A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Brancos e Negros Em Sao Paulo Capa ilustrativa

Brancos e Negros Em São Paulo

Roger Bastide e Florestan Fernandes

Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país. Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o título Brancos e negros em São Paulo, pela Companhia Editora Nacional, em sua célebre Coleção Brasiliana. Brancos e negros em São Paulo apresenta-se até os dias de hoje como um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no país. O estudo de Bastide e de Fernandes inova ao adotar instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país: a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, Brancos e negros em São Paulo reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira. Fechar Ler mais

Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país . Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o título Brancos e negros em São Paulo, pela Companhia Editora Nacional, em sua célebre Coleção Brasiliana. Brancos e negros em São Paulo apresenta-se até os dias de hoje como um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no país. O estudo de Bastide e de Fernandes inova ao adotar instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país: a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, Brancos e negros em São Paulo reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Brancos e Negros Em São Paulo

17 livros novos e 14 livros usados em 20 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Companhia Ed Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Nanah Livraria e Música Nanah Livraria e Música SP - Campinas
99% Positivas
127 qualificações
R$ 19,90 + frete R$ 11,35

Total: R$ 31,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Coleção Brasiliana Volume 305. 2ª Edição, Revista e Ampliada. / Livro antigo, miolo em bom estado, páginas levemente amarelecidas, mais nas bordas, capa original com desgastes superficiais, amarelecimento natural e sinais de manuseio. Sem grifos ou anotações. Estado regular. - 201615716

Brancos e Negros em São Paulo

Brancos e Negros em São Paulo

Ano:   Editora: Companhia Editora Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Julian Livros Julian Livros SP - São Paulo
99% Positivas
749 qualificações
R$ 32,00 + frete R$ 10,82

Total: R$ 42,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Código: 1917827 Nota: A presente obra encontra-se em bom estado de conservação, contém, apenas, algumas manchas amareladas causadas pelo tempo, desgastes nas extremidades da capa e lombada. Ano: 1971 Nº de páginas: 310 Formato: 14 x 21 Editora: Companhia Editora Nacional Conservação da capa: Bom Estado Conservação do miolo: Bom Estado Acabamento: Brochura Idioma: Português

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Casa do Leitor Casa do Leitor SP - Bom Jesus dos Perdões
96% Positivas
91 qualificações
R$ 38,00 + frete R$ 10,82

Total: R$ 48,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro praticamente novo, em excelente estado de conservação para leitura, capa em ótimo estado, miolo em ótimo estado, livre de anotações, rasuras ou grifos, perfeitamente legível, 298 páginas

Brancos E Negros Em São Paulo Capa ilustrativa

Brancos E Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1433 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 10,82

Total: R$ 50,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788526012585. Dimensão, 304 pág. Sinopse: Esta obra é um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no Brasil. Roger Bastide e Florestan Fernandes oferecem com este estudo uma análise criteriosa e desafiadora sobre a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira.

Brancos E Negros Em São Paulo Capa ilustrativa

Brancos E Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1433 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 10,82

Total: R$ 50,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788526012585. Dimensão, 304 pág. Sinopse: Esta obra é um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no Brasil. Roger Bastide e Florestan Fernandes oferecem com este estudo uma análise criteriosa e desafiadora sobre a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira.

Brancos E Negros Em São Paulo Capa ilustrativa

Brancos E Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1433 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 10,82

Total: R$ 50,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788526012585. Dimensão, 304 pág. Sinopse: Esta obra é um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no Brasil. Roger Bastide e Florestan Fernandes oferecem com este estudo uma análise criteriosa e desafiadora sobre a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira.

Brancos E Negros Em São Paulo Capa ilustrativa

Brancos E Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1433 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 10,82

Total: R$ 50,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788526012585. Dimensão, 304 pág. Sinopse: Esta obra é um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no Brasil. Roger Bastide e Florestan Fernandes oferecem com este estudo uma análise criteriosa e desafiadora sobre a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira.

Brancos E Negros Em São Paulo Capa ilustrativa

Brancos E Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Não Informado

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
99% Positivas
1433 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 10,82

Total: R$ 50,72

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788526012585. Dimensão, 304 pág. Sinopse: Esta obra é um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no Brasil. Roger Bastide e Florestan Fernandes oferecem com este estudo uma análise criteriosa e desafiadora sobre a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Companhia Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Mar Livros Sebo Mar Livros Sebo RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
186 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 11,82

Total: R$ 51,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em mal estado, capa dura, 374 páginas, 13cm x 18cm. Com marcações à lápis e caneta e assinatura do antigo dono nas primeiras e últimas paginas, miolo amarelado, corte com pigmentação e amarelado, desgastes nas bordas, capa e contracapa, dano na parte superior e inferior e marca de abertura na lombada. Rasgo e descascamento da lombada. Pequenos riscos a caneta na quina superior direita de todas as páginas. Ensaio sociológico sôbre aspectos da formação, manifestações atuais e efeitos do preconceito de côr na sociedade paulistana. 2a Edição (1959). MA01.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Português

Só Livros Só Livros SP - São Paulo
92% Positivas
223 qualificações
R$ 39,90 + frete R$ 13,03

Total: R$ 52,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Esta obra é um texto-chave para a compreensão dos meandros que constituíram as formas de discriminação racial no Brasil. Roger Bastide e Florestan Fernandes oferecem com este estudo uma análise criteriosa e desafiadora sobre a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira.

Brancos E Negros Em Sao Paulo

Brancos E Negros Em Sao Paulo

Ano:   Editora: Companhia Editora Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

O Sebo Cultural O Sebo Cultural PB - João Pessoa
99% Positivas
684 qualificações
R$ 41,25 + frete R$ 11,82

Total: R$ 53,07

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ID=296199A. Qtd.Páginas=371. CONDICAO GERAL: REGULAR, COM ALGUNS DESGASTES RELEVANTES PELA ACAO DO TEMPO. .CAPA/CONTRA CAPA: COM LEVES DESGASTES. COM LEVES DESGASTE NAS EXTREMIDADES. .DORSO: PEQUENOS DESGASTES. .FOLHAS DE ROSTO: COM PEQUENAS MANCHAS DE OXIDACAO. .PAGINAS: CONSERVADAS. AMARELADAS PELA ACAO DO TEMPO. NADA QUE ATRAPALHE A LEITURA.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Português

Paola Livros Paola Livros DF - Brasília
98% Positivas
90 qualificações
R$ 49,00 + frete R$ 10,45

Total: R$ 59,45

Comprar ler descrição ocultar

Descrição - 304 páginas. Tamanho: 23 x 16 cm (Livro novo. Lacrado!). - Resumo: O estudo de Bastide e de Fernandes inova ao adotar instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país: a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que assumiu na sociedade paulistana, são minuciosamente interpre tadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos antirracistas universalista e diferencialista se contrapõem, Brancos e Negros em São Paulo reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira.

Brancos e negros em São Paulo Capa ilustrativa

Brancos e negros em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
25 qualificações
R$ 49,00 + frete R$ 10,82

Total: R$ 59,82

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. O estudo de Bastide e de Fernandes adota instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país - a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, 'Brancos e negros em São Paulo' reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
126 qualificações
R$ 49,80 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 304pp.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
126 qualificações
R$ 49,80 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 304pp.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
126 qualificações
R$ 49,80 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 304pp.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: novo

Idioma: Português

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
126 qualificações
R$ 49,80 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 304pp.

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

Ano:   Editora: Global Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
99% Positivas
369 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país. Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o título Brancos e negros em São Paulo, pela Companhia Editora Nacional, em sua Coleção Brasiliana. O estudo de Bastide e de Fernandes adota instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país - a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, 'Brancos e negros em São Paulo' reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira.

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

Ano:   Editora: Global Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
99% Positivas
369 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país. Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o título Brancos e negros em São Paulo, pela Companhia Editora Nacional, em sua Coleção Brasiliana. O estudo de Bastide e de Fernandes adota instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país - a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, 'Brancos e negros em São Paulo' reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira.

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

Ano:   Editora: Global Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
99% Positivas
369 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país. Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o título Brancos e negros em São Paulo, pela Companhia Editora Nacional, em sua Coleção Brasiliana. O estudo de Bastide e de Fernandes adota instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país - a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, 'Brancos e negros em São Paulo' reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira.

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

BRANCOS E NEGROS EM SAO PAULO

Ano:   Editora: Global Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
99% Positivas
369 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,45

Total: R$ 60,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país. Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o título Brancos e negros em São Paulo, pela Companhia Editora Nacional, em sua Coleção Brasiliana. O estudo de Bastide e de Fernandes adota instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país - a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, 'Brancos e negros em São Paulo' reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira.

Brancos e Negros Em São Paulo-4a Ediçao Revista Capa ilustrativa

Brancos e Negros Em São Paulo-4a Ediçao Revista

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Catedral dos Livros Catedral dos Livros SP - São Paulo
99% Positivas
339 qualificações
R$ 50,00 + frete R$ 11,35

Total: R$ 61,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Obra sem uso, 302 pags

Brancos e Negros em Sao Paulo

Brancos e Negros em Sao Paulo

Ano:   Editora: Global Editora

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Cultura Livraria Cultura SP - São Paulo
99% Positivas
1235 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 13,03

Total: R$ 62,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco financiou uma série de pesquisas no Brasil a respeito das relações raciais no país. Tal iniciativa tinha como fulcro a crença de que o Brasil representava um cenário singular no tocante às relações raciais, onde os contatos entre brancos e negros tenderiam para a harmonização, visão que teria sido consagrada pelos trabalhos de Gilberto Freyre. A pedido do órgão mundial, foram realizadas pesquisas no Recife, em Salvador, no Rio de Janeiro e em São Paulo, este último um dos espaços que reservaria enorme riqueza de contrastes para o problema a ser enfrentado. A porção paulistana da pesquisa ficou a cargo de Roger Bastide e de seu pupilo Florestan Fernandes e resultaria no livro Relações raciais entre brancos e negros em São Paulo, publicado pela Anhembi, em 1955. Anos mais tarde, o trabalho seria modificado e republicado com o título Brancos e negros em São Paulo, pela Companhia Editora Nacional, em sua Coleção Brasiliana. O estudo de Bastide e de Fernandes adota instrumentos teórico-metodológicos da sociologia crítica para o enfrentamento de uma questão premente do desenvolvimento do país - a inserção do negro na ordem social capitalista brasileira. Representações coletivas sobre o negro, bem como pesquisas de campo a respeito das posições que eles assumiram na sociedade paulistana, são minuciosamente interpretadas pelos dois estudiosos. No atual estágio acalorado de debates sobre as cotas raciais, onde os argumentos anti-racistas universalista e diferencialista se contrapõem, 'Brancos e negros em São Paulo' reaparece oferecendo uma análise criteriosa e desafiadora a respeito de um dos principais nós históricos da formação brasileira.

Brancos e Negros Em São Paulo Capa ilustrativa

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Global

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Tony livros Tony livros SP - São Paulo
98% Positivas
56 qualificações
R$ 55,00 + frete R$ 13,03

Total: R$ 68,03

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Obra com embalagem de origem.

Brancos e Negros em Sao Paulo (encadernado)

Brancos e Negros em Sao Paulo (encadernado)

Ano:   Editora: Companhia Editora Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Maciel Livros Usados e Novos Maciel Livros Usados e Novos MS - Campo Grande
100% Positivas
128 qualificações
R$ 60,00 + frete R$ 14,92

Total: R$ 74,92

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro com páginas levemente amareladas, mas no geral está conservado.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Nacional Brasiliana Vol 305

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo União Sebo União BA - Salvador
99% Positivas
102 qualificações
R$ 70,00 + frete R$ 12,19

Total: R$ 82,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 2ª edição. 18cm, brochura original, bordas e lombada levemente desbotadas. Margem superior da lombada com durex. Exemplar sem riscos, com manchas amareladas devido a ação do tempo.

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Brasiliana

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Fígaro Sebo Fígaro PR - Curitiba
100% Positivas
25 qualificações
R$ 75,00 + frete R$ 11,35

Total: R$ 86,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro brochura, lombada com adesivo de antiga catalogação. Capas e primeiras páginas com leves manchas de oxidação. Miolo 371 páginas livre de danos texto integro. (foto do exemplar).

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Companhia Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Brandão Bahia Sebo Brandão Bahia BA - Salvador
100% Positivas
104 qualificações
R$ 115,00 + frete R$ 12,19

Total: R$ 127,19

Comprar ler descrição ocultar

Descrição ( Ensaio sociológico sôbre aspectos da formação, manifestações atuais e efeitos do preconceito de côr na sociedade paulistana ). ( Brasiliana Volume 305 ). 3ª Edição. 310 págs. 21 cm. Encadernação artesanal. Miolo completo. Grifos à lápis. Carimbo do antigo livreiro. Papel amarelado pela ação do tempo. Conservação regular. ( Negros ) 1ºSS 91/8

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Companhoa Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo JB Sebo JB BA - Salvador
100% Positivas
13 qualificações
R$ 150,00 + frete R$ 13,56

Total: R$ 163,56

Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura. livro conservado. bordas das páginas com corte irregular (de gráfica). páginas com manchas levemente amareladas devido a ação do tempo. alguns trechos grifados de caneta. ev/sc - antropologia

Brancos e Negros Em São Paulo

Brancos e Negros Em São Paulo

Ano:   Editora: Companhia Nacional

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Relíquias de Papel Relíquias de Papel SP - São Paulo
100% Positivas
1 qualificações
R$ 170,00 + frete R$ 11,35

Total: R$ 181,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura com manchas nas capas, assinatura do antigo dono.Ensaio Sociológico Sobre Aspectos da Formação, Manifestações Atuais e Efeitos do Preconceito de Cor na Sociedade Paulistana. 3 ed. Coleção Brasiliana 305, 310 p.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro