A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Linguagem das Formas Natureza e Arte Em Shaftesbury Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Pedro Paulo Garrido Pimenta

Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista. Admirado por intelectuais como Voltaire, Diderot, Hume e Kant, a obra de Shaftesbury, ainda pouco conhecida no Brasil, é resgatada por este ensaio de Pedro Paulo Pimenta, que analisa os meandros de seu pensamento e os relaciona com o contexto histórico de sua época e com a história da filosofia e da estética. Seus estudos, além de incluírem a filosofia no rol das artes que se expressam pela “linguagem das formas”, é sugestivo de uma possível confluência da arte com a chamada “linguagem da razão”, a filosofia. Fechar Ler mais

Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista. Admirado por intelectuais como Voltaire, Diderot, Hume e Kant, a obra de Shaftesbury, ainda pouco conhecida no Brasil, é resgatada por este ensaio de Pedro Paulo Pimenta, que analisa os meandros de seu pensamento e os relaciona com o contexto histórico de sua época e com a história da filosofia e da estética. Seus estudos, além de incluírem a filosofia no rol das artes que se expressam pela “linguagem das formas”, é sugestivo de uma possível confluência da arte com a chamada “linguagem da razão”, a filosofia. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Capa ilustrativa
A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Banca de Livros Banca de Livros SP - São Paulo
96% Positivas
110 qualificações
R$ 8,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição ep - livro fisicamente no estoque postagem imediata

A Linguagem das Formas: Natureza e Arte Em Shaftesbury Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas: Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Universalis Libri Sebo Universalis Libri Sebo SP - Mogi das Cruzes
99% Positivas
138 qualificações
R$ 9,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Muito bem conservado, capas e lombada inteiras, texto sem grifos legível e claro. este estudo reconstitui os meandros do pensamento de Shaftesbury e mostra, a partir de um exame das relações entre natureza e arte, como a noção de design(desenho, designío, intenção), fundamental para as artes plásticas, constitui o cerne de filosofia original e inovadora que merece lugar de destaque entre as grandes realizações do pensamento ilustrado

A Linguagem das Formas- Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas- Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Alternativa Pinheiros Sebo Alternativa Pinheiros SP - São Paulo
99% Positivas
161 qualificações
R$ 10,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em estado de novo.

A Linguagem das Formas

A Linguagem das Formas

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Horizonte Livros Navi Venda Nova Horizonte Livros Navi Venda Nova MG - Belo Horizonte
97% Positivas
259 qualificações
R$ 10,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro em bom estado de conservação ,, com as paginas um pouco onduladas nada que atrapalha a leitura do livro .

A Linguagem das Formas

A Linguagem das Formas

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mania de Cultura Sp Mania de Cultura Sp SP - São Paulo
98% Positivas
513 qualificações
R$ 10,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro brochura bom estado de conservação 21x14 cm 223 pgs leve amarelado nas bordas sem comprometer a obra 1

Linguagem das Formas, Natureza e Arte Em Shaftesbury Capa ilustrativa

Linguagem das Formas, Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Ladeira Livros Ladeira Livros RS - Porto Alegre
98% Positivas
715 qualificações
R$ 10,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura em bom estado sem grifos 222 páginas m. u

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Vintage II Sebo Vintage II SP - São Paulo
100% Positivas
99 qualificações
R$ 10,00 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ótimo estado, brochura, formato 14 x 21 cm, 223 páginas. Lombada, capa e miolo em ótimas condições. Não há grifos ou anotações ou manchas

A Linguagem das Formas Natureza e Arte Em Shaftsbury - Pimenta

A Linguagem das Formas Natureza e Arte Em Shaftsbury - Pimenta

Ano:   Editora: Falameda

Tipo: seminovo/usado

Livraria Sebo Liberdade Livraria Sebo Liberdade SP - São Paulo
97% Positivas
146 qualificações
R$ 11,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado. páginas sem rasuras e grifos. capa e lombada sem desgastes, em boas condições para leitura.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Livraria Dourados Sebo Livraria Dourados Sebo MS - Dourados
100% Positivas
332 qualificações
R$ 12,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, em bom estado de conservacao, sem rasuras, grifo e sem marcacao de umidade, com 223 pags. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a a

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Preço de Banana Sebo Preço de Banana SP - São Paulo
99% Positivas
150 qualificações
R$ 12,61 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. Livro em bom estado de conservação, 223 pp. Não contém rasuras, trechos sublinhados e etc. (v.)

A Linguagem das Formas: Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas: Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Crocotó Livros Crocotó Livros PR - Curitiba
100% Positivas
86 qualificações
R$ 12,90 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 224 páginas. Livro sem uso. Leve sujidade e pequenos desgastes. 14x21cm. ISBN 9788598325484. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica a defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Pedro Paulo Pimenta, analisa os meandros de seu pensamento e os relaciona com o contexto histórico de sua época e com a história da filosofia e da estética. Seus estudos, além de incluírem a filosofia no rol das artes que se expressam pela "linguagem das formas", é sugestivo de uma possível confluência da arte com a chamada "linguagem da razão", a filosofia.

A Linguagem das Formas Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Catedral do Livro Catedral do Livro SP - São Paulo
99% Positivas
699 qualificações
R$ 13,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Cod. 5715 / Artes / Brochura / Descrição: otimo, leva grifos a lapis, em 3 pags, 223 pags;Natureza e arte em shafiesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte em Shaftesbury Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
447 qualificações
R$ 13,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, novo, com 224 páginas TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210429744

A Linguagem das Formas: Natureza e Arte Em Shaftesbury Capa ilustrativa

A Linguagem das Formas: Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Balaio Digital Balaio Digital RS - Porto Alegre
98% Positivas
798 qualificações
R$ 14,90 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 224 páginas - Livro seminovo - brochura original - em muito bom estado - sem sublinhados de qualquer tipo - sem assinaturas ou carimbos. #CLI01653

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

A Linguagem das Formas - Natureza e Arte Em Shaftesbury

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mundo dos Livros Mundo dos Livros SP - São Pedro
100% Positivas
207 qualificações
R$ 14,99 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição CÓD. 7840 Novo 224 pág. Na Inglaterra da Revolução Gloriosa, o triunfo das liberdades civis não foi acompanhado proporcionalmente pelo desenvolvimento das artes, a exemplo do que ocorrera em outros países da Europa. O filósofo Anthony Ashley Cooper, terceiro conde de Shaftesbury (1671-1713), não apenas identifica tal defasagem na cultura inglesa na época, mas também aponta as soluções para o desenvolvimento das artes, em especial do design, no país. Shaftesbury encontra no desenho a unidade entre as belas-artes e a filosofia, o ponto no qual seria possível reconduzir a filosofia ao estatuto de arte, isto é, de conhecer não só objetos, mas a si mesmo. Afinal, o conde buscava redefinir a filosofia de uma maneira a aproximá-la do artista.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro