A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Paula Ester Janovitch

Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística 'enfrentou', no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações 'concorrentes', como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao 'erre' interiorano. Os textos destes jornais eram rápidos e certeiros. Como num instantâneo fotográfico, as imagens iam surgindo do barulho contínuo das máquinas de escrever, adornadas pelo trabalho dos ilustradores. Publicidade, editoriais, crônicas, sonetos e caricaturas misturavam-se e cresciam na forma de humor. Em 'Preso por Trocadilho', Paula Ester Janovitch narra as mazelas desse dia-a-dia fragmentado e, o melhor de tudo, deixa que os personagens de sua pesquisa falem, ou por outra, escrevam. Assim, textos pouco conhecidos, escritos por autores esquecidos, ressurgem com uma deliciosa jovialidade, numa 'espécie de jogo divertido, da arte que zomba da própria arte' - como até o 'sério' e acadêmico Graça Aranha notaria na conferência de abertura da Semana de Arte de 1922, quando se meteu com essa gente e pôs seu enorme prestígio (é, o mundo dá voltas...) a serviço do modernismo. Fechar Ler mais

Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística 'enfrentou', no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações 'concorrentes', como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao 'erre' interiorano. Os textos destes jornais eram rápidos e certeiros. Como num instantâneo fotográfico, as imagens iam surgindo do barulho contínuo das máquinas de escrever, adornadas pelo trabalho dos ilustradores. Publicidade, editoriais, crônicas, sonetos e caricaturas misturavam-se e cresciam na forma de humor. Em 'Preso por Trocadilho', Paula Ester Janovitch narra as mazelas desse dia-a-dia fragmentado e, o melhor de tudo, deixa que os personagens de sua pesquisa falem, ou por outra, escrevam. Assim, textos pouco conhecidos, escritos por autores esquecidos, ressurgem com uma deliciosa jovialidade, numa 'espécie de jogo divertido, da arte que zomba da própria arte' - como até o 'sério' e acadêmico Graça Aranha notaria na conferência de abertura da Semana de Arte de 1922, quando se meteu com essa gente e pôs seu enorme prestígio (é, o mundo dá voltas...) a serviço do modernismo. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Preso por Trocadilho

Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Capa ilustrativa
Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Basques2 Sebo Basques2 SP - São Paulo
99% Positivas
316 qualificações
R$ 12,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado. Bordas com sinais de manuseio. Em bom estado de conservação. Brochura. 389 Páginas. Tamanho 17x24cm. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Travessa Cultural Travessa Cultural MG - Poços de Caldas
100% Positivas
39 qualificações
R$ 12,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição ♥ A imprensa de narrativa irreverente paulistana 1990 - 1911♥ No geral o livro está em bom estado de conservação. O livro foi pouco manuseado, porém o livro sofreu contato com água no corte inferior, sendo assim possui a mancha de umidade com ondulações. Possui carimbo de exemplar de divulgação na folha de rosto. Não possui grifos, rabiscos ou anotações em seu interior. Capa e contra capa em bom estado de conservação, possui sinais de manuseio, desgaste nos cortes e pontinhas amassadas. Lombada com desgaste nas extremidades. Miolo bom. Brochura 16 cm x 23 cm. Contém 382 páginas. Foto original do livro.

Preso por Trocadilho - a Imprensa de Narrativa Irreverente Paulista...

Preso por Trocadilho - a Imprensa de Narrativa Irreverente Paulista...

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Fernando Livros Fernando Livros SP - São Paulo
98% Positivas
49 qualificações
R$ 14,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - Brochura com 389 páginas. Título completo: Preso Por Trocadilho - A imprensa de narrativa irreverente paulistana 1900 - 1911. Sinopse: Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia.

Preso Por Trocadilho A Imprensa de Narrativa Irreverente Paulistana... Capa ilustrativa

Preso Por Trocadilho A Imprensa de Narrativa Irreverente Paulistana...

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Livraria Amaral Livraria Amaral SP - São Paulo
99% Positivas
1232 qualificações
R$ 14,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação, brochura; 389 páginas, capa, lombada e miolo em boas condições, não apresenta riscos, nome do antigo dono ou grifos. título completo: Preso Por Trocadilho A Imprensa de Narrativa Irreverente Paulistana 1900 1911;

Preso por Trocadilho: a Imprensa de Narrativa Irreverente Paulistana.. Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho: a Imprensa de Narrativa Irreverente Paulistana..

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo do Patah Sebo do Patah SP - São Paulo
99% Positivas
165 qualificações
R$ 15,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 392 pags. Muito bom estado de conservação. Formato 16x23 cm. A imprensa de narrativa irreverente paulistana de 1900 a 1911.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Livraria Amaral Livraria Amaral SP - São Paulo
99% Positivas
1232 qualificações
R$ 15,00 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado de conservação, Brochura, 389 págs. Leves sinais de manuseio na lombada, não contém nome do antigo dono, anotações ou grifos. Com pontos de oxidação nas laterais.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo da Vila Sebo da Vila SP - São Paulo
94% Positivas
68 qualificações
R$ 18,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em perfeito estado de conservação, sem marcas, grifos ou anotações.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Stock Cultural Stock Cultural SP - São Paulo
97% Positivas
140 qualificações
R$ 18,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em excelente estado. H.Brasil - 20161113

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Nova Floresta Nova Floresta SP - São Paulo
98% Positivas
420 qualificações
R$ 18,00 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura conservada formato 16x23 tendo 382 páginas livres de riscos ou grifos, boa conservação geral. Comunicação

Preso por trocadilho Capa ilustrativa

Preso por trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Balaio Digital Balaio Digital RS - Porto Alegre
98% Positivas
781 qualificações
R$ 19,90 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Subtítulo: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 1900-1911 - 390 páginas - Livro seminovo - brochura original - em muito bom estado - sem sublinhados de qualquer tipo - sem assinaturas ou carimbos. #CLI03383

Preso por trocadilho: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 1900-1911 Capa ilustrativa

Preso por trocadilho: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 1900-1911

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Balaio Digital Balaio Digital RS - Porto Alegre
98% Positivas
781 qualificações
R$ 19,90 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 390 páginas - livro seminovo - brochura original - em muito bom estado - sem marcações de qualquer tipo - sem assinaturas ou carimbos. #COM02426

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Sebo Atitude Sebo Atitude SP - São Paulo
99% Positivas
88 qualificações
R$ 20,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro SEM USO 390pgs brochura ==. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia.

Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Cultural Pinheiros Sebo Cultural Pinheiros SP - São Paulo
99% Positivas
475 qualificações
R$ 20,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em ótimo estado, uma pequena mancha na lateral.

Preso por Trocadilho - a Imprensa Narrativa Irrecerente Paulistana ... Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho - a Imprensa Narrativa Irrecerente Paulistana ...

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
424 qualificações
R$ 20,00 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, sem uso, masuseio de loja, livre de grifos, rasuras e afins, 390 páginas est: hitoriografia título completo: Preso por trocadilho - A imprensa narrativa irrecerente paulistana 1900-1911; TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210462581

Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
424 qualificações
R$ 20,00 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, sem uso, masuseio de loja, livre de grifos, rasuras e afins, 390 páginas TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210462659

Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
424 qualificações
R$ 20,00 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, sem uso, masuseio de loja, livre de grifos, rasuras e afins, 390 páginas TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210462666

Preso por Trocadilho - a Imprensa Narrativa Irrecerente Paulistana ... Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho - a Imprensa Narrativa Irrecerente Paulistana ...

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
424 qualificações
R$ 20,01 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, sem uso, masuseio de loja, livre de grifos, rasuras e afins, leve enrugamento na parte inferior da obra, 390 páginas, est: hitoriografia título completo: Preso por trocadilho - A imprensa narrativa irrecerente paulistana 1900-1911; TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210462598

Preso por Trocadilho - a Imprensa Narrativa Irrecerente Paulistana ... Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho - a Imprensa Narrativa Irrecerente Paulistana ...

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Lider II Sebo Lider II PR - Curitiba
100% Positivas
424 qualificações
R$ 20,01 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, sem uso, masuseio de loja, livre de grifos, rasuras e afins, leve enrugamento na parte inferior da obra, 390 páginas, est: hitoriografia título completo: Preso por trocadilho - A imprensa narrativa irrecerente paulistana 1900-1911; TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000210462635

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Mania de Cultura Sp Mania de Cultura Sp SP - São Paulo
99% Positivas
547 qualificações
R$ 23,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro brochura, 23 x 16 cm 382 pag. em ótimo estado. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano. Os textos destes jornais...

Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Maravilha Sebo Maravilha MG - Uberlândia
100% Positivas
245 qualificações
R$ 24,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, laterais levemente amareladas, nada que comprometa na leitura e no texto, 389 páginas.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Espaço Cultural Sebo Espaço Cultural PR - Ponta Grossa
99% Positivas
336 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, 389 páginas. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano. Os textos destes jornais eram rápidos e certeir

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Espaço Cultural Sebo Espaço Cultural PR - Ponta Grossa
99% Positivas
336 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, 389 páginas. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano. Os textos destes jornais eram rápidos e certeir

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Espaço Cultural Sebo Espaço Cultural PR - Ponta Grossa
99% Positivas
336 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, 389 páginas. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano. Os textos destes jornais eram rápidos e certeir

Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Maravilha Sebo Maravilha MG - Uberlândia
100% Positivas
245 qualificações
R$ 25,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição bom estado, com a lateral levemente suja, com 389 paginas.

Preso por Trocadilho Capa ilustrativa

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: seminovo/usado

Sebo Maravilha Sebo Maravilha MG - Uberlândia
100% Positivas
245 qualificações
R$ 25,00 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição bom estado, com a lateral levemente suja, com 389 paginas.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Livraria Solaris Livraria Solaris RS - Porto Alegre
98% Positivas
113 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! Subtítulo: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 199 - 1911. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Livraria Solaris Livraria Solaris RS - Porto Alegre
98% Positivas
113 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! Subtítulo: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 199 - 1911. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Livraria Solaris Livraria Solaris RS - Porto Alegre
98% Positivas
113 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! Subtítulo: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 199 - 1911. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Livraria Solaris Livraria Solaris RS - Porto Alegre
98% Positivas
113 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! Subtítulo: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 199 - 1911. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano.

Preso por Trocadilho

Preso por Trocadilho

Ano:   Editora: Alameda

Tipo: novo

Livraria Solaris Livraria Solaris RS - Porto Alegre
98% Positivas
113 qualificações
R$ 25,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! Subtítulo: A imprensa de narrativa irreverente paulistana 199 - 1911. Com fortes traços de crítica social, aliados a inovações de linguagem e caricaturas, uma imprensa humorística enfrentou, no começo do século XX, o bom tom pretendido em publicações concorrentes, como a Cigarra e os jornais O Estado de S. Paulo, Correio Paulistano e Diário Popular. As redações ficavam no chamado Triângulo, a convergência das ruas Quinze de Novembro, São Bento e Direita. Era lá, num ambiente que preparava o terreno para o modernismo de 1922, que tudo acontecia. Ao lado das grandes confeitarias, das pensões alegres e das lojas requintadas, os jornalistas descreviam, em tom de paródia, o cotidiano de uma cidade caipira, que misturava o italiano, o alemão e o japonês ao erre interiorano.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro