A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
O Primado da Percepcao e Suas Consequencias Filosoficas Capa ilustrativa

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Maurice Merleau-ponty

Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção – concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas. Também o encontramos após a Segunda Guerra Mundial, agora com 38 anos. Em 1946, perante a Société française de philosophie, expõe O primado da percepção e suas consequências filosóficas. O filósofo não vincula o sujeito ao determinismo de uma natureza exterior, mas o recoloca no berço do sensível, que ele transforma sem abandoná-lo, assim como o sujeito também não é submetido a nenhuma história em si: a história são os outros, a relação de intercâmbio que temos com eles e fora da qual nosso ideal assume figura de álibi. Após instituir a percepção como modalidade original da consciência, examinar a relação orgânica entre sujeito percipiente e mundo percebido, Merleau-Ponty pensa os resultados de sua pesquisa, não sem mostrar, a cada passo, que a experiência da percepção nos ensina a passagem da certeza da ideia à certeza da percepção – seu entrelaçamento proporciona, em suma, a unidade do tempo. Nesse sentido, toda consciência é perceptiva, inclusive a consciência de nós mesmos. Não haverá, portanto, nenhuma destruição do absoluto ou da racionalidade, senão do absoluto e da racionalidade separados. Fechar Ler mais

Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção – concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas. Também o encontramos após a Segunda Guerra Mundial, agora com 38 anos. Em 1946, perante a Société française de philosophie, expõe O primado da percepção e suas consequências filosóficas. O filósofo não vincula o sujeito ao determinismo de uma natureza exterior, mas o recoloca no berço do sensível, que ele transforma sem abandoná-lo, assim como o sujeito também não é submetido a nenhuma história em si: a história são os outros, a relação de intercâmbio que temos com eles e fora da qual nosso ideal assume figura de álibi. Após instituir a percepção como modalidade original da consciência, examinar a relação orgânica entre sujeito percipiente e mundo percebido, Merleau-Ponty pensa os resultados de sua pesquisa, não sem mostrar, a cada passo, que a experiência da percepção nos ensina a passagem da certeza da ideia à certeza da percepção – seu entrelaçamento proporciona, em suma, a unidade do tempo. Nesse sentido, toda consciência é perceptiva, inclusive a consciência de nós mesmos. Não haverá, portanto, nenhuma destruição do absoluto ou da racionalidade, senão do absoluto e da racionalidade separados. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

O Primado da Percepção e Suas Conseqüências Filosóficas

Capa ilustrativa

O Primado da Percepção e Suas Conseqüências Filosóficas

Capa ilustrativa
O Primado da Percepção e Suas Conseqüências Filosóficas Capa ilustrativa

O Primado da Percepção e Suas Conseqüências Filosóficas

Ano:   Editora: Papirus

Tipo: seminovo/usado

Traça Livraria e Sebo Traça Livraria e Sebo RS - Porto Alegre
99% Positivas
1348 qualificações
R$ 21,90 + R$ 5,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição ID 1031831 Encadernação: Brochura Estado de Conservação: Bom livro já lido. encadernação comum. editoração normal. papel comum. livro adquirido de particular. capa com poucos danos. poucas marcas do tempo na capa. corte um pouco escurecido. livro em bom estado de conservação. marcas do tempo nas páginas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Papirus

Tipo: seminovo/usado

Sebo do Bau Sebo do Bau SP - Bauru
99% Positivas
173 qualificações
R$ 22,22 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa pouco manchada devido ao manuseio. Miolo conservado. Possui escrita a caneta feita pelo antigo dono na primeira página, mas não interfere em nada a leitura. Contém 93 páginas. O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas.

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas Capa ilustrativa

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Papirus

Tipo: seminovo/usado

Iluminações Livros e Cds Iluminações Livros e Cds SP - Campinas
100% Positivas
795 qualificações
R$ 25,00 + R$ 5,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura com pontos de oxidação na capa, lombada e contracapa. Caderno amarelado, com pontos de oxidação e marca de carimbo de livraria na folha de guarda.

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Sebo Clepsidra Sebo Clepsidra SP - São Paulo
100% Positivas
573 qualificações
R$ 26,90 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo! Brochura - Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente.

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
370 qualificações
R$ 27,80 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 80pp.

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2553 qualificações
R$ 29,60 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distncia perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas.

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2553 qualificações
R$ 29,60 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distncia perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas.

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2553 qualificações
R$ 29,60 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distncia perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas.

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2553 qualificações
R$ 29,60 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distncia perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas.

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2553 qualificações
R$ 29,60 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distncia perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas.

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2553 qualificações
R$ 29,60 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distncia perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas. Também o enco

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2553 qualificações
R$ 29,60 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distncia perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que é preciso extrair das investigações científicas. Também o enco

O primado da percepçao e suas consequências filosóficas

O primado da percepçao e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Livraria Livro Vivo Livraria Livro Vivo SP - São Paulo
97% Positivas
1584 qualificações
R$ 29,60 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo nunca manuseado

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
370 qualificações
R$ 29,90 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 80pp.

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas Capa ilustrativa

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Papirus

Tipo: seminovo/usado

Sebo JB Sebo JB BA - Salvador
100% Positivas
26 qualificações
R$ 30,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura. livro conservado. texto sem riscos ou marcações. páginas com manchas levemente amareladas devido a ação do tempo. ev/sc - filosofia

O Primado da Percepção e suas Consequencias Filosoficas Capa ilustrativa

O Primado da Percepção e suas Consequencias Filosoficas

Ano:   Editora: Papirus

Tipo: seminovo/usado

Sebo Capricho II Sebo Capricho II PR - Londrina
98% Positivas
457 qualificações
R$ 30,00 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura, bom estado, com sinais de uso, com assinatura a caneta, manchas e cortes escurecidos levemente

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
370 qualificações
R$ 32,90 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 80pp.

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
370 qualificações
R$ 32,90 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 80pp.

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Autentica

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
370 qualificações
R$ 32,90 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 80pp.

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas Capa ilustrativa

O Primado da Percepção e Suas Consequências Filosóficas

Ano:   Editora: Papirus

Tipo: seminovo/usado

Livraria Sebo Panorama Livraria Sebo Panorama RJ - Niterói
98% Positivas
230 qualificações
R$ 35,00 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro usado amarelado /capa com algumas manchas/93 páginas/Nesse livro o autor propõe uma síntese dos resultados da psicologia experimental e da neurologia, no que tange ao problema da percepção, e busca determinar, pela reflexão, seu sentido exato, reformulando certas noções psicológicas e filosóficas correntes. /CR 4/5/16

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

O primado da percepção e suas consequências filosóficas Capa ilustrativa

O primado da percepção e suas consequências filosóficas

Ano:   Editora: Editorial Autentica

Tipo: novo

Livraria Dédalus Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
99% Positivas
244 qualificações
R$ 35,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 80 páginas. Isbn 9788582176054. Neste livro, encontramos Merleau-Ponty em dois momentos distintos. Primeiramente, aos 25-26 anos, quando elabora e realiza o seu projeto de pesquisa sobre a natureza da percepção. Em 1933-1934, ele se volta para as noções correntes de consciência e de sensação, interroga a fisiologia, a patologia e a psicologia da percepção - concebe, de modo original, a clivagem entre a consciência das coisas e uma consciência imanente. O jovem fenomenólogo revisita a Gestaltpsychologie na delimitação de seu objeto e nos seus métodos de análise, acompanha a percepção de mundo da criança e toma distância perante as fórmulas representadas por Piaget, mas não se dá por satisfeito com as consequências filosóficas que... Ano da edição: .

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro