A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Teatro da Ruptura Oswald de Andrade Capa ilustrativa

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Sábato Magaldi

Para a crítica brasileira, Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, é o primeiro marco da literatura dramática moderna no Brasil. Ninguém duvida da justeza desse juízo, quando se pensa que, ao valor da peça, se somou a brilhante montagem de Ziembinski para Os Comediantes, estreada em dezembro de 1943. Como espetáculo, realização teatral autêntica, a afirmação é definitiva. "Sob o prisma da dramaturgia, porém, cabe reivindicar a precedência da obra de Oswald de Andrade: O Rei da Vela (escrita em 1933 e publicada em 1937), O Homem e o Cavalo (1934) e A Morta (1937). Muitas das inovações dos textos de Nelson Rodrigues já se encontram nos de Oswald de Andrade". Este é o ponto de partida de Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade, de Sábato Magaldi. Rompendo com a desconfiança (e, por vezes, declarada má vontade) da crítica em relação à obra teatral de Oswald, Sábato Magaldi, após uma releitura atenta de suas peças, concluiu pela "importância excepcional dessa dramaturgia". Expondo os seus pontos de vista com clareza e um profundo conhecimento do teatro (em sua dupla vida como obra literária e realização teatral), analisa todas as peças do autor paulista (inclusive inéditos), assinalando a evolução libertadora de Oswald a partir das primeiras experiências, redigidas em francês. O criador autêntico e inovador se firma na "análise furiosa" da realidade brasileira e das classes dominantes, expressa em O Rei da Vela; na condenação implacável da civilização burguesa ocidental, formulada em O Homem e o Cavalo, até a busca de um novo (e talvez equivocado) caminho, na tentativa lírica de A Morta. Voltando à sua proposição inicial, Magaldi analisa semelhanças fundamentais entre a obra teatral de Oswald e de Nelson, concluindo que, se não houve influência do paulista sobre o pernambucano, pelo menos é inegável a sua precedência. Fechar Ler mais

Para a crítica brasileira, Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, é o primeiro marco da literatura dramática moderna no Brasil. Ninguém duvida da justeza desse juízo, quando se pensa que, ao valor da peça, se somou a brilhante montagem de Ziembinski para Os Comediantes, estreada em dezembro de 1943. Como espetáculo, realização teatral autêntica, a afirmação é definitiva. "Sob o prisma da dramaturgia, porém, cabe reivindicar a precedência da obra de Oswald de Andrade: O Rei da Vela (escrita em 1933 e publicada em 1937), O Homem e o Cavalo (1934) e A Morta (1937). Muitas das inovações dos textos de Nelson Rodrigues já se encontram nos de Oswald de Andrade". Este é o ponto de partida de Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade, de Sábato Magaldi. Rompendo com a desconfiança (e, por vezes, declarada má vontade) da crítica em relação à obra teatral de Oswald, Sábato Magaldi, após uma releitura atenta de suas peças, concluiu pela "importância excepcional dessa dramaturgia". Expondo os seus pontos de vista com clareza e um profundo conhecimento do teatro (em sua dupla vida como obra literária e realização teatral), analisa todas as peças do autor paulista (inclusive inéditos), assinalando a evolução libertadora de Oswald a partir das primeiras experiências, redigidas em francês. O criador autêntico e inovador se firma na "análise furiosa" da realidade brasileira e das classes dominantes, expressa em O Rei da Vela; na condenação implacável da civilização burguesa ocidental, formulada em O Homem e o Cavalo, até a busca de um novo (e talvez equivocado) caminho, na tentativa lírica de A Morta. Voltando à sua proposição inicial, Magaldi analisa semelhanças fundamentais entre a obra teatral de Oswald e de Nelson, concluindo que, se não houve influência do paulista sobre o pernambucano, pelo menos é inegável a sua precedência. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Capa ilustrativa

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Capa ilustrativa
Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade Capa ilustrativa

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Sebaco Livros de Arte Sebaco Livros de Arte RJ - Nova Iguaçu
100% Positivas
17 qualificações
R$ 18,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em estado de novíssimo.Sem marcações ou grifos no texto. possui somente uma etiqueta de identificação do leitor anterior.

Teatro da Ruptura: Oswaldo de Andrade Capa ilustrativa

Teatro da Ruptura: Oswaldo de Andrade

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Buriti Sebo Literário Buriti Sebo Literário RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
210 qualificações
R$ 20,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, sem riscos ou sublinhados, bom estado de conservação, marcas de uso, 183 páginas. Coleção Leonardo Da Vinci no Buriti Sebo Literário. Tels.: (21) 2220-5492; (21) 967378525.

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Livraria Sebo Riachuelo Livraria Sebo Riachuelo SP - São Paulo
100% Positivas
234 qualificações
R$ 20,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Para a crítica brasileira, Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, é o primeiro marco da literatura dramática moderna no Brasil. Ninguém duvida da justeza desse juízo, quando se pensa que, ao valor da peça, se somou a brilhante montagem de Ziembinski para Os Comediantes, estreada em dezembro de 1943. Como espetáculo, realização teatral autêntica, a afirmação é definitiva. Sob o prisma da dramaturgia, porém, cabe reivindicar a precedência da obra de Oswald de Andrade- O Rei da Vela (escrita em 1933 e publicada em 1937), O Homem e o Cavalo (1934) e A Morta (1937). Muitas das inovações dos textos de Nelson Rodrigues já se encontram nos de Oswald de Andrade. - 201617436

Teatro de Ruptura - Oswald de Andrade Capa ilustrativa

Teatro de Ruptura - Oswald de Andrade

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Sebo Líder Sebo Líder PR - Curitiba
99% Positivas
883 qualificações
R$ 25,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição bom estado de conservação.Há grifos nas páginas 160 e 161. folha de guarda foi extraída. 23/05/2017. TIPO: USADO ISBN: 8526009184 ACABAMENTO: Brochura IDIOMA: Português CÓDIGO DE BARRAS: 1000219503124

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade Capa ilustrativa

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Livraria Aurora Livraria Aurora RS - Porto Alegre
94% Positivas
102 qualificações
R$ 27,50 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição bom estado. cód. barras: 9788526009189 cód. interno: clt. ma. 37936

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Moinho do Livro Moinho do Livro MG - Belo Horizonte
98% Positivas
351 qualificações
R$ 34,90 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa Brochura, tamanho médio; Livro Novo, sem uso, mas não lacrado. 183 páginas; Em estoque, envio imediato.

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Sebo Sabiá Sebo Sabiá SP - São Caetano do Sul
100% Positivas
4 qualificações
R$ 35,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Teatro da Ruptura: Oswald de Andrade

Ano:   Editora: Global Editora

Tipo: novo

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
98% Positivas
411 qualificações
R$ 44,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido da editora.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro