A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
O Homem Que Inventou Fidel Capa ilustrativa

O Homem Que Inventou Fidel

Anthony Depalma

No começo de 1957, Cuba estava sob rígida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionários que participaram da desastrada invasão do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews romper a censura e, com uma entrevista bombástica, revelar aos públicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. Os artigos publicados no Times conquistaram o apoio da opinião pública americana para Fidel, o que teria pressionado o governo de Dwight Eisenhower a suspender a ajuda militar a Batista e, em última análise, causado sua queda. E quando Fidel se revelou cada vez mais esquerdista e, finalmente, marxista-leninista, Matthews, mesmo acusado de ter 'inventado' Fidel, nunca deixou de julgar equivocada a política externa americana em relação a Cuba, como também continuou obstinadamente afirmando que o líder cubano não era comunista antes de chegar ao poder. E assim arruinou sua reputação de 45 anos de jornalismo, perdeu a credibilidade dentro do próprio Times, tornou-se um bode expiatório e foi taxado de inocente útil e até de traidor da pátria. Ao narrar a história sombria desse jornalista corajoso, Anthony DePalma traça o panorama de uma época que vai do romantismo da Guerra Civil Espanhola, na qual Matthews cobriu o lado dos republicanos, à paranóia dos tempos da Guerra Fria, em que ele foi investigado por comissões macartistas do Senado, vigiado pelo FBI e ameaçado de morte por exilados cubanos. E esses fatos históricos servem para propor questões fundamentais sobre o poder da imprensa, suas relações complexas com a política, sobre os limites da objetividade jornalística. Fechar Ler mais

No começo de 1957, Cuba estava sob rígida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionários que participaram da desastrada invasão do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews romper a censura e, com uma entrevista bombástica, revelar aos públicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. Os artigos publicados no Times conquistaram o apoio da opinião pública americana para Fidel, o que teria pressionado o governo de Dwight Eisenhower a suspender a ajuda militar a Batista e, em última análise, causado sua queda. E quando Fidel se revelou cada vez mais esquerdista e, finalmente, marxista-leninista, Matthews, mesmo acusado de ter 'inventado' Fidel, nunca deixou de julgar equivocada a política externa americana em relação a Cuba, como também continuou obstinadamente afirmando que o líder cubano não era comunista antes de chegar ao poder. E assim arruinou sua reputação de 45 anos de jornalismo, perdeu a credibilidade dentro do próprio Times, tornou-se um bode expiatório e foi taxado de inocente útil e até de traidor da pátria. Ao narrar a história sombria desse jornalista corajoso, Anthony DePalma traça o panorama de uma época que vai do romantismo da Guerra Civil Espanhola, na qual Matthews cobriu o lado dos republicanos, à paranóia dos tempos da Guerra Fria, em que ele foi investigado por comissões macartistas do Senado, vigiado pelo FBI e ameaçado de morte por exilados cubanos. E esses fatos históricos servem para propor questões fundamentais sobre o poder da imprensa, suas relações complexas com a política, sobre os limites da objetividade jornalística. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

O Homem Que Inventou Fidel

Capa ilustrativa

10 livros novos e 14 livros usados em 16 vendedores

Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
O Homem Que Inventou Fidel Capa ilustrativa

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Livraria Urbana Livraria Urbana SP - São Paulo
98% Positivas
181 qualificações
R$ 19,00 + frete R$ 10,53

Total: R$ 29,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição lacrado

O Homem que Inventou Fidel Capa ilustrativa

O Homem que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Apoena Cultural Apoena Cultural SP - Peruíbe
99% Positivas
119 qualificações
R$ 18,90 + frete R$ 11,05

Total: R$ 29,95

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, em bom estado de conservação. Possui 382 páginas. MX 41.309

O Homem Que Inventou Fidel Capa ilustrativa

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Sebo Livraria Phylos Sebo Livraria Phylos SP - São Paulo
98% Positivas
121 qualificações
R$ 20,00 + frete R$ 11,89

Total: R$ 31,89

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Fad, Seminovo, Editora Companhia das Letras, Edição 2006, 382 páginas, Formato 14x21cm. Sem rasgos ou rabiscos. BIO.

O Homem Que Inventou Fidel Capa ilustrativa

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lima Barreto Sebo Lima Barreto RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
918 qualificações
R$ 24,99 + frete R$ 10,53

Total: R$ 35,52

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 23/05/2018 Livro em bom estado de conservação. Envelhecido pelo tempo.

O HOMEM QUE INVENTOU FIDEL Capa ilustrativa

O HOMEM QUE INVENTOU FIDEL

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Livraria Aurora Livraria Aurora RS - Porto Alegre
99% Positivas
89 qualificações
R$ 27,50 + frete R$ 11,05

Total: R$ 38,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Bom estado de conservação, capa, dorso e páginas levemente amarelados, leves desgastes. Capa: brochura Cód. Interno: BGR.DE.61891

O Homem Que Inventou Fidel Capa ilustrativa

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Livraria Mar de Histórias Livraria Mar de Histórias RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
224 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 10,16

Total: R$ 40,16

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Bom estado, com algumas manchas amareladas no corte. Não possui anotações ou sublinhados. 382 Páginas.

O Homem Que Inventou Fidel

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Sebo Desculpe a Poeira Sebo Desculpe a Poeira SP - São Paulo
100% Positivas
96 qualificações
R$ 30,00 + frete R$ 11,89

Total: R$ 41,89

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em excelente estado, sem anotações, grifos ou amassados. Leve vinco na capa. Pequenos desgastes nas bordas da capa, da lombada e da contracapa.

O homem que inventou Fidel Capa ilustrativa

O homem que inventou Fidel

Ano:   Editora: Cia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Frank Vende Frank Vende SP - São Paulo
100% Positivas
5 qualificações
R$ 35,00 + frete R$ 11,05

Total: R$ 46,05

Comprar ler descrição ocultar

Descrição excelente estado.Qualquer dúvida, pergunte a vontade.

O homem que inventou Fidel Capa ilustrativa

O homem que inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Balaio Digital Balaio Digital RS - Porto Alegre
99% Positivas
594 qualificações
R$ 35,00 + frete R$ 11,89

Total: R$ 46,89

Comprar ler descrição ocultar

Descrição 382 páginas - livro usado - brochura original - em muito bom estado - sem marcações de qualquer tipo - com marca de carimbo de proprietário anterior - ricamente ilustrado. #SOC08454

O Homem Que Inventou Fidel

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Livraria Sebo Panorama Livraria Sebo Panorama RJ - Niterói
100% Positivas
205 qualificações
R$ 43,00 + frete R$ 11,53

Total: R$ 54,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado em ótimo estado. Brochura, 382 páginas sem manchas, sem rasuras e anotações. Bordas, miolo, lombada e capa em ótimo estado. Formato: 14 x 21. No começo de 1957, Cuba estava sob rígida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionários que participaram da desastrada invasão do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews romper a censura e, com uma entrevista bombástica, revelar aos públicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. 27/04/2017 LO

O Homem Que Inventou Fidel

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Maciel Livros Usados e Novos Maciel Livros Usados e Novos MS - Campo Grande
100% Positivas
204 qualificações
R$ 40,00 + frete R$ 14,63

Total: R$ 54,63

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Exemplar Usado. No geral o livro está conservado. Obs: Os Correios estão atrasando algumas encomendas em todo o país, por isso o prazo pode ser dilatado...

O Homem Que Inventou Fidel

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Sebo Desculpe a Poeira Sebo Desculpe a Poeira SP - São Paulo
100% Positivas
96 qualificações
R$ 45,00 + frete R$ 11,89

Total: R$ 56,89

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em excelente estado, sem anotações, grifos ou amassados. Pequenas manchas de oxidação no corte superior.

O homem que inventou Fidel Capa ilustrativa

O homem que inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
100% Positivas
299 qualificações
R$ 46,50 + frete R$ 11,05

Total: R$ 57,55

Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! X 400p. 14x21 Sinopse: No momento em que a era de Fidel Castro parece estar chegando ao fim, o livro de Anthony DePalma discute o castrismo a partir de um ponto de vista interessante: a repercussão de seus primórdios na imprensa norte americana.

O Homem Que Inventou Fidel

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: seminovo/usado

Cope Espaço Cultural Cope Espaço Cultural DF - Brasília
99% Positivas
88 qualificações
R$ 48,00 + frete R$ 10,53

Total: R$ 58,53

Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro com 382 paginas Lateral de cor preta com letras branca, semi novo, capa brochura (T)

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Ano:   Editora: Grupo Companhia das Letras

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2308 qualificações
R$ 52,43 + frete R$ 10,53

Total: R$ 62,96

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No comeco de 1957, Cuba estava sob rigida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionarios que participaram da desastrada invasao do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews, editorialista do New York Times, veterano e respeitado correspondente de muitas guerras, romper a censura e, com uma entrevista bombastica, revelar aos publicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. Mais do que isso, Matthews escreveu que Fidel era um homem de ideais, de coragem e de notaveis qualidades de lideranca , e concluiu que seu movimento era radical, democratico e, portanto, anticomunista . Esses fatos historicos revelam o complexo poder da imprensa na politica e os limites da objetividade jornalistica.

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Ano:   Editora: Grupo Companhia das Letras

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2308 qualificações
R$ 52,43 + frete R$ 10,53

Total: R$ 62,96

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No comeco de 1957, Cuba estava sob rigida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionarios que participaram da desastrada invasao do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews, editorialista do New York Times, veterano e respeitado correspondente de muitas guerras, romper a censura e, com uma entrevista bombastica, revelar aos publicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. Mais do que isso, Matthews escreveu que Fidel era um homem de ideais, de coragem e de notaveis qualidades de lideranca , e concluiu que seu movimento era radical, democratico e, portanto, anticomunista . Esses fatos historicos revelam o complexo poder da imprensa na politica e os limites da objetividade jornalistica.

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Ano:   Editora: Grupo Companhia das Letras

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2308 qualificações
R$ 52,43 + frete R$ 10,53

Total: R$ 62,96

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No comeco de 1957, Cuba estava sob rigida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionarios que participaram da desastrada invasao do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews, editorialista do New York Times, veterano e respeitado correspondente de muitas guerras, romper a censura e, com uma entrevista bombastica, revelar aos publicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. Mais do que isso, Matthews escreveu que Fidel era um homem de ideais, de coragem e de notaveis qualidades de lideranca , e concluiu que seu movimento era radical, democratico e, portanto, anticomunista . Esses fatos historicos revelam o complexo poder da imprensa na politica e os limites da objetividade jornalistica.

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Ano:   Editora: Grupo Companhia das Letras

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2308 qualificações
R$ 52,43 + frete R$ 10,53

Total: R$ 62,96

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No comeco de 1957, Cuba estava sob rigida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionarios que participaram da desastrada invasao do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews, editorialista do New York Times, veterano e respeitado correspondente de muitas guerras, romper a censura e, com uma entrevista bombastica, revelar aos publicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. Mais do que isso, Matthews escreveu que Fidel era um homem de ideais, de coragem e de notaveis qualidades de lideranca , e concluiu que seu movimento era radical, democratico e, portanto, anticomunista . Esses fatos historicos revelam o complexo poder da imprensa na politica e os limites da objetividade jornalistica.

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Homem Que Inventou Fidel, O: Cuba, Fidel e Herbert L. Matthews do New York

Ano:   Editora: Grupo Companhia das Letras

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
96% Positivas
2308 qualificações
R$ 52,43 + frete R$ 10,53

Total: R$ 62,96

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No comeco de 1957, Cuba estava sob rigida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionarios que participaram da desastrada invasao do leste da ilha. Coube a Herbert Matthews, editorialista do New York Times, veterano e respeitado correspondente de muitas guerras, romper a censura e, com uma entrevista bombastica, revelar aos publicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. Mais do que isso, Matthews escreveu que Fidel era um homem de ideais, de coragem e de notaveis qualidades de lideranca , e concluiu que seu movimento era radical, democratico e, portanto, anticomunista . Esses fatos historicos revelam o complexo poder da imprensa na politica e os limites da objetividade jornalistica.

HOMEM QUE INVENTOU FIDEL, O Capa ilustrativa

HOMEM QUE INVENTOU FIDEL, O

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
95% Positivas
1394 qualificações
R$ 57,72 + frete R$ 13,26

Total: R$ 70,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

HOMEM QUE INVENTOU FIDEL, O Capa ilustrativa

HOMEM QUE INVENTOU FIDEL, O

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
95% Positivas
1394 qualificações
R$ 57,72 + frete R$ 13,26

Total: R$ 70,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

HOMEM QUE INVENTOU FIDEL, O Capa ilustrativa

HOMEM QUE INVENTOU FIDEL, O

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
95% Positivas
1394 qualificações
R$ 57,72 + frete R$ 13,26

Total: R$ 70,98

Comprar ler descrição ocultar

Descrição novo nunca manuseado

O Homem Que Inventou Fidel

O Homem Que Inventou Fidel

Ano:   Editora: Companhia das Letras

Tipo: novo

Livraria Cultura Livraria Cultura SP - São Paulo
98% Positivas
1370 qualificações
R$ 69,90 + frete R$ 9,10

Total: R$ 79,00

Comprar ler descrição ocultar

Descrição No começo de 1957, Cuba estava sob rígida censura e a ditadura de Fulgencio Batista afirmava que Fidel morrera, liderando os 82 revolucionários que participaram da desastrada invasão do leste da ilha. COube a Herbert Matthews, editorialista do New York Times, veterano e respeitado correspondente de muitas guerras, romper a censura e, com uma entrevista bombástica, revelar aos públicos norte-americano e cubano que Fidel estava vivo e organizava uma guerrilha na Sierra Maestra. MAis do que isso, Matthews escreveu que Fidel era "um homem de ideais, de coragem e de notáveis qualidades de liderança", e concluiu que seu movimento era "radical, democrático e, portanto, anticomunista". Os artigos publicados no Times conquistaram o apoio da opinião pública americana para Fidel, o que teria pressionado o governo de Dwight Eisenhower a suspender a ajuda militar a Batista e, em última análise, causado sua queda. E Quando Fidel se revelou cada vez mais esquerdista e, finalmente, marxista-leninista, Matthews, mesmo acusado de ter "inventado" Fidel, nunca deixou de julgar equivocada a política externa americana em relação a Cuba, como também continuou obstinadamente afirmando que o líder cubano não era comunista antes de chegar ao poder. E Assim arruinou sua reputação de 45 anos de jornalismo, perdeu a credibilidade dentro do próprio Times, tornou-se um bode expiatório e foi taxado de inocente útil e até de traidor da pátria. Ao narrar a história sombria desse jornalista corajoso, Anthony DePalma traça o panorama de uma época que vai do romantismo da Guerra Civil Espanhola, na qual Matthews cobriu o lado dos republicanos, à paranóia dos tempos da Guerra Fria, em que ele foi investigado por comissões macartistas do Senado, vigiado pelo FBI e ameaçado de morte por exilados cubanos. E Esses fatos históricos servem para propor questões fundamentais sobre o poder da imprensa, suas relações complexas com a política, sobre os limites da objetividade jornalística.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro