A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Literatura e o Mal Capa ilustrativa

A Literatura e o Mal

Georges Bataille

Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido – ou de seu não-sentido –, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges    

Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido – ou de seu não-sentido –, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Literatura e o Mal

Capa ilustrativa
Refinar resultado

30 livros novos e 14 livros usados em 24 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
A Literatura e o Mal Capa ilustrativa

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: L Pm

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Loplop Livros Loplop Livros SP - São Paulo
99% Positivas
121 qualificações
R$ 25,00 + frete R$ 8,82

Total: R$ 33,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação. Brochura, formato 21 cm x 14 cm, 222 pg, aproximadamente quarenta páginas com grifos a lápis. Leves marcas de desgaste por manuseio na capa e lombada mas sem rasura ou qualquer avaria. Páginas e corte das páginas amarelados (oxidados pela ação do tempo).

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Lpm

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Traça Livraria e Sebo Traça Livraria e Sebo RS - Porto Alegre
100% Positivas
644 qualificações
R$ 29,90 + frete R$ 8,35

Total: R$ 38,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ID 1164719 Encadernação: Brochura Estado de Conservação: Bom livro já lido. encadernação comum. editoração normal. papel comum. livro adquirido de particular. poucas marcas do tempo na capa. poucas marcas de tempo nas páginas. corte um pouco escurecido. livro em bom estado de conservação folha de rosto e ficha catalográfica arrancadas.

A Literatura e o Mal Capa ilustrativa

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: L Pm

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Atalho Literário Atalho Literário RS - Canoas
96% Positivas
109 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 39,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição C 43

A Literatura e o Mal Capa ilustrativa

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Beco dos Livros Beco dos Livros RS - Porto Alegre
100% Positivas
47 qualificações
R$ 29,00 + frete R$ 10,45

Total: R$ 39,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição corte escurecido Miolo: sem marcas, riscos ou sublinhados sem uso, ótimo estado na1263

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: L Pm

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Amaral Livraria Amaral SP - São Paulo
100% Positivas
276 qualificações
R$ 31,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 40,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Usado aceitável estado de conservação.Brochura, 349 págs. Não contém anotações, nome do ex-dono, grifos ou destaques em marca texto.Com pontos de oxidação nas bordas e corte lateral.

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
R$ 33,37 + frete R$ 8,82

Total: R$ 42,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição So a literatura podia desnudar o jogo da transgressao da lei sem a qual a lei nao teria fim independentemente de uma ordem a criar. A literatura nao pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Nao cabe a ela concluir: aquilo que eu disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade , ou, como faz o cristianismo: aquilo que eu disse (a tragedia do Evangelho) nos coloca na via do Bem (ou seja, na pratica, da razao). A literatura e mesmo, como a transgressao da lei moral, um perigo. Sendo inorganica, ela e irresponsavel. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
R$ 33,37 + frete R$ 8,82

Total: R$ 42,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição So a literatura podia desnudar o jogo da transgressao da lei sem a qual a lei nao teria fim independentemente de uma ordem a criar. A literatura nao pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Nao cabe a ela concluir: aquilo que eu disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade , ou, como faz o cristianismo: aquilo que eu disse (a tragedia do Evangelho) nos coloca na via do Bem (ou seja, na pratica, da razao). A literatura e mesmo, como a transgressao da lei moral, um perigo. Sendo inorganica, ela e irresponsavel. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
R$ 33,37 + frete R$ 8,82

Total: R$ 42,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição So a literatura podia desnudar o jogo da transgressao da lei sem a qual a lei nao teria fim independentemente de uma ordem a criar. A literatura nao pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Nao cabe a ela concluir: aquilo que eu disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade , ou, como faz o cristianismo: aquilo que eu disse (a tragedia do Evangelho) nos coloca na via do Bem (ou seja, na pratica, da razao). A literatura e mesmo, como a transgressao da lei moral, um perigo. Sendo inorganica, ela e irresponsavel. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
R$ 33,37 + frete R$ 8,82

Total: R$ 42,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição So a literatura podia desnudar o jogo da transgressao da lei sem a qual a lei nao teria fim independentemente de uma ordem a criar. A literatura nao pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Nao cabe a ela concluir: aquilo que eu disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade , ou, como faz o cristianismo: aquilo que eu disse (a tragedia do Evangelho) nos coloca na via do Bem (ou seja, na pratica, da razao). A literatura e mesmo, como a transgressao da lei moral, um perigo. Sendo inorganica, ela e irresponsavel. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

LITERATURA E O MAL, A - COLECAO FILO

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
R$ 33,37 + frete R$ 8,82

Total: R$ 42,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição So a literatura podia desnudar o jogo da transgressao da lei sem a qual a lei nao teria fim independentemente de uma ordem a criar. A literatura nao pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Nao cabe a ela concluir: aquilo que eu disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade , ou, como faz o cristianismo: aquilo que eu disse (a tragedia do Evangelho) nos coloca na via do Bem (ou seja, na pratica, da razao). A literatura e mesmo, como a transgressao da lei moral, um perigo. Sendo inorganica, ela e irresponsavel. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Alvares Machado Sebo Alvares Machado SP - São Paulo
100% Positivas
220 qualificações
R$ 33,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 42,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, 200 páginas em ótimo estado de conservação. Sem grifos ou rasuras. Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ou de seu não-sentido , afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da r... - 201655048

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Alvares Machado Sebo Alvares Machado SP - São Paulo
100% Positivas
220 qualificações
R$ 33,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 42,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, 200 páginas em ótimo estado de conservação. Sem grifos ou rasuras. Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ou de seu não-sentido , afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da r... - 201657657

Literatura E O Mal,a

Literatura E O Mal,a

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
97% Positivas
696 qualificações
R$ 34,86 + frete R$ 8,35

Total: R$ 43,21

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ? ou de seu não-sentido ?, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Authentic Livros Authentic Livros SP - São Paulo
100% Positivas
322 qualificações
R$ 39,84 + frete R$ 7,87

Total: R$ 47,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Só a literatura podia desnudar o jogo da transgressão da lei – sem a qual a lei não teria fim – independentemente de uma ordem a criar. A literatura não pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Não cabe a ela concluir: “aquilo que e u disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade” ou, como faz o cristianismo: “aquilo que eu disse (a tragédia do Evangelho) nos coloca na via do Bem” (ou seja, na prática, da razão). A literatura é mesmo, como a transgressão da lei moral, um perigo. Sendo inorgânica, ela é irresponsável. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Authentic Livros Authentic Livros SP - São Paulo
100% Positivas
322 qualificações
R$ 39,84 + frete R$ 7,87

Total: R$ 47,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Só a literatura podia desnudar o jogo da transgressão da lei – sem a qual a lei não teria fim – independentemente de uma ordem a criar. A literatura não pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Não cabe a ela concluir: “aquilo que e u disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade” ou, como faz o cristianismo: “aquilo que eu disse (a tragédia do Evangelho) nos coloca na via do Bem” (ou seja, na prática, da razão). A literatura é mesmo, como a transgressão da lei moral, um perigo. Sendo inorgânica, ela é irresponsável. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Authentic Livros Authentic Livros SP - São Paulo
100% Positivas
322 qualificações
R$ 39,84 + frete R$ 7,87

Total: R$ 47,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Só a literatura podia desnudar o jogo da transgressão da lei – sem a qual a lei não teria fim – independentemente de uma ordem a criar. A literatura não pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Não cabe a ela concluir: “aquilo que e u disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade” ou, como faz o cristianismo: “aquilo que eu disse (a tragédia do Evangelho) nos coloca na via do Bem” (ou seja, na prática, da razão). A literatura é mesmo, como a transgressão da lei moral, um perigo. Sendo inorgânica, ela é irresponsável. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Authentic Livros Authentic Livros SP - São Paulo
100% Positivas
322 qualificações
R$ 39,84 + frete R$ 7,87

Total: R$ 47,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Só a literatura podia desnudar o jogo da transgressão da lei – sem a qual a lei não teria fim – independentemente de uma ordem a criar. A literatura não pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Não cabe a ela concluir: “aquilo que e u disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade” ou, como faz o cristianismo: “aquilo que eu disse (a tragédia do Evangelho) nos coloca na via do Bem” (ou seja, na prática, da razão). A literatura é mesmo, como a transgressão da lei moral, um perigo. Sendo inorgânica, ela é irresponsável. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Literatura e o Mal, A - Coleção Filô

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Authentic Livros Authentic Livros SP - São Paulo
100% Positivas
322 qualificações
R$ 39,84 + frete R$ 7,87

Total: R$ 47,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Só a literatura podia desnudar o jogo da transgressão da lei – sem a qual a lei não teria fim – independentemente de uma ordem a criar. A literatura não pode assumir a tarefa de organizar a necessidade coletiva. Não cabe a ela concluir: “aquilo que e u disse nos obriga ao respeito fundamental pelas leis da cidade” ou, como faz o cristianismo: “aquilo que eu disse (a tragédia do Evangelho) nos coloca na via do Bem” (ou seja, na prática, da razão). A literatura é mesmo, como a transgressão da lei moral, um perigo. Sendo inorgânica, ela é irresponsável. Nada repousa sobre ela. Ela pode dizer tudo.

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Ladeira Livros Ladeira Livros RS - Porto Alegre
99% Positivas
324 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 8,82

Total: R$ 48,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura em ótimo estado;sem grifos; 21/11/2019 estoque

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
96 qualificações
R$ 39,80 + frete R$ 9,40

Total: R$ 49,20

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 200pp.

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
96 qualificações
R$ 39,80 + frete R$ 9,40

Total: R$ 49,20

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 200pp.

A Literatura e o Mal Capa ilustrativa

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: L Pm

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo União Sebo União BA - Salvador
99% Positivas
89 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 49,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 222 p. 21 cm. brochura original, leve desgaste na lombada, cortes laterais amarelados devido a ação do tempo, textos sem grifos, exemplar bem conservado.

LITERATURA E O MAL, A Capa ilustrativa

LITERATURA E O MAL, A

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
99% Positivas
513 qualificações
R$ 40,34 + frete R$ 9,40

Total: R$ 49,74

Comprar ler descrição ocultar

Descrição LITERATURA E O MAL, A

Literatura e o Mal, A

Literatura e o Mal, A

Ano:   Editora: Editora Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Uai livros Uai livros MG - Belo Horizonte
99% Positivas
256 qualificações
R$ 49,80 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ? ou de seu não-sentido ?, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges

Literatura e o Mal, A

Literatura e o Mal, A

Ano:   Editora: Editora Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Uai livros Uai livros MG - Belo Horizonte
99% Positivas
256 qualificações
R$ 49,80 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ? ou de seu não-sentido ?, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges

Literatura e o Mal, A

Literatura e o Mal, A

Ano:   Editora: Editora Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Uai livros Uai livros MG - Belo Horizonte
99% Positivas
256 qualificações
R$ 49,80 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ? ou de seu não-sentido ?, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Padula Livros Padula Livros RS - Porto Alegre
97% Positivas
90 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 9,93

Total: R$ 49,83

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. Livro novo. LJ

A literatura e o mal Capa ilustrativa

A literatura e o mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
91% Positivas
93 qualificações
R$ 44,82 + frete R$ 8,35

Total: R$ 53,17

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ? ou de seu não-sentido ?, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges

A literatura e o mal Capa ilustrativa

A literatura e o mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
91% Positivas
93 qualificações
R$ 44,82 + frete R$ 8,35

Total: R$ 53,17

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ainda que a literatura, como questão e prática, atravesse toda sua obra, é em A literatura e o mal que Georges Bataille se empenha de maneira mais explícita na busca de seu sentido ? ou de seu não-sentido ?, afirmando desde o princípio que ela é o essencial ou não é nada. E se essa essencialidade se acha vinculada ao mal é porque, sem atormentar o bem e a virtude (como acontece em Sade), ou santificar o mal por desejá-lo como bem (como se dá em Genet), a literatura se torna insípida, destituída de interesse. Para Bataille isso já está dado na infância, quando as disposições do indivíduo se mostram soberanas, na recusa de tudo aquilo que, por meio do cálculo e da razão normativa, pretende regular o desejo e o dispêndio. Assim, a literatura deve confessar sua culpa, já que é a infância reencontrada. Há dois fins primordiais que a humanidade persegue, a rigor inconciliáveis: o primeiro, ligado à ideia do bem e da moral, é a conservação da vida a todo custo; o segundo, que Bataille associa ao mal e a uma hipermoral, é o aumento de sua intensidade: a aprovação da vida até na morte. Perseverando em favor do segundo, a literatura se realiza como atividade inoperante no extremo do possível e do perigo, levando, não raras vezes, personagens e escritores à ruína. Neste livro magistral, Bataille analisa, ou, antes, potencializa as obras de oito autores que de um modo ou de outro são atravessadas pelo mal, para dar a ver em cores vivas a radicalidade de seu próprio pensamento. Contador Borges

A Literatura e o Mal

A Literatura e o Mal

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
96 qualificações
R$ 43,80 + frete R$ 9,40

Total: R$ 53,20

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 200pp.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro