A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Gota Dagua Capa ilustrativa

Gota Dágua

Chico Buarque e Paulo Pontes

'Gota d'água' é uma 'Medeia' e brasileira. Chico Buarque e Paulo Pontes se reuniram para revitalizar o texto de Eurípedes, escrito quase meio milênio antes de Cristo, submetendo-o uma injeção de nossa realidade urbana. 'Medeia' é uma história de reis e feiticeiros. 'Gota d'água' é uma história de pobres e macumbeiros. Medeia é Joana, mulher madura, sofrida, moradora de um conjunto habitacional. Jasão aqui é Jasão mesmo, ainda jovem, vigoroso, sambista que desponta para o sucesso com uma música chamada 'Gota d'água'. Creonte também conserva o nome, e na nossa peça é o todo-poderoso do local, dono das casas, muito rico, o poder corruptor por excelência. A filha de Creonte é Alma, mocinha de veleidades pequeno-burguesas. A aia de Medeia é Corina, amiga e confidente de Joana, que enquanto lavam roupa vão desenrolando o fio da história. Fechar Ler mais

'Gota d'água' é uma 'Medeia' e brasileira. Chico Buarque e Paulo Pontes se reuniram para revitalizar o texto de Eurípedes, escrito quase meio milênio antes de Cristo, submetendo-o uma injeção de nossa realidade urbana. 'Medeia' é uma história de reis e feiticeiros. 'Gota d'água' é uma história de pobres e macumbeiros. Medeia é Joana, mulher madura, sofrida, moradora de um conjunto habitacional. Jasão aqui é Jasão mesmo, ainda jovem, vigoroso, sambista que desponta para o sucesso com uma música chamada 'Gota d'água'. Creonte também conserva o nome, e na nossa peça é o todo-poderoso do local, dono das casas, muito rico, o poder corruptor por excelência. A filha de Creonte é Alma, mocinha de veleidades pequeno-burguesas. A aia de Medeia é Corina, amiga e confidente de Joana, que enquanto lavam roupa vão desenrolando o fio da história. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Gota Dágua

Capa ilustrativa

2 livros usados em 2 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Gota Dágua Capa ilustrativa

Gota Dágua

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

A Livraria Horizonte A Livraria Horizonte MG - Belo Horizonte
100% Positivas
99 qualificações
R$ 79,90 + frete R$ 7,58

Total: R$ 87,48

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro brochura, em bom estado de conservação, 168 páginas. A capa está levemente desgastada. C. 15063

gota d\'água - uma tragédia brasileira

gota d\'água - uma tragédia brasileira

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Theo Livros Theo Livros SP - São Paulo
100% Positivas
8 qualificações
R$ 74,10 + frete R$ 13,79

Total: R$ 87,89

Comprar ler descrição ocultar

Descrição formato 14 x 21 cm . brochura. livro usado em bom estado de conservação com as páginas amareladas devido ação do tempo leves desgastes nas bordas...Gota dágua, que a Civilização Brasileira relança com novo projeto gráfico, pode ser considerada uma Medéia moderna e brasileira. Os talentos de Chico Buarque e Paulo Pontes se reuniram para revitalizar o texto clássico de Eurípedes, escrito quase meio milênio antes de Cristo, submetendo-o a uma injeção de nossa realidade urbana. Joana, mulher madura, sofrida, moradora de um conjunto habitacional apaixona-se pelo sambista Jasão, que desponta para o sucesso com uma música chamada Gota dágua. Creonte é o todo-poderoso do local, dono das casas, muito rico, o poder corruptor por excelência. Alma, sua filha, é uma burguesinha metida. O coro tradicional dos gregos é, nesta obra, composto pelas vizinhas de Joana: enquanto lavam roupa, desenrolam o fio da história, que culmina em tragédia. A tragédia original versa sobre o amor da maga Medéia pelo herói Jasão. Ela foge com ele, tornando-se sua mulher e dando-lhe dois filhos. Mais tarde, Jasão, por conveniência, abandona-a para desposar a filha de Creonte, rei de Corinto. Medéia, como vingança, provoca a morte da noiva graças a seu poder de magia e - auge da tragédia - mata as duas crianças, preparando, com a carne delas, uma comida que serve a Jasão. Paulo Pontes e Chico Buarque souberam reconhecer o perene na tradição, transportando os valores que ela contém ao tempo que vivemos. Se Medéia é uma história de reis e feiticeiros, Gota dágua é uma história de pobres e macumbeiros. Na avaliação de Eduardo Francisco Alves, Chico Buarque e Paulo Pontes mostram "uma realidade que é toda nossa, mas que é também, por extensão, a realidade de todos os pequenos deste mundo, aqueles que sofrem na carne as contradições e as injustiças de uma sociedade sorridente, mas implacável com os seus humilhados e ofendidos".... inspirado em concepção de oduvaldo vianna filho

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro