A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Razao do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

José Guilherme Merquior

Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a ?Canção do Exílio?, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica ? entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do discurso. Num de seus ensaios ele disse que a falta de informação filosófica prejudicava a maioria da crítica brasileira. Ora, desse mal ele estava galhardamente livre. A sua acentuada vocação especulativa e a vasta erudição que a nutria lhe permitiram fazer do trabalho crítico uma investigação que não se satisfazia em descrever e avaliar os textos, mas desejava descobrir o sentido entesourado e em seguida ligá-lo a outros produtos da cultura. Fechar Ler mais

Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a ?Canção do Exílio?, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica ? entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do discurso. Num de seus ensaios ele disse que a falta de informação filosófica prejudicava a maioria da crítica brasileira. Ora, desse mal ele estava galhardamente livre. A sua acentuada vocação especulativa e a vasta erudição que a nutria lhe permitiram fazer do trabalho crítico uma investigação que não se satisfazia em descrever e avaliar os textos, mas desejava descobrir o sentido entesourado e em seguida ligá-lo a outros produtos da cultura. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Razão do Poema

Capa ilustrativa

Razão do Poema

Capa ilustrativa
Exibindo todas as publicações encontradas. Filtre pelas mais recentesRemover filtro
Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Apoena Cultural Apoena Cultural SP - Peruíbe
97% Positivas
189 qualificações
R$ 14,90 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, cujo miolo está em bom estado de conservação. No entanto, há pequenos desgastes, vincos e manchas do tempo na capa. Possui 247 páginas. M.

Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

SEBORIO EIRELI - ME SEBORIO EIRELI - ME RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
254 qualificações
R$ 15,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro com páginas amareladas,manchas de oxidação devido à ação do tempo,danos na lombada. 247págs cod:115209

Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: CIV Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Livraria Virtual Zaratustra Livraria Virtual Zaratustra RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
270 qualificações
R$ 20,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Razoável estado. Capa muito desgastada.

Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: Topbooks

Tipo: seminovo/usado

Livraria Vitorana Livraria Vitorana RJ - Rio de Janeiro
98% Positivas
146 qualificações
R$ 30,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura em bom estado lomba um pouco amarelada pelo tempo do livro mais nada que atrapalhe o mesmo que tem 297 paginas nª 6170

Razão do Poema (ensaios de Crítica e de Estética) Capa ilustrativa

Razão do Poema (ensaios de Crítica e de Estética)

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Letra Viva Letra Viva RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
199 qualificações
R$ 34,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em estado regular de conservação, capa bastante desgastada, primeira página com pigmentação e assinatura, bordas amareladas pelo tempo, lombada bem desgastada por mal manuseio, edição brochura contendo 247 páginas.

Razão do Poema

Razão do Poema

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Sebo Meriti Sebo Meriti RJ - São João de Meriti
100% Positivas
102 qualificações
R$ 39,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ensaios de crítica e de estética. Brochura, marcas do uso nas capas, principalmente nas quinas da lombada, pequeno nome escrito na quina superior esquerda da página de guarda, em alguns poucos trechos do conteúdo foi feito um pequeno travessão vertical, como forma de assinalar, levemente amarelado pela idade e em bom estado geral. E12.3Liv

Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

A Livraria Horizonte A Livraria Horizonte MG - Belo Horizonte
97% Positivas
122 qualificações
R$ 39,90 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição ... Ensaios de critica e de estética. Livro brochura, em bom estado de conservação. A primeira página está assinada. 246 páginas.

Razão do Poema :  Ensaios de Crítica e de Estética Capa ilustrativa

Razão do Poema : Ensaios de Crítica e de Estética

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Livraria Jmaoski Livraria Jmaoski PR - Curitiba
100% Positivas
225 qualificações
R$ 48,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 248 Paginas Limpas - Exemplar em 1ª Edição - 1967 - numerado - Nº 1181 ..................... Totalmente Preservado - li - volume 7 da coleção Perspectivas do Homem ------------ 19 Ensaios............... com apreciação de Leandro Konder ................ Uma Canção de Cardoso - Falência da Poesia ou uma geração enganada ou enganosa - os poetas de 45 - O Poema do Lá ..... Murilo Mendes ou a Poética do Visionário - A Maquina do Mundo de Drummond - Serial - Onda Mulher, Onde a Mulher - Quand Vous Serez Bien Vieille - Evtuchenko - Coppelius ou A Vontade Alienada --- Crítica Razão e Lirica, ensaio para um juízo preparado s/ a nova poesia no Br. - Notas Estéticas - 1ª - 2ª - 3ª -4 e 5ª .. Responsabilidade social do artista , Declínio da aura - entre Real e Irreal e mais.....

A Razão do Poema

A Razão do Poema

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
343 qualificações
R$ 49,80 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 336pp.

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 53,60 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica – entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do discurso.

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética - Colecão Biblioteca José Guilherme Merquior Capa ilustrativa

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética - Colecão Biblioteca José Guilherme Merquior

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
98% Positivas
4239 qualificações
R$ 55,22 + R$ 10,95 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo e sem uso. / EAN 9788580331370 - FFB

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética Capa ilustrativa

Razão do poema: ensaios de crítica e de estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 55,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. ISBN 9788580331370. Dimensão 13,5 x 23,3, 336 pág. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do

Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Netbook Livraria Netbook Livraria SP - São Paulo
100% Positivas
63 qualificações
R$ 56,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura. Exemplar em bom estado com 247 páginas. Capa e lombada com leves desgastes. Bordas amareladas com leves desgastes nas laterais. Sinais do tempo. Não contém riscos, anotações e etc.

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Araucaria Books Araucaria Books PR - Curitiba
83% Positivas
52 qualificações
R$ 56,70 Frete grátis Comprar ler descrição ocultar

Descrição Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica – entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do discurso.

A Razão do Poema

A Razão do Poema

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
343 qualificações
R$ 58,00 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 336pp.

Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Sebo Athenas Sebo Athenas SP - São Paulo
100% Positivas
115 qualificações
R$ 59,00 + R$ 9,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Estado de novo; no plástico.

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 59,40 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do discurso. Num de seus ensaios ele disse

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Razão do Poema: Ensaios de Crítica e de Estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2303 qualificações
R$ 59,40 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a Canção do Exílio, de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do discurso. Num de seus ensaios ele disse

Razão do Poema Ensaios de Crítica e de Estética

Razão do Poema Ensaios de Crítica e de Estética

Ano:   Editora: Realizacoes

Tipo: novo

Livraria Opção Cultural Livraria Opção Cultural GO - Goiânia
98% Positivas
393 qualificações
R$ 63,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, 336 páginas...imagem meramente ilustrativa...sinopse: Merquior foi sem dúvida um dos maiores críticos que o Brasil teve. Lembro como sinal precursor o ensaio que escreveu bem moço sobre a "Canção do Exílio", de Gonçalves Dias, fazendo uma descoberta que dava a medida de sua imaginação crítica - entendendo-se por imaginação crítica a capacidade pouco frequente de elaborar conceitos que têm o teor das expressões metafóricas ou o voo das criações ficcionais. Estou falando do seguinte: ao comentar a afirmação costumeira de que o famoso poema é tão bem realizado porque não tem adjetivos, ele mostrou que a sua eficiência provém na verdade do fato de ser todo ele, virtualmente, uma espécie de grande expressão adjetiva, uma qualificação sem qualificativos, devido à tonalidade do discu

Razão do Poema. Ensaios de Crítica e de Estética Capa ilustrativa

Razão do Poema. Ensaios de Crítica e de Estética

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

Sebo Brandão Bahia Sebo Brandão Bahia BA - Salvador
99% Positivas
220 qualificações
R$ 65,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 247pg. 21cm. Brochura original. Miolo completo, pigmentos amarelados pela ação do tempo. Boa conservação. ( Crit - Lit ) 182/5

Razão do Poema Capa ilustrativa

Razão do Poema

Ano:   Editora: Civilizacao Brasileira

Tipo: seminovo/usado

A Livraria Horizonte A Livraria Horizonte MG - Belo Horizonte
97% Positivas
122 qualificações
R$ 69,90 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Ensaios de crítica e de estética. Livro brochura, em bom estado, 247 páginas. A capa está um pouco desgastada.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro