A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Gisela Creni

A autora nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas; o dos editores artesanais brasileiros, cujas edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa. Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas; o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor. No projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado; a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. Como aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores. A opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível. Fechar Ler mais

A autora nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas; o dos editores artesanais brasileiros, cujas ediçõe s, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa. Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas; o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor. No projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado; a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. Como aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores. A opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Editores Artesanais Brasileiros

17 livros novos e 2 livros usados em 8 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Editores Artesanais Brasileiros

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Cultura Livraria Cultura SP - São Paulo
99% Positivas
1070 qualificações
R$ 30,20 + frete R$ 9,40

Total: R$ 39,60

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro.REsultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. SOmos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa.TOdos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. SUas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. SEu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas: o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor.NO projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado: a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O Conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. COmo aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores.A Opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível.COm uma linguagem de fácil entendimento que não intimida o leitor, esta obra de Gisela trata o tema de maneira clara, e, ao refletir e comunicar essa aventura editorial, nos presenteia com a revelação das facetas do livro artesanal e das possibilidades contidas em suas páginas.CRistina AntunesCuradora da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

Editores Artesanais Brasileiros

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Quitanda Literária Quitanda Literária RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
69 qualificações
R$ 36,82 + frete R$ 9,40

Total: R$ 46,22

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Raridade - Brochura - Bom estado: miolo sem marcações e sublinhados - praticamente novo - 16x23 cm - 159 p - E/P1 frente - 201624258

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wesley Cruz Wesley Cruz MG - Belo Horizonte
100% Positivas
289 qualificações
R$ 38,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 47,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVOS

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wesley Cruz Wesley Cruz MG - Belo Horizonte
100% Positivas
289 qualificações
R$ 38,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 47,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVOS

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Crisalida Livraria Crisalida Livraria MG - Belo Horizonte
90% Positivas
167 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 9,93

Total: R$ 49,83

Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura, 16x23cm, 160 pgs; muito bom estado geral, sem anotações ou marcas; bibliofilia; historia do livro no Brasil

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1709 qualificações
R$ 41,20 + frete R$ 8,82

Total: R$ 50,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23, 160 pág. Sinopse: Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Am

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1709 qualificações
R$ 41,20 + frete R$ 8,82

Total: R$ 50,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23, 160 pág. Sinopse: Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Am

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1709 qualificações
R$ 41,20 + frete R$ 8,82

Total: R$ 50,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23, 160 pág. Sinopse: Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Am

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1709 qualificações
R$ 41,20 + frete R$ 8,82

Total: R$ 50,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23, 160 pág. Sinopse: Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Am

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1709 qualificações
R$ 41,20 + frete R$ 8,82

Total: R$ 50,02

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 16 x 23, 160 pág. Sinopse: Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Am

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS Capa ilustrativa

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
97% Positivas
1539 qualificações
R$ 43,92 + frete R$ 9,93

Total: R$ 53,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edicoes, em pequenas tiragens, trazem a tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS Capa ilustrativa

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
97% Positivas
1539 qualificações
R$ 43,92 + frete R$ 9,93

Total: R$ 53,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edicoes, em pequenas tiragens, trazem a tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS Capa ilustrativa

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
97% Positivas
1539 qualificações
R$ 43,92 + frete R$ 9,93

Total: R$ 53,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edicoes, em pequenas tiragens, trazem a tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS Capa ilustrativa

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
97% Positivas
1539 qualificações
R$ 43,92 + frete R$ 9,93

Total: R$ 53,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edicoes, em pequenas tiragens, trazem a tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS Capa ilustrativa

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
97% Positivas
1539 qualificações
R$ 43,92 + frete R$ 9,93

Total: R$ 53,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edicoes, em pequenas tiragens, trazem a tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
93% Positivas
135 qualificações
R$ 49,41 + frete R$ 7,87

Total: R$ 57,28

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa. Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas: o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor. No projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado: a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. Como aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores. A opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível. Com uma linguagem de fácil entendimento que não intimida o leitor, esta obra de Gisela trata o tema de maneira clara, e, ao refletir e comunicar essa aventura editorial, nos presenteia com a revelação das facetas do livro artesanal e das possibilidades contidas em suas páginas. Cristina Antunes Curadora da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

Editores Artesanais Brasileiros Capa ilustrativa

Editores Artesanais Brasileiros

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
93% Positivas
135 qualificações
R$ 49,41 + frete R$ 7,87

Total: R$ 57,28

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro. Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa. Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas: o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor. No projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado: a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. Como aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores. A opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível. Com uma linguagem de fácil entendimento que não intimida o leitor, esta obra de Gisela trata o tema de maneira clara, e, ao refletir e comunicar essa aventura editorial, nos presenteia com a revelação das facetas do livro artesanal e das possibilidades contidas em suas páginas. Cristina Antunes Curadora da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

Ano:   Editora: Autentica Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
99% Positivas
448 qualificações
R$ 54,90 + frete R$ 7,87

Total: R$ 62,77

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro.Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa.Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas: o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor.No projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado: a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. Como aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores.A opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível.Com uma linguagem de fácil entendimento que não intimida o leitor, esta obra de Gisela trata o tema de maneira clara, e, ao refletir e comunicar essa aventura editorial, nos presenteia com a revelação das facetas do livro artesanal e das possibilidades contidas em suas páginas.Cristina AntunesCuradora da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

EDITORES ARTESANAIS BRASILEIROS

Ano:   Editora: Autentica Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
99% Positivas
448 qualificações
R$ 54,90 + frete R$ 7,87

Total: R$ 62,77

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Neste belo livro, Gisela Creni nos guia por um universo desconhecido da maioria das pessoas: o dos editores artesanais brasileiros, cujas surpreendentes edições, em pequenas tiragens, trazem à tona um novo olhar brasileiro sobre o livro.Resultado de uma pesquisa original que apresenta um relato minucioso sobre a produção das editoras artesanais, a autora nos oferece ainda os perfis de seus criadores, que atuaram não apenas no eixo Rio-São Paulo, mas também em outros estados brasileiros. Somos, inicialmente, apresentados a João Cabral de Melo Neto e sua editora O Livro Inconsútil; em seguida, a Manuel Segalá e Philobiblion; a Geir Campos e a Thiago de Mello e sua Hipocampo; a Pedro Moacir Maia e Dinamene; a Gastão de Holanda e O Gráfico Amador, Mini Graf e Fontana; e, finalmente, a Cleber Teixeira e sua editora Noa Noa.Todos esses editores singulares buscavam o processo da produção artesanal individualizada. Suas edições não nascem da pura fantasia, mas de uma combinação de espírito criador e capacidade de idealizar, coordenar e realizar seus projetos. Seu trabalho representa a reunião, numa só pessoa, de tarefas, no geral, claramente separadas: o responsável pela edição artesanal pode ser, ao mesmo tempo, autor, ilustrador, editor, tipógrafo e distribuidor.No projeto gráfico cuidadoso, mas não luxuoso, tudo é pensado: a composição do texto no papel criando uma distribuição especial, a tipologia escolhida, a diagramação a ser adotada, a página de rosto, o colofão, o formato final do livro. O conjunto desses fatores, aliados às ilustrações, abre uma nova fronteira estética para o leitor. Como aconteceu com José Mindlin, que reuniu em sua biblioteca praticamente toda a produção dessas editoras artesanais, não apenas por seu interesse nos livros em si, mas também pelo convívio e amizade com todos esses editores.A opção pela publicação do gênero da poesia e de autores brasileiros muitas vezes desconhecidos, juntamente com traduções de autores estrangeiros, constitui apenas um dentre os vários componentes que tornaram a riqueza dessa produção editorial possível.Com uma linguagem de fácil entendimento que não intimida o leitor, esta obra de Gisela trata o tema de maneira clara, e, ao refletir e comunicar essa aventura editorial, nos presenteia com a revelação das facetas do livro artesanal e das possibilidades contidas em suas páginas.Cristina AntunesCuradora da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro