A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
A Revolucao Sul Africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul-africana

Analúcia Danilevicz Pereira

Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano (CNA) sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias. Nesta obra, a autora remonta ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, quedeu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também mostra como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência. Um dos momentos decisivos para a consolidação do regime foi a vitória britânica nas guerras bôeres, entre o fim do século 19 e o começo do século 20. AGrã-Bretanha anexou os estados independentes que aqueles fazendeiros brancos, de origem holandesa, haviam estabelecido no oeste, já então minerador. Empobrecidos, eles passaram a pregar o nacionalismo africâner - contra os invasores ingleses e os nativos. Lançavam-se assim os fundamentos do racismo, que o sistema de exploração mineral empregado pelos britânicos, contrapondo trabalhadores brancos e negros, ajudou a sedimentar. O nacionalismo africâner culminaria com as legislações segregacionistas no começo do século 20, ganharia elementos fascistas e resultaria na instituição, em 1948, do regime do apartheid, do qual os países industrializados se tornariam cúmplices. Estava posto naquele momento o ambiente para uma reação mais agressiva por parte dos negros, que na verdade começaram muito cedo a se organizar, embora pacificamente, contra o regime - em 2012 o CNA, o movimento de libertação mais antigo, completou 100 anos. A luta armada como ação política passou a fazer parte da estratégia dos movimentos de libertação da África do Sul no início dos anos 1960. As negociações entre o CNA e o Partido Nacional só se tornaram possíveis a partir do fim da Guerra Fria, quando ambas as partes se enfraqueceram, já que o governo tinha apoio do bloco ocidental e os revolucionários, da União Soviética. Atualmente, após quase 20 anos da transição democrática, a sólida estrutura erguida pelo apartheid permanece nas bases sociais e econômicas da África do Sul e continua dificultando o acesso igualitário da maioria da população aos recursos econômicos do país. O grande desafio, diz a autora, é aprimorar a ainda frágil democracia. Fechar Ler mais

Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano (CNA) sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias. Nesta obra, a autora remonta ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, quedeu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também mostra como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência. Um dos momentos decisivos para a consolidação do regime foi a vitória britânica nas guerras bôeres, entre o fim do século 19 e o começo do século 20. AGrã-Bretanha anexou os estados independentes que aqueles fazendeiros brancos, de origem holandesa, haviam estabelecido no oeste, já então minerador. Empobrecidos, eles passaram a pregar o nacionalismo africâner - contra os invasores ingleses e os nativos. Lançavam-se assim os fundamentos do racismo, que o sistema de exploração mineral empregado pelos britânicos, contrapondo trabalhadores brancos e negros, ajudou a sedimentar. O nacionalismo africâner culminaria com as legislações segregacionistas no começo do século 20, ganharia elementos fascistas e resultaria na instituição, em 1948, do regime do apartheid, do qual os países industrializados se tornariam cúmplices. Estava posto naquele momento o ambiente para uma reação mais agressiva por parte dos negros, que na verdade começaram muito cedo a se organizar, embora pacificamente, contra o regime - em 2012 o CNA, o movimento de libertação mais antigo, completou 100 anos. A luta armada como ação política passou a fazer parte da estratégia dos movimentos de libertação da África do Sul no início dos anos 1960. As negociações entre o CNA e o Partido Nacional só se tornaram possíveis a partir do fim da Guerra Fria, quando ambas as partes se enfraqueceram, já que o governo tinha apoio do bloco ocidental e os revolucionários, da União Soviética. Atualmente, após quase 20 anos da transição democrática, a sólida estrutura erguida pelo apartheid permanece nas bases sociais e econômicas da África do Sul e continua dificultando o acesso igualitário da maioria da população aos recursos econômicos do país. O grande desafio, diz a autora, é aprimorar a ainda frágil democracia. Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

A Revolução Sul Africana

Capa ilustrativa

A Revolução Sul Africana

Capa ilustrativa
A Revolução Sul Africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul Africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: seminovo/usado

Livraria Botafogo Livraria Botafogo RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
280 qualificações
R$ 10,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição b56-livro brochura, 21x10 cm, 174 pags. Em bom estado de conservação (amarelado - com carimbo nas primeiras e ultimas pags - marca de dobra na capa)Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência.

A revolução Sul-Africana Capa ilustrativa

A revolução Sul-Africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Princípios Livraria Princípios SP - São Paulo
96% Positivas
24 qualificações
R$ 19,90 + R$ 17,89 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro Novo - Direto da editora

Revolução Sul-africana

Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Lerbookssp Livraria Lerbookssp SP - São Paulo
100% Positivas
217 qualificações
R$ 20,30 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano (CNA) sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias

Revolução Sul-africana

Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Lerbookssp Livraria Lerbookssp SP - São Paulo
100% Positivas
217 qualificações
R$ 20,30 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano (CNA) sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias

Revolução Sul-africana

Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Lerbookssp Livraria Lerbookssp SP - São Paulo
100% Positivas
217 qualificações
R$ 20,30 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição sem uso.Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano (CNA) sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias

Revolução Sul-africana

Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Lerbookssp Livraria Lerbookssp SP - São Paulo
100% Positivas
217 qualificações
R$ 20,30 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano (CNA) sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias

A Revolução Sul-Africana

A Revolução Sul-Africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2487 qualificações
R$ 21,80 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo! 176 p. 10, 5X19 ISBN 9788539302642 Sinopse: O controle exclusivo sobre as riquezas da África do Sul, base do poder político da minoria branca, e o regime do apartheid caracterizam a longa história de desigualdade desse país. A revolução sul-africana foi uma resposta a esse governo de minoria que, apoiado em um sistema de discriminação único e brutal, fundou uma estrutura socioeconômica com alicerces assentados na discriminação racial.

A Revolução Sul-africana

A Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Sebo Clepsidra Sebo Clepsidra SP - São Paulo
100% Positivas
563 qualificações
R$ 21,90 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo. Brochura - Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência.

A Revolução Sul-africana

A Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Sebo Clepsidra Sebo Clepsidra SP - São Paulo
100% Positivas
563 qualificações
R$ 21,90 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Novo. Brochura - Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência.

A revolução sul-africana

A revolução sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2487 qualificações
R$ 23,20 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano CNA sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias. Nesta obra, a autor

A revolução sul-africana

A revolução sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2487 qualificações
R$ 23,20 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano CNA sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias. Nesta obra, a autor

A revolução sul-africana

A revolução sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Flanarte Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2487 qualificações
R$ 23,20 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Carregada de mitos, a história da Revolução Sul-Africana, que levou ao poder o Congresso Nacional Africano CNA sob a liderança de Nelson Mandela, em 1994, é ainda pouco conhecida. A transição do regime do apartheid para a democracia, por exemplo, não foi pacífica. Além disso, embora tenha melhorado a situação social dos negros, o novo governo não conseguiu eliminar os privilégios da minoria branca. Por fim, uma espécie de reação conservadora tenta, hoje, conferir significado mais positivo ao regime racista e atudo que ele representou, enquanto busca desmoralizar o CNA por sua incapacidade de conquistar mais estabilidade política e combater com efetividade a corrupção, desconsiderando que estas são dificuldades comuns às jovens democracias. Nesta obra, a autor

A Revolução Sul-africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
97% Positivas
571 qualificações
R$ 24,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido recentemente

A Revolução Sul-africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Sociedade dos Livros Sociedade dos Livros SP - São Paulo
97% Positivas
571 qualificações
R$ 24,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição livro novo. Adquirido recentemente

Revolução Sul-africana Capa ilustrativa

Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: seminovo/usado

Ladeira Livros Ladeira Livros RS - Porto Alegre
98% Positivas
702 qualificações
R$ 25,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição brochura em muito bom estado. hv

A Revolução Sul-Africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul-Africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 29,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência.

A Revolução Sul-Africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul-Africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 29,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência.

A Revolução Sul-Africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul-Africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 29,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência.

A Revolução Sul-Africana Capa ilustrativa

A Revolução Sul-Africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livraria Vertov Livraria Vertov PR - Curitiba
100% Positivas
75 qualificações
R$ 29,00 + R$ 6,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência.

A Revolução Sul-africana

A Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: Unesp

Tipo: novo

Livros na Web Livros na Web MG - Belo Horizonte
99% Positivas
70 qualificações
R$ 29,00 + R$ 6,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição LIVRO NOVO- Nesta obra, a autora procura remontar ao processo de colonização da África do Sul por holandeses, franceses e ingleses no século 17, reconstruindo a partir daí as raízes do regime racista, que deu origem à revolução enraizada em condições históricas peculiares - a contradição entre classe e raça. Ela também pretende mostrar como, nesse cenário, emerge sua liderança máxima, Nelson Mandela, explicitando a trajetória ainda pouco conhecida do político que se tornaria modelo mundial de resistência. - 201613889

A Revolução Sul-africana

A Revolução Sul-africana

Ano:   Editora: N D

Tipo: seminovo/usado

Sebo Mandala Sebo Mandala SP - Piracicaba
82% Positivas
105 qualificações
R$ 38,10 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro em bom estado. Envio imediato. lhp

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro