A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Crime e Escravidao Capa ilustrativa

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Crime e Escravidão

Capa ilustrativa

Crime e Escravidão

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Crime e Escravidão Capa ilustrativa

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Livraria e Sebo das Letras Livraria e Sebo das Letras SP - São Paulo
97% Positivas
140 qualificações
R$ 30,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação, sem grifos, com apenas o carimbo da Biblioteca, mas nada que atrapalhe sua leitura!

Crime e Escravidao-autografado

Crime e Escravidao-autografado

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: seminovo/usado

Catedral do Livro Catedral do Livro SP - São Paulo
99% Positivas
756 qualificações
R$ 30,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Obra sem uso, 218 paga/atualizada de acordo com novo acordo ortografico/leva dedicatoria da autora

Crime e Escravidão

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Cia do Saber Cia do Saber SC - Florianópolis
99% Positivas
130 qualificações
R$ 30,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. 134 págs. Formato: 14X21X1 cm. Livro em estado razoável. Capas e lombada com pequenas marcas de uso. Cortes levemente sujos. Miolo conservado, livre de grifos ou rasuras. Contra capas, contra guardas e página de apresentação com pequenos pontos de oxidação. Contra capa e contra guarda final com mancha de oxidação. Contra guarda inicial com nome escrito a caneta e etiqueta. Sinopse: No século passado, os escravos responderam a superexploração de seus senhores de diversas formas, algumas vezes violentas: assassinatos de senhores e capatazes, roubos, desvios de produtos agrícolas. Através da análise dos autos... Imagem Ilustrativa. Verificamos cuidadosamente o estado do livro, mas por se tratar de um artigo usado, é passível de algum detalhe não descrito, Edmul 1333 Na loja

Crime e Escravidão

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Ala dos Esquecidos Ala dos Esquecidos SP - São Paulo
97% Positivas
460 qualificações
R$ 30,50 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, Direto da editora

Crime e Escravidão Capa ilustrativa

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Praia dos Livros Paraiso Praia dos Livros Paraiso SP - São Paulo
99% Positivas
68 qualificações
R$ 35,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição em bom estado

Crime e escravidao Capa ilustrativa

Crime e escravidao

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Mercado de Livros do Brasil Lt Mercado de Livros do Brasil Lt SP - São Paulo
100% Positivas
28 qualificações
R$ 35,20 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo: enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. Desgastar a dominação senhorial, onerá-la em sua amplitude e limitá-la através de resistências e confrontos revelaram-se como atos consequentes, pois permitiram aos escravos forjar espaços de sobrevivência e vida autônomas. Esta segunda edição vem acompanhada de três ensaios, nos quais a autora apresenta balanços da historiografia internacional e brasileira sobre o escravismo, e uma análise a respeito do cativeiro na cidade de São Paulo durante o Império.

Crime e escravidao Capa ilustrativa

Crime e escravidao

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Mercado de Livros do Brasil Lt Mercado de Livros do Brasil Lt SP - São Paulo
100% Positivas
28 qualificações
R$ 35,20 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo: enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. Desgastar a dominação senhorial, onerá-la em sua amplitude e limitá-la através de resistências e confrontos revelaram-se como atos consequentes, pois permitiram aos escravos forjar espaços de sobrevivência e vida autônomas. Esta segunda edição vem acompanhada de três ensaios, nos quais a autora apresenta balanços da historiografia internacional e brasileira sobre o escravismo, e uma análise a respeito do cativeiro na cidade de São Paulo durante o Império.

Crime e escravidao Capa ilustrativa

Crime e escravidao

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Mercado de Livros do Brasil Lt Mercado de Livros do Brasil Lt SP - São Paulo
100% Positivas
28 qualificações
R$ 35,20 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo: enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. Desgastar a dominação senhorial, onerá-la em sua amplitude e limitá-la através de resistências e confrontos revelaram-se como atos consequentes, pois permitiram aos escravos forjar espaços de sobrevivência e vida autônomas. Esta segunda edição vem acompanhada de três ensaios, nos quais a autora apresenta balanços da historiografia internacional e brasileira sobre o escravismo, e uma análise a respeito do cativeiro na cidade de São Paulo durante o Império.

Crime e escravidao Capa ilustrativa

Crime e escravidao

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Mercado de Livros do Brasil Lt Mercado de Livros do Brasil Lt SP - São Paulo
100% Positivas
28 qualificações
R$ 35,20 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo: enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. Desgastar a dominação senhorial, onerá-la em sua amplitude e limitá-la através de resistências e confrontos revelaram-se como atos consequentes, pois permitiram aos escravos forjar espaços de sobrevivência e vida autônomas. Esta segunda edição vem acompanhada de três ensaios, nos quais a autora apresenta balanços da historiografia internacional e brasileira sobre o escravismo, e uma análise a respeito do cativeiro na cidade de São Paulo durante o Império.

Crime e Escravidao Capa ilustrativa

Crime e Escravidao

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Catedral do Livro Catedral do Livro SP - São Paulo
99% Positivas
756 qualificações
R$ 38,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Cod. 29694 / História do Brasil / Brochura / Descrição: otimo!!obra sem grifos ou anotaçoes / 134 pags / leva carimbo na pag de espelho / com nome

Crime e Escravidão

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Aleph Virtual Aleph Virtual PR - Curitiba
100% Positivas
67 qualificações
R$ 38,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo, J.

Crime e Escravidão Capa ilustrativa

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Livraria Amaral Livraria Amaral SP - São Paulo
99% Positivas
1036 qualificações
R$ 40,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado, em bom estado de conservação. Formato 14x21 com 134 pág. Brochura. Sem grifos nem anotações. Páginas amareladas devido ação do tempo.

Crime e Escravidão

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
92% Positivas
64 qualificações
R$ 44,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo - enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. Desgastar a dominação senhorial onerá-la em sua amplitude e limitá-la através de resistências e confrontos revelaram-se como atos consequentes, pois permitiram aos escravos forjar espaços de sobrevivência e vida autônomas. Esta segunda edição vem acompanhada.

Crime e Escravidão

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
92% Positivas
64 qualificações
R$ 44,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo - enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. Desgastar a dominação senhorial onerá-la em sua amplitude e limitá-la através de resistências e confrontos revelaram-se como atos consequentes, pois permitiram aos escravos forjar espaços de sobrevivência e vida autônomas. Esta segunda edição vem acompanhada.

Crime e Escravidão Capa ilustrativa

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Fábrica de Biblioteca Fábrica de Biblioteca SP - Santo André
99% Positivas
112 qualificações
R$ 45,10 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Bom estado, capa com sinais de manuseio. No século passado, os escravos responderam à superexploração de seus senhores de diversas formas, algumas vezes violentas: assassinatos de senhores e capatazes, roubos, desvios de produtos agrícolas. @ #

Crime e EscravidÃo: Trabalho, Luta e Resistência Nas ... - 2° Ed

Crime e EscravidÃo: Trabalho, Luta e Resistência Nas ... - 2° Ed

Ano:   Editora: Edusp

Tipo: novo

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
92% Positivas
64 qualificações
R$ 49,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO- Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo: enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. Desgastar a dominação senhorial, onerá-la em sua amplitude e limitá-la através de resistências e confrontos revelaram-se como atos consequentes, pois permitiram aos escravos forjar espaços de sobrevivência e vida... - 20167018

Crime e Escravidão Trabalho Lutas e Resistência Nas Lvaouras Paulistas

Crime e Escravidão Trabalho Lutas e Resistência Nas Lvaouras Paulistas

Ano:   Editora: Edit Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Ronaldo Livreiro Ronaldo Livreiro RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
7 qualificações
R$ 60,00 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em bom estado. Algumas páginas grifadas com hidrocor laranja (pequenos trechos). Livro completo e em bom estado, primeira edição, 134 páginas. Trabalho, luta, e resitencia nas lavouras paulistas 1830-1888. No século passado, os escravos responderamà superexploração de seus senhores de diversas formas, algumas vezes violentas: assassinatos de senhores e capatazes, roubos, desvios de produtos agrícolas. Através da análise dos autos criminais de Campinas e Tauaté de 1830 a 1888, Maria Helena Machado reconstrói o quadro das tensões sociais que geraram aquela onda de crimes e aborda aspectos de sobrevivência e autonomia criados pelos escravos.

Crime e Escravidão

Crime e Escravidão

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Livraria Sebo Panorama Livraria Sebo Panorama RJ - Niterói
99% Positivas
272 qualificações
R$ 65,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em bom estado. Brochura, 134 páginas. Grifos à lápis. Bordas em bom estado. Miolo em bom estado. Lombada e capa em bom estado. Formato: 14 x 21. Maria Helena Machado detém-se sobre as relações entre senhores e escravos em dois municípios paulistas, Campinas e Taubaté, pesquisadas a partir dos processos criminais de escravos, no período entre 1830 e a Abolição. Procura, assim, resgatar os comportamentos escravos em sua multiplicidade de formas e configurações históricas ao longo do tempo - enfocados como fato social, produto orgânico da vida cotidiana nas fazendas, determinados crimes recolocam o escravo como agente social e sujeito histórico, segundo a autora. R.A.R.O 06/05/2017 LO

Crime e Escravidão: Lavradores Pobres na Crise do Trabalho Escravo

Crime e Escravidão: Lavradores Pobres na Crise do Trabalho Escravo

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Sebo Mascote Sebo Mascote CE - Fortaleza
100% Positivas
11 qualificações
R$ 75,00 Frete grátis Comprar ler descrição ocultar

Descrição Exemplar com o miolo em muito bom estado de conservação, sem grifos nem anotações. Possui manchas e amarelecimento decorrentes de poeira e da ação do tempo; uma marca de etiqueta e um carimbo de doação na primeira página; leves vincos na parte superior de algumas folhas; e desgastes nas capas e lombada (vide imagem ao lado). 1ª edição, com 134 páginas numeradas. Título completo: “Crime e Escravidão: Lavradores pobres na crise do trabalho escravo: 1830-1888”.

Crime e Escravidão 1a. Edição

Crime e Escravidão 1a. Edição

Ano:   Editora: Brasiliense

Tipo: seminovo/usado

Livraria Humanidades Livraria Humanidades MG - Belo Horizonte
100% Positivas
155 qualificações
R$ 99,90 + R$ 4,16 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Raridade. Exemplar impecável, apenas um pouco amarelecido pelo tempo. Título completo: "Crime e escravidão: trabalho, luta e resistência nas lavouras paulistas. 1830-1888)".

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro