A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Navegacao Venturosa Ensaios Sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Francisco de Oliveira

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Navegação Venturosa Ensaios Sobre Celso Furtado

Capa ilustrativa
Refinar resultado

25 livros novos e 15 livros usados em 27 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
A Navegação Venturosa Ensaios Sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

A Navegação Venturosa Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

RK livros RK livros RJ - Rio de Janeiro
93% Positivas
27 qualificações
R$ 18,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 27,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Exemplar sem uso, com a capa com dano no meio, perfurado por um estilete. O dano não interfere na leitura. Na apresentação que fez ao volume, ao autor diz: “Num Brasil e Nordeste plagados de patrimonialismos, Furtado entrou como um cavaleiro da razão, montado no Rocinante de uma aguda inteligência plasmada para desvendar os enigmas de uma sociedade que se ergueu pela desigualdade e se alimenta dela. Alto e austero, seco de carnes, semblante talhado à foice, como certos tipos do sertão, o cavaleiro da razão é um Quixote que, do alto de sua loucura, combate incansavelmente os moinhos satânicos do capitalismo predador e de suas classes-abutres. Ao olhar para trás e contemplar o passado, é bom ver que, ao lado do anjo da História de Klee e Benjamin, não houve apenas acumulação de desastres; e

A navegação venturosa

A navegação venturosa

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
120 qualificações
R$ 25,49 + frete R$ 8,82

Total: R$ 34,31

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro.

Remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira ? ou Chico, como é conhecido ? e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias ? na maior parte dos casos, pontuais ? e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o ?diálogo sobre as grandezas? de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar.

Na apresentação que fez ao volume, ao autor diz:
?Num Brasil e Nordeste plagados de patrimonialismos, Furtado entrou como um cavaleiro da razão, montado no Rocinante de uma aguda inteligência plasmada para desvendar os enigmas de uma sociedade que se ergueu pela desigualdade e se alimenta dela. Alto e austero, seco de carnes, semblante talhado à foice, como certos tipos do sertão, o cavaleiro da razão é um Quixote que, do alto de sua loucura, combate incansavelmente os moinhos satânicos do capitalismo predador e de suas classes-abutres.
Ao olhar para trás e contemplar o passado, é bom ver que, ao lado do anjo da História de Klee e Benjamin, não houve apenas acumulação de desastres; ergue-se outro que dá sentido à vida e talvez por isso não é menos nostálgico e trágico: o de que fomos também testemunhas de uma criação que dignificou nosso tempo. É para testemunhar que este livro se oferece a Celso Furtado e aos leitores?.


Sobre o autor
Francisco de Oliveira, um dos mais importantes sociólogos brasileiros, é professor titular de sociologia da Universidade de São Paulo, diretor do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da USP e autor de vasta obra, em que se destacam A economia da dependência imperfeita, Os direitos do antivalor, Elegia para uma re(li)gião, O elo perdido e Crítica à razão dualista / O ornitorrinco, este último também publicado pela Boitempo.

A navegação venturosa

A navegação venturosa

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
120 qualificações
R$ 25,49 + frete R$ 8,82

Total: R$ 34,31

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro.

Remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira ? ou Chico, como é conhecido ? e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias ? na maior parte dos casos, pontuais ? e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o ?diálogo sobre as grandezas? de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar.

Na apresentação que fez ao volume, ao autor diz:
?Num Brasil e Nordeste plagados de patrimonialismos, Furtado entrou como um cavaleiro da razão, montado no Rocinante de uma aguda inteligência plasmada para desvendar os enigmas de uma sociedade que se ergueu pela desigualdade e se alimenta dela. Alto e austero, seco de carnes, semblante talhado à foice, como certos tipos do sertão, o cavaleiro da razão é um Quixote que, do alto de sua loucura, combate incansavelmente os moinhos satânicos do capitalismo predador e de suas classes-abutres.
Ao olhar para trás e contemplar o passado, é bom ver que, ao lado do anjo da História de Klee e Benjamin, não houve apenas acumulação de desastres; ergue-se outro que dá sentido à vida e talvez por isso não é menos nostálgico e trágico: o de que fomos também testemunhas de uma criação que dignificou nosso tempo. É para testemunhar que este livro se oferece a Celso Furtado e aos leitores?.


Sobre o autor
Francisco de Oliveira, um dos mais importantes sociólogos brasileiros, é professor titular de sociologia da Universidade de São Paulo, diretor do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da USP e autor de vasta obra, em que se destacam A economia da dependência imperfeita, Os direitos do antivalor, Elegia para uma re(li)gião, O elo perdido e Crítica à razão dualista / O ornitorrinco, este último também publicado pela Boitempo.

A navegação venturosa

A navegação venturosa

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria 30porcento Livraria 30porcento SP - São Paulo
100% Positivas
120 qualificações
R$ 25,49 + frete R$ 8,82

Total: R$ 34,31

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro.

Remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira ? ou Chico, como é conhecido ? e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias ? na maior parte dos casos, pontuais ? e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o ?diálogo sobre as grandezas? de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar.

Na apresentação que fez ao volume, ao autor diz:
?Num Brasil e Nordeste plagados de patrimonialismos, Furtado entrou como um cavaleiro da razão, montado no Rocinante de uma aguda inteligência plasmada para desvendar os enigmas de uma sociedade que se ergueu pela desigualdade e se alimenta dela. Alto e austero, seco de carnes, semblante talhado à foice, como certos tipos do sertão, o cavaleiro da razão é um Quixote que, do alto de sua loucura, combate incansavelmente os moinhos satânicos do capitalismo predador e de suas classes-abutres.
Ao olhar para trás e contemplar o passado, é bom ver que, ao lado do anjo da História de Klee e Benjamin, não houve apenas acumulação de desastres; ergue-se outro que dá sentido à vida e talvez por isso não é menos nostálgico e trágico: o de que fomos também testemunhas de uma criação que dignificou nosso tempo. É para testemunhar que este livro se oferece a Celso Furtado e aos leitores?.


Sobre o autor
Francisco de Oliveira, um dos mais importantes sociólogos brasileiros, é professor titular de sociologia da Universidade de São Paulo, diretor do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da USP e autor de vasta obra, em que se destacam A economia da dependência imperfeita, Os direitos do antivalor, Elegia para uma re(li)gião, O elo perdido e Crítica à razão dualista / O ornitorrinco, este último também publicado pela Boitempo.

Navegação Venturosa

Navegação Venturosa

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Cultura Livraria Cultura SP - São Paulo
99% Positivas
1169 qualificações
R$ 29,59 + frete R$ 9,40

Total: R$ 38,99

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de sessenta a amizade de Francisco de Oliveira - ou Chico, como é conhecido - e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em 'A navegação venturosa - ensaios sobre Celso Furtado' um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias e uma ou outra divergência maior.

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo Atitude Sebo Atitude SP - São Paulo
100% Positivas
21 qualificações
R$ 38,99 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO 142 pgs brochura==No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. A obra remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira – ou Chico, como é conhecido – e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias – na maior parte dos casos, pontuais – e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira cons

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo Atitude Sebo Atitude SP - São Paulo
100% Positivas
21 qualificações
R$ 38,99 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO brochura==No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. A obra remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira – ou Chico, como é conhecido – e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias – na maior parte dos casos, pontuais – e uma ou outra divergência maior. P

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Sebo Atitude Sebo Atitude SP - São Paulo
100% Positivas
21 qualificações
R$ 38,99 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO brochura==No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. A obra remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira – ou Chico, como é conhecido – e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias – na maior parte dos casos, pontuais – e uma ou outra divergência maior. P

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Toque Mágico Livros Toque Mágico Livros SP - São Paulo
100% Positivas
24 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 39,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição p45 - livro em bom estado com apenas as bordas empoeiradas, nada que interfira em uma ótima leitura (miolo intacto). No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de sessenta a amizade de Francisco de Oliveira - ou Chico, como é conhecido - e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa - ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que incl... - 20161905

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Toque Mágico Livros Toque Mágico Livros SP - São Paulo
100% Positivas
24 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 39,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição p45 - livro em bom estado com apenas as bordas empoeiradas, nada que interfira em uma ótima leitura (miolo intacto). No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de sessenta a amizade de Francisco de Oliveira - ou Chico, como é conhecido - e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa - ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que incl... - 20161906

Celso Furtado

Celso Furtado

Ano:   Editora: Atica

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Hipátia Alexandrina Hipátia Alexandrina SP - São Paulo
R$ 30,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 39,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Coleção Grandes Cientistas Sociais 33. Organizador: Francisco de Oliveira. Coordenador: Florestan Fernandes. 224 pág. Formato 14 ,5 x 22, 5 cm. Capa cartonada flexível com aba. Lombada quadrada sem vinco indicativo de uso. Livro sem sinais de leitura ou manuseio. Exemplar com os cortes amarelecidos pela ação do tempo. Estante K.

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Sebovero Livraria Sebovero SP - São Paulo
98% Positivas
53 qualificações
R$ 29,00 + frete R$ 10,82

Total: R$ 39,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro NOVO nunca lido

Navegação Venturosa

Navegação Venturosa

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Só Livros Só Livros SP - São Paulo
93% Positivas
219 qualificações
R$ 31,50 + frete R$ 8,82

Total: R$ 40,32

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de sessenta a amizade de Francisco de Oliveira - ou Chico, como é conhecido - e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa - ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias e uma ou outra divergência maior.

Navegação Venturosa

Navegação Venturosa

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Compre Livros Compre Livros SP - São Paulo
97% Positivas
198 qualificações
R$ 31,50 + frete R$ 10,45

Total: R$ 41,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de sessenta a amizade de Francisco de Oliveira - ou Chico, como é conhecido - e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa - ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias e uma ou outra divergência maior.

NAVEGACAO VENTUROSA, A Capa ilustrativa

NAVEGACAO VENTUROSA, A

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
707 qualificações
R$ 31,50 + frete R$ 10,45

Total: R$ 41,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

NAVEGACAO VENTUROSA, A Capa ilustrativa

NAVEGACAO VENTUROSA, A

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
707 qualificações
R$ 31,50 + frete R$ 10,45

Total: R$ 41,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

Navegaçao venturosa A Ensaios sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

Navegaçao venturosa A Ensaios sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
100% Positivas
114 qualificações
R$ 29,75 + frete R$ 12,61

Total: R$ 42,36

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, em excelente estado de conservação. Brochura fabio

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

In Books In Books RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
45 qualificações
R$ 35,07 + frete R$ 9,93

Total: R$ 45,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro sem uso.

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Local da Cultura Local da Cultura RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
23 qualificações
R$ 35,07 + frete R$ 9,93

Total: R$ 45,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro sem uso.

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

In Books In Books RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
45 qualificações
R$ 35,70 + frete R$ 9,93

Total: R$ 45,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro sem uso.

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

A Navegação Venturosa: Ensaios Sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Local da Cultura Local da Cultura RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
23 qualificações
R$ 35,70 + frete R$ 9,93

Total: R$ 45,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro sem uso.

Navegação Venturosa,a

Navegação Venturosa,a

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Mdx Livros Mdx Livros RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
80 qualificações
R$ 38,32 + frete R$ 7,35

Total: R$ 45,67

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira – ou Chico, como é conhecido – e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias – na maior parte dos casos, pontuais – e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o “diálogo sobre as grandezas” de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar. Na apresentação que fez ao volume, ao autor diz:“Num Brasil e Nordeste plagados de patrimonialismos, Furtado entrou como um cavaleiro da razão, montado no Rocinante de uma aguda inteligência plasmada para desvendar os enigmas de uma sociedade que se ergueu pela desigualdade e se alimenta dela. Alto e austero, seco de carnes, semblante talhado à foice, como certos tipos do sertão, o cavaleiro da razão é um Quixote que, do alto de sua loucura, combate incansavelmente os moinhos satânicos do capitalismo predador e de suas classes-abutres.Ao olhar para trás e contemplar o passado, é bom ver que, ao lado do anjo da História de Klee e Benjamin, não houve apenas acumulação de desastres; ergue-se outro que dá sentido à vida e talvez por isso não é menos nostálgico e trágico: o de que fomos também testemunhas de uma criação que dignificou nosso tempo. É para testemunhar que este livro se oferece a Celso Furtado e aos leitores”.Sobre o autorFrancisco de Oliveira, um dos mais importantes sociólogos brasileiros, é professor titular de sociologia da Universidade de São Paulo, diretor do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da USP e autor de vasta obra, em que se destacam A economia da dependência imperfeita, Os direitos do antivalor, Elegia para uma re(li)gião, O elo perdido e Crítica à razão dualista / O ornitorrinco, este último também publicado pela Boitempo.

Navegação Venturosa,a

Navegação Venturosa,a

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Mdx Livros Mdx Livros RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
80 qualificações
R$ 38,32 + frete R$ 7,35

Total: R$ 45,67

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira – ou Chico, como é conhecido – e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias – na maior parte dos casos, pontuais – e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o “diálogo sobre as grandezas” de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar. Na apresentação que fez ao volume, ao autor diz:“Num Brasil e Nordeste plagados de patrimonialismos, Furtado entrou como um cavaleiro da razão, montado no Rocinante de uma aguda inteligência plasmada para desvendar os enigmas de uma sociedade que se ergueu pela desigualdade e se alimenta dela. Alto e austero, seco de carnes, semblante talhado à foice, como certos tipos do sertão, o cavaleiro da razão é um Quixote que, do alto de sua loucura, combate incansavelmente os moinhos satânicos do capitalismo predador e de suas classes-abutres.Ao olhar para trás e contemplar o passado, é bom ver que, ao lado do anjo da História de Klee e Benjamin, não houve apenas acumulação de desastres; ergue-se outro que dá sentido à vida e talvez por isso não é menos nostálgico e trágico: o de que fomos também testemunhas de uma criação que dignificou nosso tempo. É para testemunhar que este livro se oferece a Celso Furtado e aos leitores”.Sobre o autorFrancisco de Oliveira, um dos mais importantes sociólogos brasileiros, é professor titular de sociologia da Universidade de São Paulo, diretor do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da USP e autor de vasta obra, em que se destacam A economia da dependência imperfeita, Os direitos do antivalor, Elegia para uma re(li)gião, O elo perdido e Crítica à razão dualista / O ornitorrinco, este último também publicado pela Boitempo.

Navegação Venturosa,a

Navegação Venturosa,a

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Mdx Livros Mdx Livros RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
80 qualificações
R$ 38,32 + frete R$ 7,35

Total: R$ 45,67

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. Remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira – ou Chico, como é conhecido – e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias – na maior parte dos casos, pontuais – e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o “diálogo sobre as grandezas” de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar. Na apresentação que fez ao volume, ao autor diz:“Num Brasil e Nordeste plagados de patrimonialismos, Furtado entrou como um cavaleiro da razão, montado no Rocinante de uma aguda inteligência plasmada para desvendar os enigmas de uma sociedade que se ergueu pela desigualdade e se alimenta dela. Alto e austero, seco de carnes, semblante talhado à foice, como certos tipos do sertão, o cavaleiro da razão é um Quixote que, do alto de sua loucura, combate incansavelmente os moinhos satânicos do capitalismo predador e de suas classes-abutres.Ao olhar para trás e contemplar o passado, é bom ver que, ao lado do anjo da História de Klee e Benjamin, não houve apenas acumulação de desastres; ergue-se outro que dá sentido à vida e talvez por isso não é menos nostálgico e trágico: o de que fomos também testemunhas de uma criação que dignificou nosso tempo. É para testemunhar que este livro se oferece a Celso Furtado e aos leitores”.Sobre o autorFrancisco de Oliveira, um dos mais importantes sociólogos brasileiros, é professor titular de sociologia da Universidade de São Paulo, diretor do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da USP e autor de vasta obra, em que se destacam A economia da dependência imperfeita, Os direitos do antivalor, Elegia para uma re(li)gião, O elo perdido e Crítica à razão dualista / O ornitorrinco, este último também publicado pela Boitempo.

Celso Furtado e a Formaçao Economica do Brasil Capa ilustrativa

Celso Furtado e a Formaçao Economica do Brasil

Ano:   Editora: Atlas

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebolândia Julio Buono Sebolândia Julio Buono SP - São Paulo
100% Positivas
18 qualificações
R$ 35,00 + frete R$ 13,03

Total: R$ 48,03

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro em ótimo estado

NAVEGACAO VENTUROSA, A Capa ilustrativa

NAVEGACAO VENTUROSA, A

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
99% Positivas
98 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 9,93

Total: R$ 49,83

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, Impresso

A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
23 qualificações
R$ 42,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 51,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. A obra remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira - ou Chico, como é conhecido - e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias - na maior parte dos casos, pontuais - e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o "diálogo sobre as grandezas" de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar.

A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado Capa ilustrativa

A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
23 qualificações
R$ 42,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 51,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. No dia 7 de abril de 1964, poucos dias depois do golpe militar que derrubou o presidente João Goulart, o sociólogo Francisco de Oliveira foi preso ao sair da casa do então presidente da Sudene, o economista Celso Furtado. Ficou preso durante três meses e, em seguida, decidiu trocar o Recife pelo Rio de Janeiro. A obra remonta à década de 1960 a amizade de Francisco de Oliveira - ou Chico, como é conhecido - e Celso Furtado. E é em homenagem ao mestre que ele reúne em A navegação venturosa: ensaios sobre Celso Furtado um conjunto de artigos em que procura ressaltar o melhor da contribuição intelectual de Furtado, o que inclui, necessariamente, discordâncias - na maior parte dos casos, pontuais - e uma ou outra divergência maior. Pois assim Chico de Oliveira considera que deve ser o "diálogo sobre as grandezas" de Furtado, sem subserviências diante de um dos grandes intelectuais brasileiros de todos os tempos e um republicano exemplar.

Celso Furtado e a Formação Econômica do Brasil

Celso Furtado e a Formação Econômica do Brasil

Ano:   Editora: Atlas

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Linha Paulista Sebo Linha Paulista SP - São Paulo
100% Positivas
296 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 14,92

Total: R$ 54,92

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 06/09/2013. MA121F... (EV e ML). Economia. Brochura. Livro em muito bom estado. Miolo sem grifos, porém suas páginas estão onduladas por exposição á umidade. 260 páginas. Formato: 21, 5X27, 5 cm. ... ALT01... Sinopse: O livro é composto por três partes, classificadas em função dos temas propostos, e os capítulos resultantes desse esforço coletivo foram agrupados em três grandes conjuntos: I - Fontes e antecedentes; II - Histórica Econômica; III - Desdobramentos. A Parte I , que compreende os Capítulos 1 a 6, refere-se a Celso Furtado, à sua obra, e às matrizes do pensamento que influenciaram o seu trabalho. A Parte II, que inclui os Capítulos 7 a 13, trata da interpretação de temas que são recorrentes na Formação Econômica. ...

Celso Furtado e a Formação Econômica do Brasil Capa ilustrativa

Celso Furtado e a Formação Econômica do Brasil

Ano:   Editora: Atlas

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não Informado

Pink e Cerebro Livros Pink e Cerebro Livros SP - São Paulo
100% Positivas
69 qualificações
R$ 45,00 + frete R$ 14,92

Total: R$ 59,92

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação:sem carimbos, sem anotações e sem grifos. Possui capadura. Formato grande. cod;G001

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro