A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Alem da Depressao Capa ilustrativa

Além da Depressão

Darian Leader

Além da depressão traz um olhar renovado sobre a obra de Freud acerca da perda, somado a ricos exemplos da cultura contemporânea.

Além da depressão traz um olhar renovado sobre a obra de Freud acerca da perda, somado a ricos exemplos da cultura contemp orânea. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

ALEM DA DEPRESSAO - NOVAS MANEIRAS DE ENTENDER O LUTO E A MELANCOLIA

Capa ilustrativa

9 livros novos em 3 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
ALEM DA DEPRESSAO - NOVAS MANEIRAS DE ENTENDER O LUTO E A MELANCOLIA Capa ilustrativa

ALEM DA DEPRESSAO - NOVAS MANEIRAS DE ENTENDER O LUTO E A MELANCOLIA

Ano:   Editora: Best Seller

Tipo: novo

Livraria Peruíbe2 Livraria Peruíbe2 SP - São Paulo
95% Positivas
21 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 9,63

Total: R$ 57,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em Otimo estado de conservação _x000D_Atualmente milhares de pessoas no mundo ocidental, e cada vez mais em outras partes, utilizam medicamentos antidepressivos para amenizar as próprias angústia, tristeza ou melancolia. A medicina usada para diminuir ou curar as dores inerentes à existência humana vem sendo tão banalizada quanto o termo depressão, empregado tão ampla e descuidadamente que age como uma barreira para a exploração dos detalhes de nossas respostas ao luto e à melancolia. Em Além da depressão - novas maneiras de entender o luto e a melancolia, Darian Leader, psicanalista e fundador do Centre for Freudian Analysis and Research, em Londres, explica que os antidepressivos funcionam, cada vez mais, como um espelho para a doença, já que a vida interior do sofredor está deixando de ser examinada, priorizando-se as soluções medicamentosas. Seguir as instruções para tomar remédios passa a ser mais importante do que examinar as relações reais da pessoa com os comprimidos. Dessa forma, defende Leader, a depressão é concebida como um problema biológico, assim como uma infecção bacteriana, que requer uma remédio biológico especifico. Os sofredores precisam retornar a seus estados produtivos e felizes. Passou a ser mais importante eliminar o problema, em vez de entende-lo. A depressão é considerada o resultado de uma falta de serotonina, ao invés de uma resposta às experiências de perda e separação. Os medicamentos objetivam devolver ao sofredor os níveis ótimos de integração e utilidade sociais, sem muita preocupação com as causas de longo prazo e com os possíveis efeitos de seus problemas psicológicos.Darian Leader, também autor de Pé de página para Freud e Por que as pessoas ficam doentes?, defende neste livro a necessidade de abandonar o conceito de depressão atualmente apresentado: "Em vez disso, devemos ver o que estamos chamando de depressão como um conjunto de sintomas que derivam de histórias humanas complexas e sempre diferentes. Essas histórias envolvem experiências de separação e perda, ainda que, algumas vezes, não as percebamos. Para entendermos como respondemos a tais experiências, precisamos das ferramentas conceituais adequadas, e essas, acredito, podem ser encontradas nas velhas noções de luto e melancolia."Por meio de uma releitura do clássico ensaio de Freud "Luto e melancolia", somada a ricos exemplos da cultura contemporânea, Leader provoca uma importante reflexão sobre a atual banalização do termo depressão, usado de forma vaga para tratar de uma gama de estados. Para o autor, luto e melancolia são conceitos mais precisos que podem ajudar a esclarecer como lidamos - ou fracassamos ao lidar - com as perdas, que fazem parte da vida humana. _x000D_Ref 016644

ALEM DA DEPRESSAO - NOVAS MANEIRAS DE ENTENDER O LUTO E A MELANCOLIA Capa ilustrativa

ALEM DA DEPRESSAO - NOVAS MANEIRAS DE ENTENDER O LUTO E A MELANCOLIA

Ano:   Editora: Best Seller

Tipo: novo

Livraria Peruíbe2 Livraria Peruíbe2 SP - São Paulo
95% Positivas
21 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 9,63

Total: R$ 57,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em Otimo estado de conservação _x000D_Atualmente milhares de pessoas no mundo ocidental, e cada vez mais em outras partes, utilizam medicamentos antidepressivos para amenizar as próprias angústia, tristeza ou melancolia. A medicina usada para diminuir ou curar as dores inerentes à existência humana vem sendo tão banalizada quanto o termo depressão, empregado tão ampla e descuidadamente que age como uma barreira para a exploração dos detalhes de nossas respostas ao luto e à melancolia. Em Além da depressão - novas maneiras de entender o luto e a melancolia, Darian Leader, psicanalista e fundador do Centre for Freudian Analysis and Research, em Londres, explica que os antidepressivos funcionam, cada vez mais, como um espelho para a doença, já que a vida interior do sofredor está deixando de ser examinada, priorizando-se as soluções medicamentosas. Seguir as instruções para tomar remédios passa a ser mais importante do que examinar as relações reais da pessoa com os comprimidos. Dessa forma, defende Leader, a depressão é concebida como um problema biológico, assim como uma infecção bacteriana, que requer uma remédio biológico especifico. Os sofredores precisam retornar a seus estados produtivos e felizes. Passou a ser mais importante eliminar o problema, em vez de entende-lo. A depressão é considerada o resultado de uma falta de serotonina, ao invés de uma resposta às experiências de perda e separação. Os medicamentos objetivam devolver ao sofredor os níveis ótimos de integração e utilidade sociais, sem muita preocupação com as causas de longo prazo e com os possíveis efeitos de seus problemas psicológicos.Darian Leader, também autor de Pé de página para Freud e Por que as pessoas ficam doentes?, defende neste livro a necessidade de abandonar o conceito de depressão atualmente apresentado: "Em vez disso, devemos ver o que estamos chamando de depressão como um conjunto de sintomas que derivam de histórias humanas complexas e sempre diferentes. Essas histórias envolvem experiências de separação e perda, ainda que, algumas vezes, não as percebamos. Para entendermos como respondemos a tais experiências, precisamos das ferramentas conceituais adequadas, e essas, acredito, podem ser encontradas nas velhas noções de luto e melancolia."Por meio de uma releitura do clássico ensaio de Freud "Luto e melancolia", somada a ricos exemplos da cultura contemporânea, Leader provoca uma importante reflexão sobre a atual banalização do termo depressão, usado de forma vaga para tratar de uma gama de estados. Para o autor, luto e melancolia são conceitos mais precisos que podem ajudar a esclarecer como lidamos - ou fracassamos ao lidar - com as perdas, que fazem parte da vida humana. _x000D_Ref 016645

Alem Da Depressao - Novas Maneiras De Entender O Luto E A Melancolia Capa ilustrativa

Alem Da Depressao - Novas Maneiras De Entender O Luto E A Melancolia

Ano:   Editora: Best Seller

Tipo: novo

Uai livros Uai livros MG - Belo Horizonte
100% Positivas
394 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 58,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, Sem Manuseio Atualmente Milhares De Pessoas No Mundo Ocidental, E Cada Vez Mais Em Outras Partes, Utilizam Medicamentos Antidepressivos Para Amenizar As Próprias Angústia, Tristeza Ou Melancolia. A Medicina Usada Para Diminuir Ou Curar As Dores Inerentes À Existência Humana Vem Sendo Tão Banalizada Quanto O Termo Depressão, Empregado Tão Ampla E Descuidadamente Que Age Como Uma Barreira Para A Exploração Dos Detalhes De Nossas Respostas Ao Luto E À Melancolia. Em Além Da Depressão - Novas Maneiras De Entender O Luto E A Melancolia, Darian Leader, Psicanalista E Fundador Do Centre For Freudian Analysis And Research, Em Londres, Explica Que Os Antidepressivos Funcionam, Cada Vez Mais, Como Um Espelho Para A Doença, Já Que A Vida Interior Do Sofredor Está Deixando De Ser Examinada, Priorizando-Se As Soluções Medicamentosas. Seguir As Instruções Para Tomar Remédios Passa A Ser Mais Importante Do Que Examinar As Relações Reais Da Pessoa Com Os Comprimidos. Dessa Forma, Defende Leader, A Depressão É Concebida Como Um Problema Biológico, Assim Como Uma Infecção Bacteriana, Que Requer Uma Remédio Biológico Especifico. Os Sofredores Precisam Retornar A Seus Estados Produtivos E Felizes. Passou A Ser Mais Importante Eliminar O Problema, Em Vez De Entende-Lo. A Depressão É Considerada O Resultado De Uma Falta De Serotonina, Ao Invés De Uma Resposta Às Experiências De Perda E Separação. Os Medicamentos Objetivam Devolver Ao Sofredor Os Níveis Ótimos De Integração E Utilidade Sociais, Sem Muita Preocupação Com As Causas De Longo Prazo E Com Os Possíveis Efeitos De Seus Problemas Psicológicos.Darian Leader, Também Autor De Pé De Página Para Freud E Por Que As Pessoas Ficam Doentes?, Defende Neste Livro A Necessidade De Abandonar O Conceito De Depressão Atualmente Apresentado: "Em Vez Disso, Devemos Ver O Que Estamos Chamando De Depressão Como Um Conjunto De Sintomas Que Derivam De Histórias Humanas Complexas E Sempre Diferentes. Essas Histórias Envolvem Experiências De Separação E Perda, Ainda Que, Algumas Vezes, Não As Percebamos. Para Entendermos Como Respondemos A Tais Experiências, Precisamos Das Ferramentas Conceituais Adequadas, E Essas, Acredito, Podem Ser Encontradas Nas Velhas Noções De Luto E Melancolia."Por Meio De Uma Releitura Do Clássico Ensaio De Freud "Luto E Melancolia", Somada A Ricos Exemplos Da Cultura Contemporânea, Leader Provoca Uma Importante Reflexão Sobre A Atual Banalização Do Termo Depressão, Usado De Forma Vaga Para Tratar De Uma Gama De Estados. Para O Autor, Luto E Melancolia São Conceitos Mais Precisos Que Podem Ajudar A Esclarecer Como Lidamos - Ou Fracassamos Ao Lidar - Com As Perdas, Que Fazem Parte Da Vida Humana. Ref 015205

Além da Depressão - Novas Maneiras de Entender o Luto e A Melancolia Capa ilustrativa

Além da Depressão - Novas Maneiras de Entender o Luto e A Melancolia

Ano:   Editora: Best Seller

Tipo: novo

Livraria Cultura Livraria Cultura SP - São Paulo
98% Positivas
1538 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 11,89

Total: R$ 59,79

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Atualmente milhares de pessoas no mundo ocidental, e cada vez mais em outras partes, utilizam medicamentos antidepressivos para amenizar as próprias angústia, tristeza ou melancolia. A Medicina usada para diminuir ou curar as dores inerentes à existência humana vem sendo tão banalizada quanto o termo depressão, empregado tão ampla e descuidadamente que age como uma barreira para a exploração dos detalhes de nossas respostas ao luto e à melancolia. EM Além da depressão – novas maneiras de entender o luto e a melancolia, Darian Leader, psicanalista e fundador do Centre for Freudian Analysis and Research, em Londres, explica que os antidepressivos funcionam, cada vez mais, como um espelho para a doença, já que a vida interior do sofredor está deixando de ser examinada, priorizando-se as soluções medicamentosas. SEguir as instruções para tomar remédios passa a ser mais importante do que examinar as relações reais da pessoa com os comprimidos. DEssa forma, defende Leader, a depressão é concebida como um problema biológico, assim como uma infecção bacteriana, que requer uma remédio biológico especifico. OS sofredores precisam retornar a seus estados produtivos e felizes. PAssou a ser mais importante eliminar o problema, em vez de entende-lo. A Depressão é considerada o resultado de uma falta de serotonina, ao invés de uma resposta às experiências de perda e separação. OS medicamentos objetivam devolver ao sofredor os níveis ótimos de integração e utilidade sociais, sem muita preocupação com as causas de longo prazo e com os possíveis efeitos de seus problemas psicológicos.DArian Leader, também autor de Pé de página para Freud e Por que as pessoas ficam doentes?, defende neste livro a necessidade de abandonar o conceito de depressão atualmente apresentado: “Em vez disso, devemos ver o que estamos chamando de depressão como um conjunto de sintomas que derivam de histórias humanas complexas e sempre diferentes. ESsas histórias envolvem experiências de separação e perda, ainda que, algumas vezes, não as percebamos. PAra entendermos como respondemos a tais experiências, precisamos das ferramentas conceituais adequadas, e essas, acredito, podem ser encontradas nas velhas noções de luto e melancolia.”Por meio de uma releitura do clássico ensaio de Freud “Luto e melancolia”, somada a ricos exemplos da cultura contemporânea, Leader provoca uma importante reflexão sobre a atual banalização do termo depressão, usado de forma vaga para tratar de uma gama de estados. PAra o autor, luto e melancolia são conceitos mais precisos que podem ajudar a esclarecer como lidamos – ou fracassamos ao lidar – com as perdas, que fazem parte da vida humana.

Além da Depressão - Novas Maneiras de Entender o Luto e A Melancolia Capa ilustrativa

Além da Depressão - Novas Maneiras de Entender o Luto e A Melancolia

Ano:   Editora: Best Seller

Tipo: novo

Livraria Cultura Livraria Cultura SP - São Paulo
98% Positivas
1538 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 11,89

Total: R$ 59,79

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Atualmente milhares de pessoas no mundo ocidental, e cada vez mais em outras partes, utilizam medicamentos antidepressivos para amenizar as próprias angústia, tristeza ou melancolia. A Medicina usada para diminuir ou curar as dores inerentes à existência humana vem sendo tão banalizada quanto o termo depressão, empregado tão ampla e descuidadamente que age como uma barreira para a exploração dos detalhes de nossas respostas ao luto e à melancolia. EM Além da depressão – novas maneiras de entender o luto e a melancolia, Darian Leader, psicanalista e fundador do Centre for Freudian Analysis and Research, em Londres, explica que os antidepressivos funcionam, cada vez mais, como um espelho para a doença, já que a vida interior do sofredor está deixando de ser examinada, priorizando-se as soluções medicamentosas. SEguir as instruções para tomar remédios passa a ser mais importante do que examinar as relações reais da pessoa com os comprimidos. DEssa forma, defende Leader, a depressão é concebida como um problema biológico, assim como uma infecção bacteriana, que requer uma remédio biológico especifico. OS sofredores precisam retornar a seus estados produtivos e felizes. PAssou a ser mais importante eliminar o problema, em vez de entende-lo. A Depressão é considerada o resultado de uma falta de serotonina, ao invés de uma resposta às experiências de perda e separação. OS medicamentos objetivam devolver ao sofredor os níveis ótimos de integração e utilidade sociais, sem muita preocupação com as causas de longo prazo e com os possíveis efeitos de seus problemas psicológicos.DArian Leader, também autor de Pé de página para Freud e Por que as pessoas ficam doentes?, defende neste livro a necessidade de abandonar o conceito de depressão atualmente apresentado: “Em vez disso, devemos ver o que estamos chamando de depressão como um conjunto de sintomas que derivam de histórias humanas complexas e sempre diferentes. ESsas histórias envolvem experiências de separação e perda, ainda que, algumas vezes, não as percebamos. PAra entendermos como respondemos a tais experiências, precisamos das ferramentas conceituais adequadas, e essas, acredito, podem ser encontradas nas velhas noções de luto e melancolia.”Por meio de uma releitura do clássico ensaio de Freud “Luto e melancolia”, somada a ricos exemplos da cultura contemporânea, Leader provoca uma importante reflexão sobre a atual banalização do termo depressão, usado de forma vaga para tratar de uma gama de estados. PAra o autor, luto e melancolia são conceitos mais precisos que podem ajudar a esclarecer como lidamos – ou fracassamos ao lidar – com as perdas, que fazem parte da vida humana.

Além da Depressão - Novas Maneiras de Entender o Luto e A Melancolia Capa ilustrativa

Além da Depressão - Novas Maneiras de Entender o Luto e A Melancolia

Ano:   Editora: Best Seller

Tipo: novo

Livraria Cultura Livraria Cultura SP - São Paulo
98% Positivas
1538 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 11,89

Total: R$ 59,79

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Atualmente milhares de pessoas no mundo ocidental, e cada vez mais em outras partes, utilizam medicamentos antidepressivos para amenizar as próprias angústia, tristeza ou melancolia. A Medicina usada para diminuir ou curar as dores inerentes à existência humana vem sendo tão banalizada quanto o termo depressão, empregado tão ampla e descuidadamente que age como uma barreira para a exploração dos detalhes de nossas respostas ao luto e à melancolia. EM Além da depressão – novas maneiras de entender o luto e a melancolia, Darian Leader, psicanalista e fundador do Centre for Freudian Analysis and Research, em Londres, explica que os antidepressivos funcionam, cada vez mais, como um espelho para a doença, já que a vida interior do sofredor está deixando de ser examinada, priorizando-se as soluções medicamentosas. SEguir as instruções para tomar remédios passa a ser mais importante do que examinar as relações reais da pessoa com os comprimidos. DEssa forma, defende Leader, a depressão é concebida como um problema biológico, assim como uma infecção bacteriana, que requer uma remédio biológico especifico. OS sofredores precisam retornar a seus estados produtivos e felizes. PAssou a ser mais importante eliminar o problema, em vez de entende-lo. A Depressão é considerada o resultado de uma falta de serotonina, ao invés de uma resposta às experiências de perda e separação. OS medicamentos objetivam devolver ao sofredor os níveis ótimos de integração e utilidade sociais, sem muita preocupação com as causas de longo prazo e com os possíveis efeitos de seus problemas psicológicos.DArian Leader, também autor de Pé de página para Freud e Por que as pessoas ficam doentes?, defende neste livro a necessidade de abandonar o conceito de depressão atualmente apresentado: “Em vez disso, devemos ver o que estamos chamando de depressão como um conjunto de sintomas que derivam de histórias humanas complexas e sempre diferentes. ESsas histórias envolvem experiências de separação e perda, ainda que, algumas vezes, não as percebamos. PAra entendermos como respondemos a tais experiências, precisamos das ferramentas conceituais adequadas, e essas, acredito, podem ser encontradas nas velhas noções de luto e melancolia.”Por meio de uma releitura do clássico ensaio de Freud “Luto e melancolia”, somada a ricos exemplos da cultura contemporânea, Leader provoca uma importante reflexão sobre a atual banalização do termo depressão, usado de forma vaga para tratar de uma gama de estados. PAra o autor, luto e melancolia são conceitos mais precisos que podem ajudar a esclarecer como lidamos – ou fracassamos ao lidar – com as perdas, que fazem parte da vida humana.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro