A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Politicas da Escrita Capa ilustrativa

Políticas da Escrita

Jacques Rancière

Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de "partilha do sensível", Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com "gosto de desgraça e de fumaça" de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes (sobre o qual escreve páginas primorosas no texto "Teologias do romance"), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensamento de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do "fim da história", de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do "acontecimento". Fechar Ler mais

Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de "partilha do sensível", Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com "gosto de desgraça e de fumaça" de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes (sobre o qual escreve páginas primorosas no texto "Teologias do romance"), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensamento de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do "fim da história", de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do "acontecimento". Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Políticas da Escrita

43 livros novos e 5 livros usados em 20 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Chama de Uma Vela Sebo Chama de Uma Vela SP - São Paulo
98% Positivas
87 qualificações
R$ 48,00 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Frete Grátis. Filosofia. Capa brochura e páginas em ótimo estado. Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação. Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: Ed 34

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Dulcinéia Sebo Dulcinéia SP - São Paulo
100% Positivas
224 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 10,45

Total: R$ 50,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em bom estado, sinais de uso nas bordas da capa, miolo sem amarelamento ou grifos. P048 - 201628922

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo do Bac Sebo do Bac SP - São Paulo
100% Positivas
70 qualificações
R$ 44,00 + frete R$ 9,93

Total: R$ 53,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo ! "Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação." Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo do Bac Sebo do Bac SP - São Paulo
100% Positivas
70 qualificações
R$ 44,00 + frete R$ 9,93

Total: R$ 53,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo ! "Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação." Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

Políticas da escrita Capa ilustrativa

Políticas da escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
100% Positivas
1385 qualificações
R$ 44,30 + frete R$ 10,82

Total: R$ 55,12

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21 cm, 304 pág. Sinopse: Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de partilha do sensível, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com gosto de desgraça e de fumaça de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervan

Políticas da escrita Capa ilustrativa

Políticas da escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
100% Positivas
1385 qualificações
R$ 44,30 + frete R$ 10,82

Total: R$ 55,12

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21 cm, 304 pág. Sinopse: Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de partilha do sensível, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com gosto de desgraça e de fumaça de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervan

Políticas da escrita Capa ilustrativa

Políticas da escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
100% Positivas
1385 qualificações
R$ 44,30 + frete R$ 10,82

Total: R$ 55,12

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21 cm, 304 pág. Sinopse: Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de partilha do sensível, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com gosto de desgraça e de fumaça de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervan

Políticas da escrita Capa ilustrativa

Políticas da escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
100% Positivas
1385 qualificações
R$ 44,30 + frete R$ 10,82

Total: R$ 55,12

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21 cm, 304 pág. Sinopse: Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de partilha do sensível, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com gosto de desgraça e de fumaça de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervan

Políticas da escrita Capa ilustrativa

Políticas da escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
100% Positivas
1385 qualificações
R$ 44,30 + frete R$ 10,82

Total: R$ 55,12

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21 cm, 304 pág. Sinopse: Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de partilha do sensível, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com gosto de desgraça e de fumaça de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervan

Políticas da escrita

Políticas da escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

UmLivro UmLivro SP - Cotia
99% Positivas
363 qualificações
R$ 46,02 + frete R$ 9,93

Total: R$ 55,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação. Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

Políticas da escrita

Políticas da escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

UmLivro UmLivro SP - Cotia
99% Positivas
363 qualificações
R$ 46,02 + frete R$ 9,93

Total: R$ 55,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação. Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

Políticas da Escrita: Capa ilustrativa

Políticas da Escrita:

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
95% Positivas
225 qualificações
R$ 46,90 + frete R$ 9,40

Total: R$ 56,30

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ublicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière — Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII — dá provas da força e originalidade de seu pe nsamento. Com base no conceito de “partilha do sensível”, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegu e revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron desdobrar os sentidos da palavra com “gosto de desgraça e de fumaça” de Óssip Mandelstam produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes ( sobre o qual escreve páginas primorosas no texto “Teologias do romance”), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensame nto de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do “fim da história”, de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do “aco ntecimento”.

Políticas da Escrita: Capa ilustrativa

Políticas da Escrita:

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
95% Positivas
225 qualificações
R$ 46,90 + frete R$ 9,40

Total: R$ 56,30

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ublicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière — Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII — dá provas da força e originalidade de seu pe nsamento. Com base no conceito de “partilha do sensível”, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegu e revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron desdobrar os sentidos da palavra com “gosto de desgraça e de fumaça” de Óssip Mandelstam produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes ( sobre o qual escreve páginas primorosas no texto “Teologias do romance”), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensame nto de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do “fim da história”, de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do “aco ntecimento”.

Políticas da Escrita: Capa ilustrativa

Políticas da Escrita:

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
95% Positivas
225 qualificações
R$ 46,90 + frete R$ 9,40

Total: R$ 56,30

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ublicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière — Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII — dá provas da força e originalidade de seu pe nsamento. Com base no conceito de “partilha do sensível”, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegu e revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron desdobrar os sentidos da palavra com “gosto de desgraça e de fumaça” de Óssip Mandelstam produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes ( sobre o qual escreve páginas primorosas no texto “Teologias do romance”), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensame nto de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do “fim da história”, de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do “aco ntecimento”.

Políticas da Escrita: Capa ilustrativa

Políticas da Escrita:

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
95% Positivas
225 qualificações
R$ 46,90 + frete R$ 9,40

Total: R$ 56,30

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ublicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière — Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII — dá provas da força e originalidade de seu pe nsamento. Com base no conceito de “partilha do sensível”, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegu e revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron desdobrar os sentidos da palavra com “gosto de desgraça e de fumaça” de Óssip Mandelstam produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes ( sobre o qual escreve páginas primorosas no texto “Teologias do romance”), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensame nto de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do “fim da história”, de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do “aco ntecimento”.

Políticas da Escrita: Capa ilustrativa

Políticas da Escrita:

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
95% Positivas
225 qualificações
R$ 46,90 + frete R$ 9,40

Total: R$ 56,30

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ublicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière — Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII — dá provas da força e originalidade de seu pe nsamento. Com base no conceito de “partilha do sensível”, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegu e revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron desdobrar os sentidos da palavra com “gosto de desgraça e de fumaça” de Óssip Mandelstam produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes ( sobre o qual escreve páginas primorosas no texto “Teologias do romance”), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensame nto de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do “fim da história”, de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do “aco ntecimento”.

políticas da escrita Capa ilustrativa

políticas da escrita

Ano:   Editora: Trinta Quatro

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
97% Positivas
947 qualificações
R$ 44,25 + frete R$ 12,19

Total: R$ 56,44

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

políticas da escrita Capa ilustrativa

políticas da escrita

Ano:   Editora: Trinta Quatro

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
97% Positivas
947 qualificações
R$ 44,25 + frete R$ 12,19

Total: R$ 56,44

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

políticas da escrita Capa ilustrativa

políticas da escrita

Ano:   Editora: Trinta Quatro

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
97% Positivas
947 qualificações
R$ 44,25 + frete R$ 12,19

Total: R$ 56,44

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

Politicas da escrita Capa ilustrativa

Politicas da escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo Simples Sebo Simples SP - São Paulo
97% Positivas
77 qualificações
R$ 47,20 + frete R$ 9,40

Total: R$ 56,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, direto da editora

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
100% Positivas
144 qualificações
R$ 46,80 + frete R$ 9,93

Total: R$ 56,73

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 304pp.

Políticas da Escrita Capa ilustrativa

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Ludy Livros Ludy Livros RS - Porto Alegre
100% Positivas
107 qualificações
R$ 47,00 + frete R$ 9,93

Total: R$ 56,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! Lacrado no plástico!

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo do Bac Sebo do Bac SP - São Paulo
100% Positivas
70 qualificações
R$ 47,20 + frete R$ 9,93

Total: R$ 57,13

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo ! "Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação." Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo do Bac Sebo do Bac SP - São Paulo
100% Positivas
70 qualificações
R$ 47,00 + frete R$ 10,45

Total: R$ 57,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo ! "Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação." Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo do Bac Sebo do Bac SP - São Paulo
100% Positivas
70 qualificações
R$ 47,20 + frete R$ 10,45

Total: R$ 57,65

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo ! "Antes de ser o exercício de uma competência, o ato de escrever é uma maneira de ocupar o sensível e de dar sentido a essa ocupação." Partindo dessa afirmação, o filósofo Jacques Rancière investiga em nove ensaios o que está em jogo na escrita de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com lucidez incomum, Políticas da escrita renova nossa percepção de autores fundamentais como Rimbaud, Wordsworth, Byron, Mandelstam, Cervantes, Balzac, mas também de historiadores como Jules Michelet, Fernand Braudel e outros.

POLITICAS DA ESCRITA:

POLITICAS DA ESCRITA:

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
97% Positivas
1714 qualificações
R$ 47,20 + frete R$ 11,35

Total: R$ 58,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edicao francesa, esta reuniao de ensaios do filosofo Jacques Ranciere - Professor Emerito de Estetica e Politica na Universidade de Paris VIII - da provas da forca e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de partilha do sensivel , Politicas da escrita investiga em nove capitulos o que esta no cerne da experiencia de poetas, romancistas, filosofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Ranciere consegue revelar o teor estetico e politico das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com gosto de desgraca e de fumaca de Ossip Mandelstam; produzir iluminacoes geniais a partir do Quixote de Cervantes (sobre o qual escreve paginas primorosas no texto Teologias do romance , alem de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edicao, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensamento de Ranciere e os debates em que tomava parte na decada de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do fim da historia , de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a forca do acontecimento .

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
133 qualificações
R$ 53,10 + frete R$ 6,35

Total: R$ 59,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière — Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII — dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de “partilha do sensível”, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com “gosto de desgraça e de fumaça” de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes (sobre o qual escreve páginas primorosas no texto “Teologias do romance”), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensamento de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do “fim da história”, de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do “acontecimento”.

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
133 qualificações
R$ 53,10 + frete R$ 6,35

Total: R$ 59,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière — Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII — dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de “partilha do sensível”, Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com “gosto de desgraça e de fumaça” de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes (sobre o qual escreve páginas primorosas no texto “Teologias do romance”), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensamento de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do “fim da história”, de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do “acontecimento”.

Políticas da Escrita

Políticas da Escrita

Ano:   Editora: 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
100% Positivas
144 qualificações
R$ 49,80 + frete R$ 9,93

Total: R$ 59,73

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 304pp.

POLITICAS DA ESCRITA Capa ilustrativa

POLITICAS DA ESCRITA

Ano:   Editora: Editora 34

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
100% Positivas
216 qualificações
R$ 47,20 + frete R$ 14,50

Total: R$ 61,70

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, com garantia SKU: L99131243 ISBN: 9788573266627 Páginas: 304 Sinopse: Publicada originalmente no Brasil em 1995, antes mesmo de uma edição francesa, esta reunião de ensaios do filósofo Jacques Rancière - Professor Emérito de Estética e Política na Universidade de Paris VIII - dá provas da força e originalidade de seu pensamento. Com base no conceito de partilha do sensível , Políticas da escrita investiga em nove capítulos o que está no cerne da experiência de poetas, romancistas, filósofos e historiadores. Com olhar agudo e sensibilidade incomum, Rancière consegue revelar o teor estético e político das aventuras de autores como Rimbaud, Wordsworth ou Byron; desdobrar os sentidos da palavra com gosto de desgraça e de fumaça de Óssip Mandelstam; produzir iluminações geniais a partir do Quixote de Cervantes (sobre o qual escreve páginas primorosas no texto Teologias do romance ), além de analisar passagens cruciais de Michelet, Braudel ou Althusser. A presente edição, revista e acrescida de notas, permite ao leitor acompanhar, simultaneamente, o pensamento de Rancière e os debates em que tomava parte na década de 1990, quando o liberalismo ganhava terreno com as teorias do fim da história , de Fukuyama, e na historiografia recrudesciam os argumentos revisionistas que procuram negar a força do acontecimento .

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro