A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Gyorgy Lukacs e a Emancipacao Humana Capa ilustrativa

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Marcos Del Roio

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

19 livros novos em 9 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
484 qualificações
R$ 33,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 44,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? Vivemos um momento de crise estrutural da ordem do capital, de esgotamento de seu padrão civilizatório e de regressão de consciência histórica, cujo núcleo central – com todas as suas variantes – é o irracionalismo contemporâneo. O pensamento de Lukács (1885-1971) constitui-se, portanto, num referencial privilegiado de reflexão e combate ao anti-humanismo, às filosofias da desconstrução, à dissolução da ideia de verdade, enfim, aos “deslocamentos” produzidos pelas teorias da pós-modernidade desde o terço final do século passado, com sua cansativa pregação do fim das metanarrativas e de toda referência ao universal. Como lembra o organizador da coletânea, revolucionários como Vladimir Lenin, Rosa Luxemburgo e Antonio Gramsci morreram cedo, mas Lukács pôde viver de forma mais longeva os acontecimentos do século XX: presenciou o pré-stalinismo, isto é, o momento da Revolução Bolchevique. Viveu o ciclo revolucionário que se seguiu e a constituição do período stalinista. Pôde acompanhar os desdobramentos do XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética em 1956 e as esperanças daí decorrentes. A invasão da Hungria no mesmo ano destruiu essas expectativas. E a Primavera de Praga, em 1968, que parecia de novo suscitá-las, foi imediatamente reprimida. Lukács só não assistiu às movimentações do sindicato Solidariedade na Polônia e à derrocada final do sistema, em 1989. Com base nessa história, propôs o “renascimento do marxismo”, e seus últimos escritos insistiram particularmente na necessidade de retomada do pensamento de Marx a partir de uma ontologia do ser social. Neste livro, a resposta à importância da discussão em pauta é dada pelo rico conjunto de autores nacionais e internacionais, de reconhecida envergadura e consistência teórica, que escreveram a partir das intervenções realizadas em 2009 na Universidade Estadual Paulista, durante o III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo “György Lukács e a emancipação humana”. Reunindo especialistas na obra lukacsiana, o livro apresenta autores que – cada um a seu modo e em sua área de pesquisa – refletem sobre a pertinência dos textos do pensador húngaro em nossos tempos. Assim, a coletânea foi organizada em três partes que discutem os seguintes temas: dialética e trabalho; política e revolução; estética e luta ideológica.

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
484 qualificações
R$ 33,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 44,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? Vivemos um momento de crise estrutural da ordem do capital, de esgotamento de seu padrão civilizatório e de regressão de consciência histórica, cujo núcleo central – com todas as suas variantes – é o irracionalismo contemporâneo. O pensamento de Lukács (1885-1971) constitui-se, portanto, num referencial privilegiado de reflexão e combate ao anti-humanismo, às filosofias da desconstrução, à dissolução da ideia de verdade, enfim, aos “deslocamentos” produzidos pelas teorias da pós-modernidade desde o terço final do século passado, com sua cansativa pregação do fim das metanarrativas e de toda referência ao universal. Como lembra o organizador da coletânea, revolucionários como Vladimir Lenin, Rosa Luxemburgo e Antonio Gramsci morreram cedo, mas Lukács pôde viver de forma mais longeva os acontecimentos do século XX: presenciou o pré-stalinismo, isto é, o momento da Revolução Bolchevique. Viveu o ciclo revolucionário que se seguiu e a constituição do período stalinista. Pôde acompanhar os desdobramentos do XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética em 1956 e as esperanças daí decorrentes. A invasão da Hungria no mesmo ano destruiu essas expectativas. E a Primavera de Praga, em 1968, que parecia de novo suscitá-las, foi imediatamente reprimida. Lukács só não assistiu às movimentações do sindicato Solidariedade na Polônia e à derrocada final do sistema, em 1989. Com base nessa história, propôs o “renascimento do marxismo”, e seus últimos escritos insistiram particularmente na necessidade de retomada do pensamento de Marx a partir de uma ontologia do ser social. Neste livro, a resposta à importância da discussão em pauta é dada pelo rico conjunto de autores nacionais e internacionais, de reconhecida envergadura e consistência teórica, que escreveram a partir das intervenções realizadas em 2009 na Universidade Estadual Paulista, durante o III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo “György Lukács e a emancipação humana”. Reunindo especialistas na obra lukacsiana, o livro apresenta autores que – cada um a seu modo e em sua área de pesquisa – refletem sobre a pertinência dos textos do pensador húngaro em nossos tempos. Assim, a coletânea foi organizada em três partes que discutem os seguintes temas: dialética e trabalho; política e revolução; estética e luta ideológica.

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
484 qualificações
R$ 33,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 44,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? Vivemos um momento de crise estrutural da ordem do capital, de esgotamento de seu padrão civilizatório e de regressão de consciência histórica, cujo núcleo central – com todas as suas variantes – é o irracionalismo contemporâneo. O pensamento de Lukács (1885-1971) constitui-se, portanto, num referencial privilegiado de reflexão e combate ao anti-humanismo, às filosofias da desconstrução, à dissolução da ideia de verdade, enfim, aos “deslocamentos” produzidos pelas teorias da pós-modernidade desde o terço final do século passado, com sua cansativa pregação do fim das metanarrativas e de toda referência ao universal. Como lembra o organizador da coletânea, revolucionários como Vladimir Lenin, Rosa Luxemburgo e Antonio Gramsci morreram cedo, mas Lukács pôde viver de forma mais longeva os acontecimentos do século XX: presenciou o pré-stalinismo, isto é, o momento da Revolução Bolchevique. Viveu o ciclo revolucionário que se seguiu e a constituição do período stalinista. Pôde acompanhar os desdobramentos do XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética em 1956 e as esperanças daí decorrentes. A invasão da Hungria no mesmo ano destruiu essas expectativas. E a Primavera de Praga, em 1968, que parecia de novo suscitá-las, foi imediatamente reprimida. Lukács só não assistiu às movimentações do sindicato Solidariedade na Polônia e à derrocada final do sistema, em 1989. Com base nessa história, propôs o “renascimento do marxismo”, e seus últimos escritos insistiram particularmente na necessidade de retomada do pensamento de Marx a partir de uma ontologia do ser social. Neste livro, a resposta à importância da discussão em pauta é dada pelo rico conjunto de autores nacionais e internacionais, de reconhecida envergadura e consistência teórica, que escreveram a partir das intervenções realizadas em 2009 na Universidade Estadual Paulista, durante o III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo “György Lukács e a emancipação humana”. Reunindo especialistas na obra lukacsiana, o livro apresenta autores que – cada um a seu modo e em sua área de pesquisa – refletem sobre a pertinência dos textos do pensador húngaro em nossos tempos. Assim, a coletânea foi organizada em três partes que discutem os seguintes temas: dialética e trabalho; política e revolução; estética e luta ideológica.

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
484 qualificações
R$ 33,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 44,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? Vivemos um momento de crise estrutural da ordem do capital, de esgotamento de seu padrão civilizatório e de regressão de consciência histórica, cujo núcleo central – com todas as suas variantes – é o irracionalismo contemporâneo. O pensamento de Lukács (1885-1971) constitui-se, portanto, num referencial privilegiado de reflexão e combate ao anti-humanismo, às filosofias da desconstrução, à dissolução da ideia de verdade, enfim, aos “deslocamentos” produzidos pelas teorias da pós-modernidade desde o terço final do século passado, com sua cansativa pregação do fim das metanarrativas e de toda referência ao universal. Como lembra o organizador da coletânea, revolucionários como Vladimir Lenin, Rosa Luxemburgo e Antonio Gramsci morreram cedo, mas Lukács pôde viver de forma mais longeva os acontecimentos do século XX: presenciou o pré-stalinismo, isto é, o momento da Revolução Bolchevique. Viveu o ciclo revolucionário que se seguiu e a constituição do período stalinista. Pôde acompanhar os desdobramentos do XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética em 1956 e as esperanças daí decorrentes. A invasão da Hungria no mesmo ano destruiu essas expectativas. E a Primavera de Praga, em 1968, que parecia de novo suscitá-las, foi imediatamente reprimida. Lukács só não assistiu às movimentações do sindicato Solidariedade na Polônia e à derrocada final do sistema, em 1989. Com base nessa história, propôs o “renascimento do marxismo”, e seus últimos escritos insistiram particularmente na necessidade de retomada do pensamento de Marx a partir de uma ontologia do ser social. Neste livro, a resposta à importância da discussão em pauta é dada pelo rico conjunto de autores nacionais e internacionais, de reconhecida envergadura e consistência teórica, que escreveram a partir das intervenções realizadas em 2009 na Universidade Estadual Paulista, durante o III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo “György Lukács e a emancipação humana”. Reunindo especialistas na obra lukacsiana, o livro apresenta autores que – cada um a seu modo e em sua área de pesquisa – refletem sobre a pertinência dos textos do pensador húngaro em nossos tempos. Assim, a coletânea foi organizada em três partes que discutem os seguintes temas: dialética e trabalho; política e revolução; estética e luta ideológica.

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
484 qualificações
R$ 33,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 44,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? Vivemos um momento de crise estrutural da ordem do capital, de esgotamento de seu padrão civilizatório e de regressão de consciência histórica, cujo núcleo central – com todas as suas variantes – é o irracionalismo contemporâneo. O pensamento de Lukács (1885-1971) constitui-se, portanto, num referencial privilegiado de reflexão e combate ao anti-humanismo, às filosofias da desconstrução, à dissolução da ideia de verdade, enfim, aos “deslocamentos” produzidos pelas teorias da pós-modernidade desde o terço final do século passado, com sua cansativa pregação do fim das metanarrativas e de toda referência ao universal. Como lembra o organizador da coletânea, revolucionários como Vladimir Lenin, Rosa Luxemburgo e Antonio Gramsci morreram cedo, mas Lukács pôde viver de forma mais longeva os acontecimentos do século XX: presenciou o pré-stalinismo, isto é, o momento da Revolução Bolchevique. Viveu o ciclo revolucionário que se seguiu e a constituição do período stalinista. Pôde acompanhar os desdobramentos do XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética em 1956 e as esperanças daí decorrentes. A invasão da Hungria no mesmo ano destruiu essas expectativas. E a Primavera de Praga, em 1968, que parecia de novo suscitá-las, foi imediatamente reprimida. Lukács só não assistiu às movimentações do sindicato Solidariedade na Polônia e à derrocada final do sistema, em 1989. Com base nessa história, propôs o “renascimento do marxismo”, e seus últimos escritos insistiram particularmente na necessidade de retomada do pensamento de Marx a partir de uma ontologia do ser social. Neste livro, a resposta à importância da discussão em pauta é dada pelo rico conjunto de autores nacionais e internacionais, de reconhecida envergadura e consistência teórica, que escreveram a partir das intervenções realizadas em 2009 na Universidade Estadual Paulista, durante o III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo “György Lukács e a emancipação humana”. Reunindo especialistas na obra lukacsiana, o livro apresenta autores que – cada um a seu modo e em sua área de pesquisa – refletem sobre a pertinência dos textos do pensador húngaro em nossos tempos. Assim, a coletânea foi organizada em três partes que discutem os seguintes temas: dialética e trabalho; política e revolução; estética e luta ideológica.

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Andorra Livros Andorra Livros SP - São Paulo
100% Positivas
31 qualificações
R$ 34,00 + frete R$ 10,16

Total: R$ 44,16

Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO - "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? Vivemos um momento de crise estrutural da ordem do capital, de esgotamento de seu padrão civilizatório e de regressão de consciência histórica, cujo núcleo central – com todas as suas variantes – é o irracionalismo contemporâneo. O pensamento de Lukács (1885-1971) constitui-se, portanto, num referencial privilegiado de reflexão e combate ao anti-humanismo, às filosofias da desconstrução, à dissolução da ideia de verdade, enfim, aos “deslocamentos” produzidos pelas teorias da pós-modernidade desde o terço final do século passado, com sua cansativa pregação do fim das metanarrativas e de toda referência ao universal. Como lembra o organiza dor da coletânea. 871

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Andorra Livros Andorra Livros SP - São Paulo
100% Positivas
31 qualificações
R$ 34,00 + frete R$ 10,16

Total: R$ 44,16

Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO - "Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? Vivemos um momento de crise estrutural da ordem do capital, de esgotamento de seu padrão civilizatório e de regressão de consciência histórica, cujo núcleo central – com todas as suas variantes – é o irracionalismo contemporâneo. O pensamento de Lukács (1885-1971) constitui-se, portanto, num referencial privilegiado de reflexão e combate ao anti-humanismo, às filosofias da desconstrução, à dissolução da ideia de verdade, enfim, aos “deslocamentos” produzidos pelas teorias da pós-modernidade desde o terço final do século passado, com sua cansativa pregação do fim das metanarrativas e de toda referência ao universal. Como lembra o organiza dor da coletânea. 872

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Sebo Atitude Sebo Atitude SP - São Paulo
100% Positivas
34 qualificações
R$ 44,99 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO == É em tom de urgência que a figura de György Lukács (1885-1971), seguramente uma das mais influentes do século XX, surge como referência incontornável para se pensar a emancipação humana. Fruto dos debates realizados no III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, György Lukács e a emancipação humana conta com a colaboração de alguns dos principais estudiosos nacionais e internacionais da obra do pensador húngaro, como José Paulo Netto, Nicolas Tertulian, Sergio Lessa, Ivo Tonet, Csaba Varga, Mauro Luis Iasi, Antonino Infranca, Ester Vaisman e Miguel Vedda, entre outros.

György Lukács e a Emancipação Humana

György Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
244 qualificações
R$ 36,80 + frete R$ 9,63

Total: R$ 46,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 272pp.

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA Capa ilustrativa

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
477 qualificações
R$ 34,32 + frete R$ 12,31

Total: R$ 46,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788575593448 SINOPSE: Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? É em tom de urgência que a figura de György Lukács (1885-1971), seguramente uma das mais influentes do século XX, surge como referência incontornável para se pensar a emancipação humana. Fruto dos debates realizados no III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, György Lukács e a emancipação humana conta com a colaboração de alguns dos principais estudiosos nacionais e internacionais da obra do pensador húngaro, como José Paulo Netto, Nicolas Tertulian, Sergio Lessa, Ivo Tonet, Csaba Varga, Mauro Luis Iasi, Antonino Infranca, Ester Vaisman e Miguel Vedda, entre outros.

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA Capa ilustrativa

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
477 qualificações
R$ 34,32 + frete R$ 12,31

Total: R$ 46,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788575593448 SINOPSE: Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? É em tom de urgência que a figura de György Lukács (1885-1971), seguramente uma das mais influentes do século XX, surge como referência incontornável para se pensar a emancipação humana. Fruto dos debates realizados no III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, György Lukács e a emancipação humana conta com a colaboração de alguns dos principais estudiosos nacionais e internacionais da obra do pensador húngaro, como José Paulo Netto, Nicolas Tertulian, Sergio Lessa, Ivo Tonet, Csaba Varga, Mauro Luis Iasi, Antonino Infranca, Ester Vaisman e Miguel Vedda, entre outros.

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA Capa ilustrativa

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
477 qualificações
R$ 34,32 + frete R$ 12,31

Total: R$ 46,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788575593448 SINOPSE: Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? É em tom de urgência que a figura de György Lukács (1885-1971), seguramente uma das mais influentes do século XX, surge como referência incontornável para se pensar a emancipação humana. Fruto dos debates realizados no III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, György Lukács e a emancipação humana conta com a colaboração de alguns dos principais estudiosos nacionais e internacionais da obra do pensador húngaro, como José Paulo Netto, Nicolas Tertulian, Sergio Lessa, Ivo Tonet, Csaba Varga, Mauro Luis Iasi, Antonino Infranca, Ester Vaisman e Miguel Vedda, entre outros.

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA Capa ilustrativa

GYORGY LUKACS E A EMANCIPACAO HUMANA

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Livraria Livros e Livros Livraria Livros e Livros SC - Florianópolis
99% Positivas
477 qualificações
R$ 34,32 + frete R$ 12,31

Total: R$ 46,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, ISBN: 9788575593448 SINOPSE: Qual a importância de se debater a obra do pensador húngaro György Lukács neste início de século XXI? É em tom de urgência que a figura de György Lukács (1885-1971), seguramente uma das mais influentes do século XX, surge como referência incontornável para se pensar a emancipação humana. Fruto dos debates realizados no III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, György Lukács e a emancipação humana conta com a colaboração de alguns dos principais estudiosos nacionais e internacionais da obra do pensador húngaro, como José Paulo Netto, Nicolas Tertulian, Sergio Lessa, Ivo Tonet, Csaba Varga, Mauro Luis Iasi, Antonino Infranca, Ester Vaisman e Miguel Vedda, entre outros.

György Lukács e a Emancipação Humana

György Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

In Books In Books RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
149 qualificações
R$ 37,40 + frete R$ 11,89

Total: R$ 49,29

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro sem uso !! Novo em folha !!

György Lukács e a Emancipação Humana

György Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Local da Cultura Local da Cultura RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
40 qualificações
R$ 37,40 + frete R$ 11,89

Total: R$ 49,29

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro sem uso !! Novo em folha !!

György Lukács e a Emancipação Humana

György Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Local da Cultura Local da Cultura RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
40 qualificações
R$ 37,40 + frete R$ 11,89

Total: R$ 49,29

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro sem uso !! Novo em folha !!

György Lukács e a Emancipação Humana

György Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
244 qualificações
R$ 39,80 + frete R$ 9,63

Total: R$ 49,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 272pp.

GYORGY LUKÁCS E A EMANCIPAÇÃO HUMANA Capa ilustrativa

GYORGY LUKÁCS E A EMANCIPAÇÃO HUMANA

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Mdx Livros Mdx Livros RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
185 qualificações
R$ 38,72 + frete R$ 11,05

Total: R$ 49,77

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, em perfeito estado para leitura.

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Gyorgy Lukács e a Emancipação Humana

Ano:   Editora: Boitempo Editorial

Tipo: novo

Loplop Livros Loplop Livros SP - São Paulo
98% Positivas
83 qualificações
R$ 62,37 + frete R$ 10,16

Total: R$ 72,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! Sem uso! Brochura. Formato 23x16 cm. 268 pgs. É em tom de urgência que a figura de György Lukács (1885-1971), seguramente uma das mais influentes do século XX, surge como referência incontornável para se pensar a emancipação humana. Fruto dos debates realizados no III Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, György Lukács e a emancipação humana conta com a colaboração de alguns dos principais estudiosos nacionais e internacionais da obra do pensador húngaro, como José Paulo Netto, Nicolas Tertulian, Sergio Lessa, Ivo Tonet, Csaba Varga, Mauro Luis Iasi, Antonino Infranca, Ester Vaisman e Miguel Vedda, entre outros.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro