A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
O Futurismo Paulista Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista

Annateresa Fabris

Milão e Florença representam dois dos centros de atualização com os quais os modernistas brasileiros dialogam ativamente, a partir de 1920-1921, quando os jovens artistas e intelectuais de São Paulo começam a atacar o status quo e se apropriam de um termo problemático, futurismo, que enfeixava todas as negatividades que a crítica passadista imputava à arte moderna. O surgimento do “futurismo paulista” é conseqüência desse clima, que levará o grupo modernista a se apresentar espetacularmente perante a opinião pública através da Semana de Arte Moderna, em grande parte vazada nas propostas de Marinetti. A questão não se esgota, porém, em fevereiro de 1922. Tangências com o movimento italiano podem ser encontradas também em Klaxon, na Revista de Antropofagia, entre outros, e apresentam uma viva expressão no evento constituído pela viagem de Marinetti ao Brasil em 1926 e pelo amplo debate que então se deflagrou sobre o significado e os alcances do modernismo. Passando em revista todos esses aspectos à luz de critérios do pensamento crítico de hoje e com sólido embasamento histórico, Annateresa Fabris mostra em O Futurismo Paulista que a constituição do ideário moderno brasileiro não podia ser pensada sem um diálogo ativo com a proposta futurista, diálogo que termina no começo dos anos 30 quando se impõe uma outra idéia de modernidade, que coloca no centro de atenção o homem social brasileiro. Fechar Ler mais

Milão e Florença representam dois dos centros de atualização com os quais os modernistas brasileiros dialogam ativamente, a partir de 1920-1921, quando os jovens artistas e intelectuais de São Paulo começam a atacar o status quo e se apropriam de um termo problemático, futurismo, que enfeixava todas as negatividades que a crítica passadista imputava à arte moderna. O surgimento do “futurismo paulista” é conseqüência desse clima, que levará o grupo modernista a se apresentar espetacularmente perante a opinião pública através da Semana de Arte Moderna, em grande parte vazada nas propostas de Marinetti. A questão não se esgota, porém, em fevereiro de 1922. Tangências com o movimento italiano podem ser encontradas também em Klaxon, na Revista de Antropofagia, entre outros, e apresentam uma viva expressão no evento constituído pela viagem de Marinetti ao Brasil em 1926 e pelo amplo debate que então se deflagrou sobre o significado e os alcances do modernismo. Passando em revista todos esses aspectos à luz de critérios do pensamento crítico de hoje e com sólido embasamento histórico, Annateresa Fabris mostra em O Futurismo Paulista que a constituição do ideário moderno brasileiro não podia ser pensada sem um diálogo ativo com a proposta futurista, diálogo que termina no começo dos anos 30 quando se impõe uma outra idéia de modernidade, que coloca no centro de atenção o homem social brasileiro. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

O Futurismo Paulista

Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista

Capa ilustrativa
O Futurismo Paulista Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Caverna do Disco de Vinil Sebo Caverna do Disco de Vinil Sebo SP - Guarulhos
99% Positivas
244 qualificações
R$ 22,00 + R$ 7,68 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em brochura 23x13 cm 296 pgs. Livro em bom estado geral de conservação, nome do antigo dono a caneta na primeira folha, marca de carimbo em algumas páginas, outras com grifos a caneta. Bordas amareladas pelo tempo, capa com marcas de manuseio.

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada... Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada...

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: novo

Local da Cultura Local da Cultura RJ - Rio de Janeiro
100% Positivas
157 qualificações
R$ 24,90 + R$ 10,10 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição ... da vanguarda ao Brasil) / Livro antigo, sem uso, em bom estado geral de conservação! Capa em bom estado (com uma pequena marca na parte de trás), lombada firme, páginas sem marcações e bordas amareladas pelo tempo.

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada da Vanguar... Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada da Vanguar...

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Sebo Porão Cultural Sebo Porão Cultural PA - Santarém
100% Positivas
7 qualificações
R$ 25,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa e contracapa manchadas com as bordas gastas, miolo manchado, páginas conservadas L2 título completo: O futurismo paulista: hipóteses para o estudo da chegada da Vanguarda no Brasil;

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada da Vanguar... Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada da Vanguar...

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Sebo Porão Cultural Sebo Porão Cultural PA - Santarém
100% Positivas
7 qualificações
R$ 25,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa e contracapa manchadas com as bordas gastas, miolo manchado, páginas conservadas L3 título completo: O futurismo paulista: hipóteses para o estudo da chegada da Vanguarda no Brasil;

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada da Vanguar... Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista: Hipóteses para o Estudo da Chegada da Vanguar...

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Sebo Porão Cultural Sebo Porão Cultural PA - Santarém
100% Positivas
7 qualificações
R$ 25,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Capa e contracapa manchadas com as bordas gastas, miolo manchado, páginas conservadas L4 título completo: O futurismo paulista: hipóteses para o estudo da chegada da Vanguarda no Brasil;

O Futurismo Paulista Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Dália Negra Dália Negra BA - Salvador
98% Positivas
40 qualificações
R$ 25,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Exemplar usado, mas em muito bom estado. Capa e miolo conservados, com as naturais evidências de manuseio, tempo e leitura. Cortes gráficos amarelecidos. Formato: 12, 5x22, 5cm, sem orelhas gráficas. 1a. edição, esgotada. Estudo da resposta brasileira ao futurismo europeu, em São Paulo. Embrião da Semana de Arte Moderna, sedimentou o modernismo brasileiro. - 20163525

O Futurismo Paulista Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Marcelo Diana Marcelo Diana SC - Joinville
100% Positivas
5 qualificações
R$ 26,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em excelente estado, sem marcas, grifos e rasuras. 296 páginas

O Futurismo Paulista Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Catedral do Livro Catedral do Livro SP - São Paulo
99% Positivas
706 qualificações
R$ 28,00 + R$ 8,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Cod. 66011 / Artes / Brochura / Bem conservado, 296 pags sem grifos Estudos 138

O Futurismo Paulista Capa ilustrativa

O Futurismo Paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: seminovo/usado

Atalho Literário Atalho Literário RS - Canoas
96% Positivas
183 qualificações
R$ 32,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Brochura, em ótimo estado.

O Futurismo Paulista

O Futurismo Paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2555 qualificações
R$ 36,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Milão e Florença representam dois dos centros de atualização com os quais os modernistas brasileiros dialogam ativamente, a partir de 1920-1921, quando os jovens artistas e intelectuais de São Paulo começam a atacar o status quo e se apropriam de um termo problemático, futurismo, que enfeixava todas as negatividades que a crítica passadista imputava à arte moderna. O surgimento do futurismo paulista é conseqüência desse clima, que levará o grupo modernista a se apresentar espetacularmente perante a opinião pública através da Semana de Arte Moderna, em grande parte vazada nas propostas de Marinetti. A questão não se esgota, porém, em fevereiro de 1922. Tangências com o movimento italiano podem ser encontradas também em Klaxon, na Revista de Antropo

O futurismo paulista

O futurismo paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2555 qualificações
R$ 36,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Milão e Florença representam dois dos centros de atualização com os quais os modernistas brasileiros dialogam ativamente, a partir de 1920-1921, quando os jovens artistas e intelectuais de São Paulo começam a atacar o status quo e se apropriam de um termo problemático, futurismo, que enfeixava todas as negatividades que a crítica passadista imputava à arte moderna. O surgimento do futurismo paulista é conseqüência desse clima, que levará o grupo modernista a se apresentar espetacularmente perante a opinião pública através da Semana de Arte Moderna, em grande parte vazada nas propostas de Marinetti. A questão não se esgota, porém, em fevereiro de 1922. Tangências com o movimento italiano podem ser encontradas também em Klaxon, na Revista de Antropo

O futurismo paulista

O futurismo paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2555 qualificações
R$ 36,00 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Milão e Florença representam dois dos centros de atualização com os quais os modernistas brasileiros dialogam ativamente, a partir de 1920-1921, quando os jovens artistas e intelectuais de São Paulo começam a atacar o status quo e se apropriam de um termo problemático, futurismo, que enfeixava todas as negatividades que a crítica passadista imputava à arte moderna. O surgimento do futurismo paulista é conseqüência desse clima, que levará o grupo modernista a se apresentar espetacularmente perante a opinião pública através da Semana de Arte Moderna, em grande parte vazada nas propostas de Marinetti. A questão não se esgota, porém, em fevereiro de 1922. Tangências com o movimento italiano podem ser encontradas também em Klaxon, na Revista de Antropo

O futurismo paulista Capa ilustrativa

O futurismo paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2555 qualificações
R$ 36,10 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo!

O futurismo paulista Capa ilustrativa

O futurismo paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2555 qualificações
R$ 36,10 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo!

O futurismo paulista Capa ilustrativa

O futurismo paulista

Ano:   Editora: Perspectiva

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2555 qualificações
R$ 36,10 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo!

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro