ele examinasse detidamente também as sociedades antigas, nas quais merc ado s, com ércio e moeda não formavam uma tríade articulada e a economia estava enraizada em outras instituições sociais. Os textos selecionados para compor este primeiro volume de ensaios tratam, primordialmente, desses temas, incursionando pela Gré cia, a Meso

A Subsistência Do Homem E Ensaios Correlatos Capa ilustrativa

A Subsistência Do Homem E Ensaios Correlatos

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
387 qualificações
R$ 65,60 + frete R$ 13,87

Total: R$ 79,47

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23 cm, 382 pág. Sinopse: Karl Polanyi (1886-1964) foi um dos mais eruditos e mais originais cientistas sociais do século XX. Nascido na Hungria, morou e lecionou na Áustria, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá. Manteve convicções socialistas durante toda a vida, mas permaneceu à margem do debate que dividiu o movimento trabalhista europeu em socialdemocratas e comunistas. Na definição de sua esposa, era um humanista sumamente realista. (...) Não se rendeu ao determinismo e ao fatalismo. Continuador da grande tradição do pensamento social europeu de sua época, Polanyi nunca reconheceu fronteiras rígidas entre as disciplinas, transitando pela economia, a história, a antropologia e a sociologia. Buscou compreender os traços gerais da sociedade capitali

A Subsistência Do Homem E Ensaios Correlatos Capa ilustrativa

A Subsistência Do Homem E Ensaios Correlatos

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
387 qualificações
R$ 65,60 + frete R$ 13,87

Total: R$ 79,47

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23 cm, 382 pág. Sinopse: Karl Polanyi (1886-1964) foi um dos mais eruditos e mais originais cientistas sociais do século XX. Nascido na Hungria, morou e lecionou na Áustria, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá. Manteve convicções socialistas durante toda a vida, mas permaneceu à margem do debate que dividiu o movimento trabalhista europeu em socialdemocratas e comunistas. Na definição de sua esposa, era um humanista sumamente realista. (...) Não se rendeu ao determinismo e ao fatalismo. Continuador da grande tradição do pensamento social europeu de sua época, Polanyi nunca reconheceu fronteiras rígidas entre as disciplinas, transitando pela economia, a história, a antropologia e a sociologia. Buscou compreender os traços gerais da sociedade capitali

A Subsistência Do Homem E Ensaios Correlatos Capa ilustrativa

A Subsistência Do Homem E Ensaios Correlatos

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
387 qualificações
R$ 65,60 + frete R$ 13,87

Total: R$ 79,47

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23 cm, 382 pág. Sinopse: Karl Polanyi (1886-1964) foi um dos mais eruditos e mais originais cientistas sociais do século XX. Nascido na Hungria, morou e lecionou na Áustria, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá. Manteve convicções socialistas durante toda a vida, mas permaneceu à margem do debate que dividiu o movimento trabalhista europeu em socialdemocratas e comunistas. Na definição de sua esposa, era um humanista sumamente realista. (...) Não se rendeu ao determinismo e ao fatalismo. Continuador da grande tradição do pensamento social europeu de sua época, Polanyi nunca reconheceu fronteiras rígidas entre as disciplinas, transitando pela economia, a história, a antropologia e a sociologia. Buscou compreender os traços gerais da sociedade capitali

Subsistência do homem e ensaios correlatos, A

Subsistência do homem e ensaios correlatos, A

Ano:   Editora: Editora Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Mdx Livros Mdx Livros RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
140 qualificações
R$ 73,80 + frete R$ 12,29

Total: R$ 86,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Karl Polanyi (1886-1964) foi um dos mais eruditos e mais originais cientistas sociais do século XX. Nascido na Hungria, morou e lecionou na Áustria, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá. Manteve convicções socialistas durante toda a vida, mas permaneceu à margem do debate que dividiu o movimento trabalhista europeu em socialdemocratas e comunistas. Na definição de sua esposa, "era um humanista sumamente realista. [...] Não se rendeu ao determinismo e ao fatalismo." Continuador da grande tradição do pensamento social europeu de sua época, Polanyi nunca reconheceu fronteiras rígidas entre as disciplinas, transitando pela economia, a história, a antropologia e a sociologia. Buscou compreender os traços gerais da sociedade capitalista no contexto de uma teoria comparada dos sistemas econômicos e da mudança institucional. Sempre enfatizou a excepcionalidade da sociedade moderna, a primeira que inseriu a força de trabalho e a terra no circuito mercantil, transformando a economia em um domínio independente, "desenraizado" das demais instituições sociais. Não se pode exagerar o alcance dessa ruptura. Polanyi a situa na Inglaterra do século XIX. Porém, já na década de 1920 ele compreendeu que os quatro pilares dessa nova civilização ? o mercado autorregulado, o padrão-ouro, o Estado liberal e o balanço de poder entre as potências do continente ? estavam ruindo. Dedicou-se, então, a buscar caminhos que conduzissem a sociedade a controlar novamente a economia, mas preservando as conquistas da vida social moderna, com a edificação de instituições que garantissem a liberdade dos indivíduos. O programa teórico de Polanyi exigiu que ele examinasse detidamente também as sociedades antigas, nas quais mercados, comércio e moeda não formavam uma tríade articulada e a economia estava enraizada em outras instituições sociais. Os textos selecionados para compor este primeiro volume de ensaios tratam, primordialmente, desses temas, incursionando pela Grécia, a Mesopotâmia, o Egito, as tribos da Oceania e os impérios pré-colombianos. Depois de mostrar os limites da "definição formal" de economia, apresentada pelos neoclássicos, Polanyi propõe uma "definição substantiva" que abre o caminho para grandes redefinições. Analisa os três mecanismos de integração que predominaram ao longo da história ? a reciprocidade, a redistribuição e a troca ?, vê que o sistema oferta-demanda-preço inexistia nos mercados antigos e mostra que as funções da moeda eram outras. Obtém, assim, uma releitura original do processo histórico. Os textos mostram claramente a combinação de erudição e originalidade de Karl Polanyi, cuja obra vem despertando interesse crescente em todo o mundo.

Subsistência do homem e ensaios correlatos, A

Subsistência do homem e ensaios correlatos, A

Ano:   Editora: Editora Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Mdx Livros Mdx Livros RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
140 qualificações
R$ 73,80 + frete R$ 12,29

Total: R$ 86,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Karl Polanyi (1886-1964) foi um dos mais eruditos e mais originais cientistas sociais do século XX. Nascido na Hungria, morou e lecionou na Áustria, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá. Manteve convicções socialistas durante toda a vida, mas permaneceu à margem do debate que dividiu o movimento trabalhista europeu em socialdemocratas e comunistas. Na definição de sua esposa, "era um humanista sumamente realista. [...] Não se rendeu ao determinismo e ao fatalismo." Continuador da grande tradição do pensamento social europeu de sua época, Polanyi nunca reconheceu fronteiras rígidas entre as disciplinas, transitando pela economia, a história, a antropologia e a sociologia. Buscou compreender os traços gerais da sociedade capitalista no contexto de uma teoria comparada dos sistemas econômicos e da mudança institucional. Sempre enfatizou a excepcionalidade da sociedade moderna, a primeira que inseriu a força de trabalho e a terra no circuito mercantil, transformando a economia em um domínio independente, "desenraizado" das demais instituições sociais. Não se pode exagerar o alcance dessa ruptura. Polanyi a situa na Inglaterra do século XIX. Porém, já na década de 1920 ele compreendeu que os quatro pilares dessa nova civilização ? o mercado autorregulado, o padrão-ouro, o Estado liberal e o balanço de poder entre as potências do continente ? estavam ruindo. Dedicou-se, então, a buscar caminhos que conduzissem a sociedade a controlar novamente a economia, mas preservando as conquistas da vida social moderna, com a edificação de instituições que garantissem a liberdade dos indivíduos. O programa teórico de Polanyi exigiu que ele examinasse detidamente também as sociedades antigas, nas quais mercados, comércio e moeda não formavam uma tríade articulada e a economia estava enraizada em outras instituições sociais. Os textos selecionados para compor este primeiro volume de ensaios tratam, primordialmente, desses temas, incursionando pela Grécia, a Mesopotâmia, o Egito, as tribos da Oceania e os impérios pré-colombianos. Depois de mostrar os limites da "definição formal" de economia, apresentada pelos neoclássicos, Polanyi propõe uma "definição substantiva" que abre o caminho para grandes redefinições. Analisa os três mecanismos de integração que predominaram ao longo da história ? a reciprocidade, a redistribuição e a troca ?, vê que o sistema oferta-demanda-preço inexistia nos mercados antigos e mostra que as funções da moeda eram outras. Obtém, assim, uma releitura original do processo histórico. Os textos mostram claramente a combinação de erudição e originalidade de Karl Polanyi, cuja obra vem despertando interesse crescente em todo o mundo.

Subsistência do homem e ensaios correlatos, A

Subsistência do homem e ensaios correlatos, A

Ano:   Editora: Editora Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Mdx Livros Mdx Livros RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
140 qualificações
R$ 73,80 + frete R$ 12,29

Total: R$ 86,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Karl Polanyi (1886-1964) foi um dos mais eruditos e mais originais cientistas sociais do século XX. Nascido na Hungria, morou e lecionou na Áustria, na Inglaterra, nos Estados Unidos e no Canadá. Manteve convicções socialistas durante toda a vida, mas permaneceu à margem do debate que dividiu o movimento trabalhista europeu em socialdemocratas e comunistas. Na definição de sua esposa, "era um humanista sumamente realista. [...] Não se rendeu ao determinismo e ao fatalismo." Continuador da grande tradição do pensamento social europeu de sua época, Polanyi nunca reconheceu fronteiras rígidas entre as disciplinas, transitando pela economia, a história, a antropologia e a sociologia. Buscou compreender os traços gerais da sociedade capitalista no contexto de uma teoria comparada dos sistemas econômicos e da mudança institucional. Sempre enfatizou a excepcionalidade da sociedade moderna, a primeira que inseriu a força de trabalho e a terra no circuito mercantil, transformando a economia em um domínio independente, "desenraizado" das demais instituições sociais. Não se pode exagerar o alcance dessa ruptura. Polanyi a situa na Inglaterra do século XIX. Porém, já na década de 1920 ele compreendeu que os quatro pilares dessa nova civilização ? o mercado autorregulado, o padrão-ouro, o Estado liberal e o balanço de poder entre as potências do continente ? estavam ruindo. Dedicou-se, então, a buscar caminhos que conduzissem a sociedade a controlar novamente a economia, mas preservando as conquistas da vida social moderna, com a edificação de instituições que garantissem a liberdade dos indivíduos. O programa teórico de Polanyi exigiu que ele examinasse detidamente também as sociedades antigas, nas quais mercados, comércio e moeda não formavam uma tríade articulada e a economia estava enraizada em outras instituições sociais. Os textos selecionados para compor este primeiro volume de ensaios tratam, primordialmente, desses temas, incursionando pela Grécia, a Mesopotâmia, o Egito, as tribos da Oceania e os impérios pré-colombianos. Depois de mostrar os limites da "definição formal" de economia, apresentada pelos neoclássicos, Polanyi propõe uma "definição substantiva" que abre o caminho para grandes redefinições. Analisa os três mecanismos de integração que predominaram ao longo da história ? a reciprocidade, a redistribuição e a troca ?, vê que o sistema oferta-demanda-preço inexistia nos mercados antigos e mostra que as funções da moeda eram outras. Obtém, assim, uma releitura original do processo histórico. Os textos mostram claramente a combinação de erudição e originalidade de Karl Polanyi, cuja obra vem despertando interesse crescente em todo o mundo.

subsistência do homem e ensaios correlatos, a Capa ilustrativa

subsistência do homem e ensaios correlatos, a

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1339 qualificações
R$ 73,80 + frete R$ 22,19

Total: R$ 95,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

subsistência do homem e ensaios correlatos, a Capa ilustrativa

subsistência do homem e ensaios correlatos, a

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1339 qualificações
R$ 73,80 + frete R$ 22,19

Total: R$ 95,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A Capa ilustrativa

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
221 qualificações
R$ 73,80 + frete R$ 22,19

Total: R$ 95,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, SKU: L99118692 ISBN: 9788578660765 SINOPSE: Esta obra traz capítulos como - A falácia economicista; Os dois significados de econômico; Formas de integração e estruturas de apoio; A economia enraizada na sociedade; A origem das transações econômicas; Equivalências nas sociedades arcaicas; A tríade catalática - comércio, dinheiro e mercados; Comerciantes e comércio; Objetos monetários e usos do dinheiro; Elementos de mercado e origens do mercado, entre outros.

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A Capa ilustrativa

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
221 qualificações
R$ 73,80 + frete R$ 22,19

Total: R$ 95,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, SKU: L99118692 ISBN: 9788578660765 SINOPSE: Esta obra traz capítulos como - A falácia economicista; Os dois significados de econômico; Formas de integração e estruturas de apoio; A economia enraizada na sociedade; A origem das transações econômicas; Equivalências nas sociedades arcaicas; A tríade catalática - comércio, dinheiro e mercados; Comerciantes e comércio; Objetos monetários e usos do dinheiro; Elementos de mercado e origens do mercado, entre outros.

subsistência do homem e ensaios correlatos, a Capa ilustrativa

subsistência do homem e ensaios correlatos, a

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1339 qualificações
R$ 81,18 + frete R$ 22,19

Total: R$ 103,37

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado i

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1897 qualificações
R$ 82,00 + frete R$ 10,61

Total: R$ 92,61

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Esta obra traz capítulos como - A falácia economicista; Os dois significados de econômico; Formas de integração e estruturas de apoio; A economia enraizada na sociedade; A origem das transações econômicas; Equivalências nas sociedades arcaicas; A tríade catalática - comércio, dinheiro e mercados; Comerciantes e comércio; Objetos monetários e usos do dinheiro; Elementos de mercado e origens do mercado, entre outros.

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1897 qualificações
R$ 82,00 + frete R$ 10,61

Total: R$ 92,61

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Esta obra traz capítulos como - A falácia economicista; Os dois significados de econômico; Formas de integração e estruturas de apoio; A economia enraizada na sociedade; A origem das transações econômicas; Equivalências nas sociedades arcaicas; A tríade catalática - comércio, dinheiro e mercados; Comerciantes e comércio; Objetos monetários e usos do dinheiro; Elementos de mercado e origens do mercado, entre outros.

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

SUBSISTENCIA DO HOMEM E ENSAIOS CORRELATOS, A

Ano:   Editora: Contraponto

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1897 qualificações
R$ 82,00 + frete R$ 10,61

Total: R$ 92,61

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Esta obra traz capítulos como - A falácia economicista; Os dois significados de econômico; Formas de integração e estruturas de apoio; A economia enraizada na sociedade; A origem das transações econômicas; Equivalências nas sociedades arcaicas; A tríade catalática - comércio, dinheiro e mercados; Comerciantes e comércio; Objetos monetários e usos do dinheiro; Elementos de mercado e origens do mercado, entre outros.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro