A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
La Ravardiere e a Franca Equinocial Capa ilustrativa

La Ravardière e a França Equinocial

Vasco Mariz & Lucien Provençal

O fracasso da tentativa de colonização francesa no Maranhão, em 1615, é um dos episódios mais importantes da história do Brasil colonial. Curiosamente, os acontecimentos alusivos à França Equinocial têm sido pouco estudados por nossos historiadores, e menos ainda pelos franceses. Um único livro no Brasil, de Mario Martins Meireles, publicado em 1962, de limitada divulgação, abordou o assunto em detalhes – e é essa lacuna historiográfica que vem agora preencher Os franceses no Maranhão. Mais de cem anos depois da descoberta do Brasil, nem Portugal nem os espanhóis no tempo da União Ibérica tinham conseguido desbravar e colonizar o país ao norte do Ceará. Por um triz a França Equinocial não teve êxito, e pouco antes seu chefe, La Ravardière, já havia visitado a região da foz do rio Amazonas, em busca de um local para instalar outro núcleo colonial. Pode o leitor imaginar o Brasil sem os estados do Maranhão, Piauí, Pará, Amazonas e Amapá? Faltou pouco... Fechar Ler mais

O fracasso da tentativa de colonização francesa no Maranhão, em 1615, é um dos episódios mais importantes da história do Brasil colonial. Curiosamente, os acontecimentos alusivos à França Equinocial têm sido pouco estudados por nossos historiadores, e menos ainda pelos franceses. Um único livro no Brasil, de Mario Martins Meireles, publicado em 1962, de limitada divulgação, abordou o assunto em detalhes – e é essa lacuna historiográfica que vem agora preencher Os franceses no Maranhão. Mais de cem anos depois da descoberta do Brasil, nem Portugal nem os espanhóis no tempo da União Ibérica tinham conseguido desbravar e colonizar o país ao norte do Ceará. Por um triz a França Equinocial não teve êxito, e pouco antes seu chefe, La Ravardière, já havia visitado a região da foz do rio Amazonas, em busca de um local para instalar outro núcleo colonial. Pode o leitor imaginar o Brasil sem os estados do Maranhão, Piauí, Pará, Amazonas e Amapá? Faltou pouco... Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

La Ravardière e a França Equinocial

La Ravardière e a França Equinocial

La Ravardière e a França Equinocial

La Ravardière e a França Equinocial

Ano:   Editora: Topbooks

Tipo: novo

Paola Livros Paola Livros DF - Brasília
98% Positivas
249 qualificações
R$ 54,00 Frete grátis Comprar ler descrição ocultar

Descrição - / Os franceses no Maranhão (1612-1615). 231 paginas. Tamanho médio: 23x 16 cm (Livro novo, esgotado na editora. Lacrado!). - Resumo: A historiografia da presença francesa no Maranhão foi sempre a prima pobre da historiografia da presença francesa no Rio de Janeiro, cerca de meio século antes. E, contudo, a França Equinocial não representa uma experiência menos rica e significativa do que a França Antártica. Se esta nos deu o testemunho de Jean de Léry, o episódio maranhense legou aos historiadores e aos antropólogos as narrativas de Claude d’Abbeville e de Yves d’Évreux".

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro