A Compra Garantida Estante Virtual é uma garantia de que você receberá a encomenda ou o reembolso do valor da sua compra. Saiba mais aqui.

  • 1.350 sebos e livreiros
  • Qualificações positivas dos livreiros
  • Maior acervo do mundo em língua portuguesa
filtros
Parte da Paisagem Capa ilustrativa

Parte da Paisagem

Adriana Lisboa

Recolhimento, concentração, precipitação. Ou, pelo contrário, exposição, soltura e dispersão. Nestes poemas, como num espasmo, a abertura inquieta desemboca muitas vezes no espanto de quem subitamente para, sabendo que as palavras serão os resíduos, apenas, do quase indizível. É um mundo de quases, que os leitores já terão aprendido a apreciar nas vozes que guiam os personagens de Adriana Lisboa, alheios aos gestos heroicos e afeitos à elaboração vasta, porém breve, da música que soa ao fundo, tanto na prosa como na poesia. Na recusa da expressão brilhante, um discreto fio melancólico avança e faz do poema lugar de espera e escuta: espaço do envelhecimento, não fosse um outro fio de vida que se enlaça àquele, teimando em recordar que, quando bem quisermos, podemos saltar do vagão, aliviando-nos do peso inominável do fim da viagem. Aí, justamente, aportaremos numa espécie de Pasárgada às avessas, lugar onde o rei não é rei, e tampouco sei se terei as mulheres que quero. Paisagem, em suma, incapaz de prometer outra vida; lugar de passagem, percurso que a delicadeza da poesia insiste em propor, mostrando tão só o que existe, em sua face ora sombria, ora insuspeitadamente luminosa. O que resta, restará sem adornos ou circunspeção, só vida gratuita. Não se trata da delicadeza não-me-toques, da afetação de quem mal resvala no mundo. Na poesia de Adriana Lisboa, delicado é o elemento que decantou, após vagar por uma solução em que o desvio e os choques levaram a uma nova e inesperada composição. Mas, ainda aqui, não se fala da delicadeza ostentatória de um cristal definitivo, ou do sólido que podemos ver, apalpar e admirar. Em Parte da paisagem, o que se projeta é o instável e delicado equilíbrio em que corpo e alma, juntos, descobrem-se a ponto de cair. Pedro Meira Monteiro Universidade de Princeton Fechar Ler mais

Recolhimento, concentração, precipitação. Ou, pelo contrário, exposição, soltura e dispersão. Nestes poemas, como num espasmo, a abertura inquieta desemboca muitas vezes no espanto de quem subitamente para, sabendo que as palavras serão os resíduos, apenas, do quase indizível. É um mundo de quases, que os leitores já terão aprendido a apreciar nas vozes que guiam os personagens de Adriana Lisboa, alheios aos gestos heroicos e afeitos à elaboração vasta, porém breve, da música que soa ao fundo, tanto na prosa como na poesia. Na recusa da expressão brilhante, um discreto fio melancólico avança e faz do poema lugar de espera e escuta: espaço do envelhecimento, não fosse um outro fio de vida que se enlaça àquele, teimando em recordar que, quando bem quisermos, podemos saltar do vagão, aliviando-nos do peso inominável do fim da viagem. Aí, justamente, aportaremos numa espécie de Pasárgada às avessas, lugar onde o rei não é rei, e tampouco sei se terei as mulheres que quero. Paisagem, em suma, incapaz de prometer outra vida; lugar de passagem, percurso que a delicadeza da poesia insiste em propor, mostrando tão só o que existe, em sua face ora sombria, ora insuspeitadamente luminosa. O que resta, restará sem adornos ou circunspeção, só vida gratuita. Não se trata da delicadeza não-me-toques, da afetação de quem mal resvala no mundo. Na poesia de Adriana Lisboa, delicado é o elemento que decantou, após vagar por uma solução em que o desvio e os choques levaram a uma nova e inesperada composição. Mas, ainda aqui, não se fala da delicadeza ostentatória de um cristal definitivo, ou do sólido que podemos ver, apalpar e admirar. Em Parte da paisagem, o que se projeta é o instável e delicado equilíbrio em que corpo e alma, juntos, descobrem-se a ponto de cair. Pedro Meira Monteiro Universidade de Princeton Fechar Ler mais

Estatísticas de venda deste livro

Último vendido Nos últimos 3 meses
Vendidos
Preço médio R$ " + data.stats.mean + "
Menor preço R$ " + data.stats.min + "
Maior preço R$ " + data.stats.max + "

Esta informação aparece apenas para usuários logados como livreiros.

PARTE DA PAISAGEM

PARTE DA PAISAGEM

PARTE DA PAISAGEM

PARTE DA PAISAGEM

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: seminovo/usado

Luzes da Cidade Ipanema RJ - Rio de Janeiro
99% Positivas
197 qualificações
R$ 26,00 + R$ 5,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição 571773- Formatar 14 x 21 cm com 117 pags. Livro em bom estado.

Adicionar à lista de desejos

Parte da Paisagem

Parte da Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: seminovo/usado

Sebo Logos RJ - Rio de Janeiro
86% Positivas
216 qualificações
R$ 29,99 + R$ 12,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição S3P1021.05052014 - Sem folha de rosto.Muito Bom Estado

Adicionar à lista de desejos

Parte da Paisagem

Parte da Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Wtr Livros SP - Guarulhos
98% Positivas
3568 qualificações
R$ 35,55 + R$ 8,74 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo e sem uso. / EAN 9788573214413 - FFB

Adicionar à lista de desejos

Parte da paisagem

Parte da paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2272 qualificações
R$ 36,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Recolhimento, concentração, precipitação. Ou, pelo contrário, exposição, soltura e dispersão. Nestes poemas, como num espasmo, a abertura inquieta desemboca muitas vezes no espanto de quem subitamente para, sabendo que as palavras serão os resíduos, apenas, do quase indizível. É um mundo de quases, que os leitores já terão aprendido a apreciar nas vozes que guiam os personagens de Adriana Lisboa, alheios aos gestos heroicos e afeitos à elaboração vasta, porém breve, da música que soa ao fundo, tanto na prosa como na poesia. Na recusa da expressão brilhante, um discreto fio melancólico avança e faz do poema lugar de espera e escuta: espaço do envelhecimento, não fosse um outro fio de vida que se enlaça àquele, teimando em recordar que, quando bem quisermos, podemos

Adicionar à lista de desejos

Parte da paisagem

Parte da paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2272 qualificações
R$ 36,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Recolhimento, concentração, precipitação. Ou, pelo contrário, exposição, soltura e dispersão. Nestes poemas, como num espasmo, a abertura inquieta desemboca muitas vezes no espanto de quem subitamente para, sabendo que as palavras serão os resíduos, apenas, do quase indizível. É um mundo de quases, que os leitores já terão aprendido a apreciar nas vozes que guiam os personagens de Adriana Lisboa, alheios aos gestos heroicos e afeitos à elaboração vasta, porém breve, da música que soa ao fundo, tanto na prosa como na poesia. Na recusa da expressão brilhante, um discreto fio melancólico avança e faz do poema lugar de espera e escuta: espaço do envelhecimento, não fosse um outro fio de vida que se enlaça àquele, teimando em recordar que, quando bem quisermos, podemos

Adicionar à lista de desejos

Parte da paisagem

Parte da paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2272 qualificações
R$ 36,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Recolhimento, concentração, precipitação. Ou, pelo contrário, exposição, soltura e dispersão. Nestes poemas, como num espasmo, a abertura inquieta desemboca muitas vezes no espanto de quem subitamente para, sabendo que as palavras serão os resíduos, apenas, do quase indizível. É um mundo de quases, que os leitores já terão aprendido a apreciar nas vozes que guiam os personagens de Adriana Lisboa, alheios aos gestos heroicos e afeitos à elaboração vasta, porém breve, da música que soa ao fundo, tanto na prosa como na poesia. Na recusa da expressão brilhante, um discreto fio melancólico avança e faz do poema lugar de espera e escuta: espaço do envelhecimento, não fosse um outro fio de vida que se enlaça àquele, teimando em recordar que, quando bem quisermos, podemos

Adicionar à lista de desejos

Parte da Paisagem

Parte da Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2272 qualificações
R$ 36,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Recolhimento, concentração, precipitação. Ou, pelo contrário, exposição, soltura e dispersão. Nestes poemas, como num espasmo, a abertura inquieta desemboca muitas vezes no espanto de quem subitamente para, sabendo que as palavras serão os resíduos, apenas, do quase indizível. É um mundo de quases, que os leitores já terão aprendido a apreciar nas vozes que guiam os personagens de Adriana Lisboa, alheios aos gestos heroicos e afeitos à elaboração vasta, porém breve, da música que soa ao fundo, tanto na prosa como na poesia. Na recusa da expressão brilhante, um discreto fio melancólico avança e faz do poema lugar de espera e escuta: espaço do envelhecimento, não fosse um outro fio de vida que se enlaça àquele, teimando em recordar que, quando bem quisermos, podemos

Adicionar à lista de desejos

Parte da Paisagem

Parte da Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Flanarte SP - São Paulo
99% Positivas
2272 qualificações
R$ 36,00 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo. Sinopse: Recolhimento, concentração, precipitação. Ou, pelo contrário, exposição, soltura e dispersão. Nestes poemas, como num espasmo, a abertura inquieta desemboca muitas vezes no espanto de quem subitamente para, sabendo que as palavras serão os resíduos, apenas, do quase indizível. É um mundo de quases, que os leitores já terão aprendido a apreciar nas vozes que guiam os personagens de Adriana Lisboa, alheios aos gestos heroicos e afeitos à elaboração vasta, porém breve, da música que soa ao fundo, tanto na prosa como na poesia. Na recusa da expressão brilhante, um discreto fio melancólico avança e faz do poema lugar de espera e escuta: espaço do envelhecimento, não fosse um outro fio de vida que se enlaça àquele, teimando em recordar que, quando bem quisermos, podemos

Adicionar à lista de desejos

Parte da Paisagem

Parte da Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Sebo Quixote Belenzinho SP - São Paulo
97% Positivas
325 qualificações
R$ 39,60 + R$ 11,37 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo.REF - EMP

Adicionar à lista de desejos

Parte da Paisagem

Parte da Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Livro Rapido2 SP - São Paulo
98% Positivas
192 qualificações
R$ 45,00 + R$ 9,26 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição *** Livro Novo Lacrado***

Adicionar à lista de desejos

Parte de Paisagem

Parte de Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
100% Positivas
241 qualificações
R$ 49,90 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, adquirido diretamente da editora, Isbn 9788573214413.

Adicionar à lista de desejos

Parte de Paisagem

Parte de Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
100% Positivas
241 qualificações
R$ 49,90 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, adquirido diretamente da editora, Isbn 9788573214413.

Adicionar à lista de desejos

Parte de Paisagem

Parte de Paisagem

Ano:   Editora: Iluminuras

Tipo: novo

Livraria Dédalus MG - Belo Horizonte
100% Positivas
241 qualificações
R$ 49,90 + R$ 7,21 de frete Comprar ler descrição ocultar

Descrição Livro novo, adquirido diretamente da editora, Isbn 9788573214413.

Adicionar à lista de desejos

Avaliações do livro

Ainda não há avaliações para este título, seja o primeiro a avaliar.

Avalie o livro