A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Republica Negra Capa ilustrativa

A Republica Negra

Luis Kawaguti

Uma insurreição armada irrompeu no Haiti no início de 2004, resultando na renúncia e no exílio do então presidente Jean-Bertrand Aristide. Para evitar uma guerra civil, em 1º de junho de 2004, soldados brasileiros chegaram à cidade de Porto Príncipe, capital do país, para formar a força principal da recém-nascida Missão das Nações Unidas para a estabilização do Haiti, a Minustah. O livro surgiu a partir das viagens que o jornalista fez para presenciar o cotidiano das tropas brasileiras, que viraram reportagens publicadas nos jornais Diário de S. Paulo e O Globo. A publicação aprofunda o conteúdo das matérias e mostra o quanto o Brasil influi nas vidas dos oito milhões de hatianos seja por canais diplomáticos, militares ou culturais. Traz depoimentos inéditos de rebeldes e de militares brasileiros sobre supostos casos de espancamento durante interrogatórios e abusos de violência contra haitianos. Narra também os combates e as estratégias militares que fizeram da ocupação brasileira na capital haitiana um exemplo de operação de paz bem-sucedida realizada pelas Nações Unidas. Luís Kawaguti relata a sucessão de acontecimentos que, em pouco mais de dois anos, levaram uma nação do caos social e político ao processo de redemocratização, iniciado com a eleição de um novo presidente. Para compreender a complexidade da situação do Haiti e, conseqüentemente, da missão da ONU, o autor faz uma passeio pela história do país. Aborda desde a sua descoberta na primeira viagem do navegador Cristóvão Colombo à América, em 1492, passando pela revolução de 1804, que libertou o Haiti da França, e pelos 28 anos extremamente violentos da ditadura de Duvalier. O jornalista faz um panorama do sistema educacional, sanitário e de transporte do país; mostra de que maneira a religião católica, professada pela maioria da população, convive harmonicamente com os rituais de vodu. O livro configura-se como uma rica fonte de informações, pois o autor conheceu de perto tanto as dificuldades quanto o trabalho dos militares brasileiros. Narra, detalhadamente, operações importantes das tropas da Onu, como as realizadas em Bel Air, a maior favela de Porto Príncipe. Revela quais os diversos problemas enfrentados, desde o desarmamento da população até dificuldades logísticas, como o alojamento das tropas brasileiras. Fechar Ler mais

Uma insurreição armada irrompeu no Haiti no início de 2004, resultando na renúncia e no exílio do então presidente Jean-Bertrand Aristide. Para evitar uma guerra civil, em 1º de junho de 2004, soldados brasileiros chegaram à cidade de Porto Príncipe, capital do país, para formar a força principal da recém-nascida Missão das Nações Unidas para a estabilização do Haiti, a Minustah. O livro surgiu a partir das viagens que o jornalista fez para presenciar o cotidiano das tropas brasileiras, que viraram reportagens publicadas nos jornais Diário de S. Paulo e O Globo. A publicação aprofunda o conteúdo das matérias e mostra o quanto o Brasil influi nas vidas dos oito milhões de hatianos seja por canais diplomáticos, militares ou culturais. Traz depoimentos inéditos de rebeldes e de militares brasileiros sobre supostos casos de espancamento durante interrogatórios e abusos de violência contra haitianos. Narra também os combates e as estratégias militares que fizeram da ocupação brasileira na capital haitiana um exemplo de operação de paz bem-sucedida realizada pelas Nações Unidas. Luís Kawaguti relata a sucessão de acontecimentos que, em pouco mais de dois anos, levaram uma nação do caos social e político ao processo de redemocratização, iniciado com a eleição de um novo presidente. Para compreender a complexidade da situação do Haiti e, conseqüentemente, da missão da ONU, o autor faz uma passeio pela história do país. Aborda desde a sua descoberta na primeira viagem do navegador Cristóvão Colombo à América, em 1492, passando pela revolução de 1804, que libertou o Haiti da França, e pelos 28 anos extremamente violentos da ditadura de Duvalier. O jornalista faz um panorama do sistema educacional, sanitário e de transporte do país; mostra de que maneira a religião católica, professada pela maioria da população, convive harmonicamente com os rituais de vodu. O livro configura-se como uma rica fonte de informações, pois o autor conheceu de perto tanto as dificuldades quanto o trabalho dos militares brasileiros. Narra, detalhadamente, operações importantes das tropas da Onu, como as realizadas em Bel Air, a maior favela de Porto Príncipe. Revela quais os diversos problemas enfrentados, desde o desarmamento da população até dificuldades logísticas, como o alojamento das tropas brasileiras. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A República Negra

Capa ilustrativa

A República Negra

Capa ilustrativa
Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
A República Negra Capa ilustrativa

A República Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Aleph Virtual Aleph Virtual PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 18,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Usado, bom estado.

A República Negra Capa ilustrativa

A República Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Logos Sebo Logos RJ - Rio de Janeiro
92% Positivas
231 qualificações
R$ 18,99 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Muito Bom Estado

A Repúplica Negra

A Repúplica Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Saber Osasco Sebo Saber Osasco SP - Osasco
97% Positivas
198 qualificações
R$ 20,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro em bom estado de conservação.Uma insurreição armada irrompeu no Haiti no início de 2004, resultando na renúncia e no exílio do então presidente Jean-Bertrand Aristide. Para evitar uma guerra civil, em 1º de junho de 2004, soldados brasileiros chegaram à cidade de Porto Príncipe, capital do país, para formar a força principal da recém-nascida Missão das Nações Unidas para a estabilização do Haiti, a Minustah. O livro surgiu a partir das viagens que o jornalista fez para presenciar o cotidiano das tropas brasileiras, que viraram reportagens publicadas nos jornais Diário de S. Paulo e O Globo. (pag, 216).

A Republica Negra

A Republica Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Casa Puebla Sebo Casa Puebla Sebo SP - São Paulo
100% Positivas
37 qualificações
R$ 20,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Para evitar uma guerra civil, em 1º de junho de 2004, soldados brasileiros chegaram à cidade de Porto Príncipe, capital do país, para formar a força principal da recém-nascida Missão das Nações Unidas para a estabilização do Haiti, a Minustah. O livro surgiu a partir das viagens que o jornalista fez para presenciar o cotidiano das tropas brasileiras, que viraram reportagens publicadas nos jornais Diário de S. Paulo e O Globo. A publicação aprofunda o conteúdo das matérias e mostra o quanto o Brasil influi nas vidas dos oito milhões de hatianos seja por canais diplomáticos, militares ou culturais. Brochura usado sem grifos ou rasuras, borda superior levemente amarelecida.

A República Negra.

A República Negra.

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Otto Livros Otto Livros SP - São Paulo
99% Positivas
90 qualificações
R$ 20,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Formato 14 x 21; livro usado em bom estado, páginas levemente amareladas devido a ação do tempo, sinais de uso. Caixa 11 - 20163341

A República Negra Capa ilustrativa

A República Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Livraria Progresso Sebo Livraria Progresso Sebo PE - Recife
95% Positivas
220 qualificações
R$ 25,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar
A República Negra

A República Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Sebo Equilíbrio Sebo Equilíbrio SP - São Bernardo do Campo
100% Positivas
25 qualificações
R$ 27,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Histórias de um repórter sobre as tropas brasileiras no Haiti. Livro novo, capa cartoanda, 199 páginas. 1ª rempressão de 2008.

A República Negra Histórias de um Repórter Sobre as Tropas Brasileiras Capa ilustrativa

A República Negra Histórias de um Repórter Sobre as Tropas Brasileiras

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Espaço do Livro Espaço do Livro SP - São Paulo
98% Positivas
55 qualificações
R$ 30,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição òtimo estado

A República Negra

A República Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Sebo Alternativa Sebo Alternativa SP - São Paulo
98% Positivas
65 qualificações
R$ 30,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição C. Livro brochura sem rasuras em bom estado de conservação.

A Republica Negra Capa ilustrativa

A Republica Negra

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Livreiro dos Araças Livreiro dos Araças SP - Araçatuba
100% Positivas
613 qualificações
R$ 35,20 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo. Cód. 01. Em Perfeito Estado. Higienizado. Embalado em filme de PVC. Com páginas 198 limpas e claras. Formato: 21x14. Sinopse padronizada pelo Livreiro dos Araças. O livro configura-se como uma rica fonte de informações, pois o autor conheceu de perto tanto as dificuldades quanto o trabalho dos militares brasileiros. Narra, detalhadamente, operações importantes das tropas da Onu, como as realizadas em Bel Air, a maior favela de Porto Príncipe. Revela quais os diversos problemas enfrentados, desde o desarmamento da população até dificuldades logísticas, como o alojamento das tropas brasileiras. A publicação reúne histórias de soldados, oficiais, diplomatas, intérpretes, funcionários da Onu, líderes comunitários, políticos e haitianos comuns.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro