A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Funcao Social da Guerra na Sociedade Tupinamba Capa ilustrativa

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Florestan Fernandes

Esta obra é composta de três partes interdependentes. A primeira concentra densa descrição de toda a tecnologia de guerra Tupinambá. As armas, as estratégias, os rituais e, enfim, os objetivos e propósitos pelos quais lutavam. A riqueza dos detalhes e a preocupação em mostrar como se desenrolava a guerra é exposta ao mesmo tempo em que se desenha uma das teses de Florestan - a guerra não se explica por si só, numa espécie de obsessão indígena pela batalha. Demonstrada a tese da guerra enquanto fato social, Florestan aponta, na segunda parte do livro, para os seus impactos nas formas de controle social que, seguindo a matriz funcionalista, é aquilo que orienta as ações coletivas e a socialização dos indivíduos. Passa-se, nesta parte, à descrição dos pontos de conexão entre a guerra e a organização dos papéis sociais - a educação das crianças, os atributos das faixas etárias e dos gêneros, os rituais de passagem, o status conferido aos guerreiros e aos pajés, enfim, todas as formas de socialização que podem ser via de acesso ao que os funcionalistas, como Florestan, chamavam de 'psicologia coletiva' - a relação entre subjetividade e estrutura social. Na terceira e última parte do livro o autor apresenta sua conclusão. Afasta, com rigor científico, a distinção evolucionista entre sociedades simples e complexas e contribui para uma teoria geral da guerra, que Florestan faz questão de ressaltar nos instantes finais do livro. Não há guerra e nem guerreiros que não sejam construções sociais. A sociedade Tupinambá mantinha-se sob permanente estado de guerra porque ela integrava um todo funcional para a coesão em torno de sua própria organização social. Qualquer semelhança sociológica com uma poderosa nação guerreira contemporânea não é mera coincidência. Fechar Ler mais

Esta obra é composta de três partes interdependentes. A primeira concentra densa descrição de toda a tecnologia de guerra Tupinambá. As armas, as estratégias, os rituais e, enfim, os objetivos e propósitos pelos quais lutavam. A riqueza dos detalhes e a preocupação em mostrar como se desenrolava a guerra é exposta ao mesmo tempo em que se desenha uma das teses de Florestan - a guerra não se explica por si só, numa espécie de obsessão indígena pela batalha. Demonstrada a tese da guerra enquanto fato social, Florestan aponta, na segunda parte do livro, para os seus impactos nas formas de controle social que, seguindo a matriz funcionalista, é aquilo que orienta as ações coletivas e a socialização dos indivíduos. Passa-se, nesta parte, à descrição dos pontos de conexão entre a guerra e a organização dos papéis sociais - a educação das crianças, os atributos das faixas etárias e dos gêneros, os rituais de passagem, o status conferido aos guerreiros e aos pajés, enfim, todas as formas de socialização que podem ser via de acesso ao que os funcionalistas, como Florestan, chamavam de 'psicologia coletiva' - a relação entre subjetividade e estrutura social. Na terceira e última parte do livro o autor apresenta sua conclusão. Afasta, com rigor científico, a distinção evolucionista entre sociedades simples e complexas e contribui para uma teoria geral da guerra, que Florestan faz questão de ressaltar nos instantes finais do livro. Não há guerra e nem guerreiros que não sejam construções sociais. A sociedade Tupinambá mantinha-se sob permanente estado de guerra porque ela integrava um todo funcional para a coesão em torno de sua própria organização social. Qualquer semelhança sociológica com uma poderosa nação guerreira contemporânea não é mera coincidência. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

FUNCAO SOCIAL DA GUERRA NA SOCIEDADE TUPINAMBA, A

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Pioneira

Tipo: seminovo/usado

Sebo Poesia Sebo Poesia SP - Santo André
98% Positivas
1171 qualificações
R$ 40,00 + R$ 17,89 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, com 425 paginas, em bom estado, ilustrado, loja 02

FUNCAO SOCIAL DA GUERRA NA SOCIEDADE TUPINAMBA, A

FUNCAO SOCIAL DA GUERRA NA SOCIEDADE TUPINAMBA, A

Ano:   Editora: Glo Globo

Tipo: novo

Wtr Livros Wtr Livros SP - Guarulhos
98% Positivas
3986 qualificações
R$ 46,20 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo e sem uso. / EAN 9788525042217 - FFD

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
361 qualificações
R$ 47,90 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 594pp.

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A função social da guerra na sociedade tupinambá

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Biblioteca Azul

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2452 qualificações
R$ 49,50 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 596 p. 14x21 Sinopse: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes).

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Miguilim Livros Miguilim Livros SP - Diadema
99% Positivas
361 qualificações
R$ 49,90 + R$ 10,58 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. 594pp.

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Livraria Pioneira

Tipo: seminovo/usado

Red Star Teodoro Sampaio Red Star Teodoro Sampaio SP - São Paulo
99% Positivas
543 qualificações
R$ 50,00 + R$ 12,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, medindo 23x16cm, 423 páginas, em bom estado de conservação porém com as bordas amareladas devido ao tempo, com leves desgastes na capa e na lombada, sem grifos e sem rasuras. Com carimbo e nome do antigo proprietário nas primeiras páginas. B estoque

A função social da guerra na sociedade tupinambá Capa ilustrativa

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 55,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Esta obra é composta de três partes interdependentes. A primeira concentra densa descrição de toda a tecnologia de guerra Tupinambá. As armas, as estratégias, os rituais e, enfim, os objetivos e propósitos pelos quais lutavam. A riqueza dos detalhes e a preocupação em mostrar como se desenrolava a guerra é exposta ao mesmo tempo em que se desenha uma das teses de Florestan - a guerra não se explica por si só, numa espécie de obsessão indígena pela batalha.

A função social da guerra na sociedade tupinambá Capa ilustrativa

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 55,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Esta obra é composta de três partes interdependentes. A primeira concentra densa descrição de toda a tecnologia de guerra Tupinambá. As armas, as estratégias, os rituais e, enfim, os objetivos e propósitos pelos quais lutavam. A riqueza dos detalhes e a preocupação em mostrar como se desenrolava a guerra é exposta ao mesmo tempo em que se desenha uma das teses de Florestan - a guerra não se explica por si só, numa espécie de obsessão indígena pela batalha.

A função social da guerra na sociedade tupinambá Capa ilustrativa

A função social da guerra na sociedade tupinambá

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 55,00 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Esta obra é composta de três partes interdependentes. A primeira concentra densa descrição de toda a tecnologia de guerra Tupinambá. As armas, as estratégias, os rituais e, enfim, os objetivos e propósitos pelos quais lutavam. A riqueza dos detalhes e a preocupação em mostrar como se desenrolava a guerra é exposta ao mesmo tempo em que se desenha uma das teses de Florestan - a guerra não se explica por si só, numa espécie de obsessão indígena pela batalha.

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Globo

Tipo: novo

Livraria Virtual Embooks Livraria Virtual Embooks SP - Embu
100% Positivas
43 qualificações
R$ 63,80 + R$ 11,79 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição *LIVRO NOVO* Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers (para os padrões da época) europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização (embora algumas tribos se autodenominem seus descendentes). Em 1951, num mundo ainda traumatizado pelo maior conflito armado da história, o jovem professor e sociólogo da Universidade de São Paulo, Florestan Fernandes, faz de sua tese de doutorado um ambicioso estudo sobre a guerra na extinta sociedade tupinambá. E, já que não poderia observá-los in loco, o faz por meio da leitura minuciosa de relatos e narrativas da época.

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá Capa ilustrativa

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Globo

Tipo: seminovo/usado

Sebo do Espaço Alberico Sebo do Espaço Alberico SP - São Paulo
97% Positivas
58 qualificações
R$ 80,00 Frete grátis Comprar ler descrição ocultar

Descrição A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá: Poucas nações indígenas marcaram tanto o imaginário europeu quanto os tupinambás. Descritos por viajantes em best-sellers europeus dos séculos XVI e XVII como índios de verve guerreira, com apreço pela antropofagia e pela luta feroz contra os invasores portugueses, os tupinambás sucumbiram ao genocídio da colonização. Em 1951, o jovem professor e sociólogo da Universidade de São Paulo, Florestan Fernandes, faz de sua tese de doutorado um ambicioso estudo sobre a guerra na extinta sociedade tupinambá. E, já que não poderia observá-los in loco, o faz por meio da leitura minuciosa de relatos e narrativas produzidos pelos viajantes europeus. Livro usado, em excelente estado de conservação, ilustrado. Obs: Há o nome do leitor anterior.

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Pioneira

Tipo: seminovo/usado

Julian Livros Julian Livros SP - São Paulo
98% Positivas
1468 qualificações
R$ 81,00 + R$ 13,63 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Código: 1573456 Nota: A presente obra encontra-se em bom estado de conservação, contém, apenas, algumas manchas amareladas causadas pelo tempo, marcações à caneta ao longo do texto, desgastes na capa e lombada. Ano: 1970 Nº de páginas: 425 Formato: 16 x 23 Editora: Pioneira Conservação da capa: Bom Estado Conservação do miolo: Bom Estado Acabamento: Brochura Idioma: Português

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Pioneira

Tipo: seminovo/usado

Julian Livros Julian Livros SP - São Paulo
98% Positivas
1468 qualificações
R$ 125,00 + R$ 17,89 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Código: 777051 Nota: A obra, embora encadernada, mantém sua capa original com restauração. Não constam marcações à caneta ou páginas rasgadas, apenas algumas manchas amareladas causadas pelo tempo. Ano: 1952 Nº de páginas: 419 Formato: 16 x 23 Editora: Pioneira Conservação da capa: Bom Estado Conservação do miolo: Bom Estado Acabamento: Capa Dura Idioma: Português

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

A Função Social da Guerra na Sociedade Tupinambá

Ano:   Editora: Sao Paulo

Tipo: seminovo/usado

Livraria Marechal Livraria Marechal SP - São Paulo
97% Positivas
176 qualificações
R$ 150,00 + R$ 12,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em Bom Estado de Conservação, Desgastes e marcas amareladas nas Paginas e capa Em Função do Tempo de Exposição, Não Compromete a Leitura, Contem 419 Paginas.

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro