A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Retrato do Brasil Capa ilustrativa

Retrato do Brasil

Paulo Prado

Nos noventa anos da Semana de Arte Moderna de 1922, a Companhia das Letras relança Retrato do Brasil (1928), o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador do evento. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 — o ensaio de interpretação do Brasil —, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação. Fechar Ler mais

Nos noventa anos da Semana de Arte Moderna de 1922, a Companhia das Letras relança Retrato do Brasil (1928), o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador do evento. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 — o ensaio de interpretação do Brasil —, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Retrato do Brasil

Capa ilustrativa

26 livros novos e 20 livros usados em 29 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Retrato do Brasil Capa ilustrativa

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

livrosHoje livrosHoje SP - Jundiaí/SP
100% Positivas
15 qualificações
R$ 32,99 + frete R$ 8,05

Total: R$ 41,04

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado, porém capa e lombada em boas condições, apenas a primeira folha com assinatura do antigo dono....Nos noventa anos da Semana de Arte Moderna de 1922, a Companhia das Letras relança Retrato do Brasil (1928), o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador do evento. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 - o ensaio de interpretação do Brasil

Retrato do Brasil Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Odete Machado Vialibris Odete Machado Vialibris SP - São Paulo
100% Positivas
27 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 7,05

Total: R$ 47,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição USADO em bom estado sem grifo, rasgo, rasuras com 319 p. Como da Europa do renascimento nos viera o colono primitivo, individualista e anárquico ,ávido de gozo e vida livre ,veio em seguida o portugues da governança e da fradaria foi o colonizador dominador ,a história do Brasil é o desenvolvimento desordenado e subjugando o espírito e o corpo das vítimas .

Retrato do Brasil Capa ilustrativa

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Sebo o Nome da Rosa Sebo o Nome da Rosa DF - Brasília
100% Positivas
5 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 9,63

Total: R$ 49,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura em estado de novo. Coleção Retratos do Brasil

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Sebo Chama de Uma Vela Sebo Chama de Uma Vela SP - São Paulo
100% Positivas
125 qualificações
R$ 50,00 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Hist Do Brasil. Capa dura sobre a capa original. Paginas em ótimo estado. Publicado pela primeira vez em 1928, Retrato do Brasil é um ensaio interpretativo que buscou fustigar o entusiasmo dos ufanistas e apontar a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação. A presente edição - baseada na de 1997 - foi complementada com resenhas que o livro recebeu. Foi também ampliada a coleção de cartas trocadas entre Paulo Prado e seus principais interlocutores, e incluída a seção Outros retratos do Brasil, que reúne textos dispersos do autor.

Retrato do Brasil. Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Retrato do Brasil. Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: F Briguiet

Tipo: seminovo/usado

Sebo União Sebo União BA - Salvador
100% Positivas
149 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 10,16

Total: R$ 50,16

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 4ª edição. 19cm, encadernação original, desgastada. Papel jornal, exemplar sem riscos, com manchas amareladas devido a ação do tempo.

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Livraria Opção Cultural II Livraria Opção Cultural II GO - Goiânia
96% Positivas
48 qualificações
R$ 45,00 + frete R$ 11,53

Total: R$ 56,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro bem conservado, sem grifos ou rasuras, 399 páginas, imagem meramente ilustrativa. Publicado pela primeira vez em 1928, Retrato do Brasil é um ensaio interpretativo que buscou fustigar o entusiasmo dos ufanistas e apontar a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação. A presente edição - baseada na de 1997 - foi complementada com resenhas que o livro recebeu. Foi também ampliada a coleção de cartas trocadas entre Paulo Prado e seus principais interlocutores, e incluída a seção Outros retratos do Brasil, que reúne textos dispersos do autor.

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
97% Positivas
33 qualificações
R$ 44,99 + frete R$ 12,31

Total: R$ 57,30

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Retrato do Brasil Paulo Prado livro em perfeito estado de conservação contendo carimbo na página interna do ex-dono que era uma biblioteca - Edição 9.a 1998 - 319 páginas - CÓD. 7648 - Editora Companhia das Letras.

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Boa Leitura Livros Boa Leitura Livros SP - São Paulo
100% Positivas
63 qualificações
R$ 50,00 + frete R$ 9,10

Total: R$ 59,10

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 189 páginas. Capa Dura. Capa, contra capa e lombada em ótimo estado. Páginas sem grifos e nem marcações, corte das folhas levemente escurecido. LMA

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
100% Positivas
207 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 11,53

Total: R$ 59,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 400pp.

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
100% Positivas
207 qualificações
R$ 47,90 + frete R$ 11,53

Total: R$ 59,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 400pp.

Retrato do Brasil - Ensaios Sobre a Tristeza Brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil - Ensaios Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Abdo Dumit Livreiro Virtual Abdo Dumit Livreiro Virtual MG - Belo Horizonte
98% Positivas
94 qualificações
R$ 48,75 + frete R$ 11,53

Total: R$ 60,28

Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura 402 páginas formato 14x21 - exemplar per feito capa e miolo intactos.

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
950 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 60,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição O modernismo brasileiro muito deve à atuação francamente anticonformista de Paulo Prado. Herdeiro de uma das famílias mais ilustres de São Paulo, ainda moço completou sua formação intelectual em Paris. Bonito, elegante, rico, esportista e culto, o jovem Prado impressionou Eça de Queirós: “Menino, tu és uma perfeição humana!”, exclamou o escritor português. Nos anos 1920, para espantar o tédio da São Paulo provinciana, o então dirigente de um dos maiores grupos privados do país reunia em torno de uma mesa farta artistas que se projetavam, como Villa-Lobos, Di Cavalcanti e Brecheret, grupo esse que se destacaria na Semana de 1922, organizada graças ao estímulo desse discreto mecenas. Bibliófilo apaixonado pelo período colonial, o já cinquentão Paulo Prado iniciou seus estudos do passado brasileiro sob a orientação do grande historiador Capistrano de Abreu, com quem recolheu documentos raros, e publicou e republicou relatos dos primeiros cronistas. Depois de lançar a coletânea de ensaios Paulística (1925) - reeditado pela Companhia das Letras em 2004 -, Prado arriscou uma empresa de maior envergadura: um ensaio interpretativo que fustigava o entusiasmo dos ufanistas e expunha as mazelas nacionais, acumuladas ao longo de quatrocentos anos de exploração, conformismo e desmandos. Assim surgia em 1928 o Retrato do Brasil. Numa época e num lugar em que os autores custeavam a edição de seus livros, que raramente tinham esgotadas suas modestas primeiras tiragens, Paulo Prado surpreendeu-se com o enorme sucesso de seu ensaio, que teve três impressões consecutivas. Esquecido por mais de vinte anos, o livro foi reeditado em 1997, sob a coordenação de Carlos Augusto Calil. Também às vésperas do século XXI, o pequeno ensaio provou guardar seu potencial de motivar polêmicas, tendo gerado diversos artigos na imprensa. A presente edição - baseada na de 1997, que teve o texto minuciosamente revisto pelo organizador - foi complementada com resenhas que o livro recebeu nas últimas décadas. Foi também ampliada a coleção de cartas trocadas entre Paulo Prado e seus principais interlocutores, e incluída a seção “Outros retratos do Brasil”, que reúne textos dispersos do autor de Paulística. O apelo veemente à modernização do Brasil e a denúncia dos males da política ainda hão de reverberar como questões candentes (e irresolutas) ao leitor de hoje.

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
950 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 60,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição O modernismo brasileiro muito deve à atuação francamente anticonformista de Paulo Prado. Herdeiro de uma das famílias mais ilustres de São Paulo, ainda moço completou sua formação intelectual em Paris. Bonito, elegante, rico, esportista e culto, o jovem Prado impressionou Eça de Queirós: “Menino, tu és uma perfeição humana!”, exclamou o escritor português. Nos anos 1920, para espantar o tédio da São Paulo provinciana, o então dirigente de um dos maiores grupos privados do país reunia em torno de uma mesa farta artistas que se projetavam, como Villa-Lobos, Di Cavalcanti e Brecheret, grupo esse que se destacaria na Semana de 1922, organizada graças ao estímulo desse discreto mecenas. Bibliófilo apaixonado pelo período colonial, o já cinquentão Paulo Prado iniciou seus estudos do passado brasileiro sob a orientação do grande historiador Capistrano de Abreu, com quem recolheu documentos raros, e publicou e republicou relatos dos primeiros cronistas. Depois de lançar a coletânea de ensaios Paulística (1925) - reeditado pela Companhia das Letras em 2004 -, Prado arriscou uma empresa de maior envergadura: um ensaio interpretativo que fustigava o entusiasmo dos ufanistas e expunha as mazelas nacionais, acumuladas ao longo de quatrocentos anos de exploração, conformismo e desmandos. Assim surgia em 1928 o Retrato do Brasil. Numa época e num lugar em que os autores custeavam a edição de seus livros, que raramente tinham esgotadas suas modestas primeiras tiragens, Paulo Prado surpreendeu-se com o enorme sucesso de seu ensaio, que teve três impressões consecutivas. Esquecido por mais de vinte anos, o livro foi reeditado em 1997, sob a coordenação de Carlos Augusto Calil. Também às vésperas do século XXI, o pequeno ensaio provou guardar seu potencial de motivar polêmicas, tendo gerado diversos artigos na imprensa. A presente edição - baseada na de 1997, que teve o texto minuciosamente revisto pelo organizador - foi complementada com resenhas que o livro recebeu nas últimas décadas. Foi também ampliada a coleção de cartas trocadas entre Paulo Prado e seus principais interlocutores, e incluída a seção “Outros retratos do Brasil”, que reúne textos dispersos do autor de Paulística. O apelo veemente à modernização do Brasil e a denúncia dos males da política ainda hão de reverberar como questões candentes (e irresolutas) ao leitor de hoje.

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
950 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 60,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição O modernismo brasileiro muito deve à atuação francamente anticonformista de Paulo Prado. Herdeiro de uma das famílias mais ilustres de São Paulo, ainda moço completou sua formação intelectual em Paris. Bonito, elegante, rico, esportista e culto, o jovem Prado impressionou Eça de Queirós: “Menino, tu és uma perfeição humana!”, exclamou o escritor português. Nos anos 1920, para espantar o tédio da São Paulo provinciana, o então dirigente de um dos maiores grupos privados do país reunia em torno de uma mesa farta artistas que se projetavam, como Villa-Lobos, Di Cavalcanti e Brecheret, grupo esse que se destacaria na Semana de 1922, organizada graças ao estímulo desse discreto mecenas. Bibliófilo apaixonado pelo período colonial, o já cinquentão Paulo Prado iniciou seus estudos do passado brasileiro sob a orientação do grande historiador Capistrano de Abreu, com quem recolheu documentos raros, e publicou e republicou relatos dos primeiros cronistas. Depois de lançar a coletânea de ensaios Paulística (1925) - reeditado pela Companhia das Letras em 2004 -, Prado arriscou uma empresa de maior envergadura: um ensaio interpretativo que fustigava o entusiasmo dos ufanistas e expunha as mazelas nacionais, acumuladas ao longo de quatrocentos anos de exploração, conformismo e desmandos. Assim surgia em 1928 o Retrato do Brasil. Numa época e num lugar em que os autores custeavam a edição de seus livros, que raramente tinham esgotadas suas modestas primeiras tiragens, Paulo Prado surpreendeu-se com o enorme sucesso de seu ensaio, que teve três impressões consecutivas. Esquecido por mais de vinte anos, o livro foi reeditado em 1997, sob a coordenação de Carlos Augusto Calil. Também às vésperas do século XXI, o pequeno ensaio provou guardar seu potencial de motivar polêmicas, tendo gerado diversos artigos na imprensa. A presente edição - baseada na de 1997, que teve o texto minuciosamente revisto pelo organizador - foi complementada com resenhas que o livro recebeu nas últimas décadas. Foi também ampliada a coleção de cartas trocadas entre Paulo Prado e seus principais interlocutores, e incluída a seção “Outros retratos do Brasil”, que reúne textos dispersos do autor de Paulística. O apelo veemente à modernização do Brasil e a denúncia dos males da política ainda hão de reverberar como questões candentes (e irresolutas) ao leitor de hoje.

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
950 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 60,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição O modernismo brasileiro muito deve à atuação francamente anticonformista de Paulo Prado. Herdeiro de uma das famílias mais ilustres de São Paulo, ainda moço completou sua formação intelectual em Paris. Bonito, elegante, rico, esportista e culto, o jovem Prado impressionou Eça de Queirós: “Menino, tu és uma perfeição humana!”, exclamou o escritor português. Nos anos 1920, para espantar o tédio da São Paulo provinciana, o então dirigente de um dos maiores grupos privados do país reunia em torno de uma mesa farta artistas que se projetavam, como Villa-Lobos, Di Cavalcanti e Brecheret, grupo esse que se destacaria na Semana de 1922, organizada graças ao estímulo desse discreto mecenas. Bibliófilo apaixonado pelo período colonial, o já cinquentão Paulo Prado iniciou seus estudos do passado brasileiro sob a orientação do grande historiador Capistrano de Abreu, com quem recolheu documentos raros, e publicou e republicou relatos dos primeiros cronistas. Depois de lançar a coletânea de ensaios Paulística (1925) - reeditado pela Companhia das Letras em 2004 -, Prado arriscou uma empresa de maior envergadura: um ensaio interpretativo que fustigava o entusiasmo dos ufanistas e expunha as mazelas nacionais, acumuladas ao longo de quatrocentos anos de exploração, conformismo e desmandos. Assim surgia em 1928 o Retrato do Brasil. Numa época e num lugar em que os autores custeavam a edição de seus livros, que raramente tinham esgotadas suas modestas primeiras tiragens, Paulo Prado surpreendeu-se com o enorme sucesso de seu ensaio, que teve três impressões consecutivas. Esquecido por mais de vinte anos, o livro foi reeditado em 1997, sob a coordenação de Carlos Augusto Calil. Também às vésperas do século XXI, o pequeno ensaio provou guardar seu potencial de motivar polêmicas, tendo gerado diversos artigos na imprensa. A presente edição - baseada na de 1997, que teve o texto minuciosamente revisto pelo organizador - foi complementada com resenhas que o livro recebeu nas últimas décadas. Foi também ampliada a coleção de cartas trocadas entre Paulo Prado e seus principais interlocutores, e incluída a seção “Outros retratos do Brasil”, que reúne textos dispersos do autor de Paulística. O apelo veemente à modernização do Brasil e a denúncia dos males da política ainda hão de reverberar como questões candentes (e irresolutas) ao leitor de hoje.

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
950 qualificações
R$ 49,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 60,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição O modernismo brasileiro muito deve à atuação francamente anticonformista de Paulo Prado. Herdeiro de uma das famílias mais ilustres de São Paulo, ainda moço completou sua formação intelectual em Paris. Bonito, elegante, rico, esportista e culto, o jovem Prado impressionou Eça de Queirós: “Menino, tu és uma perfeição humana!”, exclamou o escritor português. Nos anos 1920, para espantar o tédio da São Paulo provinciana, o então dirigente de um dos maiores grupos privados do país reunia em torno de uma mesa farta artistas que se projetavam, como Villa-Lobos, Di Cavalcanti e Brecheret, grupo esse que se destacaria na Semana de 1922, organizada graças ao estímulo desse discreto mecenas. Bibliófilo apaixonado pelo período colonial, o já cinquentão Paulo Prado iniciou seus estudos do passado brasileiro sob a orientação do grande historiador Capistrano de Abreu, com quem recolheu documentos raros, e publicou e republicou relatos dos primeiros cronistas. Depois de lançar a coletânea de ensaios Paulística (1925) - reeditado pela Companhia das Letras em 2004 -, Prado arriscou uma empresa de maior envergadura: um ensaio interpretativo que fustigava o entusiasmo dos ufanistas e expunha as mazelas nacionais, acumuladas ao longo de quatrocentos anos de exploração, conformismo e desmandos. Assim surgia em 1928 o Retrato do Brasil. Numa época e num lugar em que os autores custeavam a edição de seus livros, que raramente tinham esgotadas suas modestas primeiras tiragens, Paulo Prado surpreendeu-se com o enorme sucesso de seu ensaio, que teve três impressões consecutivas. Esquecido por mais de vinte anos, o livro foi reeditado em 1997, sob a coordenação de Carlos Augusto Calil. Também às vésperas do século XXI, o pequeno ensaio provou guardar seu potencial de motivar polêmicas, tendo gerado diversos artigos na imprensa. A presente edição - baseada na de 1997, que teve o texto minuciosamente revisto pelo organizador - foi complementada com resenhas que o livro recebeu nas últimas décadas. Foi também ampliada a coleção de cartas trocadas entre Paulo Prado e seus principais interlocutores, e incluída a seção “Outros retratos do Brasil”, que reúne textos dispersos do autor de Paulística. O apelo veemente à modernização do Brasil e a denúncia dos males da política ainda hão de reverberar como questões candentes (e irresolutas) ao leitor de hoje.

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Retrato do Brasil - Ensaio Sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria São Paulo Livraria São Paulo SP - São Paulo
100% Positivas
9 qualificações
R$ 50,00 + frete R$ 10,53

Total: R$ 60,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, livro novo, 21, 00 x 14, 00cm, 400 Páginas. "Nos noventa anos da Semana de Arte Moderna de 1922, a Companhia das Letras relança retrato do Brasil (1928), o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador do evento. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 — o ensaio de interpretação do Brasil —, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação".

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
98% Positivas
1472 qualificações
R$ 51,00 + frete R$ 9,63

Total: R$ 60,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21, 408 pág. Sinopse: Retrato do Brasil (1928) é o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador da Semana da Arte Moderna. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 - o ensaio de interpretação do Brasil -, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação.

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
98% Positivas
1472 qualificações
R$ 51,00 + frete R$ 9,63

Total: R$ 60,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21, 408 pág. Sinopse: Retrato do Brasil (1928) é o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador da Semana da Arte Moderna. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 - o ensaio de interpretação do Brasil -, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação.

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
98% Positivas
1472 qualificações
R$ 51,00 + frete R$ 9,63

Total: R$ 60,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21, 408 pág. Sinopse: Retrato do Brasil (1928) é o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador da Semana da Arte Moderna. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 - o ensaio de interpretação do Brasil -, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação.

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
98% Positivas
1472 qualificações
R$ 51,00 + frete R$ 9,63

Total: R$ 60,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21, 408 pág. Sinopse: Retrato do Brasil (1928) é o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador da Semana da Arte Moderna. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 - o ensaio de interpretação do Brasil -, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação.

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil : Ensaio sobre a tristeza brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

A Livraria A Livraria SP - São Paulo
98% Positivas
1472 qualificações
R$ 51,00 + frete R$ 9,63

Total: R$ 60,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Dimensão 14 x 21, 408 pág. Sinopse: Retrato do Brasil (1928) é o celebrado e polêmico ensaio do principal organizador e financiador da Semana da Arte Moderna. Inaugurando um gênero que daria vasta prole entre a intelectualidade brasileira dos anos 1930 e 40 - o ensaio de interpretação do Brasil -, Prado fustigava os otimistas e apontava, com notável capacidade de evocação do passado, a origem histórica dos entraves que tolhiam o desenvolvimento da nação.

Retrato do Brasil: Ensaio sobre a Tristeza Brasileira Capa ilustrativa

Retrato do Brasil: Ensaio sobre a Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Aleph Virtual Aleph Virtual PR - Curitiba
100% Positivas
26 qualificações
R$ 50,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 61,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo, sem uso.

Retrato Do Brasil Ensaio Sobre A Tristeza Brasileira Capa ilustrativa

Retrato Do Brasil Ensaio Sobre A Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: Ibrasa

Tipo: seminovo/usado

Sebo Mandala Sebo Mandala SP - Piracicaba
90% Positivas
29 qualificações
R$ 53,33 + frete R$ 8,53

Total: R$ 61,86

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ano 1981, 2 Ed., 156 pags., 335gr., 1vols., Idioma: Pt, Capa: sinais de uso; amassada; , Miolo: sinais de uso; algumas partes sublinhadas; assinatura na folha de rosto;

Retrato do Brasil Ensaio Sobre Tristeza Brasileira

Retrato do Brasil Ensaio Sobre Tristeza Brasileira

Ano:   Editora: C das Letras

Tipo: novo

A Casa das Letras A Casa das Letras RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
58 qualificações
R$ 50,00 + frete R$ 13,26

Total: R$ 63,26

Comprar ler descrição ocultar

Descrição cod-1330

Retrato do Brasil

Retrato do Brasil

Ano:   Editora: D P C

Tipo: seminovo/usado

Sebo Brandão São Paulo Sebo Brandão São Paulo SP - São Paulo
100% Positivas
181 qualificações
R$ 55,00 + frete R$ 8,53

Total: R$ 63,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa artesanal. Usado. Algumas páginas com pequenas manchas amarelas sem prejudicar os textos. Páginas amareladas em razão do tempo. Primeira página com um rasgo na parte inferior sem prejudicá-la. 216 págs.. 19 cm.. CP 9/6

RETRATO DO BRASIL ENSAIO SOBRE TRISTEZA BRASILEIRA Capa ilustrativa

RETRATO DO BRASIL ENSAIO SOBRE TRISTEZA BRASILEIRA

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1126 qualificações
R$ 50,92 + frete R$ 12,74

Total: R$ 63,66

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado ct

RETRATO DO BRASIL (NOVA EDICAO) Capa ilustrativa

RETRATO DO BRASIL (NOVA EDICAO)

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1126 qualificações
R$ 50,92 + frete R$ 13,79

Total: R$ 64,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

RETRATO DO BRASIL (NOVA EDICAO) Capa ilustrativa

RETRATO DO BRASIL (NOVA EDICAO)

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1126 qualificações
R$ 50,92 + frete R$ 13,79

Total: R$ 64,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

RETRATO DO BRASIL (NOVA EDICAO) Capa ilustrativa

RETRATO DO BRASIL (NOVA EDICAO)

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1126 qualificações
R$ 50,92 + frete R$ 13,79

Total: R$ 64,71

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro