A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
As Armas Cidadaos Capa ilustrativa

Ás Armas, Cidadãos!

José Murilo de Carvalho

Nos anos imediatamente anteriores ao Sete de Setembro de 1822 - e, no caso da Bahia, até a expulsão definitiva das tropas portuguesas, em julho de 1823 -, ?Às armas, cidadãos!? era um dos lemas mais frequentes nos panfletos políticos reproduzidos à mão no Brasil e em Portugal, então conhecidos como ?papelinhos?. Embora a emancipação da colônia portuguesa não tenha desencadeado conflitos militares tão violentos como as guerras de independência na América Espanhola, a retórica incendiária era uma característica comum aos panfletos que circulavam na época: tanto partidários da Coroa portuguesa como os que apoiavam as pretensões do príncipe d. Pedro ao trono brasileiro se mostravam prontos para combater por suas ideias e interesses. Os 32 documentos reunidos em Às armas, cidadãos! - reproduzidos no volume - fornecem subsídios inestimáveis para a compreensão dos anos decisivos da formação do Brasil moderno. Com organização dos historiadores José Murilo de Carvalho, Lúcia Bastos e Marcello Basile, o livro inclui uma esclarecedora introdução ao contexto político dos panfletos, além de um amplo aparato de notas explicativas e uma cronologia abrangente dos acontecimentos que levaram ao Grito do Ipiranga. Redigidos em Salvador, no Rio de Janeiro e em Portugal, os panfletos selecionados conservam em seu formato rústico o sabor pitoresco daquele período crítico da fundação do país. Fechar Ler mais

Nos anos imediatamente anteriores ao Sete de Setembro de 1822 - e, no caso da Bahia, até a expulsão definitiva das tropas portuguesas, em julho de 1823 -, ?Às armas, cidadãos!? era um dos lemas mais frequentes nos panfletos políticos reproduzidos à mão no Brasil e em Portugal, então conhecidos como ?papelinhos?. Embora a emancipação da colônia portuguesa não tenha desencadeado conflitos militares tão violentos como as guerras de independência na América Espanhola, a retórica incendiária era uma característica comum aos panfletos que circulavam na época: tanto partidários da Coroa portuguesa como os que apoiavam as pretensões do príncipe d. Pedro ao trono brasileiro se mostravam prontos para combater por suas ideias e interesses. Os 32 documentos reunidos em Às armas, cidadãos! - reproduzidos no volume - fornecem subsídios inestimáveis para a compreensão dos anos decisivos da formação do Brasil moderno. Com organização dos historiadores José Murilo de Carvalho, Lúcia Bastos e Marcello Basile, o livro inclui uma esclarecedora introdução ao contexto político dos panfletos, além de um amplo aparato de notas explicativas e uma cronologia abrangente dos acontecimentos que levaram ao Grito do Ipiranga. Redigidos em Salvador, no Rio de Janeiro e em Portugal, os panfletos selecionados conservam em seu formato rústico o sabor pitoresco daquele período crítico da fundação do país. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Às Armas, Cidadãos!

Às Armas, Cidadãos!

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Às Armas, Cidadãos!

Às Armas, Cidadãos!

Ano:   Editora: Ufmg

Tipo: novo

Letteris Letteris RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
394 qualificações
R$ 31,80 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, sem uso. aa/hh st17bie 1/2. Subtítulo: Panfletos Manuscritos da Independência do Brasil 1820 1823. Distribuídos de mão em mão, afixados nos postes ou lidos em voz alta para um público eletrizado e buliçoso, os panfletos manuscritos que circularam nas ruas do Brasil e de Portugal às vésperas da Independência são documentos de valor inestimável para a historiografia do período. Essa compilação dos papelinhos como então eram conhecidos políticos sobreviventes, produzidos tanto por brasileiros autonomistas como por partidários da monarquia portuguesa, reconstitui os principais acontecimentos que resultaram no Sete de Setembro de 1822.

Às Armas, Cidadãos!

Às Armas, Cidadãos!

Ano:   Editora: Ufmg

Tipo: novo

Letteris Letteris RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
394 qualificações
R$ 31,80 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, sem uso. aa/hh st17bie 2/2. Subtítulo: Panfletos Manuscritos da Independência do Brasil 1820 1823. Distribuídos de mão em mão, afixados nos postes ou lidos em voz alta para um público eletrizado e buliçoso, os panfletos manuscritos que circularam nas ruas do Brasil e de Portugal às vésperas da Independência são documentos de valor inestimável para a historiografia do período. Essa compilação dos papelinhos como então eram conhecidos políticos sobreviventes, produzidos tanto por brasileiros autonomistas como por partidários da monarquia portuguesa, reconstitui os principais acontecimentos que resultaram no Sete de Setembro de 1822.

Às Armas, Cidadãos! Panfletos Manuscritos da Independência do Brasil

Às Armas, Cidadãos! Panfletos Manuscritos da Independência do Brasil

Ano:   Editora: Ufmg

Tipo: novo

Livraria Humanidades Livraria Humanidades MG - Belo Horizonte
100% Positivas
152 qualificações
R$ 39,90 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo / sem uso. Postagem imediata. Nota fiscal. "Distribuídos de mão em mão, afixados nos postes ou lidos em voz alta para um público eletrizado e buliçoso, os panfletos manuscritos que circularam nas ruas do Brasil e de Portugal às vésperas da Independência são documentos de valor inestimável para a historiografia do período. Esta compilação dos “papelinhos” (como então eram conhecidos) políticos sobreviventes, produzidos tanto por brasileiros autonomistas como por partidários da monarquia portuguesa, reconstitui os principais acontecimentos que resultaram no Sete de Setembro de 1822: a repercussão da Revolução Liberal do Porto, o regresso do rei d. João VI a Lisboa, as agitações militares em diversas províncias do Brasil e, finalmente, a deflagração do movimento independentista ...

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro