A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Hora Futurista Que Passou Capa ilustrativa

A Hora Futurista Que Passou

Mário Guastini

Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas européias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para inovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de “mau gosto”, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do “bem-feito”, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das idéias “bolchevistas” da Semana de 22, à qual se referia sempre como a “semana teratológica”, cujos autores, na sua opinião, queriam “fugir” da sintaxe, do desenho e da anatomia. Fechar Ler mais

Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas européias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para inovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de “mau gosto”, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do “bem-feito”, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das idéias “bolchevistas” da Semana de 22, à qual se referia sempre como a “semana teratológica”, cujos autores, na sua opinião, queriam “fugir” da sintaxe, do desenho e da anatomia. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Hora Futurista Que Passou

Capa ilustrativa

A Hora Futurista Que Passou

Capa ilustrativa
A Hora Futurista Que Passou Capa ilustrativa

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Machado de Assis Sebo Machado de Assis SP - São Paulo
100% Positivas
401 qualificações
R$ 10,00 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura em bom estado de conservação. Pequenos sinais de uso e manuseio. Sem grifos ou rasuras. 240págs.

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos - Coleção Pauliceia Capa ilustrativa

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos - Coleção Pauliceia

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Clepsidra Sebo Clepsidra SP - São Paulo
100% Positivas
567 qualificações
R$ 11,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro seminovo!!! Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas européias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros.

A Hora Futurista Que Passou: e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou: e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Leitura e Arte Sebo Leitura e Arte SP - São Paulo
99% Positivas
151 qualificações
R$ 12,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado, texto perfeito sem anotações ou grifos, sublinhados ou marcações, capas e miolo preservados e íntegros, lombada e extremidades preservadas, dorso firme e folhas conservadas.Cod 1925 - 20166880

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Novo Conhecer Lapa Novo Conhecer Lapa SP - São Paulo
99% Positivas
409 qualificações
R$ 13,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em ótimo estado de conservação; Folhas com leves deformações devido a umidade; Algumas folhas da parte central com espaçamento devido a mal uso do antigo dono; Contém 239 páginas.

A Hora Futurista Que Passou Capa ilustrativa

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Avalovara Sebo Avalovara SP - São Paulo
96% Positivas
204 qualificações
R$ 14,00 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro em ótimo estado de conservação. Sem marcas de uso.

A Hora Futurista Que Passou

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Moinho do Livro Moinho do Livro MG - Belo Horizonte
98% Positivas
412 qualificações
R$ 14,99 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa brochura. Livro novo. Formato médio

A Hora Futurista Que Passou

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 15,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Saldo! Livro novo. Sinopse: Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas europeias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para inovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de mau gosto, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do bem-feito, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das ideias bolch

A Hora Futurista Que Passou

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 15,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Saldo! Livro novo. Sinopse: Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas europeias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para inovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de mau gosto, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do bem-feito, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das ideias bolch

A Hora Futurista Que Passou

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 15,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Saldo! Livro novo. Sinopse: Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas europeias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para inovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de mau gosto, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do bem-feito, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das ideias bolch

A Hora Futurista Que Passou

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 15,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Saldo! Livro novo. Sinopse: Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas europeias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para inovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de mau gosto, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do bem-feito, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das ideias bolch

A Hora Futurista Que Passou

A Hora Futurista Que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 15,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Saldo! Livro novo. Sinopse: Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas europeias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para inovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de mau gosto, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do bem-feito, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das ideias bolch

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

Ano:   Editora: Boitempo Editorial

Tipo: novo

Livreiro dos Araças Livreiro dos Araças SP - Araçatuba
100% Positivas
672 qualificações
R$ 16,98 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. Ativação: 1510. 11. Higienizado. Embalado em filme de PVC. Com 240 páginas limpas e claras. Formato: 21x14. Sinopse por Livreiro dos Araças. Com Ilustrações Históricas. A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil: seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. Na vida o reclame é tudo, e Oswald tem vivido, aliás inteligentemente, pelo reclame. Tão inteligentemente que até eu, que lhe conheço as manhas...

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

Ano:   Editora: Boitempo Editorial

Tipo: novo

Livreiro dos Araças Livreiro dos Araças SP - Araçatuba
100% Positivas
672 qualificações
R$ 16,98 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. Ativação: 1510. 11. Higienizado. Embalado em filme de PVC. Com 240 páginas limpas e claras. Formato: 21x14. Sinopse por Livreiro dos Araças. Com Ilustrações Históricas. A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil: seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. Na vida o reclame é tudo, e Oswald tem vivido, aliás inteligentemente, pelo reclame. Tão inteligentemente que até eu, que lhe conheço as manhas...

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

Ano:   Editora: Boitempo Editorial

Tipo: novo

Livreiro dos Araças Livreiro dos Araças SP - Araçatuba
100% Positivas
672 qualificações
R$ 16,98 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. Ativação: 1510. 11. Higienizado. Embalado em filme de PVC. Com 240 páginas limpas e claras. Formato: 21x14. Sinopse por Livreiro dos Araças. Com Ilustrações Históricas. A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil: seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. Na vida o reclame é tudo, e Oswald tem vivido, aliás inteligentemente, pelo reclame. Tão inteligentemente que até eu, que lhe conheço as manhas...

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

Ano:   Editora: Boitempo Editorial

Tipo: novo

Livreiro dos Araças Livreiro dos Araças SP - Araçatuba
100% Positivas
672 qualificações
R$ 16,98 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. Ativação: 1510. 11. Higienizado. Embalado em filme de PVC. Com 240 páginas limpas e claras. Formato: 21x14. Sinopse por Livreiro dos Araças. Com Ilustrações Históricas. A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil: seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. Na vida o reclame é tudo, e Oswald tem vivido, aliás inteligentemente, pelo reclame. Tão inteligentemente que até eu, que lhe conheço as manhas...

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

A Hora Futurista Que Passou - Col. Paulicéia

Ano:   Editora: Boitempo Editorial

Tipo: novo

Livreiro dos Araças Livreiro dos Araças SP - Araçatuba
100% Positivas
672 qualificações
R$ 16,98 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. Ativação: 1510. 11. Higienizado. Embalado em filme de PVC. Com 240 páginas limpas e claras. Formato: 21x14. Sinopse por Livreiro dos Araças. Com Ilustrações Históricas. A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil: seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. Na vida o reclame é tudo, e Oswald tem vivido, aliás inteligentemente, pelo reclame. Tão inteligentemente que até eu, que lhe conheço as manhas...

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2504 qualificações
R$ 17,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! ***Sinopse: A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos. FLT 22/10

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Sebo Equilíbrio Sebo Equilíbrio SP - São Bernardo do Campo
100% Positivas
24 qualificações
R$ 17,99 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 239págs. brochura. A Coleção Paulicéia reúne seus principais textos no livro A hora futurista que passou e outros escritos para recuperar uma importante parte da história do modernismo no Brasil; seus ferrenhos opositores. Usando do humor e de seu texto hábil como arma, irônico e mordaz Guastini atira petardos contra as novidades do futurismo e da antropofagia de Oswald de Andrade. Iniciativas que trata como piadas literárias, brincadeiras na qual embarcam seus seguidores ingênuos.

A hora futurista que passou Capa ilustrativa

A hora futurista que passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Academia do Saber Passos Academia do Saber Passos RJ - Rio de Janeiro
97% Positivas
319 qualificações
R$ 18,00 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Estoque N. 13792. 237. Págs. Brochura. Obra em bom estado. Atenção!. Pedidos feitos por Boleto, favor aguardar a confirmação da disposição do livro no Estoque.

A Hora Futurista que Passou Capa ilustrativa

A Hora Futurista que Passou

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Julian Livros Julian Livros SP - São Paulo
98% Positivas
1481 qualificações
R$ 18,00 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Código: 1500669 Nota: A presente obra encontra-se em bom estado de conservação, contém, apenas, algumas manchas amareladas causadas pelo tempo e marcações à caneta na segunda página. Ano: 2006 Nº de páginas: 239 Formato: 14 x 21 Editora: Boitempo Conservação da capa: Bom Estado Conservação do miolo: Bom Estado Acabamento: Brochura Idioma: Português

A Hora Futurista que Passou e Outros Escritos - Paulicéia Capa ilustrativa

A Hora Futurista que Passou e Outros Escritos - Paulicéia

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Líder Sebo Líder PR - Curitiba
99% Positivas
913 qualificações
R$ 18,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro seminovo, excelente estado, brochura. 15 / 05 / 2014. tipo: usado TIPO: USADO CÓDIGO DE BARRAS: 1000208917475

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

A Hora Futurista Que Passou e Outros Escritos

Ano:   Editora: Boitempo

Tipo: novo

Luciano Livreiro Luciano Livreiro RJ - Duque de Caxias
99% Positivas
105 qualificações
R$ 19,99 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas européias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros. Enquanto artistas e intelectuais faziam a revolução modernista na cultura brasileira, abrindo campo para in ovações formais, temas brasileiros e outros antes tidos como de mau gosto, Guastini, sob o pseudônimo Stiunirio Gama, encarnava a reação dos valores do belo, do lírico, do bem-feito, sem esconder certa carga de reação política conservadora diante das idéias bolchevistas da Semana de 22, .

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro