A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Baladas Capa ilustrativa

Livro Baladas

Hilda Hilst

Ilustrado por Darcy Penteado e Clóvis Graciano, Baladas traz os três primeiros livros de Hilda Hilst em edição única. O livro. Tendo seu lançamento precedido por momento de comoção - o da morte de sua autora , Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A presente obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético: o da "balada", ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça. Agraciada em 2002 com o Prêmio Moinho Santista pelo conjunto de sua obra poética, Hilda Hilst iniciou a produção de seus versos inspirando-se em temas românticos e corriqueiros, mas não sem importância: a dialética do homem que nasce inocente e morre no auge de sua lucidez, e da natureza que tudo toma e sepulta, devolvendo rosas ao mundo; a dor dos rompimentos inevitáveis; o aprisionamento da solidão; o desassossego do amor. A leitura dos três volumes em edição única permite ao leitor observar não só o ecletismo temático como o prelúdio da genialidade de Hilda Hilst. As gravuras que ilustram a obra, da autoria de Darcy Penteado e Clóvis Graciano, são as mesmas das edições originais. A publicação é apresentada por nota do organizador Alcir Pécora, professor de teoria literária da Unicamp, discorrendo sobre os aspectos da poesia da escritora. A crítica: na visão do crítico Anatol Rosenfeld, Hilda Hilst é louvável porque consegue transitar com resultados notáveis nos três gêneros fundamentais de literatura: a poesia lírica, a dramaturgia e a prosa narrativa. O escritor Caio Fernando Abreu considerou que a prosa ora barroca ora seca da escritora a coloca no patamar de gênios da língua portuguesa, comparando-a com nomes como Clarice Lispector. Leo Gilson Ribeiro, por sua vez, afirmou que Hilst "é a mais abissal e deslumbrante prosa poética do Brasil posterior à genialidade de Guimarães Rosa".    

Ilustrado por Darcy Penteado e Clóvis Graciano, Baladas traz os três primeiros livros de Hilda Hilst em edição única. O l ivro. Tendo seu lançamento precedido por momento de comoção - o da morte de sua autora , Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A presente obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético: o da "balada", ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça. Agraciada em 2002 com o Prêmio Moinho Santista pelo conjunto de sua obra poética, Hilda Hilst iniciou a produção de seus versos inspirando-se em temas românticos e corriqueiros, mas não sem importância: a dialética do homem que nasce inocente e morre no auge de sua lucidez, e da natureza que tudo toma e sepulta, devolvendo rosas ao mundo; a dor dos rompimentos inevitáveis; o aprisionamento da solidão; o desassossego do amor. A leitura dos três volumes em edição única permite ao leitor observar não só o ecletismo temático como o prelúdio da genialidade de Hilda Hilst. As gravuras que ilustram a obra, da autoria de Darcy Penteado e Clóvis Graciano, são as mesmas das edições originais. A publicação é apresentada por nota do organizador Alcir Pécora, professor de teoria literária da Unicamp, discorrendo sobre os aspectos da poesia da escritora. A crítica: na visão do crítico Anatol Rosenfeld, Hilda Hilst é louvável porque consegue transitar com resultados notáveis nos três gêneros fundamentais de literatura: a poesia lírica, a dramaturgia e a prosa narrativa. O escritor Caio Fernando Abreu considerou que a prosa ora barroca ora seca da escritora a coloca no patamar de gênios da língua portuguesa, comparando-a com nomes como Clarice Lispector. Leo Gilson Ribeiro, por sua vez, afirmou que Hilst "é a mais abissal e deslumbrante prosa poética do Brasil posterior à genialidade de Guimarães Rosa". Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

BALADAS

Capa ilustrativa
Refinar resultado

6 livros novos e 11 livros usados em 12 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
BALADAS Capa ilustrativa

BALADAS

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não especificado

Sebo Casa do Livro Sebo Casa do Livro SP - São Paulo
99% Positivas
124 qualificações
R$ 28,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 37,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição BOM PARA LEITURA

Baladas

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Linha Paulista Sebo Linha Paulista SP - São Paulo
99% Positivas
564 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 11,24

Total: R$ 41,24

Comprar ler descrição ocultar

Descrição (EL190719) 150 páginas em brochura. Livro com Corte, borda e páginas com manchas escurecidas. MB237. Sinopse: Baladas reúne, num único volume, os três primeiros livros de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; Balada do Festival, de 1955. O novo título acentua o gênero poético comum aos três: o da "balada", que, embora recubra diferentes formas poéticas, em termos gerais diz respeito ao poema escrito para ser acompanhado por música, destinado aos bailes e festas; caracteriza-se sobretudo pelo emprego do estribilho, ainda que em Hilda ele nem sempre apareça, e pela ausência de rigidez no número das estrofes. Em suas apropriações românticas, a balada foi praticada como gênero lírico-narrativo, com tema predominantemente popular e lendário, o que tampouco ocorre...

Baladas Capa ilustrativa

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Fabiano Livros Fabiano Livros PR - Castro
100% Positivas
42 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 9,93

Total: R$ 49,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em perfeito estado de conservação! Capa, lombada e contracapa sem danos. Texto livre de sublinhados ou anotações. Apresenta, apenas, carimbo de livraria e assinatura de ex-proprietária. Brochura, 150 páginas. Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst - Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético - o da balada, ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça.

Baladas

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Opção Cultural Livraria Opção Cultural GO - Goiânia
95% Positivas
181 qualificações
R$ 41,00 + frete R$ 8,24

Total: R$ 49,24

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em bom estado de conservação; livre de grifos ou rasuras capa e contracapa amareladas pela ação do tempo; etiqueta da livraria colada na folha de guarda; 150 páginas; imagem meramente ilustrativa.

BALADAS

BALADAS

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Peruíbe Livraria Peruíbe SP - São Paulo
94% Positivas
70 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 8,24

Total: R$ 68,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ilustrado por Darcy Penteado e Clóvis Graciano, Baladas traz os três primeiros livros de Hilda Hilst em edição única.<br />O livro. Tendo seu lançamento precedido por momento de comoção - o da morte de sua autora , Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A presente obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético: o da "balada", ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça.<br />Agraciada em 2002 com o Prêmio Moinho Santista pelo conjunto de sua obra poética, Hilda Hilst iniciou a produção de seus versos inspirando-se em temas românticos e corriqueiros, mas não sem importância: a dialética do homem que nasce inocente e morre no auge de sua lucidez, e da natureza que tudo toma e sepulta, devolvendo rosas ao mundo; a dor dos rompimentos inevitáveis; o aprisionamento da solidão; o desassossego do amor. A leitura dos três volumes em edição única permite ao leitor observar não só o ecletismo temático como o prelúdio da genialidade de Hilda Hilst.<br />As gravuras que ilustram a obra, da autoria de Darcy Penteado e Clóvis Graciano, são as mesmas das edições originais.<br />A publicação é apresentada por nota do organizador Alcir Pécora, professor de teoria literária da Unicamp, discorrendo sobre os aspectos da poesia da escritora.

BALADAS

BALADAS

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Peruíbe Livraria Peruíbe SP - São Paulo
94% Positivas
70 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 8,24

Total: R$ 68,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ilustrado por Darcy Penteado e Clóvis Graciano, Baladas traz os três primeiros livros de Hilda Hilst em edição única.<br />O livro. Tendo seu lançamento precedido por momento de comoção - o da morte de sua autora , Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A presente obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético: o da "balada", ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça.<br />Agraciada em 2002 com o Prêmio Moinho Santista pelo conjunto de sua obra poética, Hilda Hilst iniciou a produção de seus versos inspirando-se em temas românticos e corriqueiros, mas não sem importância: a dialética do homem que nasce inocente e morre no auge de sua lucidez, e da natureza que tudo toma e sepulta, devolvendo rosas ao mundo; a dor dos rompimentos inevitáveis; o aprisionamento da solidão; o desassossego do amor. A leitura dos três volumes em edição única permite ao leitor observar não só o ecletismo temático como o prelúdio da genialidade de Hilda Hilst.<br />As gravuras que ilustram a obra, da autoria de Darcy Penteado e Clóvis Graciano, são as mesmas das edições originais.<br />A publicação é apresentada por nota do organizador Alcir Pécora, professor de teoria literária da Unicamp, discorrendo sobre os aspectos da poesia da escritora.

BALADAS

BALADAS

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Peruíbe Livraria Peruíbe SP - São Paulo
94% Positivas
70 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 8,24

Total: R$ 68,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ilustrado por Darcy Penteado e Clóvis Graciano, Baladas traz os três primeiros livros de Hilda Hilst em edição única.<br />O livro. Tendo seu lançamento precedido por momento de comoção - o da morte de sua autora , Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A presente obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético: o da "balada", ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça.<br />Agraciada em 2002 com o Prêmio Moinho Santista pelo conjunto de sua obra poética, Hilda Hilst iniciou a produção de seus versos inspirando-se em temas românticos e corriqueiros, mas não sem importância: a dialética do homem que nasce inocente e morre no auge de sua lucidez, e da natureza que tudo toma e sepulta, devolvendo rosas ao mundo; a dor dos rompimentos inevitáveis; o aprisionamento da solidão; o desassossego do amor. A leitura dos três volumes em edição única permite ao leitor observar não só o ecletismo temático como o prelúdio da genialidade de Hilda Hilst.<br />As gravuras que ilustram a obra, da autoria de Darcy Penteado e Clóvis Graciano, são as mesmas das edições originais.<br />A publicação é apresentada por nota do organizador Alcir Pécora, professor de teoria literária da Unicamp, discorrendo sobre os aspectos da poesia da escritora.

BALADAS

BALADAS

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Peruíbe Livraria Peruíbe SP - São Paulo
94% Positivas
70 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 8,24

Total: R$ 68,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ilustrado por Darcy Penteado e Clóvis Graciano, Baladas traz os três primeiros livros de Hilda Hilst em edição única.<br />O livro. Tendo seu lançamento precedido por momento de comoção - o da morte de sua autora , Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A presente obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético: o da "balada", ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça.<br />Agraciada em 2002 com o Prêmio Moinho Santista pelo conjunto de sua obra poética, Hilda Hilst iniciou a produção de seus versos inspirando-se em temas românticos e corriqueiros, mas não sem importância: a dialética do homem que nasce inocente e morre no auge de sua lucidez, e da natureza que tudo toma e sepulta, devolvendo rosas ao mundo; a dor dos rompimentos inevitáveis; o aprisionamento da solidão; o desassossego do amor. A leitura dos três volumes em edição única permite ao leitor observar não só o ecletismo temático como o prelúdio da genialidade de Hilda Hilst.<br />As gravuras que ilustram a obra, da autoria de Darcy Penteado e Clóvis Graciano, são as mesmas das edições originais.<br />A publicação é apresentada por nota do organizador Alcir Pécora, professor de teoria literária da Unicamp, discorrendo sobre os aspectos da poesia da escritora.

BALADAS

BALADAS

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Idioma: Português

Livraria Peruíbe Livraria Peruíbe SP - São Paulo
94% Positivas
70 qualificações
R$ 59,90 + frete R$ 8,24

Total: R$ 68,14

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ilustrado por Darcy Penteado e Clóvis Graciano, Baladas traz os três primeiros livros de Hilda Hilst em edição única.<br />O livro. Tendo seu lançamento precedido por momento de comoção - o da morte de sua autora , Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst: Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A presente obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético: o da "balada", ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça.<br />Agraciada em 2002 com o Prêmio Moinho Santista pelo conjunto de sua obra poética, Hilda Hilst iniciou a produção de seus versos inspirando-se em temas românticos e corriqueiros, mas não sem importância: a dialética do homem que nasce inocente e morre no auge de sua lucidez, e da natureza que tudo toma e sepulta, devolvendo rosas ao mundo; a dor dos rompimentos inevitáveis; o aprisionamento da solidão; o desassossego do amor. A leitura dos três volumes em edição única permite ao leitor observar não só o ecletismo temático como o prelúdio da genialidade de Hilda Hilst.<br />As gravuras que ilustram a obra, da autoria de Darcy Penteado e Clóvis Graciano, são as mesmas das edições originais.<br />A publicação é apresentada por nota do organizador Alcir Pécora, professor de teoria literária da Unicamp, discorrendo sobre os aspectos da poesia da escritora.

Baladas

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo Gnose Sebo Gnose SP - São Paulo
100% Positivas
3 qualificações
R$ 100,00 + frete R$ 9,93

Total: R$ 109,93

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 16/10/2017. MLAB. Poesia. Livro em muito bom estado de conservação. Miolo com páginas claras. Texto livre de grifos e de rasuras. 152 páginas. 12.5x21 cm. ... 245 B. ... Sinopse: Baladas é a compilação dos três primeiros livros de poesia de Hilda Hilst - Presságio, de 1950; Balada de Alzira, de 1951; e Balada do festival, de 1955. A obra teve seu título atrelado ao caráter determinante de seu gênero poético - o da balada, ou seja, poema escrito para ser acompanhado por música, sem rigidez no número das estrofes e marcado sobretudo pelo uso do estribilho, ainda que em Hilda este nem sempre apareça.

Baladas

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo da Nove Sebo da Nove SP - Ribeirão Preto
94% Positivas
53 qualificações
R$ 100,00 + frete R$ 11,87

Total: R$ 111,87

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado. ...... #LA04MAR17# Enviamos os livros assim que confirmado o pagamento, o prazo de entrega é de 10 a 12 dias úteis para a modalidade Módico Registrado e de até 2 dias para o Sedex. Prazos estipulados pelas Agencias dos Correios

Baladas Capa ilustrativa

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebo da Nove Sebo da Nove SP - Ribeirão Preto
94% Positivas
53 qualificações
R$ 100,00 + frete R$ 11,87

Total: R$ 111,87

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado. ...... #LA04MAR17# Enviamos os livros assim que confirmado o pagamento, o prazo de entrega é de 10 a 12 dias úteis para a modalidade Módico Registrado e de até 2 dias para o Sedex. Prazos estipulados pelas Agencias dos Correios

Baladas

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Idioma: Português

Central Livros2 Central Livros2 SP - São Paulo
100% Positivas
25 qualificações
R$ 120,00 + frete R$ 10,61

Total: R$ 130,61

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo; brochura; 13 x 21 cm; 127 págs... sinopse: Rútilos é a reunião de duas obras de Hilda Hilst - Rútilo Nada e Pequenos Discuros. E um Grande. Em Rútilo Nada, a autora disserta sobre uma trágica história do amor entre dois homens e discute a questão homoerótica em relação à estudos culturais contemporâneos. Já Pequenos Discursos. E um Grande é conhecido pela redação que consegue levar ao leitor uma visão opressora e rígida do convívio na sociedade.

Baladas Capa ilustrativa

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Não especificado

Sebos Império Sebos Império SC - Florianópolis
97% Positivas
386 qualificações
R$ 129,90 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição BORDA E FOLHAS AMARELADAS SINAIS DE MANUSEIO EM GERAL

Baladas

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Sebão de Livros Usados Sebão de Livros Usados DF - Brasília
98% Positivas
120 qualificações
R$ 180,00 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em muito bom estado, apenas laterais pouco amareladas devido o manuseio e capa. Sem riscos ou grifos. Possui 150 páginas.

Baladas Capa ilustrativa

Baladas

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Sebo Ponta de Lança Livraria Sebo Ponta de Lança SP - São Paulo
100% Positivas
76 qualificações
R$ 266,16 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em excelente estado, como novo, sem amarelamentos ou grifos.

Balada do Festival

Balada do Festival

Ano:   Editora: Jornal de Letras

Tipo: seminovo/usado

Idioma: Português

Livraria Mar de Histórias Livraria Mar de Histórias RJ - Rio de Janeiro
94% Positivas
145 qualificações
R$ 600,00 + frete R$ 9,40

Total: R$ 609,40

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação, com capa amarelada pelo tempo, assinatura de antigo dono na folha de anterosto, páginas com uma leve mancha amarelada e ressecadas por umidade na parte inferior, com pequena mancha avermelhada no canto inferior que vai da capa até a página 14, total de páginas, 50(cp)

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro