A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Quo Vadis Europa Capa ilustrativa

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Quo Vadis, Europa?

26 livros novos e 1 livro usado em 9 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Quo Vadis, Europa?

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contra Corrent

Tipo: novo

Ambiente Livros Comercio e Rep Ambiente Livros Comercio e Rep MG - Belo Horizonte
100% Positivas
4 qualificações
R$ 79,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 90,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da "Europa", a consolidação do poder

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
98% Positivas
2333 qualificações
R$ 79,30 + frete R$ 11,05

Total: R$ 90,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
98% Positivas
2333 qualificações
R$ 79,30 + frete R$ 11,05

Total: R$ 90,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
98% Positivas
2333 qualificações
R$ 79,30 + frete R$ 11,05

Total: R$ 90,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
98% Positivas
2333 qualificações
R$ 79,30 + frete R$ 11,05

Total: R$ 90,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

B2C2 Livros B2C2 Livros SP - São Paulo
98% Positivas
2333 qualificações
R$ 79,30 + frete R$ 11,05

Total: R$ 90,35

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

Quo vadis, europa?

Quo vadis, europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2317 qualificações
R$ 80,66 + frete R$ 11,89

Total: R$ 92,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento economico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situacao financeira atual na Europa, apos um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente a atual situacao de endividamento. O autor chama a atencao para a discrepancia entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condicoes e conquistas dos trabalhadores. Atraves de um levantamento historico desde as origens feudais dessa postura estatal ate a formacao das unioes europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nacoes e a exploracao de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem a analise e a critica do autor: a construcao arbitraria da Europa , a consolidacao do poder alemao sobre o continente e as contradicoes entre progresso continental e melhoria das condicoes de vida em niveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexao sobre a dinamica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefacio, o Professor Fernando Facury Scaff: Avelas fala a partir de sua aldeia, mas ela e tao grande quanto outra terra qualquer. Tao grande como o mundo .

Quo vadis, europa?

Quo vadis, europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2317 qualificações
R$ 80,66 + frete R$ 11,89

Total: R$ 92,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento economico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situacao financeira atual na Europa, apos um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente a atual situacao de endividamento. O autor chama a atencao para a discrepancia entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condicoes e conquistas dos trabalhadores. Atraves de um levantamento historico desde as origens feudais dessa postura estatal ate a formacao das unioes europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nacoes e a exploracao de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem a analise e a critica do autor: a construcao arbitraria da Europa , a consolidacao do poder alemao sobre o continente e as contradicoes entre progresso continental e melhoria das condicoes de vida em niveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexao sobre a dinamica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefacio, o Professor Fernando Facury Scaff: Avelas fala a partir de sua aldeia, mas ela e tao grande quanto outra terra qualquer. Tao grande como o mundo .

Quo vadis, europa?

Quo vadis, europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2317 qualificações
R$ 80,66 + frete R$ 11,89

Total: R$ 92,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento economico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situacao financeira atual na Europa, apos um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente a atual situacao de endividamento. O autor chama a atencao para a discrepancia entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condicoes e conquistas dos trabalhadores. Atraves de um levantamento historico desde as origens feudais dessa postura estatal ate a formacao das unioes europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nacoes e a exploracao de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem a analise e a critica do autor: a construcao arbitraria da Europa , a consolidacao do poder alemao sobre o continente e as contradicoes entre progresso continental e melhoria das condicoes de vida em niveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexao sobre a dinamica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefacio, o Professor Fernando Facury Scaff: Avelas fala a partir de sua aldeia, mas ela e tao grande quanto outra terra qualquer. Tao grande como o mundo .

Quo vadis, europa?

Quo vadis, europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2317 qualificações
R$ 80,66 + frete R$ 11,89

Total: R$ 92,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento economico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situacao financeira atual na Europa, apos um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente a atual situacao de endividamento. O autor chama a atencao para a discrepancia entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condicoes e conquistas dos trabalhadores. Atraves de um levantamento historico desde as origens feudais dessa postura estatal ate a formacao das unioes europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nacoes e a exploracao de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem a analise e a critica do autor: a construcao arbitraria da Europa , a consolidacao do poder alemao sobre o continente e as contradicoes entre progresso continental e melhoria das condicoes de vida em niveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexao sobre a dinamica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefacio, o Professor Fernando Facury Scaff: Avelas fala a partir de sua aldeia, mas ela e tao grande quanto outra terra qualquer. Tao grande como o mundo .

Quo vadis, europa?

Quo vadis, europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2317 qualificações
R$ 80,66 + frete R$ 11,89

Total: R$ 92,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento economico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situacao financeira atual na Europa, apos um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente a atual situacao de endividamento. O autor chama a atencao para a discrepancia entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condicoes e conquistas dos trabalhadores. Atraves de um levantamento historico desde as origens feudais dessa postura estatal ate a formacao das unioes europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nacoes e a exploracao de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem a analise e a critica do autor: a construcao arbitraria da Europa , a consolidacao do poder alemao sobre o continente e as contradicoes entre progresso continental e melhoria das condicoes de vida em niveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexao sobre a dinamica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefacio, o Professor Fernando Facury Scaff: Avelas fala a partir de sua aldeia, mas ela e tao grande quanto outra terra qualquer. Tao grande como o mundo .

QUO VADIS, EUROPA? 01ED/2016 Capa ilustrativa

QUO VADIS, EUROPA? 01ED/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livrofast Livrofast SP - São Paulo
96% Positivas
85 qualificações
R$ 87,20 + frete R$ 11,05

Total: R$ 98,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVO DIRETO DO FABRICANTE

QUO VADIS, EUROPA? 01ED/2016 Capa ilustrativa

QUO VADIS, EUROPA? 01ED/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livrofast Livrofast SP - São Paulo
96% Positivas
85 qualificações
R$ 87,20 + frete R$ 11,05

Total: R$ 98,25

Comprar ler descrição ocultar

Descrição NOVO DIRETO DO FABRICANTE

Quo Vadis, Europa?

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livros Online Livros Online SP - São Paulo
97% Positivas
234 qualificações
R$ 91,90 + frete R$ 10,16

Total: R$ 102,06

Comprar ler descrição ocultar

Descrição A EDITORA CONTRACORRENTE apresenta “QUO VADIS, EUROPA?”, obra singular do laureado professor português António José Avelãs Nunes. Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da “Europa”, a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Profes sor Fernando Facury Scaff: “Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo".

Quo Vadis, Europa?

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Sebo Pagina Aberta Sebo Pagina Aberta SP - São Paulo
100% Positivas
58 qualificações
R$ 93,00 + frete R$ 14,63

Total: R$ 107,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo plastificado. Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. 050617

Quo Vadis, Europa?

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: seminovo/usado

Sebo Livraria Phylos Sebo Livraria Phylos SP - São Paulo
98% Positivas
115 qualificações
R$ 109,00 Frete grátis
Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo

Quo Vadis, Europa? Capa ilustrativa

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1390 qualificações
R$ 92,65 + frete R$ 19,00

Total: R$ 111,65

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado bk

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016 Capa ilustrativa

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1390 qualificações
R$ 92,65 + frete R$ 19,00

Total: R$ 111,65

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado ct

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016 Capa ilustrativa

Quo Vadis, Europa? 01Ed/2016

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1390 qualificações
R$ 92,65 + frete R$ 19,00

Total: R$ 111,65

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado ct

QUO VADIS, EUROPA? Capa ilustrativa

QUO VADIS, EUROPA?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
398 qualificações
R$ 109,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 120,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

QUO VADIS, EUROPA? Capa ilustrativa

QUO VADIS, EUROPA?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
398 qualificações
R$ 109,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 120,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

QUO VADIS, EUROPA? Capa ilustrativa

QUO VADIS, EUROPA?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
398 qualificações
R$ 109,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 120,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

QUO VADIS, EUROPA? Capa ilustrativa

QUO VADIS, EUROPA?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Martins Fontes Paulista Livraria Martins Fontes Paulista SP - São Paulo
98% Positivas
398 qualificações
R$ 109,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 120,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Nesta obra, extremamente pertinente para o momento econômico atual do Brasil, o autor apresenta um panorama da situação financeira atual na Europa, após um acurado e preciso levantamento dos tratados e acordos que levaram o velho continente à atual situação de endividamento. O autor chama a atenção para a discrepância entre o endividamento e negociatas financeiras dos Estados em detrimento das condições e conquistas dos trabalhadores. Através de um levantamento histórico desde as origens feudais dessa postura estatal até a formação das uniões europeias, instaura-se um debate acerca de como se constitui a riqueza de algumas nações e a exploração de outras. Nem mesmo as supostas hegemonias fogem à análise e a crítica do autor: a construção arbitrária da 'Europa', a consolidação do poder alemão sobre o continente e as contradições entre progresso continental e melhoria das condições de vida em níveis nacionais e individuais. Apesar de tratar do atual estado de endividamento europeu, a obra contribui para a reflexão sobre a dinâmica financeira de Estados de todo o globo. Como salienta, no prefácio, o Professor Fernando Facury Scaff: 'Avelãs fala a partir de sua aldeia, mas ela é tão grande quanto outra terra qualquer. Tão grande como o mundo'.

Quo Vadis, Europa? Capa ilustrativa

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1390 qualificações
R$ 107,91 + frete R$ 19,00

Total: R$ 126,91

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado in

Quo Vadis, Europa? Capa ilustrativa

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1390 qualificações
R$ 107,91 + frete R$ 19,00

Total: R$ 126,91

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado in

Quo Vadis, Europa? Capa ilustrativa

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1390 qualificações
R$ 107,91 + frete R$ 19,00

Total: R$ 126,91

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado in

Quo Vadis, Europa? Capa ilustrativa

Quo Vadis, Europa?

Ano:   Editora: Contracorrente

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
96% Positivas
1390 qualificações
R$ 107,91 + frete R$ 19,00

Total: R$ 126,91

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado in

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro