A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Politica de Thomas Hobbes Capa ilustrativa

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Política de Thomas Hobbes

Marcelo Gross Villanova

Com a mão espalmada da retórica e o punho fechado da lógica, Hobbes vai de encontro à equação religiosa que absolvia os súditos do vínculo de obediência ao soberano ?sempre que há qualquer contradição entre os desígnios políticos do Papa e dos outros príncipes cristãos [...] e nesta escuridão de espíritos são levados a lutarem uns contra os outros? (Leviatã, XLIV). Essa vocação da sua época culmina na expressão dada no quarto concílio de Latrão do Papa Inocêncio III. Uma derivação flagrante dessa tendência em Hobbes pode ser vista quando diz no Capítulo XXVI do Leviatã que ?a lei de natureza e a lei civil contêm-se uma à outra e são de idêntica extensão?. Mas o que isso quer dizer? Ele mesmo declara expressamente que, só depois de instituído o Estado, as leis de natureza se tornam leis, passam a ser ordens do Estado. Seria, então, porque as leis civis se limitam a atribuir validade jurídica às leis de natureza? As leis naturais ofereceriam o conteúdo da lei positiva? Já no Capítulo VI do De Cive é conhecida a passagem que diz que as leis de natureza proíbem o furto, o homicídio e o adultério, mas é a lei civil que determina quando e o que deve ser entendido como homicídio, adultério e furto. Matar o inimigo na guerra não é homicídio, nem qualquer subtração do que é de outro é roubo, mas apenas daquilo que for civilmente definido como propriedade do outro. A oferta da lei natural parece agora anulada diante do poder manipulativo da lei positiva. Sua própria diferenciação é negligenciada quando diz no mesmo capítulo do Leviatã que ?a lei civil e a lei natural não são diferentes espécies, mas diferentes partes da lei, uma das quais é escrita e se chama civil, e a outra não é escrita e se chama natural?. A solução que oferece é um desafio para a compreensão do leitor. Fechar Ler mais

Com a mão espalmada da retórica e o punho fechado da lógica, Hobbes vai de encontro à equação religiosa que absolvia os súditos do vínculo de obediência ao soberano ?sempre que há qualquer contradição entre os desígnios políticos do Papa e dos outros príncipes cristãos [...] e nesta escuridão de espíritos são levados a lutarem uns contra os outros? (Leviatã, XLIV). Essa vocação da sua época culmina na expressão dada no quarto concílio de Latrão do Papa Inocêncio III. Uma derivação flagrante dessa tendência em Hobbes pode ser vista quando diz no Capítulo XXVI do Leviatã que ?a lei de natureza e a lei civil contêm-se uma à outra e são de idêntica extensão?. Mas o que isso quer dizer? Ele mesmo declara expressamente que, só depois de instituído o Estado, as leis de natureza se tornam leis, passam a ser ordens do Estado. Seria, então, porque as leis civis se limitam a atribuir validade jurídica às leis de natureza? As leis naturais ofereceriam o conteúdo da lei positiva? Já no Capítulo VI do De Cive é conhecida a passagem que diz que as leis de natureza proíbem o furto, o homicídio e o adultério, mas é a lei civil que determina quando e o que deve ser entendido como homicídio, adultério e furto. Matar o inimigo na guerra não é homicídio, nem qualquer subtração do que é de outro é roubo, mas apenas daquilo que for civilmente definido como propriedade do outro. A oferta da lei natural parece agora anulada diante do poder manipulativo da lei positiva. Sua própria diferenciação é negligenciada quando diz no mesmo capítulo do Leviatã que ?a lei civil e a lei natural não são diferentes espécies, mas diferentes partes da lei, uma das quais é escrita e se chama civil, e a outra não é escrita e se chama natural?. A solução que oferece é um desafio para a compreensão do leitor. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

LEI NATURAL E LEI CIVIL NA FILOSOFIA POLITICA DE THOMAS HOBB

LEI NATURAL E LEI CIVIL NA FILOSOFIA POLITICA DE THOMAS HOBB

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
LEI NATURAL E LEI CIVIL NA FILOSOFIA POLITICA DE THOMAS HOBB

LEI NATURAL E LEI CIVIL NA FILOSOFIA POLITICA DE THOMAS HOBB

Ano:   Editora: Editora Tendenz

Tipo: seminovo/usado

Portal dos Livros Portal dos Livros GO - Goiânia
96% Positivas
54 qualificações
R$ 18,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Usado - Capa Brochura - Lei natural e lei civil na filosofia política de Thomas Habbes - Autor: Marcelo Gross Villanova - ISBN13: 9788575781715 - Números de Páginas: 116 - Editora: Editora Tendenz - 1ª Edição: 2007 - Em bom estado de conservação Em bom estado de conservação.

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Política de Thomas Hobbes

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Política de Thomas Hobbes

Ano:   Editora: Edunisc Tendenz

Tipo: novo

Rota Literária Rota Literária RS - Porto Alegre
100% Positivas
68 qualificações
R$ 20,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro capa brochura em estado de novo, sem leitura, impecável. 116p. (Filosofia). Sinopse: Com a mão espalmada da retórica e o punho fechado da lógica, Hobbes vai de encontro à equação religiosa que absolvia os súditos do vínculo de obediência ao soberano ‘sempre que há qualquer contradição entre os desígnios políticos do Papa e dos outros príncipes cristãos ... e nesta escuridão de espíritos são levados a lutarem uns contra os outros’ (Leviatã, XLIV). Essa vocação da sua época culmina na expressão dada no quarto concílio de Latrão do Papa Inocêncio III.

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Política de Thomas Hobbes

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Política de Thomas Hobbes

Ano:   Editora: Edunisc Tendenz

Tipo: novo

Rota Literária Rota Literária RS - Porto Alegre
100% Positivas
68 qualificações
R$ 20,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro capa brochura em estado de novo, sem leitura, impecável. 116p. (Filosofia). Sinopse: Com a mão espalmada da retórica e o punho fechado da lógica, Hobbes vai de encontro à equação religiosa que absolvia os súditos do vínculo de obediência ao soberano ‘sempre que há qualquer contradição entre os desígnios políticos do Papa e dos outros príncipes cristãos ... e nesta escuridão de espíritos são levados a lutarem uns contra os outros’ (Leviatã, XLIV). Essa vocação da sua época culmina na expressão dada no quarto concílio de Latrão do Papa Inocêncio III.

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Política de Thomas Hobbes

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Política de Thomas Hobbes

Ano:   Editora: Tendenz

Tipo: seminovo/usado

Red Star Teodoro Sampaio Red Star Teodoro Sampaio SP - São Paulo
99% Positivas
441 qualificações
R$ 20,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, 22x16 cm. Livro com 116 páginas em bom estado de conservação. (E)

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Politica de Thomas Hobbes

Lei Natural e Lei Civil na Filosofia Politica de Thomas Hobbes

Ano:   Editora: Edunisc

Tipo: seminovo/usado

Livro Academico Livro Academico SP - São José dos Campos
100% Positivas
4 qualificações
R$ 25,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Uma derivacao flagrante dessa tendencia em hobbes pode ser vista quando diz no capitulo xxvi do leviata que ‘a lei de natureza e a lei civil contem-se uma a outra e sao de identica extensao’. Mas o que isso quer dizer? ele mesmo declara expressamente que, so depois de instituido o estado, as leis de natureza se tornam leis, passam a ser ordens do estado. Seria, entao, porque as leis civis se limitam a atribuir validade juridica as leis de natureza? as leis naturais ofereceriam o conteudo da lei positiva? ja no capitulo vi do de cive e conhecida a passagem que diz que as leis de natureza proibem o furto, o homicidio e o adulterio, mas e a lei civil que determina quando e o que deve ser entendido como homicidio, adulterio e furto. Matar o inimigo na guerra nao e homicidio, nem qualquer subtr

Lei natural e lei civil na filosofia política de Thomas Hobbes

Lei natural e lei civil na filosofia política de Thomas Hobbes

Ano:   Editora: Tendenz

Tipo: seminovo/usado

Livraria João Mendes Livraria João Mendes SP - São Paulo
99% Positivas
95 qualificações
R$ 30,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em brochura, em ótimo estado de conservação, não localizei riscos e grifos, 116p. Maiores informações entre em contato. Cod LT2 / 07

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro