A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Os Livros e os Dias Capa ilustrativa

Livro Os Livros e os Dias

Alberto Manguel

Os livros e os dias é uma obra singular, que combina o diário pessoal e a crítica literária, fazendo com que a literatura ilumine a vida cotidiana e vice-versa. A cada mês, durante o período entre junho de 2002 e maio de 2003, Alberto Manguel escolheu um grande romance para reler e comentar em seu diário. Suas impressões de leitura se entrelaçam com lembranças pessoais, observações sobre o dia-a-dia, reflexões sobre o mundo contemporâneo e, principalmente, remissões a livros e autores. Assim, o romance fantástico A invenção de Morel , de Adolfo Bioy Casares, lança uma luz inesperada sobre a Argentina pós-hecatombe que Manguel reencontrou em junho de 2002, depois de uma longa ausência. Já <em>Memórias póstumas de Brás Cubas , de Machado de Assis, leva o autor a refletir sobre o papel do leitor na constituição da obra literária. Do mesmo modo, o Dom Quixote , de Cervantes, ajuda a pensar sobre a loucura contemporânea e os diversos fundamentalismos vigentes. Cada obra remete a outras obras, cada personagem a outros personagens, num processo infinito de alargamento de horizontes. A boa literatura, para o autor, sempre tem alguma coisa a dizer a cada época e leitor. Distante da esterilidade acadêmica, a erudição de Manguel é prazerosa, sedutora e desprovida de preconceitos. Em sua biblioteca, Arthur Conan Doyle ocupa um lugar tão nobre quanto Goethe e Machado de Assis. Em Os livros e os dias o leitor brasileiro reencontra a prosa fluente e cristalina do autor de Uma história da leitura . Aqui, num registro mais pessoal, as preocupações do autor com as grandes questões contemporâneas - a guerra, as transformações da vida cotidiana, a crise de valores - são examinadas e interpretadas pelo filtro da literatura, com a ajuda dos escritores de todas as épocas. Cervantes, Kipling, Dino Buzzati, Sei Shonagon, Chateaubriand, H. G. Wells, Kafka e Borges são algumas das vozes que se fazem ouvir nessas páginas.    

Os livros e os dias é uma obra singular, que combina o diário pessoal e a crítica literária, fazendo com que a literatura ilumine a vida cotidiana e vice-versa. A cada mês, durante o período entre junho de 2002 e maio de 2003, Alberto Manguel escolheu um grande romance para reler e comentar em seu diário. Suas impressões de leitura se entrelaçam com lembranças pessoais, observações sobre o dia-a-dia, reflexões sobre o mundo contemporâneo e, principalmente, remissões a livros e autores. Assim, o romance fantástico A invenção de Morel , de Adolfo Bioy Casares, lança uma luz inesperada sobre a Argentina pós-hecatombe que Manguel reencontrou em junho de 2002, depois de uma longa ausência. Já <em>Memórias póstumas de Brás Cubas , de Machado de Assis, leva o autor a refletir sobre o papel do leitor na constituição da obra literária. Do mesmo modo, o Dom Quixote , de Cervantes, ajuda a pensar sobre a loucura contemporânea e os diversos fundamentalismos vigentes. Cada obra remete a outras obras, cada personagem a outros personagens, num processo infinito de alargamento de horizontes. A boa literatura, para o autor, sempre tem alguma coisa a dizer a cada época e leitor. Distante da esterilidade acadêmica, a erudição de Manguel é prazerosa, sedutora e desprovida de preconceitos. Em sua biblioteca, Arthur Conan Doyle ocupa um lugar tão nobre quanto Goethe e Machado de Assis. Em Os livros e os dias o leitor brasileiro reencontra a prosa fluente e cristalina do autor de Uma história da leitura . Aqui, num registro mais pessoal, as preocupações do autor com as grandes questões contemporâneas - a guerra, as transformações da vida cotidiana, a crise de valores - são examinadas e interpretadas pelo filtro da literatura, com a ajuda dos escritores de todas as épocas. Cervantes, Kipling, Dino Buzzati, Sei Shonagon, Chateaubriand, H. G. Wells, Kafka e Borges são algumas das vozes que se fazem ouvir nessas páginas. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Os Livros e os Dias

Capa ilustrativa
Refinar resultado

3 livros usados em 3 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Os Livros e os Dias Capa ilustrativa

Os Livros e os Dias

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Basques2 Sebo Basques2 SP - São Paulo
100% Positivas
102 qualificações
R$ 100,00 + frete R$ 10,61

Total: R$ 110,61

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro com corte superior acinzentado, leves manchas nos cortes e capas. Brochura, 14 x 21 cm, 216 Páginas.

Os Livros e os Dias - um Ano de Leituras Prazerosas Capa ilustrativa

Os Livros e os Dias - um Ano de Leituras Prazerosas

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Jalaluddin Livros Jalaluddin Livros SP - São Paulo
99% Positivas
148 qualificações
R$ 110,00 + frete R$ 11,87

Total: R$ 121,87

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em ótimo estado de conservação. Possui assinatura.

Os Livros e os Dias

Os Livros e os Dias

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Bookstacks Bookstacks ES - Vitória
97% Positivas
30 qualificações
R$ 115,00 + frete R$ 11,24

Total: R$ 126,24

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em ótimo estado de conservação.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro