A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Malala a Menina Que Queria Ir para a Escola Capa ilustrativa

Malala, a Menina Que Queria Ir para a Escola

Adriana Carranca

Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no vale do Swat, no Paquistão, uma região de extraordinária beleza, cobiçada no passado por conquistadores como Gengis Khan e Alexandre, o Grande, e protegida pelos bravos guerreiros pashtuns – os povos das montanhas. Foi habitada por reis e rainhas, príncipes e princesas, como nos contos de fadas. Malala cresceu entre os corredores da escola de seu pai, Ziauddin Yousafzai, e era uma das primeiras alunas da classe. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar estudando. Ela fez das palavras sua arma. Em 9 de outubro de 2012, quando voltava de ônibus da escola, sofreu um atentado a tiro. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat dias depois do atentado, hospedou-se com uma família local e conta neste livro tudo o que viu e aprendeu por lá. Ela apresenta às crianças a história real dessa menina que, além de ser a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo. Fechar Ler mais

Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no vale do Swat, no Paquistão, uma região de extraordinária beleza, cobiçada no passado por conquistadores como Gengis Khan e Alexandre, o Grande, e protegida pelos bravos guerreiros pashtuns – os povos das montanhas. Foi habitada por reis e rainhas, príncipes e princesas, como nos contos de fadas. Malala cresceu entre os corredores da escola de seu pai, Ziauddin Yousafzai, e era uma das primeiras alunas da classe. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar estudando. Ela fez das palavras sua arma. Em 9 de outubro de 2012, quando voltava de ônibus da escola, sofreu um atentado a tiro. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat dias depois do atentado, hospedou-se com uma família local e conta neste livro tudo o que viu e aprendeu por lá. Ela apresenta às crianças a história real dessa menina que, além de ser a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Malala, A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Capa ilustrativa

126 livros novos e 12 livros usados em 36 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Malala, A Menina Que Queria Ir Para A Escola Capa ilustrativa

Malala, A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

BookMarket BookMarket SP - São Paulo
98% Positivas
285 qualificações
R$ 26,30 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,88

Comprar ler descrição ocultar
Malala a menina que queria ir para a escola

Malala a menina que queria ir para a escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

UmLivro UmLivro SP - Cotia
98% Positivas
295 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no vale do Swat, no Paquistão, uma região de extraordinária beleza, cobiçada no passado por conquistadores como Gengis Khan e Alexandre, o Grande, e protegida pelos bravos guerreiros pashtuns – os povos das montanhas. Foi habitada por reis e rainhas, príncipes e princesas, como nos contos de fadas. Malala cresceu entre os corredores da escola de seu pai, Ziauddin Yousafzai, e era uma das primeiras alunas da classe. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar estudando. Ela fez das palavras sua arma. Em 9 de outubro de 2012, quando voltava de ônibus da escola, sofreu um atentado a tiro. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat dias depois do atentado, hospedou-se com uma família local e conta neste livro tudo o que viu e aprendeu por lá. Ela apresenta às crianças a história real dessa menina que, além de ser a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo.

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
797 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Na obra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
797 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Na obra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
797 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Na obra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Malala - A Menina Que Queria Ir Para A Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

Bookfast Bookfast PR - CURITIBA
98% Positivas
797 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Na obra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola Capa ilustrativa

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
85% Positivas
189 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no Paquistão, em uma região pacífica, e era uma das primeiras alunas da classe. Mas quando tinha dez anos, viu a sua cidade ser atacada e dominada por um grupo extremista chamado Talibã. Eles impuseram muitas regras, entre elas a que determinava que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada a defender aquilo em que acreditava e lutou com todas as forças para continuar estudando. Por isso, em 9 de outubro de 2012, tomou um tiro na cabeça quando voltava de ônibus da escola. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat pouco depois do atentado, e conta tudo o que viu e aprendeu por lá, apresentando a história dessa menina que, além de ser a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz, é um grande exemplo, no mundo todo, do poder do protesto pacífico.

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
97% Positivas
602 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Naobra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
97% Positivas
602 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Naobra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
97% Positivas
602 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Naobra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
97% Positivas
602 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Naobra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Pook Book Pook Book SP - São Paulo
97% Positivas
602 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No primeiro livro-reportagem destinado ao público infantil, a jornalista Adriana Carranca relata às crianças a história da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Talibã aos catorze anos por defender a educação feminina. Naobra, a repórter traz suas percepções sobre o vale do Swat, a história da região e a definição dos termos mais importantes para entender a vida desta menina tão corajosa.

Malala a menina que queria ir para a escola

Malala a menina que queria ir para a escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

UmLivro UmLivro SP - Cotia
98% Positivas
295 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no vale do Swat, no Paquistão, uma região de extraordinária beleza, cobiçada no passado por conquistadores como Gengis Khan e Alexandre, o Grande, e protegida pelos bravos guerreiros pashtuns – os povos das montanhas. Foi habitada por reis e rainhas, príncipes e princesas, como nos contos de fadas. Malala cresceu entre os corredores da escola de seu pai, Ziauddin Yousafzai, e era uma das primeiras alunas da classe. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar estudando. Ela fez das palavras sua arma. Em 9 de outubro de 2012, quando voltava de ônibus da escola, sofreu um atentado a tiro. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat dias depois do atentado, hospedou-se com uma família local e conta neste livro tudo o que viu e aprendeu por lá. Ela apresenta às crianças a história real dessa menina que, além de ser a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo.

Malala a menina que queria ir para a escola

Malala a menina que queria ir para a escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

UmLivro UmLivro SP - Cotia
98% Positivas
295 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no vale do Swat, no Paquistão, uma região de extraordinária beleza, cobiçada no passado por conquistadores como Gengis Khan e Alexandre, o Grande, e protegida pelos bravos guerreiros pashtuns – os povos das montanhas. Foi habitada por reis e rainhas, príncipes e princesas, como nos contos de fadas. Malala cresceu entre os corredores da escola de seu pai, Ziauddin Yousafzai, e era uma das primeiras alunas da classe. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar estudando. Ela fez das palavras sua arma. Em 9 de outubro de 2012, quando voltava de ônibus da escola, sofreu um atentado a tiro. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat dias depois do atentado, hospedou-se com uma família local e conta neste livro tudo o que viu e aprendeu por lá. Ela apresenta às crianças a história real dessa menina que, além de ser a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo.

Malala a menina que queria ir para a escola

Malala a menina que queria ir para a escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

UmLivro UmLivro SP - Cotia
98% Positivas
295 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no vale do Swat, no Paquistão, uma região de extraordinária beleza, cobiçada no passado por conquistadores como Gengis Khan e Alexandre, o Grande, e protegida pelos bravos guerreiros pashtuns – os povos das montanhas. Foi habitada por reis e rainhas, príncipes e princesas, como nos contos de fadas. Malala cresceu entre os corredores da escola de seu pai, Ziauddin Yousafzai, e era uma das primeiras alunas da classe. Quando tinha dez anos viu sua cidade ser controlada por um grupo extremista chamado Talibã. Armados, eles vigiavam o vale noite e dia, e impuseram muitas regras. Proibiram a música e a dança, baniram as mulheres das ruas e determinaram que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada desde pequena a defender aquilo em que acreditava e lutou pelo direito de continuar estudando. Ela fez das palavras sua arma. Em 9 de outubro de 2012, quando voltava de ônibus da escola, sofreu um atentado a tiro. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat dias depois do atentado, hospedou-se com uma família local e conta neste livro tudo o que viu e aprendeu por lá. Ela apresenta às crianças a história real dessa menina que, além de ser a mais jovem ganhadora do prêmio Nobel da paz, é um grande exemplo de como uma pessoa e um sonho podem mudar o mundo.

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola Capa ilustrativa

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
85% Positivas
189 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no Paquistão, em uma região pacífica, e era uma das primeiras alunas da classe. Mas quando tinha dez anos, viu a sua cidade ser atacada e dominada por um grupo extremista chamado Talibã. Eles impuseram muitas regras, entre elas a que determinava que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada a defender aquilo em que acreditava e lutou com todas as forças para continuar estudando. Por isso, em 9 de outubro de 2012, tomou um tiro na cabeça quando voltava de ônibus da escola. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat pouco depois do atentado, e conta tudo o que viu e aprendeu por lá, apresentando a história dessa menina que, além de ser a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz, é um grande exemplo, no mundo todo, do poder do protesto pacífico.

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola Capa ilustrativa

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
85% Positivas
189 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no Paquistão, em uma região pacífica, e era uma das primeiras alunas da classe. Mas quando tinha dez anos, viu a sua cidade ser atacada e dominada por um grupo extremista chamado Talibã. Eles impuseram muitas regras, entre elas a que determinava que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada a defender aquilo em que acreditava e lutou com todas as forças para continuar estudando. Por isso, em 9 de outubro de 2012, tomou um tiro na cabeça quando voltava de ônibus da escola. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat pouco depois do atentado, e conta tudo o que viu e aprendeu por lá, apresentando a história dessa menina que, além de ser a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz, é um grande exemplo, no mundo todo, do poder do protesto pacífico.

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola Capa ilustrativa

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
85% Positivas
189 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no Paquistão, em uma região pacífica, e era uma das primeiras alunas da classe. Mas quando tinha dez anos, viu a sua cidade ser atacada e dominada por um grupo extremista chamado Talibã. Eles impuseram muitas regras, entre elas a que determinava que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada a defender aquilo em que acreditava e lutou com todas as forças para continuar estudando. Por isso, em 9 de outubro de 2012, tomou um tiro na cabeça quando voltava de ônibus da escola. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat pouco depois do atentado, e conta tudo o que viu e aprendeu por lá, apresentando a história dessa menina que, além de ser a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz, é um grande exemplo, no mundo todo, do poder do protesto pacífico.

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola Capa ilustrativa

Malala - a Menina Que Queria Ir Para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
85% Positivas
189 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 7,58

Total: R$ 33,90

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no Paquistão, em uma região pacífica, e era uma das primeiras alunas da classe. Mas quando tinha dez anos, viu a sua cidade ser atacada e dominada por um grupo extremista chamado Talibã. Eles impuseram muitas regras, entre elas a que determinava que somente os meninos poderiam estudar. Mas Malala foi ensinada a defender aquilo em que acreditava e lutou com todas as forças para continuar estudando. Por isso, em 9 de outubro de 2012, tomou um tiro na cabeça quando voltava de ônibus da escola. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat pouco depois do atentado, e conta tudo o que viu e aprendeu por lá, apresentando a história dessa menina que, além de ser a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz, é um grande exemplo, no mundo todo, do poder do protesto pacífico.

Malala, a Menina que Queria Ir Para a Escola Capa ilustrativa

Malala, a Menina que Queria Ir Para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: seminovo/usado

Vinha de Luz Vinha de Luz SP - São Paulo
100% Positivas
173 qualificações
R$ 26,30 + frete R$ 8,53

Total: R$ 34,83

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. 1º edição. 96 páginas. Capa com leves amassados nas pontas. Em bom estado de conservação. Assinatura na folha de rosto. ISBN: 978-85-7406-670-7. Código de Barras: 9788574066707.

Malala, a Menina Que Queria Ir para a Escola

Malala, a Menina Que Queria Ir para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lima Barreto Sebo Lima Barreto RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
877 qualificações
R$ 27,99 + frete R$ 7,05

Total: R$ 35,04

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 18/04/2019 Livro em bom estado de conservação. Envelhecido pelo tempo. Levemente amassado pelo uso. Possui dedicatória/assinatura feita pelo antigo dono.

Malala, a Menina Que Queria Ir para a Escola Capa ilustrativa

Malala, a Menina Que Queria Ir para a Escola

Ano:   Editora: Cia das Letrinhas

Tipo: seminovo/usado

Livraria dos Estudantes Livraria dos Estudantes RJ - Campos dos Goytacazes
97% Positivas
106 qualificações
R$ 25,00 + frete R$ 10,16

Total: R$ 35,16

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em ótimo estado, nada que atrapalhe o uso.

Malala, a Menina Que Queria Ir para a Escola

Malala, a Menina Que Queria Ir para a Escola

Ano:   Editora: Cia das Letrinhas

Tipo: seminovo/usado

Sebo Aceroni Sebo Aceroni SP - São Paulo
98% Positivas
288 qualificações
R$ 25,00 + frete R$ 10,16

Total: R$ 35,16

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ótimo estado, nome a caneta na parte interna da capa. alguns poucos grifos com caneta.

Malala : a Menina Que Queria Ir para a Escola Capa ilustrativa

Malala : a Menina Que Queria Ir para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
98% Positivas
2384 qualificações
R$ 28,00 + frete R$ 8,53

Total: R$ 36,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 15, 5 x 22, 5, 96 pág. Sinopse: Por mais absurdo que pareça, Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no Paquistão, em uma região pacífica, e era uma das primeiras alunas da classe. Mas quando tinha dez anos, viu a sua cidade ser atacada e dominada por um grupo extremista chamado Talibã. Eles impuseram muitas regras, entre elas a que determinava que somente os meninos poderiam estudar.Mas Malala foi ensinada a defender aquilo em que acreditava e lutou com todas as forças para continuar estudando. Por isso, em 9 de outubro de 2012, tomou um tiro na cabeça quando voltava de ônibus da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat pouco depois do atentado, e conta tudo o que viu e a

Malala : a Menina Que Queria Ir para a Escola Capa ilustrativa

Malala : a Menina Que Queria Ir para a Escola

Ano:   Editora: Companhia das Letrinhas

Tipo: novo

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
98% Positivas
2384 qualificações
R$ 28,00 + frete R$ 8,53

Total: R$ 36,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 15, 5 x 22, 5, 96 pág. Sinopse: Por mais absurdo que pareça, Malala Yousafzai quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela nasceu no Paquistão, em uma região pacífica, e era uma das primeiras alunas da classe. Mas quando tinha dez anos, viu a sua cidade ser atacada e dominada por um grupo extremista chamado Talibã. Eles impuseram muitas regras, entre elas a que determinava que somente os meninos poderiam estudar.Mas Malala foi ensinada a defender aquilo em que acreditava e lutou com todas as forças para continuar estudando. Por isso, em 9 de outubro de 2012, tomou um tiro na cabeça quando voltava de ônibus da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria. A jornalista Adriana Carranca visitou o vale do Swat pouco depois do atentado, e conta tudo o que viu e a

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA Capa ilustrativa

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Cia das Letrinhas

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
98% Positivas
397 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 10,53

Total: R$ 36,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, com garantia SKU: L99124598 ISBN: 9788574066707 Sinopse: Neste livro-reportagem, a jornalista Adriana Carranca relata as criancas a historia da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Taliba aos catorze anos por defender a educacao feminina. A reporter traz suas percepcoes sobre o

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA Capa ilustrativa

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Cia das Letrinhas

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
98% Positivas
397 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 10,53

Total: R$ 36,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, com garantia SKU: L99124598 ISBN: 9788574066707 Sinopse: Neste livro-reportagem, a jornalista Adriana Carranca relata as criancas a historia da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Taliba aos catorze anos por defender a educacao feminina. A reporter traz suas percepcoes sobre o

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA Capa ilustrativa

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Cia das Letrinhas

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
98% Positivas
397 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 10,53

Total: R$ 36,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, com garantia SKU: L99124598 ISBN: 9788574066707 Sinopse: Neste livro-reportagem, a jornalista Adriana Carranca relata as criancas a historia da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Taliba aos catorze anos por defender a educacao feminina. A reporter traz suas percepcoes sobre o

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA Capa ilustrativa

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Cia das Letrinhas

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
98% Positivas
397 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 10,53

Total: R$ 36,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, com garantia SKU: L99124598 ISBN: 9788574066707 Sinopse: Neste livro-reportagem, a jornalista Adriana Carranca relata as criancas a historia da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Taliba aos catorze anos por defender a educacao feminina. A reporter traz suas percepcoes sobre o

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA Capa ilustrativa

MALALA A MENINA QUE QUERIA IR PARA A ESCOLA

Ano:   Editora: Cia das Letrinhas

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
98% Positivas
397 qualificações
R$ 26,32 + frete R$ 10,53

Total: R$ 36,85

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, com garantia SKU: L99124598 ISBN: 9788574066707 Sinopse: Neste livro-reportagem, a jornalista Adriana Carranca relata as criancas a historia da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, baleada por membros do Taliba aos catorze anos por defender a educacao feminina. A reporter traz suas percepcoes sobre o

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro