A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Revolucao do Cinema Novo Capa ilustrativa

Revolução do Cinema Novo

Glauber Rocha

Escrito na seqüência dos artigos do primeiro volume desta série (Revisão crítica do cinema brasileiro) e após a finalização de A idade da Terra (1980), seu último longa-metragem, este livro tem duas partes distintas. Na primeira, Glauber ordena artigos publicados ao longo dos anos anteriores, transcreve debates e retoma entrevistas. Não falta o célebre artigo "Eztetyka da fome", primeira síntese sobre o cinema novo dirigida aos europeus, apresentado na Retrospectiva do Cinema Latino-Americano, em Gênova, em 1965. A segunda parte é uma reunião de reflexões e notas biográficas escritas em 1980, uma "memória afetiva" que se refere diretamente a personagens da vida cultural da época. Conforme o crítico Inácio Araújo: "Revolução do cinema novo não é, afinal, o livro de um santo, mas de um homem. Tem a marca de um dos maiores artistas brasileiros do século XX e também a sua impureza. Quase uma autobiografia de Glauber Rocha, é um livro-chave". Com prefácio do autor inédito em livro e artigo de Cacá Diegues escrito à época do cinema novo, a edição é totalmente ilustrada. Os textos passaram por rigorosa revisão e incluiu-se um índice onomástico. Fechar Ler mais

Escrito na seqüência dos artigos do primeiro volume desta série (Revisão crítica do cinema brasileiro) e após a finalização de A idade da Terra (1980), seu último longa-metragem, este livro tem duas partes distintas. Na primeira, Glauber ordena artigos publicados ao longo dos anos anteriores, transcreve debates e retoma entrevistas. Não falta o célebre artigo "Eztetyka da fome", primeira síntese sobre o cinema novo dirigida aos europeus, apresentado na Retrospectiva do Cinema Latino-Americano, em Gênova, em 1965. A segunda parte é uma reunião de reflexões e notas biográficas escritas em 1980, uma "memória afetiva" que se refere diretamente a personagens da vida cultural da época. Conforme o crítico Inácio Araújo: "Revolução do cinema novo não é, afinal, o livro de um santo, mas de um homem. Tem a marca de um dos maiores artistas brasileiros do século XX e também a sua impureza. Quase uma autobiografia de Glauber Rocha, é um livro-chave". Com prefácio do autor inédito em livro e artigo de Cacá Diegues escrito à época do cinema novo, a edição é totalmente ilustrada. Os textos passaram por rigorosa revisão e incluiu-se um índice onomástico. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

Revolução do Cinema Novo

Capa ilustrativa

Revolução do Cinema Novo

Capa ilustrativa
Revolução do Cinema Novo Capa ilustrativa

Revolução do Cinema Novo

Ano:   Editora: Cosac Naify

Tipo: seminovo/usado

Sebo e Livraria Renovato Sebo e Livraria Renovato PE - Recife
100% Positivas
82 qualificações
R$ 59,90 + R$ 13,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Lombada com leve vinco, capa e contracapa um pouco escurecidas. O corte está pouco sujo. Etiqueta de livraria na primeira página. Alguns grifos de marca-texto, pequeno pedaço de fita adesiva na última página. Sem assinaturas, carimbos ou anotações. 568 páginas, foto ilustrativa.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro