A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Farsa da Boa Preguica Capa ilustrativa

Farsa da Boa Preguiça

Ariano Suassuna

Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa independência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: O Peru do Cão Coxo, A cabra do Cão Caolho e o rico avarento;além disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propriamente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização. Fechar Ler mais

Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantado s, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa independência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: O Peru do Cão Coxo, A cabra do Cão Caolho e o rico avarento;além disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propriamente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Farsa da Boa Preguiça

22 livros novos e 7 livros usados em 12 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Farsa da Boa Preguiça

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Sebo Carioquinha Sebo Carioquinha RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
40 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 8,05

Total: R$ 38,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado. Páginas claras, sem amassados ou rasgos. Corpo do texto totalmente integro, sem marcação de qualquer tipo. Capa e contra-capa em bom estado, com algumas marcas de manuseio. Miolo completamente firme.

Farsa da Boa Preguiça

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lima Barreto Sebo Lima Barreto RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
815 qualificações
R$ 34,99 + frete R$ 7,05

Total: R$ 42,04

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 08/02/2019 Envelhecido pelo tempo. Levemente amassado pelo uso. Possui dedicatória/assinatura feita pelo antigo dono. Pequenos rasgos nas extremidades da lombada e da capa. Capa de aspecto envelhecido, mas integra. Páginas levemente amareladas.

Farsa da Boa Preguiça

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Sob encomenda: Até 12 dias úteis + tempo de envio
Livros Online Livros Online SP - São Paulo
94% Positivas
981 qualificações
R$ 35,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 46,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa i ndependência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: O Peru do Cão Coxo, A cabra do Cão Caolho e o rico avarentoalém disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propri amente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização.

Farsa da Boa Preguiça Capa ilustrativa

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Sob encomenda: Até 12 dias úteis + tempo de envio
Livros Online Livros Online SP - São Paulo
94% Positivas
981 qualificações
R$ 35,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 46,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa i ndependência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: O Peru do Cão Coxo, A cabra do Cão Caolho e o rico avarentoalém disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propri amente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização.

Farsa da Boa Preguiça Capa ilustrativa

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Sob encomenda: Até 12 dias úteis + tempo de envio
Livros Online Livros Online SP - São Paulo
94% Positivas
981 qualificações
R$ 35,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 46,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa i ndependência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: O Peru do Cão Coxo, A cabra do Cão Caolho e o rico avarentoalém disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propri amente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização.

Farsa da Boa Preguiça Capa ilustrativa

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Sob encomenda: Até 12 dias úteis + tempo de envio
Livros Online Livros Online SP - São Paulo
94% Positivas
981 qualificações
R$ 35,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 46,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa i ndependência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: O Peru do Cão Coxo, A cabra do Cão Caolho e o rico avarentoalém disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propri amente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização.

Farsa da Boa Preguiça Capa ilustrativa

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Sob encomenda: Até 12 dias úteis + tempo de envio
Livros Online Livros Online SP - São Paulo
94% Positivas
981 qualificações
R$ 35,90 + frete R$ 10,53

Total: R$ 46,43

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa i ndependência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: O Peru do Cão Coxo, A cabra do Cão Caolho e o rico avarentoalém disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propri amente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização.

Farsa da boa preguiça

Farsa da boa preguiça

Ano:   Editora: Record

Tipo: novo

Agrega Agrega SP - Cajamar
98% Positivas
105 qualificações
R$ 38,61 + frete R$ 8,05

Total: R$ 46,66

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa independência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: “O Peru do Cão Coxo”, “A cabra do Cão Caolho” e “o rico avarento”;além disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propriamente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização.

Farsa da boa preguiça

Farsa da boa preguiça

Ano:   Editora: Record

Tipo: novo

Agrega Agrega SP - Cajamar
98% Positivas
105 qualificações
R$ 38,61 + frete R$ 8,05

Total: R$ 46,66

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa independência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: “O Peru do Cão Coxo”, “A cabra do Cão Caolho” e “o rico avarento”;além disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propriamente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização.

FARSA DA BOA PREGUICA Capa ilustrativa

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
94% Positivas
136 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 8,05

Total: R$ 50,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo, Impresso

FARSA DA BOA PREGUICA Capa ilustrativa

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria Peruíbe Livraria Peruíbe SP - São Paulo
98% Positivas
166 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 52,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em Otimo estado de conservação. _x000D_Em 1960, o jovem paraibano escreveu Farsa da boa preguiça, apresentada toda em versos livres, com trechos musicais cantados, contendo citações de Camões, da bíblia e de orações. A peça é dividida em três atos, onde o autor consegue manter uma certa independência em relação ao conjunto, nomeando-os com subtítulos: "O Peru do Cão Coxo", "A cabra do Cão Caolho" e "o rico avarento";além disso ele inclui prólogo e conclusão. A força do arcaico é justamente sua contínua presentificação e, conseqüentemente, sua capacidade de se eternizar. A arte genuinamente popular se baseia nesse pensamento. Para transformar o local em simbólico e universal, Ariano Suassuna alia os valores mais arraigados de sua região a seu imenso arcabouço erudito e teórico. Com uma escrita que junta, a um só tempo, elementos do Simbolismo, do Barroco e da literatura de cordel e transforma o sertão no palco das questões humanas de qualquer lugar do mundo. Farsa da boa preguiça, apesar do título, não chega a ser uma farsa propriamente dita, pois seu caráter religioso muito pronunciado deixa-a mais próxima da moralidade. Nela o riso é provocado pela utilização da linguagem infor-mal da feira e praça pública, e que remete à cultura popular medieval e a carnavalização. _x000D_Ref 026537

FARSA DA BOA PREGUICA

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
97% Positivas
159 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 52,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - COD: 9788503007306 - Data de Lançamento: 2011 - Páginas: 336

FARSA DA BOA PREGUICA

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
97% Positivas
159 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 52,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - COD: 9788503007306 - Data de Lançamento: 2011 - Páginas: 336

FARSA DA BOA PREGUICA

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
97% Positivas
159 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 52,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - COD: 9788503007306 - Data de Lançamento: 2011 - Páginas: 336

FARSA DA BOA PREGUICA

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
97% Positivas
159 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 52,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - COD: 9788503007306 - Data de Lançamento: 2011 - Páginas: 336

FARSA DA BOA PREGUICA

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
97% Positivas
159 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 52,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - COD: 9788503007306 - Data de Lançamento: 2011 - Páginas: 336

FARSA DA BOA PREGUICA

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
97% Positivas
159 qualificações
R$ 42,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 52,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - COD: 9788503007306 - Data de Lançamento: 2011 - Páginas: 336

FARSA DA BOA PREGUICA Capa ilustrativa

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1319 qualificações
R$ 40,75 + frete R$ 11,53

Total: R$ 52,28

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado ly

FARSA DA BOA PREGUICA Capa ilustrativa

FARSA DA BOA PREGUICA

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1319 qualificações
R$ 40,75 + frete R$ 11,53

Total: R$ 52,28

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado ly

Farsa da Boa Preguiça

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Loplop Livros Loplop Livros SP - São Paulo
98% Positivas
82 qualificações
R$ 44,55 + frete R$ 9,63

Total: R$ 54,18

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação. Sem grifos. Brochura. Formato 18x13 cm. 182 pgs. Leves sinais do tempo e uso sem que desabone o livro. Ilustrações de Zélia Suassuna. Capa de Eugenio Hirsch. Volume 100 da Coleção Sagarana.

Farsa da boa Preguiça

Farsa da boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Livraria Virtual Incunábulo Livraria Virtual Incunábulo SP - São Paulo
100% Positivas
79 qualificações
R$ 60,00 + frete R$ 8,53

Total: R$ 68,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição M8, em bom estado

Farsa da Boa Preguiça

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Sebo Gaúcho Sebo Gaúcho RS - Torres
100% Positivas
27 qualificações
R$ 60,00 + frete R$ 19,00

Total: R$ 79,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ano 2011, 9a Ed., 334 pags., 0vols., Idioma: Pt, Capa: sinais de uso; , Miolo: sinais de uso;

Farsa da Boa Preguiça

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Companhia do Livro Companhia do Livro MG - Belo Horizonte
96% Positivas
241 qualificações
R$ 100,00 + frete R$ 10,16

Total: R$ 110,16

Comprar ler descrição ocultar

Descrição encadernamento: brochura, nº de páginas: 181, bordas amareladas.

Farsa da Boa Preguiça

Farsa da Boa Preguiça

Ano:   Editora: Jose Olympio

Tipo: seminovo/usado

Livraria Virtual Incunábulo Livraria Virtual Incunábulo SP - São Paulo
100% Positivas
79 qualificações
R$ 150,00 + frete R$ 8,53

Total: R$ 158,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição M8A. Com uma fita durex no lombo

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro