A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Doce Violencia a Ideia do Tragico Capa ilustrativa

Doce Violencia - a Ideia do Tragico

Terry Eagleton

Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores ? para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino ? quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável. Eagleton defende que a tragédia continuou ocupando seu espaço no século 20, mas transfigurou-se no âmbito da modernidade e tornou-se parte, núcleo mesmo, da cultura ocidental contemporânea. Está interiorizada em cada ser humano, como a ?noite do mundo?, de Hegel, em luta contra a razão, ou como o Thanatos descrito por Freud como o instinto de morte em eterna oposição a Eros, o amor. O ser humano moderno, diz o autor, fez um pacto faustiano com os extremos do mundo capitalista tardio e ficou preso entre o desejo e a ?noite do mundo?, sujeito a deslizar inesperadamente do sonho de liberdade individual ao pesadelo de uma solidão angustiante. Eagleton também visita autores como Ésquilo, Edward Albee, Melville, Kafka, Dostoiéviski, Goethe e Thomas Mann para desmontar a crítica que enxerga na tragédia possibilidades de redenção e transcendência ou mesmo de alegria. Ele sugere que a própria definição de tragédia jamais foi aprofundada, mas permanece superficial, incapaz de dar conta da profundidade semântica do conceito. Fechar Ler mais

Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores ? para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino ? quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável. Eagleton defende que a tragédia continuou ocupando seu espaço no século 20, mas transfigurou-se no âmbito da modernidade e tornou-se parte, núcleo mesmo, da cultura ocidental contemporânea. Está interiorizada em cada ser humano, como a ?noite do mundo?, de Hegel, em luta contra a razão, ou como o Thanatos descrito por Freud como o instinto de morte em eterna oposição a Eros, o amor. O ser humano moderno, diz o autor, fez um pacto faustiano com os extremos do mundo capitalista tardio e ficou preso entre o desejo e a ?noite do mundo?, sujeito a deslizar inesperadamente do sonho de liberdade individual ao pesadelo de uma solidão angustiante. Eagleton também visita autores como Ésquilo, Edward Albee, Melville, Kafka, Dostoiéviski, Goethe e Thomas Mann para desmontar a crítica que enxerga na tragédia possibilidades de redenção e transcendência ou mesmo de alegria. Ele sugere que a própria definição de tragédia jamais foi aprofundada, mas permanece superficial, incapaz de dar conta da profundidade semântica do conceito. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Doce Violência. a Idéia do Trágico

Capa ilustrativa

Doce Violência. a Idéia do Trágico

Capa ilustrativa
Doce Violência. a Idéia do Trágico Capa ilustrativa

Doce Violência. a Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Lerbookssp Livraria Lerbookssp SP - São Paulo
100% Positivas
219 qualificações
R$ 46,50 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição sem uso. Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores – para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino – quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência. a Idéia do Trágico

Doce Violência. a Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Lerbookssp Livraria Lerbookssp SP - São Paulo
100% Positivas
219 qualificações
R$ 46,50 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição sem uso. Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores – para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino – quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência - a Ideia do Trágico

Doce Violência - a Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 46,90 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. FLT 5/6

Doce Violência. a Idéia do Trágico

Doce Violência. a Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Lerbookssp Livraria Lerbookssp SP - São Paulo
100% Positivas
219 qualificações
R$ 46,90 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição sem uso. Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores – para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino – quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência - a Idéia do Trágico

Doce Violência - a Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Sebo Clepsidra Sebo Clepsidra SP - São Paulo
100% Positivas
567 qualificações
R$ 48,90 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo! Brochura - Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável. Eagleton visita autores como Ésquilo, Edward Albee, Melville, Kafka, Dostoiéviski, Goethe e Thomas Mann para desmontar a crítica que enxerga na tragédia possibilidades de redenção e transcendência ou mesmo de alegria.

Doce Violência: a Ideia do Trágico

Doce Violência: a Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Armani Armani PR - Curitiba
92% Positivas
39 qualificações
R$ 49,49 Frete grátis Comprar ler descrição ocultar

Descrição Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência: a Ideia do Trágico

Doce Violência: a Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Armani Armani PR - Curitiba
92% Positivas
39 qualificações
R$ 49,49 Frete grátis Comprar ler descrição ocultar

Descrição Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce violência - A ideia do trágico

Doce violência - A ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! 432 p. 16X23 ISBN 9788539304691 Sinopse: Nessa magnífica obra, Terry Eagleton oferece um estudo abrangente da tragédia - de Ésquilo a Edward Albee -. discutindo tanto a teoria quanto a prática e transitando entre noções de tragédia e análises de obras e autores em particular. Essa surpreendente tour de force vai além do palco e reflete não apenas sobre a arte do trágico, mas também sobre tragédia na vida real.

Doce violência - A ideia do trágico

Doce violência - A ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! 432 p. 16X23 ISBN 9788539304691 Sinopse: Nessa magnífica obra, Terry Eagleton oferece um estudo abrangente da tragédia - de Ésquilo a Edward Albee -. discutindo tanto a teoria quanto a prática e transitando entre noções de tragédia e análises de obras e autores em particular. Essa surpreendente tour de force vai além do palco e reflete não apenas sobre a arte do trágico, mas também sobre tragédia na vida real.

Doce violência: a ideia do trágico Capa ilustrativa

Doce violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: seminovo/usado

Balaio Digital Balaio Digital RS - Porto Alegre
98% Positivas
795 qualificações
R$ 49,90 + R$ 12,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 424 páginas - livro seminovo - brochura original - em muito bom estado - sem marcações de qualquer tipo - sem assinaturas ou carimbos. #CLI04670

Doce Violência: A Ideia do Trágico Capa ilustrativa

Doce Violência: A Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Grazilivros Sebos e Afins Grazilivros Sebos e Afins SP - São Paulo
98% Positivas
509 qualificações
R$ 51,98 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo direto da Editora . Ultimas ediçoes atualizadas conforme cadastro das editoras . Autores e comentarios conforme cadastro universal , consulte sempre pelo ISBN . 9788539304691

Doce Violência - a Idéia do Trágico

Doce Violência - a Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
367 qualificações
R$ 52,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 426pp.

Doce Violência A Ideia do Trágico Capa ilustrativa

Doce Violência A Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
98% Positivas
4038 qualificações
R$ 52,14 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo e sem uso. / EAN 9788539304691 - FFB

Doce Violência A Ideia do Trágico Capa ilustrativa

Doce Violência A Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
98% Positivas
4038 qualificações
R$ 52,14 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo e sem uso. / EAN 9788539304691 - FFB

Doce Violência: a ideia do trágico

Doce Violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 52,80 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contempornea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável. Eagleton

Doce Violência: a ideia do trágico

Doce Violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 52,80 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contempornea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável. Eagleton

Doce Violência - a Ideia do Trágico

Doce Violência - a Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Machado de Assis Livraria Machado de Assis SP - São Carlos
100% Positivas
63 qualificações
R$ 52,80 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição postagem imediata !! - novo ! - sinopse este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. terry eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. com base nas ideias de hegel e freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores – para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino – quanto à ... ler mais em livraria machado de assis

Doce Violência: a ideia do trágico

Doce Violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 52,80 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo - N38614. Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contempornea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais de

Doce Violência: a ideia do trágico

Doce Violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 52,80 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo - N38614. Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contempornea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais de

Doce Violência: a ideia do trágico

Doce Violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 52,80 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contempornea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência: a ideia do trágico

Doce Violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 52,80 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contempornea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência: a ideia do trágico

Doce Violência: a ideia do trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 52,80 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contempornea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência - a Ideia do Trágico

Doce Violência - a Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Machado de Assis Livraria Machado de Assis SP - São Carlos
100% Positivas
63 qualificações
R$ 52,80 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo!!! Este livro propõe uma leitura política do conceito do trágico, numa tentativa de jogar luz sobre o desespero humano na era contemporânea, do chamado capitalismo tardio. Terry Eagleton parte da convicção de que um materialismo genuíno, que se opõe tanto ao relativismo historicista quanto ao idealismo, precisa levar em conta também os aspectos da existência que constituem as estruturas permanentes do ser humano, entre os quais está a realidade do sofrimento. Com base nas ideias de Hegel e Freud, ele constrói um novo conceito de tragédia, crítico tanto em relação à visão dos conservadores - para quem a tragédia está morta, pois já não há deuses nem se acredita em destino - quanto à abordagem da esquerda, para a qual a tragédia simplesmente não é mais desejável.

Doce Violência Capa ilustrativa

Doce Violência

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: seminovo/usado

Sebo Livraria Phylos Sebo Livraria Phylos SP - São Paulo
99% Positivas
256 qualificações
R$ 55,00 Frete grátis Comprar ler descrição ocultar

Descrição Br. Usado, Editora Unesp, Edição 2013, 424 páginas, Fomato 14x21. Em ótimo estado, Sem rasgos ou rabiscos. FIL

Doce Violência Capa ilustrativa

Doce Violência

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
97% Positivas
574 qualificações
R$ 55,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido recentemente

Doce Violência Capa ilustrativa

Doce Violência

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
97% Positivas
574 qualificações
R$ 55,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido recentemente

Doce Violência - a Idéia do Trágico

Doce Violência - a Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
367 qualificações
R$ 56,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 426pp.

Doce Violência. A Idéia do Trágico Capa ilustrativa

Doce Violência. A Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
96% Positivas
417 qualificações
R$ 56,10 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - ISBN: 9788539304691

Doce Violência. A Idéia do Trágico Capa ilustrativa

Doce Violência. A Idéia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria da Amelia Livraria da Amelia MG - Belo Horizonte
96% Positivas
417 qualificações
R$ 56,10 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - ISBN: 9788539304691

Doce Violência: A Ideia do Trágico Capa ilustrativa

Doce Violência: A Ideia do Trágico

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
97% Positivas
1573 qualificações
R$ 56,10 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado bk

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro