A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Lingua Exilada Capa ilustrativa

A Língua Exilada

Imre Kertész

"Uma escrita que sustenta a vivência frágil do indivíduo contra a arbitrariedade bárbara da história." Foi com essas palavras que a Academia Sueca apresentou a obra de Imre Kertész, ao anunciá-lo vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2002. Entre as narrativas marcantes da segunda metade do século XX figuram os relatos e as reflexões dos sobreviventes dos campos de extermínio nazistas. Como Primo Levi e Paul Célan, Imre Kertész transforma a experiência da deportação em reflexão sobre os valores éticos e morais da nossa sociedade - assim, o testemunho da degradação humana pode enriquecer o conhecimento e criar as bases de uma nova cultura. A língua exilada é uma coleção de ensaios permeados pela idéia de que o Holocausto não é um acontecimento restrito aos nazistas e aos judeus: é uma experiência de cunho universal. Se o filósofo alemão Adorno dizia ser impossível escrever versos após Auschwitz, Kertész afirma que o campo de concentração é um marco zero e que, portanto, nada mais poderia ser escrito sem fazer menção a ele. Segundo o autor, em todas as produções artísticas pós-Segunda Guerra Mundial estão evidentes as marcas da aniquilação dos valores que sustentavam a civilização antes do Holocausto. Passada a euforia inicial da queda do Muro de Berlim, em 1989, renasceram os velhos nacionalismos e, com eles, a sombra do anti-semitismo. O acerto de contas de Kertész jamais poupa o totalitarismo stalinista. Em um estilo marcado pelo humor amargo da Europa Central, Kertész relembra também os intelectuais que escolheram o exílio à vida sob a opressão soviética. Fechar Ler mais

"Uma escrita que sustenta a vivência frágil do indivíduo contra a arbitrariedade bárbara da história." Foi com e ssas palavras que a Academia Sueca apresentou a obra de Imre Kertész, ao anunciá-lo vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2002. Entre as narrativas marcantes da segunda metade do século XX figuram os relatos e as reflexões dos sobreviventes dos campos de extermínio nazistas. Como Primo Levi e Paul Célan, Imre Kertész transforma a experiência da deportação em reflexão sobre os valores éticos e morais da nossa sociedade - assim, o testemunho da degradação humana pode enriquecer o conhecimento e criar as bases de uma nova cultura. A língua exilada é uma coleção de ensaios permeados pela idéia de que o Holocausto não é um acontecimento restrito aos nazistas e aos judeus: é uma experiência de cunho universal. Se o filósofo alemão Adorno dizia ser impossível escrever versos após Auschwitz, Kertész afirma que o campo de concentração é um marco zero e que, portanto, nada mais poderia ser escrito sem fazer menção a ele. Segundo o autor, em todas as produções artísticas pós-Segunda Guerra Mundial estão evidentes as marcas da aniquilação dos valores que sustentavam a civilização antes do Holocausto. Passada a euforia inicial da queda do Muro de Berlim, em 1989, renasceram os velhos nacionalismos e, com eles, a sombra do anti-semitismo. O acerto de contas de Kertész jamais poupa o totalitarismo stalinista. Em um estilo marcado pelo humor amargo da Europa Central, Kertész relembra também os intelectuais que escolheram o exílio à vida sob a opressão soviética. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Língua Exilada

Capa ilustrativa

3 livros usados em 3 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
A Língua Exilada Capa ilustrativa

A Língua Exilada

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Leitura Viva Leitura Viva SP - São Paulo
98% Positivas
60 qualificações
R$ 28,00 + frete R$ 9,10

Total: R$ 37,10

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro com páginas íntegras e firmes, livres de rasuras ou grifados, sinais de manuseio e ação do tempo, nada que deprecie o livro ou impeça sua leitura.; Capa, contra capa e lombada com marcas de dobras - esc 9

A Língua Exilada

A Língua Exilada

Ano:   Editora: Companhia da Letras

Tipo: seminovo/usado

Letra Viva Letra Viva RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
134 qualificações
R$ 29,00 + frete R$ 8,53

Total: R$ 37,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em estado regular, edição brochura contendo 208 páginas, manchas de oxidação, bordas amareladas devido ação do tempo.

A Língua Exilada - Ensaios Capa ilustrativa

A Língua Exilada - Ensaios

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Floresta de Livros Floresta de Livros MG - Belo Horizonte
100% Positivas
7 qualificações
R$ 32,24 + frete R$ 11,53

Total: R$ 43,77

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Cod. 3061 / História Geral / Brochura / Brochura, seminovo, pequenina avaria na capa, miolo impecável, Formato: 21x14, tradução do húngaro de Paulo Schiller,

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro