A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Tentativa de Esgotamento de um Local Parisiense Capa ilustrativa

Tentativa de Esgotamento de um Local Parisiense

Georges Perec

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Refinar resultado

35 livros novos e 2 livros usados em 12 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: Gustavo Gili Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
1011 qualificações
R$ 31,85 + frete R$ 8,24

Total: R$ 40,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: Gustavo Gili Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
1011 qualificações
R$ 31,85 + frete R$ 8,24

Total: R$ 40,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: Gustavo Gili Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
1011 qualificações
R$ 31,85 + frete R$ 8,24

Total: R$ 40,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: Gustavo Gili Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
1011 qualificações
R$ 31,85 + frete R$ 8,24

Total: R$ 40,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: Gustavo Gili Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
1011 qualificações
R$ 31,85 + frete R$ 8,24

Total: R$ 40,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gustavo Gili Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Zamboni Books Zamboni Books SP - São Paulo
96% Positivas
209 qualificações
R$ 33,81 + frete R$ 8,24

Total: R$ 42,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo.Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens.Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura."

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gustavo Gili Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Zamboni Books Zamboni Books SP - São Paulo
96% Positivas
209 qualificações
R$ 33,81 + frete R$ 8,24

Total: R$ 42,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo.Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens.Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura."

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gustavo Gili Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Zamboni Books Zamboni Books SP - São Paulo
96% Positivas
209 qualificações
R$ 33,81 + frete R$ 8,24

Total: R$ 42,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo.Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens.Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura."

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gustavo Gili Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Zamboni Books Zamboni Books SP - São Paulo
96% Positivas
209 qualificações
R$ 33,81 + frete R$ 8,24

Total: R$ 42,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo.Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens.Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura."

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Tentativa de Esgotamento de Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gustavo Gili Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Zamboni Books Zamboni Books SP - São Paulo
96% Positivas
209 qualificações
R$ 33,81 + frete R$ 8,24

Total: R$ 42,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo.Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens.Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura."

Tentativa de Esgotamento de um Local Parisiense Capa ilustrativa

Tentativa de Esgotamento de um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gg Brasil

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Padula Livros Padula Livros RS - Porto Alegre
99% Positivas
137 qualificações
R$ 34,00 + frete R$ 8,82

Total: R$ 42,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. Livro em ótimo estado. Sem grifos. dep13a

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
1323 qualificações
R$ 36,75 + frete R$ 8,24

Total: R$ 44,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.sar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável ? como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão ? recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. ?O que acontece quando não acontece nada?, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura. "

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
1323 qualificações
R$ 36,75 + frete R$ 8,24

Total: R$ 44,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.sar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável ? como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão ? recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. ?O que acontece quando não acontece nada?, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura. "

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
1323 qualificações
R$ 36,75 + frete R$ 8,24

Total: R$ 44,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.sar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável ? como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão ? recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. ?O que acontece quando não acontece nada?, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura. "

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Tentativa De Esgotamento De Um Local Parisiense

Ano:   Editora: Gg Brasil

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
1323 qualificações
R$ 36,75 + frete R$ 8,24

Total: R$ 44,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável – como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão – recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. “O que acontece quando não acontece nada”, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.sar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável ? como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão ? recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. ?O que acontece quando não acontece nada?, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura. "

Tentativa de Esgotamento de um Local Parisiense Capa ilustrativa

Tentativa de Esgotamento de um Local Parisiense

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Kangoroo Web Kangoroo Web SP - São Paulo
91% Positivas
326 qualificações
R$ 38,07 + frete R$ 8,82

Total: R$ 46,89

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, nunca manuseado, direto da Editora!!!

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros 2 Astro dos Livros 2 SP - São Paulo
100% Positivas
30 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros Astro dos Livros SP - São Paulo
100% Positivas
140 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros Astro dos Livros SP - São Paulo
100% Positivas
140 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros 2 Astro dos Livros 2 SP - São Paulo
100% Positivas
30 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros Astro dos Livros SP - São Paulo
100% Positivas
140 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros 2 Astro dos Livros 2 SP - São Paulo
100% Positivas
30 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros 2 Astro dos Livros 2 SP - São Paulo
100% Positivas
30 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros Astro dos Livros SP - São Paulo
100% Positivas
140 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros 2 Astro dos Livros 2 SP - São Paulo
100% Positivas
30 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE Capa ilustrativa

TENTATIVA DE ESGOTAMENTO DE UM LOCAL PARISIENSE

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Astro dos Livros Astro dos Livros SP - São Paulo
100% Positivas
140 qualificações
R$ 41,16 + frete R$ 8,82

Total: R$ 49,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em outubro de 1974, Georges Perec instalou-se por três dias seguidos na praça Saint-Sulpice, em Paris. Em diversos momentos desses dias anotou tudo o que via: os acontecimentos cotidianos da rua, as pessoas, os veículos, os animais, as nuvens, o passar do tempo. Fez listas de tudo o que ocorria, mesmo dos fatos mais insignificantes da vida cotidiana. Mas nada ou quase nada de conclusivo. Entretanto, sua visão, de uma percepção humana única, vibrante, impressionista e variável - como a pictórica de Monet diante da catedral de Ruão - recolheu os mil detalhes pequenos e imperceptíveis que compõem a vida de uma grande cidade, de um bairro determinado de uma grande cidade: as incontáveis e sutis variações do clima atmosférico, da luz, dos cenários, de tudo o que está vivo. Ônibus, cães, transeuntes, turistas. O que acontece quando não acontece nada, só o passar do tempo, das pessoas, dos carros e das nuvens. Texto magistral no contexo da obra de Perec, autor já considerado um clássico da literatura.

tentativa de esgotamento de um local parisiense Capa ilustrativa

tentativa de esgotamento de um local parisiense

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
95% Positivas
970 qualificações
R$ 41,65 + frete R$ 11,87

Total: R$ 53,52

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado c

tentativa de esgotamento de um local parisiense Capa ilustrativa

tentativa de esgotamento de um local parisiense

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
95% Positivas
970 qualificações
R$ 41,65 + frete R$ 11,87

Total: R$ 53,52

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado c

tentativa de esgotamento de um local parisiense Capa ilustrativa

tentativa de esgotamento de um local parisiense

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
95% Positivas
970 qualificações
R$ 41,65 + frete R$ 11,87

Total: R$ 53,52

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado c

tentativa de esgotamento de um local parisiense Capa ilustrativa

tentativa de esgotamento de um local parisiense

Ano:   Editora: G Gili Editora

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
95% Positivas
970 qualificações
R$ 41,65 + frete R$ 11,87

Total: R$ 53,52

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado c

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro