A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Economia da Intencao Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Doc Searls

Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de "economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar Ler mais

Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de "economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Economia da Intenção

Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Livraria Bailly Livraria Bailly RJ - Niterói
96% Positivas
26 qualificações
R$ 13,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. 252 páginas - Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quandoeles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção?. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. A demanda não será mais expressa apenas na forma de dinheiro, apetites coletivos ou inferências de análises de dados acumulados sobre os quais o indivíduo tem pouco ou nenhum controle. A demanda será pessoal. Isso significa que os clientes se encarregarão da informação pessoal que compartilham com todas as partes, incluindo fornecedores. Trata-se de uma economia que cresce em torno dos compradores, não dos vendedores. Ela aproveita-se do simples fato de que os compradores são a primeira fonte de dinheiro e que eles vêm prontos. Além disso, é um tipo de negócio que não precisa de publicidade para fazê-lo. Apenas os fornecedores e as organizações que estão prontos para a mudança irão sobreviver e prosperar. Fechar

A Economia da Intenção

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Rota Literária Rota Literária RS - Porto Alegre
100% Positivas
72 qualificações
R$ 13,80 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro capa brochura em estado de novo, lacrado. 252p. (Administração). Sinopse: Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quando eles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de "economia de intenção”. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo.

A Economia da Intenção

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Rota Literária Rota Literária RS - Porto Alegre
100% Positivas
72 qualificações
R$ 13,80 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro capa brochura em estado de novo, lacrado. 252p. (Administração). Sinopse: Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quando eles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de "economia de intenção”. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo.

A Economia da Intenção

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Rota Literária Rota Literária RS - Porto Alegre
100% Positivas
72 qualificações
R$ 13,80 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro capa brochura em estado de novo, lacrado. 252p. (Administração). Sinopse: Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro The Cluetrain Manifesto, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quando eles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de "economia de intenção”. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo.

A Economia da Intenção

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Mania de Cultura Franca Mania de Cultura Franca SP - Franca
100% Positivas
211 qualificações
R$ 15,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em ótimo estado de conservação. Sem rasuras, rabiscos, riscos, sublinhados, amassados ou avarias de qualquer tipo. 252 pgs.

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Sebo Leitura Sebo Leitura PR - Curitiba
100% Positivas
267 qualificações
R$ 15,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Interessados Solicitar Foto Por E-mail. Livro em bom estado para leitura, com sinais de manuseio, sujidades nas bordas e capa devido ao armazenamento, manchas de oxidação. 252 Páginas.

A Economia da Intenção

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Umma Livraria Umma Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
70 qualificações
R$ 20,00 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quando eles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente pode alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de economia de intenção. Nesta obra, Searls visa apresentar um guia para uma economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a economia da intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda. 280 páginas. 23 cm. Em ótimo estado de conservação.

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

Ano:   Editora: Elsevier

Tipo: novo

Sebo Líder Sebo Líder PR - Curitiba
99% Positivas
873 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo, brochura, 252 páginas. 02 / 09 / 2014 título completo: a economia da intenção - o mercado sob a perspectiva de clientes independentes fortalecidos e conscientes; tipo: usado TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000208857740 405 Livro Usado 20885774 Administração 02/09/2014

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

Ano:   Editora: Elsevier

Tipo: novo

Sebo Líder Sebo Líder PR - Curitiba
99% Positivas
873 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo, brochura, 252 páginas. 02 / 09 / 2014 título completo: a economia da intenção - o mercado sob a perspectiva de clientes independentes fortalecidos e conscientes; tipo: usado TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000208857962 405 Livro Usado 20885796 Administração 02/09/2014

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

Ano:   Editora: Elsevier

Tipo: novo

Sebo Líder Sebo Líder PR - Curitiba
99% Positivas
873 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo, brochura, 252 páginas. 02 / 09 / 2014 título completo: a economia da intenção - o mercado sob a perspectiva de clientes independentes fortalecidos e conscientes; tipo: usado TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000208858143 405 Livro Usado 20885814 Administração 02/09/2014

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

Ano:   Editora: Elsevier

Tipo: novo

Sebo Líder Sebo Líder PR - Curitiba
99% Positivas
873 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo, brochura, 252 páginas. 02 / 09 / 2014 título completo: a economia da intenção - o mercado sob a perspectiva de clientes independentes fortalecidos e conscientes; tipo: usado TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000208858396 405 Livro Usado 20885839 Administração 02/09/2014

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

A Economia da Intenção - o Mercado Sob a Perspectiva de Clientes In...

Ano:   Editora: Elsevier

Tipo: novo

Sebo Líder Sebo Líder PR - Curitiba
99% Positivas
873 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo, brochura, 252 páginas. 02 / 09 / 2014 título completo: a economia da intenção - o mercado sob a perspectiva de clientes independentes fortalecidos e conscientes; tipo: usado TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000208858600 405 Livro Usado 20885860 Administração 02/09/2014

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
412 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, novo, com252 Páginas. Estante Marketing TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210197582

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
412 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, novo, com252 Páginas. Estante Marketing TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210197599

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
412 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, novo, com252 Páginas. Estante Marketing TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210197605

A Economia da Intenção Capa ilustrativa

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Campus

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
412 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, novo, com252 Páginas. Estante Marketing TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210197612

A Economia da Intençao Capa ilustrativa

A Economia da Intençao

Ano:   Editora: Campus

Tipo: novo

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
412 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo 11/05/2017 TIPO: NOVO PÁGINAS: 254 ACABAMENTO: Brochura CÓDIGO DE BARRAS: 1000219310562

A Economia da Intenção

A Economia da Intenção

Ano:   Editora: Elsevier

Tipo: novo

Livraria Virtual Embooks Livraria Virtual Embooks SP - Embu
100% Positivas
39 qualificações
R$ 65,65 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição *LIVRO NOVO* Quem é o verdadeiro dono do mercado? O negócio ou o cliente? De acordo com Doc Searls, jornalista, blogueiro e co-autor do livro "The Cluetrain Manifesto", os clientes possuem o poder de dizer aos vendedores o que querem, como querem, onde e quando eles são capazes de obtê-lo. Essa mudança no poder imperativo do cliente vai alterar o equilíbrio do mercado e inaugurar o que Searls chama de "Economia de Intenção”. Neste livro, Searls apresenta um guia para uma Economia impulsionada pela intenção de consumo, onde os fornecedores podem e devem responder às intenções reais dos clientes, em vez de simplesmente disputar a atenção deles na esperança de vender algo. Segundo o autor, a Economia da Intenção aumenta o poder individual e o fornecimento de unidades de demanda.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro