A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Formacao da Literatura Brasileira Capa ilustrativa

Livro Formação da Literatura Brasileira

Antonio Candido

Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional.    

Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a form ação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Formação da Literatura Brasileira Vol. 1

Refinar resultado

13 livros novos e 9 livros usados em 13 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Formação da Literatura Brasileira Vol. 1

Formação da Literatura Brasileira Vol. 1

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Sebovero Livraria Sebovero SP - São Paulo
94% Positivas
77 qualificações
R$ 65,00 + frete R$ 22,19

Total: R$ 87,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro em muito bom estado de capa e miolo sem nomes sem marcfações na parte interna das capas tem marca de durex de antiga capa protetora

Formação da Literatura Brasileira Vols. 1 e 2

Formação da Literatura Brasileira Vols. 1 e 2

Ano:   Editora: Itatiaia

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Cultural Pinheiros Sebo Cultural Pinheiros SP - São Paulo
99% Positivas
209 qualificações
R$ 75,00 + frete R$ 22,19

Total: R$ 97,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição L.1 Livro em bom estado; ,laterais e páginas amareladas pelo tempo, ; ,capa com marcas de manuseio; ,capa com marca de vinco (volumes 1 e 2) (FG201695107) - 201695107

Formação da Literatura Brasileira - 2 Volumes

Formação da Literatura Brasileira - 2 Volumes

Ano:   Editora: Martins

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não Informado

Mar Livros Sebo Mar Livros Sebo RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
337 qualificações
R$ 100,00 + frete R$ 22,19

Total: R$ 122,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livros usados em estado regular, brochura, 16cm x 23.5cm. Sem marcações ou sublinhados, miolos amarelados, cortes amarelados, marcas de abertura nas lombadas, volume 1 com lombada começando a descolar e com adesivo. 2ª edição. (Momentos Decisivos). Volume 1, 373 páginas; Volume 2, 430 páginas. M184

Formação Da Literatura Brasileira

Formação Da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
349 qualificações
R$ 102,40 + frete R$ 22,19

Total: R$ 124,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 17 x 24 cm, 800 pág. Sinopse: Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XV

Formação Da Literatura Brasileira

Formação Da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
349 qualificações
R$ 102,40 + frete R$ 22,19

Total: R$ 124,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 17 x 24 cm, 800 pág. Sinopse: Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XV

Formação Da Literatura Brasileira

Formação Da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
349 qualificações
R$ 102,40 + frete R$ 22,19

Total: R$ 124,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 17 x 24 cm, 800 pág. Sinopse: Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XV

Formação Da Literatura Brasileira

Formação Da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
349 qualificações
R$ 102,40 + frete R$ 22,19

Total: R$ 124,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 17 x 24 cm, 800 pág. Sinopse: Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XV

Formação Da Literatura Brasileira

Formação Da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
349 qualificações
R$ 102,40 + frete R$ 22,19

Total: R$ 124,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 17 x 24 cm, 800 pág. Sinopse: Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XV

Formação Da Literatura Brasileira

Formação Da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Dickens Livraria Dickens Livraria SP - Guarulhos
97% Positivas
349 qualificações
R$ 102,40 + frete R$ 22,19

Total: R$ 124,59

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 17 x 24 cm, 800 pág. Sinopse: Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XV

Formação da Literatura Brasileira (2 Volumes)

Formação da Literatura Brasileira (2 Volumes)

Ano:   Editora: Itatiaia Edusp

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Sebo Ponta de Lança Livraria Sebo Ponta de Lança SP - São Paulo
99% Positivas
95 qualificações
R$ 117,35 + frete R$ 22,19

Total: R$ 139,54

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em bom estado de conservação com leves sinais de armazenamento ou manuseio, páginas e bordas levemente amareladas devido a ação do tempo. Contém carimbos, descartado de biblioteca. Desgastes nas bordas da capa e lombada. Volume 2 apresenta início de descolamento da capa em relação ao miolo, nada grave. Cortes apresentam escurecimentos e manchas embranquecidas.

Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos

Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Ingá Livraria Ingá RJ - Niterói
100% Positivas
5 qualificações
R$ 125,00 + frete R$ 16,14

Total: R$ 141,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, lacrado.

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1904 qualificações
R$ 128,00 + frete R$ 17,08

Total: R$ 145,08

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XVIII começa a ser possível falar, não de obras isoladas, e sim do esboço de uma literatura propriamente dita. Portanto, o seu intuito não foi estudar toda a lite­ratura do Brasil, mas os períodos durante os quais ela adquiriu o caráter de sistema, conforme a definição acima. A partir deles, a literatura passou a ser uma instituição da sociedade, não sim­ples ocorrência de textos, por mais importantes que fossem, como são de fato, por exemplo, no século XVII os de Gregório de Matos (inéditos até o século XIX) e do padre Antonio Vieira; ou o de Rocha Pita na primeira metade do século XVIII. Mas a concepção de sistema literário é a moldura, não o essencial do livro, embora tenha sido o que chamou a atenção dos críticos. O essencial é o estudo analítico das obras, que o autor procura abordar em leituras renovadoras para o momento em que o livro foi preparado e redigido, isto é, de 1945 a 1957. Por isso, embora nos pressupostos e no tratamento geral ele proceda como historiador da literatura, o que lhe interessou mais foi atuar como crítico, de capítulo a capítulo, focalizando cada obra e pro­cu­rando estabelecer a sua correlação com as demais. Do ponto de vista metodológico, a sua ambição foi mostrar que a visão histórico-cultural e o tratamento estético podem combinar-se numa concepção integradora, graças à qual são possíveis leituras mais completas dos textos, pois levam em conta tanto a sua singularidade de objetos que devem ser tratados como se fossem autônomos, quanto a sua natureza de frutos de um processo histórico social no qual os homens reconhecem a sua imagem e a imagem do seu universo. Formação da literatura brasileira vem sendo editado há mais de quarenta anos em dois volumes, por vezes justapostos no mesmo tomo. Agora, sai em um só, tendo o autor unificado as informações biográficas e bibliográficas que antes apareciam no fim de cada um. Em 1959, quando este livro foi publicado, Antonio Candido ensinava Literatura Brasileira na recém-criada Faculdade de Filosofia de Assis, atualmente integrada à Universidade Estadual Paulista, onde esteve de 1958 até o fim de 1960. No começo de 1961 voltou à sua Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo como professor da nova disciplina de Teoria Literária e Lite­ratura Comparada. Entre 1959 e 1960 preparou três livros: O observador literário (ensaios), a seleção das poesias de Teófilo Dias e da obra ficcional de Graciliano Ramos, com introdução e notas. No mesmo período colaborou regularmente no suplemento literário de O Estado de São Paulo e, em 1961, ajudou Antonio Soares Amora, diretor da Faculdade de Assis, no planejamento do 2º Congresso de Crítica e História Literária, ali realizado.

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1904 qualificações
R$ 128,00 + frete R$ 17,08

Total: R$ 145,08

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XVIII começa a ser possível falar, não de obras isoladas, e sim do esboço de uma literatura propriamente dita. Portanto, o seu intuito não foi estudar toda a lite­ratura do Brasil, mas os períodos durante os quais ela adquiriu o caráter de sistema, conforme a definição acima. A partir deles, a literatura passou a ser uma instituição da sociedade, não sim­ples ocorrência de textos, por mais importantes que fossem, como são de fato, por exemplo, no século XVII os de Gregório de Matos (inéditos até o século XIX) e do padre Antonio Vieira; ou o de Rocha Pita na primeira metade do século XVIII. Mas a concepção de sistema literário é a moldura, não o essencial do livro, embora tenha sido o que chamou a atenção dos críticos. O essencial é o estudo analítico das obras, que o autor procura abordar em leituras renovadoras para o momento em que o livro foi preparado e redigido, isto é, de 1945 a 1957. Por isso, embora nos pressupostos e no tratamento geral ele proceda como historiador da literatura, o que lhe interessou mais foi atuar como crítico, de capítulo a capítulo, focalizando cada obra e pro­cu­rando estabelecer a sua correlação com as demais. Do ponto de vista metodológico, a sua ambição foi mostrar que a visão histórico-cultural e o tratamento estético podem combinar-se numa concepção integradora, graças à qual são possíveis leituras mais completas dos textos, pois levam em conta tanto a sua singularidade de objetos que devem ser tratados como se fossem autônomos, quanto a sua natureza de frutos de um processo histórico social no qual os homens reconhecem a sua imagem e a imagem do seu universo. Formação da literatura brasileira vem sendo editado há mais de quarenta anos em dois volumes, por vezes justapostos no mesmo tomo. Agora, sai em um só, tendo o autor unificado as informações biográficas e bibliográficas que antes apareciam no fim de cada um. Em 1959, quando este livro foi publicado, Antonio Candido ensinava Literatura Brasileira na recém-criada Faculdade de Filosofia de Assis, atualmente integrada à Universidade Estadual Paulista, onde esteve de 1958 até o fim de 1960. No começo de 1961 voltou à sua Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo como professor da nova disciplina de Teoria Literária e Lite­ratura Comparada. Entre 1959 e 1960 preparou três livros: O observador literário (ensaios), a seleção das poesias de Teófilo Dias e da obra ficcional de Graciliano Ramos, com introdução e notas. No mesmo período colaborou regularmente no suplemento literário de O Estado de São Paulo e, em 1961, ajudou Antonio Soares Amora, diretor da Faculdade de Assis, no planejamento do 2º Congresso de Crítica e História Literária, ali realizado.

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1904 qualificações
R$ 128,00 + frete R$ 17,08

Total: R$ 145,08

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XVIII começa a ser possível falar, não de obras isoladas, e sim do esboço de uma literatura propriamente dita. Portanto, o seu intuito não foi estudar toda a lite­ratura do Brasil, mas os períodos durante os quais ela adquiriu o caráter de sistema, conforme a definição acima. A partir deles, a literatura passou a ser uma instituição da sociedade, não sim­ples ocorrência de textos, por mais importantes que fossem, como são de fato, por exemplo, no século XVII os de Gregório de Matos (inéditos até o século XIX) e do padre Antonio Vieira; ou o de Rocha Pita na primeira metade do século XVIII. Mas a concepção de sistema literário é a moldura, não o essencial do livro, embora tenha sido o que chamou a atenção dos críticos. O essencial é o estudo analítico das obras, que o autor procura abordar em leituras renovadoras para o momento em que o livro foi preparado e redigido, isto é, de 1945 a 1957. Por isso, embora nos pressupostos e no tratamento geral ele proceda como historiador da literatura, o que lhe interessou mais foi atuar como crítico, de capítulo a capítulo, focalizando cada obra e pro­cu­rando estabelecer a sua correlação com as demais. Do ponto de vista metodológico, a sua ambição foi mostrar que a visão histórico-cultural e o tratamento estético podem combinar-se numa concepção integradora, graças à qual são possíveis leituras mais completas dos textos, pois levam em conta tanto a sua singularidade de objetos que devem ser tratados como se fossem autônomos, quanto a sua natureza de frutos de um processo histórico social no qual os homens reconhecem a sua imagem e a imagem do seu universo. Formação da literatura brasileira vem sendo editado há mais de quarenta anos em dois volumes, por vezes justapostos no mesmo tomo. Agora, sai em um só, tendo o autor unificado as informações biográficas e bibliográficas que antes apareciam no fim de cada um. Em 1959, quando este livro foi publicado, Antonio Candido ensinava Literatura Brasileira na recém-criada Faculdade de Filosofia de Assis, atualmente integrada à Universidade Estadual Paulista, onde esteve de 1958 até o fim de 1960. No começo de 1961 voltou à sua Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo como professor da nova disciplina de Teoria Literária e Lite­ratura Comparada. Entre 1959 e 1960 preparou três livros: O observador literário (ensaios), a seleção das poesias de Teófilo Dias e da obra ficcional de Graciliano Ramos, com introdução e notas. No mesmo período colaborou regularmente no suplemento literário de O Estado de São Paulo e, em 1961, ajudou Antonio Soares Amora, diretor da Faculdade de Assis, no planejamento do 2º Congresso de Crítica e História Literária, ali realizado.

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1904 qualificações
R$ 128,00 + frete R$ 17,08

Total: R$ 145,08

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XVIII começa a ser possível falar, não de obras isoladas, e sim do esboço de uma literatura propriamente dita. Portanto, o seu intuito não foi estudar toda a lite­ratura do Brasil, mas os períodos durante os quais ela adquiriu o caráter de sistema, conforme a definição acima. A partir deles, a literatura passou a ser uma instituição da sociedade, não sim­ples ocorrência de textos, por mais importantes que fossem, como são de fato, por exemplo, no século XVII os de Gregório de Matos (inéditos até o século XIX) e do padre Antonio Vieira; ou o de Rocha Pita na primeira metade do século XVIII. Mas a concepção de sistema literário é a moldura, não o essencial do livro, embora tenha sido o que chamou a atenção dos críticos. O essencial é o estudo analítico das obras, que o autor procura abordar em leituras renovadoras para o momento em que o livro foi preparado e redigido, isto é, de 1945 a 1957. Por isso, embora nos pressupostos e no tratamento geral ele proceda como historiador da literatura, o que lhe interessou mais foi atuar como crítico, de capítulo a capítulo, focalizando cada obra e pro­cu­rando estabelecer a sua correlação com as demais. Do ponto de vista metodológico, a sua ambição foi mostrar que a visão histórico-cultural e o tratamento estético podem combinar-se numa concepção integradora, graças à qual são possíveis leituras mais completas dos textos, pois levam em conta tanto a sua singularidade de objetos que devem ser tratados como se fossem autônomos, quanto a sua natureza de frutos de um processo histórico social no qual os homens reconhecem a sua imagem e a imagem do seu universo. Formação da literatura brasileira vem sendo editado há mais de quarenta anos em dois volumes, por vezes justapostos no mesmo tomo. Agora, sai em um só, tendo o autor unificado as informações biográficas e bibliográficas que antes apareciam no fim de cada um. Em 1959, quando este livro foi publicado, Antonio Candido ensinava Literatura Brasileira na recém-criada Faculdade de Filosofia de Assis, atualmente integrada à Universidade Estadual Paulista, onde esteve de 1958 até o fim de 1960. No começo de 1961 voltou à sua Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo como professor da nova disciplina de Teoria Literária e Lite­ratura Comparada. Entre 1959 e 1960 preparou três livros: O observador literário (ensaios), a seleção das poesias de Teófilo Dias e da obra ficcional de Graciliano Ramos, com introdução e notas. No mesmo período colaborou regularmente no suplemento literário de O Estado de São Paulo e, em 1961, ajudou Antonio Soares Amora, diretor da Faculdade de Assis, no planejamento do 2º Congresso de Crítica e História Literária, ali realizado.

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

FORMAÇAO DA LITERATURA BRASILEIRA

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
97% Positivas
1904 qualificações
R$ 128,00 + frete R$ 17,08

Total: R$ 145,08

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Este livro estuda dois períodos de nossa literatura, Arcadismo e Romantismo, considerados pelo autor decisivos para a formação do que denomina sistema literário, isto é, a articulação de autores, obras e públicos de maneira a estabelecer uma tradição. Esta gera a continuidade, que dá à produção literária o caráter de atividade permanente, associada aos outros aspectos da cultura. Este modo de ver diverge da historiografia tradicional, porque adota como critério classificatório a constituição da literatura como atividade regular na sociedade, não como expressão de algum sentimento nacional. No Brasil sempre houve a produção de textos importantes, desde Anchieta no século XVI. No entanto, segundo o autor, só a partir de meados do século XVIII começa a ser possível falar, não de obras isoladas, e sim do esboço de uma literatura propriamente dita. Portanto, o seu intuito não foi estudar toda a lite­ratura do Brasil, mas os períodos durante os quais ela adquiriu o caráter de sistema, conforme a definição acima. A partir deles, a literatura passou a ser uma instituição da sociedade, não sim­ples ocorrência de textos, por mais importantes que fossem, como são de fato, por exemplo, no século XVII os de Gregório de Matos (inéditos até o século XIX) e do padre Antonio Vieira; ou o de Rocha Pita na primeira metade do século XVIII. Mas a concepção de sistema literário é a moldura, não o essencial do livro, embora tenha sido o que chamou a atenção dos críticos. O essencial é o estudo analítico das obras, que o autor procura abordar em leituras renovadoras para o momento em que o livro foi preparado e redigido, isto é, de 1945 a 1957. Por isso, embora nos pressupostos e no tratamento geral ele proceda como historiador da literatura, o que lhe interessou mais foi atuar como crítico, de capítulo a capítulo, focalizando cada obra e pro­cu­rando estabelecer a sua correlação com as demais. Do ponto de vista metodológico, a sua ambição foi mostrar que a visão histórico-cultural e o tratamento estético podem combinar-se numa concepção integradora, graças à qual são possíveis leituras mais completas dos textos, pois levam em conta tanto a sua singularidade de objetos que devem ser tratados como se fossem autônomos, quanto a sua natureza de frutos de um processo histórico social no qual os homens reconhecem a sua imagem e a imagem do seu universo. Formação da literatura brasileira vem sendo editado há mais de quarenta anos em dois volumes, por vezes justapostos no mesmo tomo. Agora, sai em um só, tendo o autor unificado as informações biográficas e bibliográficas que antes apareciam no fim de cada um. Em 1959, quando este livro foi publicado, Antonio Candido ensinava Literatura Brasileira na recém-criada Faculdade de Filosofia de Assis, atualmente integrada à Universidade Estadual Paulista, onde esteve de 1958 até o fim de 1960. No começo de 1961 voltou à sua Faculdade de Filosofia da Universidade de São Paulo como professor da nova disciplina de Teoria Literária e Lite­ratura Comparada. Entre 1959 e 1960 preparou três livros: O observador literário (ensaios), a seleção das poesias de Teófilo Dias e da obra ficcional de Graciliano Ramos, com introdução e notas. No mesmo período colaborou regularmente no suplemento literário de O Estado de São Paulo e, em 1961, ajudou Antonio Soares Amora, diretor da Faculdade de Assis, no planejamento do 2º Congresso de Crítica e História Literária, ali realizado.

Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos

Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos

Ano:   Editora: Academia Brasileira de Letras

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Mineira Livraria Mineira MG - Belo Horizonte
100% Positivas
24 qualificações
R$ 150,00 + frete R$ 22,19

Total: R$ 172,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. 24x17 cm. 800pp. Excelente estado de conservação. Capa levemente empoeirada com pequenos desgastes nas bordas. Miolo firme, contém alguns grifos a caneta. Cortes empoeirados. (exemplar adquirido de biblioteca particular, contém etiqueta de catalogação na parte inferior da lombada)

Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos

Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos

Ano:   Editora: Fapesp Ouro Sobre Azul

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Letras e Cia Sebo Letras e Cia SP - São Paulo
99% Positivas
72 qualificações
R$ 154,90 + frete R$ 22,19

Total: R$ 177,09

Comprar ler descrição ocultar

Descrição A obra se concentra no estudo da Arcádia e do Romantismo. Segundo o autor, momentos decisivos na formação do sistema literário brasileiro e na análise das obras de vários autores... Livro em ótimo estado, brochura, 800pgs

Formação da Literatura Brasileira

Formação da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
100% Positivas
200 qualificações
R$ 158,00 + frete R$ 22,19

Total: R$ 180,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 800pp.

Formação da Literatura Brasileira

Formação da Literatura Brasileira

Ano:   Editora: Fapesp

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Virtual Incunábulo Livraria Virtual Incunábulo SP - São Paulo
100% Positivas
210 qualificações
R$ 180,00 + frete R$ 22,19

Total: R$ 202,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Doli2; Livro em bom estado - 201655838

Formação da literatura brasileira - momentos decisivos Capa ilustrativa

Formação da literatura brasileira - momentos decisivos

Ano:   Editora: Ouro Sobre Azul

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não Informado

Livraria o Relicário Livraria o Relicário PA - Belém
100% Positivas
39 qualificações
R$ 181,00 + frete R$ 22,19

Total: R$ 203,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado. Em razoável estado de conservação. Capa gasta, descolando, ruida, desbotando, rasgadanas pontas, suja. Manchas ao longo do livro, negrume nas lombadas. Miolo gasto. Levemente amassado.

Formação da Literatura Brasileira: Momentos Decisivos 1750-1880

Formação da Literatura Brasileira: Momentos Decisivos 1750-1880

Ano:   Editora: Fapesp

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

BrenoBooks BrenoBooks RS - Novo Hamburgo
99% Positivas
193 qualificações
R$ 300,00 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Perfeito estado.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro