A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
O Inominavel Capa ilustrativa

O Inominável

Samuel Beckett

Esta obra escrita em 1949, é o último romance da 'trilogia do pós-guerra' beckettiana, formada ainda por Molloy (1947) e Malone (1948). Ser do pós-guerra e ser beckettiana determinam as características particulares da trilogia, e em especial de 'O inominável.' A obra de Beckett nasce em pleno 'pesadelo da história' que refere Joyce (de quem Beckett foi secretário particular). Neste caso, um denso pesadelo de meio século, começando pela noite escura da I Guerra, passando pela Grande Depressão e o nazifascismo, para atingir seu auge na noite ainda mais negra da II Guerra (da qual Beckett participou junto à Resistência Francesa).o ou daquilo, mas da condição humana, do seu lugar na linguagem, obrigada a continuar falando com palavras de Outro, ?o mestre?, como diz, repetidas na língua morta das palavras dos vivos, os outros, ?os homens?: - O que é possível saber? - O que é p nos romances de Beckett, de um ruído (quase) significante. A verdadeira "ação", em todo caso, está aqui na própria linguagem - ainda que se trate de fazê-la comunicar a incomunicabilidade moderna. Fechar Ler mais

Esta obra escrita em 1949, é o último romance da 'trilogia do pós-guerra' beckettiana, formada ainda por Molloy (1947) e Malone (1948). Ser do pós-guerra e ser beckettiana determinam as características particulares da trilogia, e em especial de 'O inominável.' A obra de Beckett nasce em pleno 'pesadelo da história' que refere Joyce (de quem Beckett foi secretário particular). Neste caso, um denso pesadelo de meio século, começando pela noite escura da I Guerra, passando pela Grande Depressão e o nazifascismo, para atingir seu auge na noite ainda mais negra da II Guerra (da qual Beckett participou junto à Resistência Francesa).o ou daquilo, mas da condição humana, do seu lugar na linguagem, obrigada a continuar falando com palavras de Outro, ?o mestre?, como diz, repetidas na língua morta das palavras dos vivos, os outros, ?os homens?: - O que é possível saber? - O que é p nos romances de Beckett, de um ruído (quase) significante. A verdadeira "ação", em todo caso, está aqui na própria linguagem - ainda que se trate de fazê-la comunicar a incomunicabilidade moderna. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

O Inominável

O Inominável

O Inominável

O Inominável

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Livraria Ipe Livraria Ipe RJ - Teresópolis
100% Positivas
32 qualificações
R$ 100,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição O inominável, escrito em 1949, é o último romance da famosa “trilogia do pós-guerra” beckettiana, formada ainda por Molloy (1947) e Malone morre (1948). Ser do pós-guerra e ser beckettiana determinam as características particulares da trilogia, e em especial de O inominável. A obra de Beckett nasce em pleno “pesadelo da história” que refere Joyce (de quem Beckett foi secretário particular). Neste caso, um denso pesadelo de meio século, começando pela noite escura da I Guerra, passando pela Grande Depressão e o nazifascismo. livro muito bem preservado.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro